Foto: U.S. Department of Energy Chernobyl, Ucrânia - 26 de abril de 1986 O reator no. 4 da usina nuclear de Chernobyl explode, lançando na atmosfera uma

  • View
    116

  • Download
    5

Embed Size (px)

Text of Foto: U.S. Department of Energy Chernobyl, Ucrânia - 26 de abril de 1986 O reator no. 4 da usina...

  • Slide 1
  • Foto: U.S. Department of Energy Chernobyl, Ucrnia - 26 de abril de 1986 O reator no. 4 da usina nuclear de Chernobyl explode, lanando na atmosfera uma nuvem de radiao 100 vezes maior do que as bombas lanadas sobre Hiroshima e Nagasaki..org.br/chernobyl-20www.
  • Slide 2
  • Cidades inteiras tiveram que ser evacuadas s pressas por causa da radioatividade liberada pela exploso... Milhes de pessoas precisaram abandonar seus lares ou tiveram suas vidas afetadas para sempre. Foto: U.S. Department of Energy Foto: Greenpeace/Clive Shirley.org.br/chernobyl-20www.
  • Slide 3
  • Pripyat, na Ucrnia, uma das diversas cidades fantasmas, altamente contaminadas pela radioatividade... O acesso a estas reas est proibido e deve permanecer assim no mnimo pelos prximos 900 anos! Foto: Greenpeace/Steve Morgan Fotos: Greenpeace/Robert Knoth.org.br/chernobyl-20www.
  • Slide 4
  • Foto: Greenpeace/Steve Morgan Chernobyl, Ucrnia - Abril de 2006 20 Anos depois do acidente, mesmo sob um espesso sarcfago de concreto, o reator continua emitindo radiao em nveis perigosos. Na Ucrnia, 40 mil km2 esto contaminados e cerca de 12 mil pessoas vivem em reas altamente contaminadas e ainda recebem doses de radiao acima do permitido. O sarcfago esconde o lixo nuclear que sobrou do reator, mas no apaga a marca deixada em centenas de milhares de vtimas....org.br/chernobyl-20www.
  • Slide 5
  • Estudo lanado recentemente pelo Greenpeace, baseado em pesquisas de 60 cientistas da Ucrnia, Belarus e Rssia, aponta que o nmero de mortes de Chernobyl provocadas por cncer nos trs pases de quase 100 mil. O relatrio As conseqncias na sade humana da catstrofe de Chernobyl revela que, nos ltimos 15 anos, 60 mil morreram na Rssia em decorrncia da exploso do reator nuclear no dia 26 de abril de 1986. Em Belarus e na Ucrnia, o nmero total de mortes pode chegar ainda a 140 mil, segundo o estudo..org.br/chernobyl-20www. www.greenpeace.org.br/nuclear/?conteudo_id=2698
  • Slide 6
  • H ainda slidas evidncias de que o acidente causou srios impactos na sade de milhes de pessoas. O relatrio mostra que a radiao liberada por Chernobyl teve um efeito devastador sobre os sobreviventes da tragdia, aumentando a incidncia, alm de cncer, de doenas cardiovasculares e nos sistemas imunolgico e endcrino, acelerando a taxa natural de envelhecimento, e aumentando o nmero de malformaes fetais e mutaes cromossmicas, alm de doenas psicolgicas na populao afetada..org.br/chernobyl-20www. www.greenpeace.org.br/nuclear/?conteudo_id=2698 Foto: Greenpeace/Robert Knoth
  • Slide 7
  • .org.br/chernobyl-20www. www.greenpeace.org.br/nuclear/?conteudo_id=2698 Alm dos efeitos diretos causados pela radioatividade, houve uma srie de danos ocasionados pela crise econmica e social provocada pela perda de rea agrcola, remoo forada de 300 mil pessoas, alm da falta de informao e fatores polticos.
  • Slide 8
  • Foto: Greenpeace/Robert Knoth Esta Anna Pesenko, uma das vtimas de Chernobyl. Annya, como chamada por seus pais e amigos, nasceu em 1990. Seus pais moravam em Zakopytye, um vilarejo altamente contaminado pela radiao emitida pelo acidente. Um tumor cancergeno em seu crebro marcou o fim de sua infncia e o incio de uma vida de dor e sofrimento, quando tinha apenas 4 anos de idade....org.br/chernobyl-20www.
