Festa 15 Anos CSA 09

  • View
    2.926

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Palestra feita no Colégio Santo Américo em São Paulo. Surgiram no século XVIII nas cortes européias e tiveram sua fase áurea nos anos 50 e 60. Relegadas ao ostracismo nas décadas seguintes, voltaram com tudo a partir do século XXI. Como são as festas de debutantes hoje em dia? Por que causam tanta ansiedade e preocupação?

Text of Festa 15 Anos CSA 09

  • 1.

2. Adolescncia

  • contornos da autonomia.
  • processo doloroso em muitos aspectos, gratificante e alegre em outros.
  • perodo diferente dos outros perodos de desenvolvimento.
  • o adolescente conserva aspectos infantis e j tem aspectos adultos.

Fonte: Dra. Sandra Scivoletto 3.

  • Sndrome da Adolescncia Normal(SNA):
  • 1 . Busca de si mesmo e da identidade
  • 2. A tendncia grupal 3. Necessidade de intelectualizar e fantasias
  • 4. Crises religiosas
  • 5. A vivncia do tempo
  • 6. A sexualidade
  • 7. Atitude social reivindicatria
  • 8. Condutas contraditrias
  • 9. Separao progressiva dos pais
  • 10. Constantes flutuaes do humor

Adolescncia Fonte: Dra. Sandra Scivoletto 4.

  • a famlia deve proporcionar autonomia para o jovem e favorecer seus papis adultos (socializao/individuao)
  • a necessidade de continncia familiar
  • a flexibilidade a chave do sucesso
  • a adolescncia exige mudanas estruturais e renegociaes de papis, envolvendo,s vezes, duas geraes
  • os pais, ao satisfazerem as necessidades de maior apoio e autonomia, podem entrar em contato com necessidades semelhantes neles mesmos. A tenso pode vir de ambos os lados, pais e filhos.
  • os pais devem aprender a ter um relacionamento adulto com os filhos crescidos. Para os pais muito difcil deixar de tratar os filhos como crianas

A Famlia e o Adolescente Fonte: Dra. Sandra Scivoletto 5.

  • na maioria das famlias com filhosadolescentes, os pais esto com seu foco de ateno em outros pontos (reavaliar casamento e a carreira)
  • o filho quereivindica independncia pode vir a criticar os pais que a concedem com facilidade. O pendor para a independncia natural, mas a perspectiva de uma independncia completa assustadora
  • questionamento dos valores paternos/ crtica s falhas dos pais
  • nas famlias em que as decises e a auto-regulao so limitadas, os adolescentes tendem a ficar mais dependentes e menos seguros
  • a adolescncia tambm constitui uma fase de perda para a famlia: perde-se a criana para dar lugar ao adultojovem

A Famlia e o Adolescente Fonte: Dra. Sandra Scivoletto 6.

  • a filosofia a ser aplicada nesta fase pode ser chamada de afrouxe e aperte: dizer sim sempre que possvel; no, quando preciso. Flexibilidade necessria. O mais importante de tudo no se afastar emocionalmente do filho
  • a presena do pai importante. difcil para as mes tratar de problemas disciplinares sozinhas
  • necessrio que os pais, outros familiares, professores e adultos, que convivem diariamente com o adolescente, estejam atentos e dispostos a ajud-lo a passar de forma construtiva por essa fase do ciclo vital

