FECOMÉRCIO VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE ONLINE ?· Movimento grevista começou há 12 dias e não tem…

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

FECOMRCIO VECULO: TRIBUNA DO NORTE ONLINE DATA: 11.03.18

VECULO: TRIBUNA DO NORTE ONLINE DATA: 11.03.18

CONTINUAO

CONTINUAO

VECULO: TRIBUNA DO NORTE ONLINE DATA: 11.03.18

CONTINUAO

VECULO: TRIBUNA DO NORTE ONLINE DATA: 11.03.18

CONTINUAO

VECULO: TRIBUNA DO NORTE ONLINE DATA: 11.03.18

CONTINUAO

VECULO: PORTAL NO AR DATA: 09.03.18

Sem atendimento bancrio, populao

se diz prejudicada com greve dos

vigilantes Movimento grevista comeou h 12 dias e no tem previso para acabar

Por Redao

A greve dos vigilantes j dura 12 dias. O transtorno piora na medida em que a populao recebe o

salrio do ms e os vencimentos das faturas chegam. J que quem vai ao banco para resolver as

pendncias esbarra na falta de segurana, fator que trava o funcionamento normal das agncias.

Atualmente, os bancrios desempenham apenas funes internas, o que, conforme dito em nota

pela Federao das Indstrias do Estado do Rio Grande do Norte (Fiern) e pela Federao do

Comrcio do RN (Fecomercio), tem trazido enormes transtornos e prejuzos sociedade. O

Portal No Ar foi at a agncia do Banco do Brasil na Cidade Alta, na Zona Leste de Natal, e

encontrou pessoas que sofrem com esses problemas.

Prejudicado, o agente de sade Jos Ramos reclama da dificuldade em fazer as operaes desde o

incio do movimento grevista. No estamos conseguindo resolver problemas internos. Se voc

quer pagar algum carn ou resolver algum problema, voc vai ter que esperar acabar a greve.

Espero que se resolva o quanto antes, destacou.

CONTINUAO

O aposentado Rinaldo Melo faz crticas mais duras greve dos vigilantes. O movimento errado

porque um pas que tem milhes de habitantes no pode ser dominado por meia dzia de gente,

bradou.

Melo ainda relatou as complicaes para fazer as transaes bancrias. Se voc quiser tirar mais

de R$ 3 mil no tem como. Se voc tem contas para pagar, tem o dinheiro no banco, mas no pode

tirar, as dificuldades aparecem, finalizou.

O tambm aposentado Edmilson Coelho no se mostrou contente com a falta da quantidade

mnima de vigilantes no trabalho. O que chateia que eles no cumpriram a quantidade mnima

de gente trabalhando, posicionou-se.

Esse, inclusive, foi um dos assuntos esclarecidos em reunio nesta sexta-feira (9) entre o Sindicato

das Empresas de Segurana Privada do Rio Grande do Norte (Sindesp-RN), o Banco do Brasil e o

Procon-RN, rgo de defesa do consumidor.

Em nota, o Sindesp-RN reafirmou que no possvel abrir as agncias sem segurana. O rgo

tambm informou que no conseguiu convidar o Sindicato Intermunicipal dos Vigilantes do Rio

Grande do Norte (Sindsegur), pois a sede da instituio se encontrava fechada.

Nessa quinta-feira, 8, os vigilantes entraram com pedido de dissdio coletivo que ocorre quando

as negociaes so encerradas junto ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT). A categoria pede

reajuste salarial de 3% acima da inflao, alm da garantia de todos os direitos na Conveno

Coletiva de Trabalho (CCT).

A primeira audincia no TRT ser na prxima tera-feira, dia 13. O Sindicato das Empresas diz

que continua aberto para negociar com o Sindicato laboral dentro da legislao em vigor, como

sempre esteve.

VECULO: BLOG TRIBUNA DE NOTCIAS DATA: 09.03.18

CONTINUAO

VECULO: DE FATO ONLINE DATA: 09.03.18

Edio 2018 do Mossor Cidade Junina lanado

pela Prefeitura. Veja as novidades

Secretrio de Cultura, Eduardo Falco, fez apresentao do novo projeto do Mossor Cidade Junina

O Mossor Cidade Junina 2018 passou por um projeto de requalificao, desde a forma

de contratao dos servios, at o sistema de estrutura que ser utilizado para instalao

de stands, barracas, quiosques, camarotes, entre outros. As novidades foram apresentadas

nesta sexta-feira (9), em solenidade realizada no Palcio da Resistncia sede da Prefeitura.

O planejamento iniciou desde o encerramento da edio de 2017, quando foi solicitado a

todos os coordenadores de polo e secretrios envolvidos diretamente no MCJ um relatrio

com pontos positivos e negativos. Tambm foi criada pela prefeita Rosalba Ciarlini uma comisso, destinada a discutir e planejar os eventos de iniciativa do Municpio.

"As diretrizes definidas para a edio de 2018 foram tambm embasadas por estudos de

impacto econmico realizados pela Fecomercio e Universidade do Estado do Rio Grande

do Norte, atravs de parceria com o Departamento de Economia, que demonstraram o

potencial do projeto, que a cada 1 real investido 4 retornam para a cidade", informou a

prefeita Rosalba Ciarlini.

