Folha Extra 1510

  • View
    218

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Folha Extra 1510

  • 8/19/2019 Folha Extra 1510

    1/12

     A1 Q U A R T A - F E I R A , 2 3 D E M A R Ç O D E 2 0 1 6 - E D . 1 5 1 0

    Versão na internet folhaextra.com DIRETOR ALCEU OLIVEIRA DE ALMEIDA

    O JORNAL DO NORTE PIONEIRO E CAMPOS GERAIS

    FOLHA E XTRA      O      S      E      N      H     O      R        É      O       M      E      U       P     A     S      T     O       R

           E       N      A       D     A

           M       E       F     A       L      T      A      R       Á       !

    DE 2016 - ANO 13 - Nº 1510 - R$ 1,00

    QUARTA-FEIRA, 23 DE MARÇO

    Radar Página A5

    Rainha da 44ª Efapi é de Jundiaí do Sul

    EDUCAÇÃO EM ALTA

    DIVULGAÇÃO

    Praça da matriz de Wenceslau Braz

    ganhará “calçadão”

    Prefeitura de Jaguariaíva reinaugura

    escola para mais de 600 alunos

    ELEIÇÕES WENCESLAU BRAZ

     A prefeitura municipal de Jaguariaíva entregou oficialmente à população na sexta-feira (18) a obra de reforma e ampliação da Escola Municipal Jú- lio de Mesquita Filho. A unidade, que oferece Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos, passa a contar com espaço maior e revitalizado para atendimento de mais de 600 alunos dos bairros

    Primavera I, II e III e adjacências.

    Há pouco mais de seis meses das eleições municipais, que elegerão prefeitos e vereadores, Wenceslau Braz conta com seis nomes já confirmados como pré- -candidatos para uma disputa que promete ser equilibrada e com fortes emoções para os envolvidos na política. Até o momento já manifestaram interesse em se candidatar ao cargo de prefeito, por ordem alfabética: José Gentil Gomes, secre-

    tário municipal de Obras; Luiz Carlos Vidal, o Polaco (PSB), vereador; Margareth Rocha Pereira, professora; Paulo Leonar, bancário; Robson Vilela de Moura (PV ),

     vereador; e Valdenir Aparecido Pontes, o Ni (PCdoB), vereador. É absolutamente improvável que os seis concretizem as candidaturas, e coligações podem unir alguns destes nomes em chapas majoritárias.

    Seis nomes definem pré-candidatura

    Política Página A3

    DIVULGAÇÃO

    Mais uma vez é de Jundiaí do Sul a Rainha da Efapi (Exposição Feira

     Agropecuária, Industrial e Comercial do Norte Pioneiro), em Santo Antônio da Platina. Durante o último sábado (19), no Espaço Moça Prendada, o tra- dicional concurso elegeu a rainha e a princesa da Efapi. E novamente uma representante de Jundiaí do Sul foi a grande vencedora. Radar Página A5

    ROTINA 

    Menores são flagrados com maconha em Santo Antônio

     A Polícia Civil de Arapoti investiga o in- cêndio que terminou com uma mulher carbonizada na noite de sábado (19), em

     Arapoti.

    QUAL A CAUSA?

    Polícia investiga incêndio matou mulher carbonizada em Arapoti

     A Polícia Militar abordou e apreendeu, na noite desta segunda-feira (21) dois menores com dro- gas, na rua Matia Alves, vila Santa Terezinha,em Santo Antônio da Platina.Radar Página A5

    O centro de Wenceslau Braz terá uma mudança significativa nos próximos dias.

     A rua que fica entre a igreja Católica e a praça deixará de existir, passando a ser uma espécie de “calçadão”, com tráfego restrito a pedestres. A obra já está em andamento e se a chuva colaborar ficará pronta em até 10 dias. Destaques Página A6

    Cidades Página A4

  • 8/19/2019 Folha Extra 1510

    2/12

     A2 Q U A R T A - F E I R A , 2 3 D E M A R Ç O D E 2 0 1 6 - E D . 1 5 1 0

    EDITAIS

     N esta história do pedágio das rodovias do Anel de  Integração, o que me admira é  gente que deveria agir com res-  ponsabilidade se recusar a dis- cutir seriamente as vantagens e desvantagens. Tem gente

     que é contra, porque é contra o estudo da repactuação dos contratos atuais para reduzir o preço do pedágio e iniciar

    imediatamente as obras que foram canceladas ou poster-  gadas e as necessárias para a  duplicação do Anel.  Esse pessoal insiste para que continuemos pagando tarifas caras e sem obras por mais 6

     anos, até que novas concessões  sejam habilitadas e os respec-

     A recusa em discutir o pedágio

     Artigo

     E u até quero algumas coisas da vida, mas a principal de- las é lembrar de agradecer. Entre um sonho e outro para realizar, eu quero agradecer pelo privilé-

     gio de viver tanta coisa até aqui. Coleciono alguns dias ruins, mas nenhum deles tem mais impor- tância que os dias bons e muito bem vividos.

