FICHA PARA CATÁLOGO - ?· individual, coletiva e histórica se interpenetra e se contagiam. Como se…

Embed Size (px)

Text of FICHA PARA CATÁLOGO - ?· individual, coletiva e histórica se interpenetra e se contagiam. Como...

  • 1

    FICHA PARA CATLOGO PRODUO DIDTICA PEDAGGICA

    Ttulo:

    As polticas pblicas de educao no Governo Jaime Lerner e a memria dos professores de

    Educao Fsica do Colgio Polivalente de Londrina-PR (1995-2002)

    Autor NILTON RODRIGUES SANTANA

    Escola de Atuao COLGIO ESTADUAL POLIVALENTE

    Municpio da escola LONDRINA

    Ncleo Regional de Educao LONDRINA

    Orientador Prof MS. TONY HONORATO

    Instituio de Ensino Superior UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA

    Disciplina/rea (entrada no PDE) EDUCAO FSICA

    Produo Didtico-pedaggica Memria de professores de Educao Fsica do Colgio

    Estadual Polivalente, sobre as polticas educacionais do

    Estado do Paran, no perodo de 1995 2002.

    Relao Interdisciplinar

    (indicar, caso haja, as diferentes

    disciplinas compreendidas no

    trabalho)

    EDUCAO FSICA, HISTRIA, SOCIOLOGIA E FILOSOFIA

    Pblico Alvo

    (indicar o grupo com o qual o

    professor PDE desenvolveu o

    trabalho: professores, alunos,

    Intervir por meio de um grupo de reflexo para compartilhar,

    com os atuais professores do Colgio Estadual Polivalente, as

    polticas desenvolvidas e as memrias preservadas, para que

    assim seja possvel dialogar passado e presente na ao

    PARAN

    GOVERNO DO ESTADO

    SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAO SEED

    SUPERINTENDENCIA DA EDUCAO SUED

    DIRETORIA DE POLTICAS E PROGRAMAS EDUCACIONAIS - DPPE PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL PDE

    UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA - UEL

  • 2

    comunidade...) pedaggica e na organizao da Escola.

    Localizao

    (identificar nome e endereo da

    escola de implementao)

    COLGIO ESTADUAL POLIVALENTE, Rua Figueira, 411, Jd. Santa

    Rita Londrina PR

    Apresentao:

    (descrever a justificativa, objetivos

    e metodologia utilizada. A

    informao dever conter no

    mximo 1300 caracteres, ou 200

    palavras, fonte Arial ou Times

    New Roman, tamanho 12 e

    espaamento simples)

    Identificar as polticas educacionais implantadas no Estado do

    Paran, no perodo de 1995 2002, e seus desdobramentos

    no fazer pedaggico segundo a memria dos professores da

    disciplina de Educao Fsica do Colgio Estadual

    Polivalente. Com base na metodologia de pesquisa oral de

    Sonia de Freitas (2002), e por entender que a historia oral

    vem de encontro ao nosso objeto de estudo que so os

    educadores que vivenciaram o perodo em anlise e por meio

    deste mtodo buscar elucidaes e respostas para o

    problema ou objetivo da pesquisa ora apresentado.

    Palavras-chave ( 3 a 5 palavras) Polticas Educacionais, educao fsica e memria

  • 3

    PRODUO PEDAGGICA PDE - 2010

    1. DADOS DE IDENTIFICAO Professor PDE: Nilton Rodrigues Santana

    rea/Disciplina PDE: Educao Fsica Escolar, Cincias e Filosofia

    NRE: Londrina

    Professor Orientador IES: Professor MS. Tony Honorato

    IES vinculada: Universidade Estadual de Londrina - UEL

    Escola de Implementao: Colgio Estadual Polivalente

    Pblico objeto da interveno: Professores

    2. TEMA DE ESTUDO DO PROFESSOR PDE

    Memria de professores de educao fsica do Colgio Estadual Polivalente sobre

    as polticas educacionais do Estado do Paran, no perodo de 1995 2002.

    PARAN

    GOVERNO DO ESTADO

    SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAO SEED

    SUPERINTENDENCIA DA EDUCAO SUED

    DIRETORIA DE POLTICAS E PROGRAMAS EDUCACIONAIS - DPPE PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL PDE

    UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA - UEL

  • 4

    3. TTULO

    As polticas pblicas de educao no Governo Jaime Lerner e a memria dos

    professores de Educao Fsica do Colgio Polivalente de Londrina-PR (1995-2002)

    As polticas pblicas de educao no Governo Jaime Lerner e a memria dos

    professores de Educao Fsica do Colgio Estadual Polivalente de

    Londrina-PR (1995-2002)

    PRODUO PEDAGOGICA PDE 2010

    INTRODUO:

    Pretendemos apresentar os resultados preliminares da pesquisa:

    Memria de professores de educao fsica do Colgio Estadual Polivalente, sobre

    as polticas educacionais do Estado do Paran, no perodo de 1995 2002. Para o

    entendimento da formao social dos docentes, dentre os quais desenvolvimento

    terico e enfatizado como decisivo para a contribuio da compreenso ampla

    dessa temtica.

