Folha Regional de Cianorte - Edição 1033

  • View
    218

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Versão Impressa da Edição 1033 da Folha Regional de Cianorte com circulação na quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Text of Folha Regional de Cianorte - Edição 1033

  • CIANORTE-PR - QUINTA-FEIRA, 21 DE AGOSTO DE 2014 - ED. N 1.033 - Web: www.folhadecianorte.com - Email: folhadecianorte@gmail.com

    1 O JOrnal da famlia!

    Ano 13 - Edio n 1.033 - R$ 2,00 - Site: www.folhadecianorte.com - E-mail: folhadecianorte@gmail.com - Fone (44) 3018-2876

    Quinta-feira, 21 de Agosto de 2014

    Alunos fazem exposio sobre vesturio do sculo 19

    MODA

    Ser aberta hoje na Te-cidoteca do curso de Moda da Universidade Estadual de Maring (UEM) a Ex-posio Permanente do Sculo XIX. So seis rou-pas elaboradas e produzi-das por alunos do segun-

    do ano do curso de Moda, do campus de Cianorte. A abertura ser s 19h30 na tecidoteca que fica na sala 3, do bloco Y 3, no cam-pus cianortense da UEM. A exposio fica permanente no local. PG. 4

    Polcia resgata animais silvestres

    MEIO AMBIENTE

    A manh desta tera-fei-ra (19) foi bem movimenta-da para a equipe da Polcia Ambiental de Cianorte, que realizou o resgate de dois animais silvestres - um ou-rio e uma coruja - na Capi-tal do Vesturio. A primeira ocorrncia foi registrada na Praa Osvaldo Cruz, onde

    os policiais resgataram o ourio que apareceu no quintal de uma residncia. Em seguida a equipe com-pareceu na Avenida Rio Branco, onde no interior de um comrcio a equipe res-gatou uma Coruja Suinda-ra, conhecida como Coruja de Igreja. PG. 5

    Profissionais participam de capacitaode Manejo Clnico

    Seminrio debate novos rumos da Educao Infantil

    Mais de 100 profissio-nais de sade, incluindo mdicos, bioqumicos e enfermeiros, dos 11 muni-cpios de abrangncia da 13 Regional de Sade, es-tiveram participando nesta ltima tera-feira (19) de uma capacitao em Ma-nejo Clnico de Dengue, Febre Chikungunya, Ebola e Clera. O evento, foi re-alizado na Cmara Munici-pal de Vereadores. PG. 4

    No ltimo dia 22, os coordenadores de Educa-o Infantil e Ensino Fun-damental I das secretarias de educao de todos os 12 municpios circunscri-tos ao NRE de Cianorte es-tiveram debatendo a uni-versalizao da Educao Infantil na Pr-Escola. A reunio foi a terceira eta-pa descentralizada do Se-minrio Paranaense de Educao Infantil. PG. 4

    SADE

    REUNIO

    Edno Guimares sepultado em clima de grande comoo

    O dia ontem foi de mui-ta tristeza em Cianorte. O velrio do ex-prefeito Edno Guimares atravessou a madrugada recebendo

    uma multido no Centro de Eventos Carlos Yoshito Mori. Um culto ecumnico foi realizado na metade da tarde. O carinho da popu-

    lao de Cianorte pelo ex--prefeito ficou ainda mais evidente durante a reali-zao da cerimnia religio-sa. Na ocasio, pastores de

    diversas igrejas pregaram com louvores a despedida do ex-prefeito destacan-do o homem caridoso que era Edno Guimares, sem-

    pre disposto a ajudar qual-quer um que precisasse. Os pastores tambm deixaram palavras de esperana para a populao. Por volta

    das 15h40 o cortejo fne-bre chegou ao Pao Muni-cipal. As cenas a seguir fo-ram de muita comoo.

