Folha comemora um ano de boas notícias - ?ado em 2014. Este ano, o jornal ... Louvemos o Senhor por…

Embed Size (px)

Text of Folha comemora um ano de boas notícias - ?ado em 2014. Este ano, o jornal ... Louvemos o Senhor...

Vivemos um tempo em que muito tem se debatido sobre a comunicao catlica e a responsabilidade da Igreja Catlica em usar os Meios de Comunicao Social servio da evangelizao e da vida. A Igreja interpelada pelas mudanas trazidas sociedade contempornea pela revoluo digital e, em meio diversidade de possi-bilidades de sua atuao no campo da co-municao, podemos reconhecer o grande desafio de promover uma presena eficaz das instituies catlicas neste cenrio.

E foi diante deste desafio que, em maro de 2014, circulava a primeira edio da Folha do Padroeiro, com a misso de promover a evangelizao e a

comunicao na parquia, acompanhan-do, incentivando e dando visibilidade ao trabalho dos grupos, movimentos e pastorais. A Folha do Padroeiro , hoje, um importante instrumento servio da pastoral de conjunto, do dilogo e da comunho em nossa parquia.

Todo o trabalho de edio realizado por profissionais qualificados e compro-metidos com a evangelizao, contri-buindo para que os trabalhos tornem-se ainda mais eficientes e atrativos. A co-municao um das prioridades da ao da pastoral na Igreja Catlica e queremos ser presena no mundo da comunicao para dialogar com o homem de hoje e

lev-lo ao encontro de Cristo, como nos exorta o papa Francisco.

Neste contexto, reconhecemos o empe-nho de tantas pessoas que tm contri-budo para o avano da comunicao catlica no Brasil, com destaque para o lanamento do Diretrio de Comunicao da Igreja no Brasil, lanado em 2014. Este ano, o jornal PILAR completa, em maio, 25 anos de evangelizao em nossa diocese. Louvemos o Senhor por todas essas graas e agradecemos aos colaboradores da Folha do Padroeiro que, desde o incio, acreditam e conosco escrevem pginas importantes da histria.

Folha comemora um ano de boas notcias

Protetor e Pai de JESUS, da Igreja e de nossas famlias

So Jos - 19 de maro

Via Sacra percorre calado de CaxiasA Via Sacra um exerccio de

piedade crist, mais comum no tempo da Quaresma, que procu-ra, pela meditao, rezar e refle-tir sobre a Paixo de Cristo. No caminho do Calvrio e na cruz, Jesus confirmou o seu amor e fidelidade ao Pai e a cada um de ns. Nas estaes da Via Sacra, recordamos os ltimos momen-tos da vida terrena de Jesus, nos penitenciamos de nossas pr-prias culpas e das transgresses da humanidade ao passo que nos irmanamos ao sofrimento do prprio Jesus, Redentor da humanidade, livrando-nos do pecado e da morte para sempre.

Em preparao para a Pscoa, a Catedral de Santo Antnio rea-lizou, no ltimo dia 13, uma Via Sacra com velas no calado da Rua Jos de Alvarenga marcando com grande f e devoo, apesar da chuva, esse exerccio espiri-tual que reuniu grande nmero de fiis em preparao para a grande Festa da Pscoa.

Durante os sbados da Qua-resma, as Vias Sacras no interior da catedral sero realizadas s 17h30. Nos domingos, sero realizadas viglias, das 19:00 as 20:00 horas. A Catedral Santo Antnio montou um atendimento especial para atender as con-fisses individuais dos fiis no prximo dia 24 (tera-feira), das 9:00 as 11:00 horas e das 15:00 as 17:00 horas. Venha reconciliar--se com Deus e com os irmos!

SEXTA-FEIRA SANTA

Diferentemente dos anos an-teriores, o Solene Ao Litrgica da Paixo do Senhor, antes cele-brado s 15h00, foi transferido para s 16h30. A Via Sacra do Senhor realizada pelas ruas do Centro de Duque de Caxias ser s 15h00.

Participe da maior semana dos cristos e traga a sua famlia. Retire gratuitamente o folheto com toda a programao da Qua-resma, Semana Santa e Pscoa,

Fiis da Catedral de Santo Antnio participam com grande devoo da Via Sacra no calado do Centro de Caxias

que distribudo pela equipe da acolhida antes e no final das missas, ou ainda na livraria, sala

do dzimo ou, durante a semana, na secretaria paroquial.

Receba a verso digital da

programao da Semana Santa. Escreva para ofs.santoantonio@gmail.com

Cludio Santos/PASCOM

O Padroeiro.indd 1 24/03/2015 18:25:26

2Folha doPadroeiro

Maro 2015

Hansenase tem cura

hora de servirAmados irmos e irms,

com alegria que vemos nossos trabalhos a todo vapor depois de quase dois meses de recesso, Algumas atividades no para-ram, outras caminharam mais lentamente e, como cristos, cada pessoa continuou dando seu testemunho mundo a fora.

Celebrando a Quaresma, re-alizamos a Via Sacra, este ano realizada no calado de Duque de Caxias. Aps esse momento de grande f e devoo, aguar-damos a chegada da Semana Santa para participarmos da Via Sacra que todos os anos realiza-mos na Sexta-feira Santa, entre outros exerccios espirituais que damos testemunho e nos fazem perceber a necessidade de servir aos nossos irmos com maior ge-nerosidade, a partir de um olhar atento e buscando viver o que o Senhor nos prope na Campanha da Fraternidade 2015.

