Formação dos blocos econômicos

  • View
    25.445

  • Download
    7

Embed Size (px)

Transcript

  • 1. Formao dos Blocos Econmicos

2.

  • Com o fenmeno da Globalizao o mercado internacional se tornou bastante competitivo, diante disso, somente os mais fortes prevalecem.
  • O que acontece uma intensa disputa de mercados no mbito global.

3.

  • Com o intuito de fortalecer economicamente, muitos pases se unem para alcanar mercados e verticalizar a sua participao e influncia comercial no mundo.
  • A criao dos blocos econmicos estreitou as relaes econmicas financeiras e comerciais entre os pases que compe um determinado bloco.

4.

  • Atualmente existem muitos blocos econmicos, a formao dos mesmos acontece h dcadas .
  • O MERCOSUL
  • Mercado Comum do Sul, foi fundado em 1991, constitudo por Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina que so membros iniciais.

5.

  • UE Unio Europeia, foi instituda no final dos anos 50, embora tenha sido oficializada somente em 1992, os pases que fazem parte so: ALEMANHA, FRANA, REINO UNIDO, IRLANDA, HOLANDA, BLGICA, DINAMARCA, ITLIA, ESPANHA, PORTUGAL, LUXEMBURGO, GRCIA, USTRIA, FINLNDIA E SUCIA.

6.

  • Nesses pases corre uma moeda nica, o euro com exceo da Dinamarca (coroa dinamarquesa), Sucia (coroa sueca) e Reino Unido (libra esterlina).
  • O que se espera com a formao de blocos econmicos a intensificao econmica e a flexibilizao comercial entre os integrantes.

7.

  • Existem rgos comerciais, como por exemplo a OMC (ORGANIZAO MUNDIAL DO COMRCIO) que integra todos os pases que participam do comrcio internacional..
  • Essa instituio tem como objetivo fiscalizar e medir as relaes comerciais para que no haja partes favorecidas.

8.

  • Os principais blocos econmicos do mundo so UE Unio Europeia, MERCOSUL (Mercado Comum do Sul) APEC Cooperao Econmica da sia e do Pacfico) e o NAFTA (Tratado norte-americano de Livre Comrcio).

9. 10. 11. 12.

  • MERCOSUL - MERCADO COMUM DO SUL.
  • FORMAO DO MERCOSUL
  • As relaes comerciais entre Brasil e Argentina j vinham desde a dcada de 70. Em julho de 1986, em Buenos Aires, foi firmada a ata para a integrao argentina-brasileira que instituiu o Programa de Integrao e Cooperao Econmica - PICE. O objetivo do programa era o de proporcionar um espao econmico comum, com a abertura seletiva dos respectivos mercados e o estmulo complementao econmica de setores especficos dos dois pases.Os resultados promissores das medidas ento tomadas levaram celebrao, em 1988, do Tratado de Integrao, Cooperao e Desenvolvimento, pelo qual os pases expressaram o desejo de constituir, no prazo mximo de 10 anos, um espao econmico comum, por meio da liberalizao integral do intercmbio recproco, para o qual se celebraram 24 protocolos especficos, em reas como bens de capital, produtos alimentcios e industrializados.Um novo e decisivo impulso foi dado com a assinatura, em 6 de julho de 1990, pelos presidentes Collor e Menem, da ata de Buenos Aires, que fixou a data de 31 de dezembro de 1994 para a formao definitiva de um mercado comum entre os dois pases. Em agosto do mesmo ano, como era de se esperar, Paraguai e Uruguai aderiram ao processo em curso, o que culminou na assinatura do Tratado de Assuno, em 26 de maro de 1991, para a constituio do Mercado Comum do Sul - MERCOSUL.

13. 14. 15. 16.

  • Fonte: Brasil Escola
  • www.brasilescola.com.br.