    PG. 8

    O ex-prefeito de Cianorte faleceu na manh da ltima tera-feira, ele tinha 69 anos e lutava contra a leucemia

    Andye Iore/FOLHA

    Div

    ulga

    o/

    FO

    R

    A V

    ER

    DE

  • CIANORTE-PR - QUINTA-FEIRA, 21 DE AGOSTO DE 2014 - ED. N 1.033 - Web: www.folhadecianorte.com - Email: folhadecianorte@gmail.com

    2 O JOrnal da famlia!

    ASSISTNCIA RELIGIOSA

    FOMENTO

    JUSTIA

    AEN-Pr

    Os 1.300 alunos do Co-lgio Estadual Eron Domin-gues, de Marechal Cndido Rondon, no Oeste do Para-n, acompanham de per-to as notcias da cidade e da regio. H quatro anos uma banca de jornal insta-lada dentro da escola recebe as edies de um dirio de Marechal Cndido Rondon, alm de revistas, gibis e con-tedo para o vestibular.

    A Banca do Eron surgiu dentro do projeto de incen-tivo leitura da professora Vera Pagnussatti, de Lngua Portuguesa. O projeto Di-ferentes suportes, diferen-tes gneros discursivos j conquistou o primeiro lugar do prmio Educadores Ino-vadores, da Microsoft, em 2011, entre 1.500 trabalhos inscritos no Brasil inteiro. A professora Vera viajou at Washington, nos Estados

    Unidos, para apresentar o trabalho desenvolvido com os alunos do Colgio Eron Domingues.

    JORNAL PRPRIO Em 2011, os alunos pro-

    duziram um jornal da esco-la impresso, tambm oferta-do na Banca do Eron, e que tinha uma verso on-line. Fizemos um trabalho para desenvolver todos os gne-ros textuais com os alunos a partir da prpria realidade, explica a professora Vera. Trabalhamos com notcia e classificados. Fizemos um trabalho de produo de jornal, de notcia dentro da sala de aula e, no final do ano, elaboramos o jornal da escola, com cinco mil exem-plares, conta.

    A banca de leitura sur-giu durante esse processo. No incio, os jornais eram retirados para a leitura e depois guardados. Da sur-

    Escola cria banca de jornal para incentivar hbito da leitura

    giu a ideia de disponibilizar as edies dos jornais para os trs perodos de funcio-namento da escola.

    O espao caiu no gosto dos estudantes. A banca um incentivo leitura. Mui-tos no tm assinatura de jornal em casa. Vrios alunos j tm o hbito de chegar escola e pegar o jornal para ler, disse Vera. Alguns pre-ferem a leitura dos jornais a ficar navegando na internet.

    Natlia Maria Chwarz, de 16 anos, do 1 ano, uma das alunas que preferem a leitura das notcias. Eu pego mais o jornal, uso pouco a in-ternet. A nossa professora in-centiva a gente a fazer vrios projetos com a leitura. A in-ternet uma boa ferramenta, mas s isso no adianta. Gos-to da banca. Aproveitamos a hora do recreio para ler. Os jornais tambm nos ajudam nos trabalhos escolares, afir-mou Natalia. Colegio Estadual Eron Domingues na Cidade de Marechal Candido Rondon

    Hedeson Alves

    A Banca do Eron surgiu dentro do projeto de incentivo leitura da professora Vera Pagnussatti, de Lngua Portuguesa

    CuritibAAgNCiA EstAduAl

    A secretria estadual da Justia, Cidadania e Direi-tos Humanos, Maria Tere-za Uille Gomes, entregou nesta quarta-feira (20) a 11 entidades religiosas os certificados de participao no curso de Planejamento Estratgico de Assistncia Religiosa no Sistema Penal do Paran. A solenidade aconteceu no miniaudit-rio do Palcio das Arauc-rias, em Curitiba.