Este ano a Parquia iniciou um programa especfico de formao cuja previso de, no mnimo, quatro encontros. Aliado a esse programa, est o Curso de Animao Bblica da Pastoral para todas as pessoas que realizam algum servio na Igreja, a fim de fazer com que a Bblia seja, de fato, um instrumento servio da evan-gelizao, pois preparando-nos melhor, serviremos melhor.

Estamos colhendo as ltimas assinaturas para o Projeto de Lei que prev uma ampla Re-forma Poltica em nosso pas. Como cidados, no podemos ficar alheios a essa iniciativa

que conta com o apoio da Con-ferncia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Movimento de Combate a Cor-rupo Eleitoral (MCCE) e de mais quase cem instituies do movimento popular.

Com a Famlia Franciscana, vamos lutar e apoiar inicia-tivas como a campanha para a erradicao da Hansenase, doena que no passado ficou conhecida como lepra, que estigmatizou os doentes e suas famlias. Quando diagnosticada e bem tratada, no h mais o risco de contgio e o convvio fraterno com o enfermo ajuda no tratamento e superao da doena. Hansenase tem cura!

Nesta edio, voc acom-panha a realizao do Encon-tro Regional de Formao e Planejamento da Pastoral da Comunicao do Regional Leste 1 da CNBB - que abrange todo o Estado do Rio de Janeiro - que reuniu vrias dioceses, inclu-sive de Duque de Caxias que enviou cinco agentes, dos quais dois so de nossa parquia. Isso evidencia que a comunicao uma prioridade pastoral da Igreja do Brasil.

No poderia terminar esta mensagem sem parabenizar o trabalho realizado pela equipe da Pastoral da Comunicao da parquia e o seu contnuo aper-feioamento. Com esta edio comemoraremos, com imensa alegria, o primeiro aniversrio da FOLHA DO PADROEIRO. Um brinde a todos ns!

PADRE RENATO GENTILE Proco da Catedral de Santo Antnio

A Voz do Padre

CATEDRAL DE SANTO ANTNIODIOCESE DE DUQUE DE CAXIASAv. Gov. Leonel de Moura Brizola, 1861 - Centro - 25010 -009 - Duque de Caxias/RJ Proco: Padre Renato GentileFOLHA DO PADROEIRO: Tel: (21) 3552-9900Redao:Jornalismo: ofs.santoantonio@gmail.comDiretor Geral: Padre Renato GentileAssessor da PASCOM: Dicono Jos Eduardo

Jornalista Responsvel: Jlio NobreRedao e reviso: Cludio Santos e Aline MilaniFotografia: Adriele Salum, Marcela Rocha e Michele RochaDiagramao: Elizabeth EirasImpresso: Pool Artes GrficasTiragem: 5.000 exemplaresCirculao : Catedral de Santo Antnio e 10 comunidades catlicasDistribuio: Cludio Santos

Segundo as normas internacionais sobre a proprie-dade intelectual e direitos autorais, recordamos aos leitores que todo o contedo do jornal Folha do Padroeiro pode ser reproduzido, parcial ou totalmente, desde que seja citada a fonte.

Informes pub l ic i t r ios e annc ios so de responsabilidade exclusiva de seus autores, no cabendo ao jornal responsabilidade sobre os mesmos.

No ltimo domingo de janeiro, dia 26, acontece o Dia Mundial de Combate a Hansenase, insti-tudo pela Organizao Mundial de Sade (OMS), em 1954. Para marcar essa data, a Fraterni-dade Santo Antnio promove campanhas para preveno e diagnstico precoce da doena, reforando a luta para combater o preconceito e o estigma que os hansenianos sofrem.

O Brasil o segundo pas do mundo com maior nmero de casos de hansenase, atrs somente da ndia, segundo a Organizao Mundial da Sade (OMS). De acordo com dados da OMS, o pas ainda no atingiu o patamar estabelecido pelo organismo para a erradicao da doena que menos de um caso para cada 10 mil habitantes. De acordo com dados do Ministrio da Sade, foram registrados 31 mil novos casos de hansenase no pas em 2013.

Os estados de Mato Grosso, Tocantins e Maranho so as trs unidades da federao com a maior incidncia de hansena-se no pas. O Rio de Janeiro est na 23 posio entre os 27 es-tados da federao. Segundo o Ministrio da Sade, as cidades com mais de 100 mil habitantes localizadas nas regies Norte, Nordeste e Centro-Oeste, alm da Baixada Fluminense, das regies metropolitanas de So Paulo e de Belo Horizonte e o norte de Minas Gerais concen-tram a maioria dos casos de hansenase no pas.

Em 2013, Duque de Caxias registrou 14,07 casos por 100 mil habitantes, acima da mdia estadual que de 0,81 casos por 100 mil habitantes, ocupando a 10 posio entre os municpios do Estado do Rio de Janeiro. So Joo de Meriti, cidade vizinha que integra o territrio de nossa diocese, ocupa a 29 posio

no ranking estadual, com 9,55 casos da doena por 100 mil habitantes. A Cidade do Rio de Janeiro est 31 lugar com 9,11 casos por 100 mil habitantes.

Considerando o nmero abso-luto de casos, a Capital lidera o ranking com 586 casos, seguido de Caxias com 123 e, em 7 lu-gar, So Joo de Meriti com 44 casos da doena. No ranking das dez cidades com maior nmero absoluto de casos no Estado do Rio de Janeiro h cinco cidades da Baixada Fluminense.

Os avanos da cincia ga-rantiram o tratamento e cura da doena, mas para reduzir as estatsticas preciso que se intensifique