Filomena de F£Œtima Caldas Meleiro 2019. 1. 4.¢  Filomena de F£Œtima Caldas Meleiro Amorim outubro de

  • View
    1

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Filomena de F£Œtima Caldas Meleiro 2019. 1. 4.¢  Filomena de...

  • Universidade do Minho Instituto de Educação

    Filomena de Fátima Caldas Meleiro Amorim

    outubro de 2018

    As Tecnologias de Informação e Comunicação Face ao Desencanto Docente: Um Estudo de Caso

    Fi lo

    m en

    a de

    F át

    im a

    C al

    da s

    M el

    ei ro

    A m

    or im

    A

    s Te

    cn o

    lo g

    ia s

    d e

    I n

    fo rm

    a çã

    o e

    C o

    m u

    n ic

    a çã

    o

    Fa ce

    a o

    D e

    se n

    ca n

    to D

    o ce

    n te

    : U

    m E

    st u

    d o

    d e

    C a

    so

    U M

    in ho

    |2 01

    8

  • Filomena de Fátima Caldas Meleiro Amorim

    outubro de 2018

    As Tecnologias de Informação e Comunicação Face ao Desencanto Docente: Um Estudo de Caso

    Trabalho efetuado sob a orientação do Doutor José Alberto Lencastre

    Dissertação de Mestrado Mestrado em Ciências da Educação Área de Especialização em Tecnologia Educativa

    Universidade do Minho Instituto de Educação

  • II

    DECLARAÇÃO

    Nome: Filomena de Fátima Caldas Meleiro Amorim

    Endereço eletrónico: menameleiro@gmail.com

    Telefone:+351913 066 596

    Número do Cartão de Cidadão: 7786074

    Título da dissertação: As Tecnologias de Informação e Comunicação Face ao Desencanto Docente:

    Um Estudo de Caso

    Orientador: Doutor José Alberto Lencastre

    Ano de conclusão: 2018

    Designação do Mestrado: Mestrado em Ciências da Educação – Área de Especialização em

    Tecnologia Educativa

    É AUTORIZADA A REPRODUÇÃO INTEGRAL DESTA DISSERTAÇÃO, APENAS PARA EFEITOS DE

    INVESTIGAÇÃO, MEDIANTE DECLARAÇÃO ESCRITA DO INTERESSADO, QUE A TAL SE

    COMPROMETE.

    Universidade do Minho, de outubro de 2018

    Assinatura: ______________________________________________________________

  • III

    “Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda”.

    Paulo Freire (2000, p. 31)

  • IV

  • V

    Agradecimentos

    A presente investigação contou com a incalculável colaboração de várias pessoas, quer a

    nível pessoal, quer profissional sem as quais não seria possível levar a bom porto este trabalho.

    Ao concluir esta tarefa, que abracei com força e motivação, cabe-me demonstrar a minha

    gratidão para com aqueles que fizeram a diferença nesta minha trajetória, em direção à

    concretização de um sonho. Assim, expresso o meu profundo agradecimento ao meu orientador,

    Professor José Alberto Lencastre, pela entrega, dedicação e incentivo, dando-me apoio e guiando-

    me ao longo desta jornada.

    Aos restantes docentes do Mestrado em Ciências da Educação, que me conduziram na busca

    de novos conhecimentos, o meu reconhecimento.

    Um obrigada especial, para a minha colega de percurso, com quem dividi trabalhos,

    conversas, dúvidas e experiências. Diana conquistámos o nosso objetivo, chegamos ao fim desta

    etapa.

    Para todos os outros colegas de mestrado, presenciais e online, uma palavra de apreço, foi

    muito bom ter partilhado convosco esta caminhada, vocês acolheram-me, acarinharam-me e

    deram-me a tal “lufada de ar fresco”.

    Agradeço à Direção do Agrupamento de Escolas do Distrito de Braga, pela recetividade com

    que acolheu este estudo, dando-me total liberdade para o levar a efeito no Departamento de

    Educação Pré-escolar do Agrupamento.

    A minha amizade e gratidão para com as colegas que, gentilmente colaboraram comigo no

    estudo piloto.

    Um agradecimento especial às cinco educadoras de infâncias do Departamento de Educação

    Pré-escolar, com quem tenho o privilégio de trabalhar, que pese embora cansaços e

    constrangimentos, se mostraram recetivas e se disponibilizaram de modo incansável a colaborar

    nesta investigação.