Outro ponto destacado no estudo de impacto que o Chuva de Bala no Pas de Mossor

se destaca pela procura dos turistas que vem ao evento e investem na rede hoteleira e de

restaurantes local.

Para 2018 o espetculo foi enquadrado na Lei Cmara Cascudo e est apto a captar recursos da ordem de R$ 445.120,00.

"Na Estao das Artes, a equipe responsvel pelo projeto verificou a necessidade de readequao na estrutura, especialmente os camarotes. O institucional, que ocupava um

trecho da Avenida Rio Branco, ser instalado sobre o Largo Porcino Costa", explica o

secretrio de Cultura, Eduardo Falco.

CONTINUAO

Para viabilizar essa alterao, o palco precisou ser recuado 23 metros, que aumentou a

rea de concentrao de pblico com melhor ngulo de visualizao dos shows. Outra

mudana que ser apenas uma estrutura de camarote, com um pavimento destinado

explorao de atividade comercial por empresa promotora de eventos ou de turismo. O segundo pavimento continua sendo destinado instituies e patrocinadores.

Outro ponto que foi reconsiderado o cuidado com a segurana alimentar. Em 2018 sero

instaladas pias com gua e esgoto para todos os comerciantes licenciados. Para viabilizar

a salubridade e melhorar os padres estticos desse polo, a Prefeitura fornecer trs tipos

de estrutura fsica que j esto zoneadas conforme as especificidades de cada comrcio.

Nos restaurantes ser permitida a produo de alimentos no local e a instalao de mesas

e cadeiras. J os bares podero comercializar, alm das bebidas, alimentos previamente preparados. Os stands para venda de drinks tambm tero espaos especficos.

A Cidadela tambm receber alteraes com ampliao do nmero de espaos para

comercializao de produtos e servios. Sero mantidos os projetos Brinquedos e

Brincadeiras Populares e o Pau de Arara Eletrnico. O polo contar com dois palcos, um

na lateral da Capela de So Vicente para apresentaes de artistas solo, e outro na

Avenida Rui Barbosa, popularmente conhecida como Largo do Sebrae, para grupos musicais.

A rea da Cidadela ser coberta em dois trechos, com pavilho de estrutura metlica decorado com bandeirinhas de So Joo, com um teto inspirado na Arena Deodete Dias.

"Por falar em Arena, ela j estar montada no dia 26 de maio para realizao do Concurso

da Realeza Junina. Por este polo passaro ainda os concursos de quadrilhas nas categorias

tradicional, estilizada, infantil, adulto, melhor idade, em nvel municipal, estadual e interestadual.", complementa Eduardo.

Em 2018 o polo de cultura popular ser instalado no Memorial da Resistncia que contar

com apresentaes de forte expresso da identidade nordestina, tais como violeiros,

repentistas, sanfoneiros, pfaros e cabaais, teatro de bonecos e mamulengos.

A decorao manter as tradicionais bandeirinhas em trechos da cidade, contando

tambm com ilustrao de personagens que foram criados seguindo a identidade visual de

toda a campanha publicitria para o Mossor Cidade Junina 2018. Estas peas serviro tambm como espao destinados aos patrocinadores.

A Prefeitura continua investindo na valorizao do artista local, com maior quantidade de

artistas da cidade se apresentando na edio 2018 do Pingo da Mei Dia, abertura oficial

do Mossor Cidade Junina. O evento tambm tem como objetivo potencializar a

divulgao do artista da terra, tendo em vista o apelo turstico. O Municpio tambm est

pleiteando a insero do Pingo da Mei Dia no Livro de Recordes, como o maior bloco junino do mundo.

O polo da Igreja So Joo permanecer com seu funcionamento de 14 a 24 de junho. Alm disso, o Boca da Noite finalizar o MCJ no dia 30 de junho.

VECULO: BLOG GUTEMBERG MOURA DATA: 09.03.18

Requalificado, Mossor CIdade Junina tem projeto lanado por Rosalba Ciarlini

Projeto de evento foi lanado nesta sexta-feira pela prefeita Rosalba Ciarlini. Entre novidade, Chuva de Balas enquadrado na Lei

Cmara Cascudo

O Mossor Cidade Junina 2018 passou por um projeto de requalificao, desde a forma de contratao dos servios, at o sistema de estrutura que ser utilizado para instalao de stands, barracas, quiosques, camarotes, entre outros. As novidades foram apresentadas nesta sexta (09), em solenidade realizada no Palcio da Resistncia. O planejamento iniciou desde o encerramento da edio de 2017, quando foi solicitado a todos os coordenadores de polo e secretrios envolvidos diretamente no MCJ um relatrio com pontos positivos e negativos. Tambm foi criada pela prefeita Rosalba Ciarlini uma comisso, destinada a discutir e planejar os eventos de iniciativa do Municpio. As diretrizes definidas para a edio de 2018 foram tambm embasadas por estudos de impacto econmico realizados