A Famlia e o Adolescente Fonte: Dra. Sandra Scivoletto 7. Fonte: Sartori, C.N -Prevalncia do Uso de Drogas em Estudantes de uma Escola Particular: Subsdios para Preveno - Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo PUC/SP 2008 8. Fonte: Sartori, C.N -Prevalncia do Uso de Drogas em Estudantes de uma Escola Particular: Subsdios para Preveno - Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo PUC/SP 2008 9. Fonte: Sartori, C.N -Prevalncia do Uso de Drogas em Estudantes de uma Escola Particular: Subsdios para Preveno - Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo PUC/SP 2008 10. Fonte: Sartori, C.N -Prevalncia do Uso de Drogas em Estudantes de uma Escola Particular: Subsdios para Preveno - Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo PUC/SP 2008 11. Festas de 15 anos -histrico No sentido com o qual foi criado, o Baile-de-debutantes o coroamento de um projeto educativo independente e sui generis. - Surgiu no sculo XVIII. 12. Festas de 15 anos -histrico Baile das Debutantes em geral promovido por uma Comisso Organizadora, que convida uma ou vrias patronesses, e precedido por uma etapa de ensino prtico.O programa compreende, principalmente:a) engajamento em um trabalho social caritativo; b) lies de boas-maneiras e etiqueta com a realizao de chs e coquetis, nos quais as candidatas so observadas e corrigidas pela patronesse ou pelas senhoras da comisso;c) explanaes sobre cidadania, poltica e economia, em visitas guiadas sede dos poderes municipais, estaduais, federais; a museus e locais histricos. Marca o incio da participao social responsvel da mulher, geralmente entre quinze e vinte anos, e antes do ingresso na universidade. 13. Festas de 15 anos -histrico Nos EUA -Cotillion[do fracscotillon ]. O significado da palavra no francs no a recomenda muito: a expressoCourir le cotillonsignifica procurar por mulheres de condio inferior. Curiosidade:NATIONAL LEAGUE OF JUNIOR COTILLIONS http://www.nljc.com/Mais famoso:Htel de Crillone seu Bal des Dbutantes Paris 14. Festas de 15 anos -atual Nos anos 90 e 2000 Voc sonha em ter um grande baile de 15 anos com direito a cerimonial e homenagens, valsa com o prncipe e um lindo e rodado vestido branco? Ou prefere eternizar esta idade com uma festa tematizada, com malabares, shows ao vivo e vrias atraes diferentes?fonte: site especializado em dicas para festas. 15. Festas de 15 anos -atual Jovens, bonitos, talentosos, simpticos esexies , os bartenders so uma atrao a parte nas festas de 15 anos. Eles encantam os convidados com incrveis performances como o flair, malabarismos com garrafas e utenslios do bar; o flag, acrobacias com bandeiras; o swing, danas com fitas e luzes coloridas; alm dos shows de pirofagia e mgicas.fonte: site de empresa que fornece servio de bartenders. 16. Festas de 15 anos -atual Boas maneiras? Controle dos pais? tica? Projeto educativo? 17. Fonte: Programa Fantstico - outubro 2008 Festas de 15 anos -atual 18. Fonte: Sartori, C.N -Prevalncia do Uso de Drogas em Estudantes de uma Escola Particular: Subsdios para Preveno - Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo PUC/SP 2008 19. Fonte: Sartori, C.N -Prevalncia do Uso de Drogas em Estudantes de uma Escola Particular: Subsdios para Preveno - Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo PUC/SP 2008 20. Fonte: Sartori, C.N -Prevalncia do Uso de Drogas em Estudantes de uma Escola Particular: Subsdios para Preveno - Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo PUC/SP 2008 21. I Levantamento Nacional sobre os padres de consumo de lcool na populao brasileira SENAD/UNIFESP 2007 22. ( V Levantamento Nacional Sobre o Uso de Drogas Psicotrpicas entre Estudantes do Ensino Fundamental e Mdio da Rede Pblica de Ensino nas 27 Capitais Brasileiras - Cebrid, 2004. Galdurz, Jos Carlos F., Noto, Ana R., Fonseca, Arilton M., Carlini E. A .) 23. Fonte: Sartori, C.N -Prevalncia do Uso de Drogas em Estudantes de uma Escola Particular: Subsdios para Preveno - Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo PUC/SP 2008 24. I Levantamento Nacional sobre os padres de consumo de lcool na populao brasileira SENAD/UNIFESP 2007 25. I Levantamento Nacional sobre os padres de consumo de lcool na populao brasileira SENAD/UNIFESP 2007 26. I Levantamento Nacional sobre os padres de consumo de lcool na populao brasileira SENAD/UNIFESP 2007 27.

  • No existe um padro de beber de baixo risco entre os adolescentes, pois as evidncias mostram que nessa faixa da populao mesmo o baixo consumo est relacionado com o alto risco de acidentes.
  • Beber em Binge: meninos 21%
  • meninas 12%
  • So raros os que conseguem beber pouco e com baixa frequncia
  • No houve diferenas entre os sexos quanto idade de incio.
  • 9% bebem mais de uma vez por semana: meninos 12%
  • meninas 6 %
  • 50% dos meninos bebeu mais de trs doses por situao habitual.
  • 1/3 consumiu5 doses ou mais.
  • ( I Levantamento Nacional sobre padres de consumo na populao brasileira senad / unifesp 2007)

lcool 28. 29. 30.

  • Os drinks para festas de debutante foram desenvolvidos especialmente para este importante evento. So drinks com graduao alcolica bem inferior do normal ou totalmente sem lcool -fonte: site de empresa que fornece servio de bartenders.

Festas de 15 anos - lcool Ol..gostaria de idias para uma festa de 15 anos com o tema Bahia.Montaremos parecido passarela do lcool de Porto Seguro. Com barraquinhas e comidas tpicas.A festa ser a noite e de 2 meninas que iro fazer juntas.Preciso urgente de idias para convites temticos!Obrigada..estarei aguardando a resposta! -fonte: frum na internet sobre festas de 15 anos. "ACamila veio com uma lista com as bebidas que tinha que ter na festa. A eu fiquei assustada. Pedindo essas bebidas que eu nem conheo, como Gummy", fala a me Rosemary Aguiar. "Gummy suco de fruta em p com vodka", esclarece Camila. - E se a sua me dissesse, no filha, no vai ter bebida na festa? "No tem festa", resume Camila. Fonte: Fantstico 17/07/05 31.

  • Mochila
  • Comprar o bartender
  • baixo teor alcolico
  • Mesa de guloseimas e lcool

Festas de 15 anos - lcool Festa de menina popular tem bebida alcolica Se a menina no popular, a gente leva de casa Se no tem nada bemmiado Adultos e adolescentes separados Tem gente que fica pagando de bbadofonte: frequentadores das festas de 15 anos 32. 33. Festas de 15 anos - lcool O Estatuto da Criana e do Adolescente (ECA), que entrou em vigor em 13.07.90, em seu art. 81, probe a venda criana ou ao adolescente de bebida alcolica e o art.243, do mesmo estatuto, dispe pena de 2 a 4 anos e multa, pa