    Os questionamentos para entendermos os problemas tpicos da

    educao brasileira, em especial a Educao Fsica Escolar a partir das memrias

    dos professores. Intervir por meio de um grupo de reflexo para compartilhar, com

    os atuais professores do Colgio Estadual Polivalente, as polticas desenvolvidas e

    as memrias preservadas, para que assim seja possvel dialogar passado e

    presente na ao pedaggica e na organizao da Escola.

  • 5

    Para Kessel (2004, p.02-5), memria sempre uma construo feita no

    presente a partir de vivncias/experincias advindas do passado. Memria

    individual, coletiva e histrica se interpenetra e se contagiam.

    Como se deu e se d a implementao das polticas pblicas de

    educao no ambiente da escola e em especial a educao fsica, a partir da

    relao objetiva e subjetiva. No primeiro momento elencamos os referenciais

    tericos e metodolgicos, posteriormente apliquei esses referenciais investigativos e

    analticos na presente produo didtica, apresentada atravs das memrias dos

    professores, hora apresentada.

    As entrevistas nos possibilitou o embasamento terico sobre as

    memrias dos professores de Educao Fsica do Polivalente que deram aulas no

    perodo de 1995 a 2002. Enquanto o referencial terico e metodolgico embasa a

    referida.

    No podemos compreender os professores como, indivduos isolados

    tendo em vista que a formao dos mesmos perpassa pelas condies dadas

    socialmente. Portanto, a memria uma condio da conscincia vinculada

    carreira docente passando pelo entendimento de que as condies materiais dadas

    aos sujeitos nas suas escolhas, contribui para o interesse pela profisso,

    conseqentemente a formao do professor passa pela memrias dos mesmos.

    Diante deste quadro, so nossos objetivos nesta pesquisa: mapear a

    memria dos professores de Educao Fsica do Colgio Estadual Polivalente de

    Londrina, Ensino Fundamental, Mdio e Profissionalizante, compreender suas

    histrias por meio da oralidade e como isso influenciou no desgnio da profisso

    docente de Educao Fsica, tambm objetivamos fazer uma leitura crtica das

    entrevistas e apreender os discursos dos professores e seus vnculos cotidianos

    com a atividade enquanto educador. Os protagonistas da histria so pessoas. So

    elas que fazem a histria cotidianamente. As pessoas so ao mesmo tempo agentes

    e narradores de suas narrativas. A possibilidade de cada pessoa ou grupo

    organizado produzir sua histria possibilita a dos paradigmas dominantes da

    histria (COSTA,2006, p.02)

  • 6

    2.0 METODOLOGIA PARA COPREENDER AS MEMORIAS DOS PROFESSORES

    DE EDUCAO FSICA DO COLGIO ESTADUAL POLIVALENTE 1995/2002

    Com base na metodologia de pesquisa histria oral, de Sonia de

    Freitas (2002), e por entender que a historia oral vem de encontro ao nosso objeto

    de estudo que so os educadores que vivenciaram o perodo em anlise e por meio

    deste mtodo buscar elucidaes e respostas para o problema ou objetivo da

    pesquisa ora apresentado.

    Nossa pesquisa tomar como referncia a proposta metodolgica da

    histria oral elaborada por Freitas (2002). Na perspectiva do seu trabalho sobre

    historia oral.

    Freitas (2002, p.19), salienta que a principal finalidade a criao de

    fontes histricas, conseqentemente, essa documentao deve ser armazenada,

    conservada e sua abordagem deve partir do estabelecimento preciso dos objetos da

    pesquisa em questo.

    A histria oral um mtodo de pesquisa que utiliza a tcnica de entrevista e

    outros instrumentos articulados entre si, tendo como objetivo os registros de

    narrativas de experincias humanas e por meio do uso de diversos meios

    eletrnicos neo-moderno. A histria oral cria conhecimentos fundamentados na

    oralidade de seres humanos referente ao objeto de estudo proposto. No ponto de

    vista de Freitas (2002, p.18-19) tal metodologia dividida em trs partes ou gneros:

    tradio oral historia de vida e histria temtica.

    A pesquisa considerada de carter qualitativo, pois fazem

    parte a subjetividade do pesquisador PDE e daqueles que esto sendo estudados

    (FLICK, 2004, p.22 apud Weller,2006). As reflexes sobre suas aes e

    observaes no campo, suas impresses, sentimentos. Participaram da pesquisa

    quatro (04) professores de educao fsica que deram aulas no CEP no perodo de

    1995 a 2002, escolhidos intencionalmente, sendo que dois continuam na Rede e

    dois se aposentaram recentemente.

  • 7

    Como instrumento para a coleta de dados foi utilizada a entrevista

    narrativa, sendo que as entrevistas foram gravadas, e aps transcritas, foi feita a

    leitura das mesmas pelo professor, para confirmao do que foi dito pelo

    entrevistado.

    A partir da leitura exaustiva, foram constitudas as seguintes

    categorias: a) Relao da professora com o CEP na sua vida pessoal e profissional;

    b) O ingresso na rea de educao fsica e suas razes; c) A formao para

    trabalhar na educao fsica; d) As relaes entre sua pratica pedaggica e suas

    caractersticas pessoais.

    Interveno pedaggic