     A vida é boa, ruim são algumas  pessoas. E tudo bem também.  Pouco a pouco a gente vai desen- volvendo um jeito de lidar com elas. A gente também aprende

     a lidar com algumas coisas que

     sentimos, tipo a saudade que dóiou o amor que transborda. A gen- te vai crescer sempre.

     Quero agradecer sempre. Quero  acordar todos os dias comemo- rando mais um despertar. Sou

     A  s recentes decisões judiciaisno curso das investigações  que envolvem o ex-presidente  Luiz Inácio Lula da Silva cau-  saram acaloradas discussões e, como sempre, as paixões políti- cas tentam desacreditar o traba- lho circunspecto do magistrado

     Sérgio Moro.  A maldade humana é capaz de tudo; chega ao ponto de exigir

     que o juiz seja preso e afastado  de suas funções. Vitupérios de  Rui Falcão e asseclas revelam ho- mens tresloucados ou cúmplices

     da delinquência.  Na mesma esteira, os palpiteiros  de plantão também atacaram de modo virulento e sem base legal

     a conduta do então ministro Joa-  quim Barbosa no midiático p ro- cesso do “Mensalão”. Ação Penal

     que levou para o cárcere vários criminosos – dentre os

     quais, José Dirceu, que defendeu o enquadramento do Ministério

     Público. Hoje, Dirceu está enqua-  drado na prisão e denunciado na Operação Lava Jato.

     Quais decisões de Moro foram reformadas? Menos de 5%. E olha que figuras expoentes como

     Marcelo Odebrecht (preso desde 19/6/2015), José Dirceu e Renato

     Duque permanecem encarce- rados. Habeas corpus negados.

    eu quem deve fazer as coisas dar certo ao invés de depositar na vida a responsabilidade de bons

     dias.  Não que a vida seja essa beleza toda, pelo contrário. Tem dias

     que eu quero morrer. Tem dias  que eu nem quero levantar. Tem  fins de semana que rezo para pas-

     sar e sextas-feiras que eu conto  as horas para chegar. É estranho e perturbador. E nós somos uma

     fábrica de problemas, muitos de- les são criados por nós mesmos. A

     gente reclama de coisas que nós mesmos criamos. E muitas vezes

     a gente piora o que já está ruim. Só que eu tenho bem mais pelo  que agradecer do que reclamar.  Se eu olhar pra trás, jamais fa- ria ideia que viveria muitas das coisas que vivi até hoje. Nunca

     Prisões preventivas foram decre- tadas, escutas telefônicas autori-

     zadas, buscas e apreensões defe- ridas. Tudo dentro dos limites da lei e sempre motivadas pelas ma- nifestações do Ministério Público

     Federal e da Polícia Federal. Suas  decisões serão submetidas às instâncias superiores em caso de recurso, sagrado direito de qual-

     quer réu.  As interceptações que flagraram

    conversas do ex-presidente fo- ram devidamente autorizadas; nada de ilegal foi cometido. O

     fato de uma pessoa que goza da  prerrogativa de foro, no caso a  presidente Dilma Rousseff, ter mantido diálogo na linha gram-

     peada, não invalida a escuta  judicialmente autorizada. O que ocorreu foi o chamado caso for- tuito de terceiro não investigado,

     que entrara na conversa.  A divulgação dos áudios será objeto de disputas judiciais. O

     segredo absoluto tão reclamado restou ao esquecimento. Quem

     age dentro da lei não teme escu- ta e não foge da Justiça – o sigilo não pode acobertar crimes.

    Por MÁRCIO RODRIGUES

    Só agradecer Moro e o sigilo

     Artigo Artigo

     pensei que beijaria as bocas que beijei, tampouco que confessaria

     amor para determinadas pesso-  as. E tudo isso – como é incrível  – tudo isso é o que faz de mim  alguém melhor hoje. Sem c lichê, com verdade. Tenho alguns amigos para gritar

     quando eu preciso e mandar áu-  dios de 10 minutos no whatsapp; uma energia familiar que inde-

     pende de tamanho e tradição, mas que me dá base para me manter motivado; um empre-

     go que financia parte dos meus

     sorrisos, mesmo remunerando

     pouco da minha felicidade. Te-nho uma vida normal como uma  pessoa normal e isso é o que deve  ser celebrado, sobretudo a minha  saúde para viver o que a vida  quer que eu viva.

    Olha o que foi

    dito!

    Michele Caputo Neto – secretário estadual de Saúde

    “   “

    Braz Rizzi – prefeito de Arapoti

     Só agradecer. Sempre. Bem mais  que o uso de “gratidão” das le-  gendas do Instagram, é um agra-  decer real e sincero, que me faz  fechar e abrir os olhos devagar  antes de dormir e acordar.  É bom demais ter a chance de vi- ver. Todo dia um jeito novo de en- carar os dias. Todo dia uma nova oportunidade de fazer a minha

     própria vida ser do caralho! Isso é realmente incrível!

     Só agradecer. Estou empolgado em escrever a minha história e