    Às pessoas que são a razão da minha vida e me movem em direção aos meus sonhos. Ao

    meu pai, com quem gostaria de ter compartilhado esta vitória. À minha mãe, pelas minhas

    ausências sempre desculpadas, pela partilha de conversas, ensinamentos, emoções e

    sentimentos. Aos meus filhos e marido, pelo apoio e ajuda em fases boas e menos boas, pelo

    reconhecimento e incentivo nesta etapa, por terem acreditado desde o início, que eu seria capaz.

    A minha gratidão para com todos vós!

  • VI

  • VII

    AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO FACE AO DESENCANTO

    DOCENTE: UM ESTUDO DE CASO

    RESUMO

    A Escola do século XXI tem como principal função preparar alunos para o futuro. Este está

    intimamente ligado às Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), às novas formas de

    comunicar, interagir, aceder à informação e ao conhecimento. Nesta conjuntura, promotora de

    competências para aprender de forma autónoma e numa perspetiva construtivista, temos

    docentes pertencentes a uma geração sem TIC, que para além de terem de se adaptar à Era

    Digital, têm de lidar com constrangimentos, stress e inúmeras pressões sociais, vindas de vários

    quadrantes da sociedade. A dissertação que apresentamos tem como objetivo aportar alguns

    contributos para a compreensão do fenómeno da utilização das tecnologias em contextos de

    educação de infância por parte de um grupo de docentes que se encontra na quarta fase da

    carreira. Guiados por uma abordagem exploratória de natureza descritiva, revisitámos aspetos

    como idade, anos de serviço, formação inicial e continua, identidade docente e usos das TIC em

    termos individuais e profissionais. Para a recolha de dados, servimo-nos de inquéritos por

    entrevista do tipo Focus Group e por questionário, que nos facultaram informações

    imprescindíveis, que examinámos fazendo o cruzamento com a análise documental e a bibliografia

    de autores de referência nas matérias em pesquisa. O estudo possibilitou a identificação de

    fenómenos referidos na literatura como: crise de identidade docente, limitações físicas e

    psicológicas, desencantos, ausência de formação contínua em TIC, constrangimentos relacionais

    com pais e superiores hierárquicos, desfasamento entre os normativos legais e a prática docente.

    Por outro lado, permitiu construir um paralelo entre estes fenómenos e a aplicação das tecnologias

    em educação de infância, analisando dificuldades, receios, limitações, mas também interesses e

    motivações. Por último, mas não menos importante, destacámos a relação estabelecida entre as

    dimensões em estudo - TIC e quarta fase da carreira docente -, salientando a importância atribuída

    pelas educadoras às tecnologias, em termos pessoais e profissionais, o interesse demonstrado

    pela formação de proximidade e partilha de experiências neste domínio, atribuindo-lhes um caráter

    de mais-valia, um meio de ajudar a colmatar algum do desencanto neste grupo, com uma carreira

    longa.

    Palavras-chave: TIC, desencanto docente, carreira docente, educação de infância

  • VIII

  • IX

    INFORMATION AND COMMUNICATION TECHNOLOGIES TOWARDS TEACHER

    DISENCHANTMENT: A CASE STUDY

    ABSTRACT

    The 21st Century School's main function is to prepare students for the future. A future that is

    closely linked to new ways of communicating, interacting, accessing information and knowledge.

    At this juncture, promoter of competences to learn independently and in a constructivist

    perspective, we have teachers belonging to a generation without ICT, who, in addition to being

    required to adapt to the Digital Age, have to deal with constraints, stress and countless social

    pressures from various quarters of society. The dissertation that follows, is intended to contribute

    to the understanding of technologie usage in childhood education contexts by a group of teachers

    who are in the fourth phase of the teaching career. Guided by an exploratory approach of a

    descriptive nature, we revisit aspects such as age, years of service, initial and continuing training,

    teacher identity and use of ICT in individual and professional terms. To collect data, we used two

    surveys of the Focus Group type and questionnaire per interview, which provided essential

    information that we examined by crossing the documentary analysis with the bibliography of

    reference authors in the researched subjects. The study allowed the identification of phenomena

    referred in the literature as teacher identity crisis, physical and psychological limitations,

    disenchantment, absence of ICT training, relational constraints with parents and hierarchical

    superiors, mismatch between legal norms and teaching practice. On the other hand, it was possible

    to construct a parallel between these phenomena and the application of technologie