of 15/15
Fisioterapia: o desafio da insensibilidade!

Fisioterapia: o desafio da insensibilidade!. Amar o que faz (quebra do paradigma) Prevenção de incapacidades Promoção do estado físico Estímulo à integração

  • View
    104

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Fisioterapia: o desafio da insensibilidade!. Amar o que faz (quebra do paradigma) Prevenção de...

  • Slide 1
  • Fisioterapia: o desafio da insensibilidade!
  • Slide 2
  • Amar o que faz (quebra do paradigma) Preveno de incapacidades Promoo do estado fsico Estmulo integrao social Preservao da unidade familiar Alm do fsico: social, cultural, emocional, afetivo, espiritual e educacional.
  • Slide 3
  • Ensinar o paciente a: 1. Higienizao; 2. Auto-conhecimento (fsico e mental); 3. Alimentao; 4. Desestigmatizar a doena; 5. Importncia do TTO precoce: a) farmacolgico; b) preventivo a incapacidades; c)psicolgico.
  • Slide 4
  • Diagnosticada a Hansenase: 1. Ouvir pacientemente o cliente; 2. Avaliar metodicamente a derme, troncos nervosos e cintica do paciente; 3. Reavaliar no segundo contato; 4. No ter preguia! Avaliar todos os itens j expostos; 5. Leses: descritas fielmente aos achados avaliativos; 6. Iniciar imediatamente o trabalho preventivo.
  • Slide 5
  • Iniciada no primeiro passo (que no responsabilidade apenas do mdico!) 1. Hidratao gua, leo mineral, hidratantes base de gua, vaselina, azeite e olho de girassol. 2. Massagens previne retraes e aderncias, auto-massagens, ter cuidado com fissuras, previne e drena edemas. 3. Estimulo sensitivo uso de diferentes materiais (esponjas, gelo, bolas, diferentes tecidos, etc). 4. Alongamentos.
  • Slide 6
  • 5. Exerccios de fortalecimento movimentos finos de mo e ps: dar preferncia a exerccios que estimulem um msculo de cada vez, para depois realizar exerccios globais (cuidado com a fadiga muscular). Uso de bolas, feijo, elsticos, lpis, massa de modelar, novelo de l, toalhas, prendedores, bola de papel, digital-flex, espelho, copos, guache, etc. 6. Movimentos globais: aduo, abduo, pronao, supinao, flexo, extenso, dorsi e plantiflexo (excntricos + feedback = importante dupla)
  • Slide 7
  • Imobilizaes: posies funcionais gesso, metal, polipropileno, madeira, couro, EVA, pano de algodo, etc: a) Cotovelo: 90 de flexo; b) Mo: punho em 20 de extenso, metacarpo falangianas em 90 e interfalangianas em 10 de flexo; c) Joelho: 30 de flexo; d) Tornozelo: 90 de dorsiflexo. Princpios goniomtricos para a confeco de frulas artefatos que auxiliam o uso funcional dos membros (preveno de feridas, retraes ou mau uso).
  • Slide 8
  • Adaptaes de instrumentos da Vida diria: 1. Cozinha: luvas anti-trmicas, alongar cabos de panelas e colheres, uso de materiais cortantes mais seguros; materiais como madeira para as adaptaes; 2. Ferramentas: prolongar e engrossar os cabos com material liso e uso de luvas; 3. Piteiras para fumantes; 4. Cuidado ao manipular congelados (mudanas bruscas de temperatura pioram a neurite); 5. Em alguns casos: barras em banheiro e em pontos estratgicos da casa, rampas, velcros em calados e roupas, etc.
  • Slide 9
  • Slide 10
  • Ps anestesiados calados adequadamente: 1. No podem ser apertados, com costura ou cravos proeminentes e devem ter palmilhas protetoras. 2. Cada p tem sua particularidade. 3. Conscientizao do paciente quanto a cuidar dos ps diariamente: higiene, evitar micoses, corte das unhas (cuidado!), tratamento dos calos (hidratao, lubrificao, massagens e nunca cortar!).
  • Slide 11
  • 4. Reviso dos calados peridicamente. 5. Cuidado na deambulao. 6. Diminuir tempo de permanncia em p (adaptao ocupacional). 7. Auto-exame cuidadoso dos ps (alertar sobre zonas de presso mais comum ao p do paciente, hematomas, calos, bolhas, feridas, edema, hiperemia e dor palpao profunda).
  • Slide 12
  • Deve ser adaptado conforme a necessidade do paciente (sapateiro treinado): 1. Barra metatarsiana alvio da presso sobre os metatarsos, repousando em calcneo. Colca- se 1 a 2 cm atrs das cabeas metatarsianas, na sola, seguindo a obliquidade das mesmas (6 8mm). 2. Almofada navicular distribui o peso homogeniamente. Interior do calado como uma palmilha (adultos: 15 18mm). 3. Boto diminui a presso sobre cabea metatarsiana. Eleva o arco anterior (6-8mm).
  • Slide 13
  • Slide 14
  • Slide 15