  • Slide 9
  • Foto: Greenpeace/Robert Knoth Hoje, aos 15 anos, Annya mal pode sair da cama e vive entre sua casa e o hospital, com tumores freqentes. Durante todas as noites, a cada 15 minutos, ela precisa ser virada na cama para evitar maiores dores e outros ferimentos causados por ficar muito tempo deitada..org.br/chernobyl-20www.
  • Slide 10
  • Foto: Greenpeace/Robert Knoth Nastya, da Belarus, tinha apenas 3 anos de idade quando foi diagnosticada com cncer no tero e nos pulmes. De acordo com mdicos locais, os casos de cncer em crianas aumentaram bastante desde o acidente de Chernobyl..org.br/chernobyl-20www.
  • Slide 11
  • Foto: Greenpeace/Robert Knoth Elena tem 19 anos. Nos ltimos 3 anos, esta a segunda vez que ela tem cncer de tireide e precisa ser encaminhada a um hospital em Kiev, na Ucrnia, para tratamento..org.br/chernobyl-20www.
  • Slide 12
  • Foto: Greenpeace/Robert Knoth Alexandra tem apenas 9 anos de idade e vive com seu pai, Vitaly, em Gomel, Belorus. Ela nasceu com uma anomalia chamada hidrocefalia. Vitaly teve que abandonar o emprego para cuidar de sua filha..org.br/chernobyl-20www.
  • Slide 13
  • Foto: Greenpeace/Robert Knoth Galina tem cncer de tireide. A maioria dos pacientes do cirurgio Igor Komisarenko so vtimas desse tipo de cncer: Quanto mais prximo de Chernobyl, maiores as chances de ter cncer de tireide..org.br/chernobyl-20www.
  • Slide 14
  • Foto: Greenpeace/Robert Knoth O Instituto Mdico de Pesquisas Sobre Radiao local tem uma ampla coleo de fetos humanos com graves anomalias. Por causa dos testes nucleares na regio, muitas crianas nasceram mortas, com srios defeitos fsicos. Os ndices de aborto na regio so altos. A radioatividade emitida por testes nucleares na rea causou diversas mutaes genticas nas pessoas que foram expostas nuvem de radiao. Semipalatinsk, Cazaquisto.org.br/chernobyl-20www.
  • Slide 15
  • Foto: Greenpeace/Robert Knoth Ardak vive em Semipalatinsk, uma regio altamente contaminada pela zona de testes nucleares no Cazaquisto. Aos 33 anos, pesa 34 quilos e sofre de uma doena rarssima nos ossos, que faz seu corpo encolher. Desde quando comeou a manifestar-se a doena, Ardak j diminuiu 30 centmetros. Quando tinha 13 anos, testemunhou um acidente durante um teste nuclear, prximo s montanhas Djegele. Houve uma exploso, seguida por um tremor de terra, e de repente uma coluna de fumaa e poeira deixou o cu rosado. Tenho 2 filhos e temo pelo futuro....org.br/chernobyl-20www.
  • Slide 16
  • O governo federal tem manifestado seu interesse em dar prosseguimento ao Programa Nuclear Brasileiro, dando continuidade a uma srie de equvocos cometidos na poltica energtica nacional desde a ditadura militar. O programa prev a utilizao de mais de R$ 30 bilhes at 2022 e inclui a construo da usina nuclear de Angra 3 e de outras seis usinas de grande e pequeno portes. S para construir Angra 3, mais de R$ 10 bilhes sero consumidos. As usinas nucleares de Angra 1 e 2 j custaram aos brasileiros mais de R$ 54 bilhes e consomem diariamente cerca de R$ 1 milho..org.br/chernobyl-20www.
  • Slide 17
  • O uso de energia nuclear indiscutivelmente perigoso. E, atualmente, absolutamente desnecessrio. Foto: Greenpeace/Lieve Blanckaert.org.br/chernobyl-20www.
  • Slide 18
  • Nossas necessidades podem ser supridas com fontes de energia renovvel, com tecnologia limpa, segura e eficiente..org.br/chernobyl-20www. Foto: Greenpeace/Jim Hodson
  • Slide 19
  • Ento, por que o Governo Brasileiro ainda insiste em projetos nucleares?.org.br/chernobyl-20www.
  • Slide 20
  • Acesse agora e proteste:.org.br/chernobyl-20www.