    O curso foi realizado de 08 de novembro de 2013 a 25 de abril deste ano, numa promoo da Escola de Edu-cao em Direitos Huma-nos do Paran (ESEDH), em parceria com a Diviso de Servios Tcnicos do Depar-tamento de Execuo Penal do Paran (Dist/Depen), a partir do grupo de trabalho Famlia e Assistncia Reli-giosa, do Comit de Educa-o em Direitos Humanos.

    O curso foi criado para planejar e desenvolver es-

    tratgias administrativas e pedaggicas para assistn-cia religiosa nas prises pa-ranaenses, a fim de tornar e manter essa atividade leg-tima e efetiva. Maria Tere-za afirmou que a assistn-cia religiosa est prevista na Lei de Execuo Penal como uma das aes que objetiva prevenir o crime e orientar o retorno do de-tento convivncia em so-ciedade. Nossa obrigao regulamentar esta assis-tncia no sistema prisional, e primordial foi abrir um dilogo com as entidades, para que cada vez mais es-tejam presentes nas unida-des penais, disse.

    A assistncia religiosa e espiritual fundamental e todos tm direito de apren-der, ressaltou a secret-ria, lembrando que os ser-vidores do sistema penal de todo o Paran tambm esto sendo capacitados para o fortalecimento des-sa ao dentro das prises.

    Durante o curso, foi es-tabelecida a reviso da nor-

    matizao da assistncia no sistema prisional do Para-n, resultando em propos-tas que levaram a secret-ria Maria Tereza a deliberar que todas as entidades reli-giosas que desenvolvem tra-balhos no interior do Estado tambm fizessem sugestes, bem como os diretores, as-sistentes sociais e chefes de segurana das unidades.

    No segundo trimestre deste ano foram realiza-das reunies tcnicas com membros das entidades re-ligiosas e profissionais das unidades penais das regio-nais de Ponta Grossa, Gua-rapuava, Foz do Iguau, Francisco Beltro, Casca-vel, Londrina e Maring, para garantir a participa-o de todos na reviso das normas. O Ministrio P-blico do Paran tambm participou das reunies e as contribuies foram for-malizadas pelo procurador de Justia, Alfredo Nelson da Silva Baki, e pela pro-motora de Justia, Maria Esperia Costa Moura.

    RESOLUO Todo este trabalho re-

    sultou na publicao da Resoluo 315/2014, da Secretaria da Justia, que renova as normas de assis-tncia religiosa nos esta-belecimentos penais e de Projetos de Interveno de Entidade Religiosa. Para que a Resoluo possa ser cumprida em sua ntegra, seu contedo matria de estudo no Curso de Gesto da Assistncia Religiosa no Sistema Penal do Paran, que est sendo realizado pela Escola de Educao em Direitos Humanos, Co-mit EDH e Dist/Depen.

    Este curso dirigido aos responsveis pela as-sistncia religiosa, chefes de segurana e vice-dire-tores de todas as unidades penais do Paran, sendo utilizados recursos tec-nolgicos, como webcon-ferncias, para viabilizar parceria com a Diretoria de Tecnologia Educacional da Secretaria da Educao do Paran.

    No Paran, 11 igrejas prestaro assistncia nas prises do Estado

    Bom Negcio Paran abre inscries para nova turmaCuritibAAgNCiA EstAduAl

    Esto abertas at o dia 22 de agosto as inscries para a prxima turma da modalidade a distncia do Bom Negcio Paran. As

    inscries devem ser feitas pelo site da Secretaria da Cincia, Tecnologia e En-sino Superior www.seti.pr.gov.br . As aulas come-am no dia 28 de agosto.

    O Bom Negcio Paran tem como objetivo oferecer

    capacitao e consultoria a micros, pequenos e mdios empreendedores em todo o estado. O curso tem carga horria de 68 horas dividi-das nos mdulos de Gesto de Negcios, Gesto Co-mercial, Gesto de Pessoas,

    Gesto Financeira e Gesto Estrat