Fotos CD Cnm

Embed Size (px)

Text of Fotos CD Cnm

CINESIOTAPE NEURO MUSCULAR C.N.M. FOTOS

Ft. Alonso Romero Fuentes Filho

1

PRTICA DO CINESIOTAPE NEURO MUSCULAR PARA MSCULOS

ESTERNOCLEIDOMSTIDEO

Esternocleidomastideo (relaxante) 1. Base: processo mastideo; 2. Pequena inclinao contralateral, 90 rotao ho molateral e extenso; 3. Aplicar o tape em direo da clavcula e do externo; Ancora: em posio neutra. _______________________________________________________________ ESCALENO ANTERIOR

Escaleno anterior (relaxante) 1. Base: altura da primeira costela; 2. Inclinao contralateral e pequena extenso de cervical; 3. Aplicar o tape na direo de C3 4. Ancora: em posio neutra. _______________________________________________________________

2

ERETOR DA COLUNA CERVICAL

Eretor da coluna cervical (relaxante) 1. Base: posio neutra na altura de T2 ou T3 2. Flexo mxima e pequena rotao a direita para aplicar a tira da esquerda e vice versa at a borda occipital; 3. Ancoras: posio neutra. _______________________________________________________________

TRAPZIO FIBRAS SUPERIORES

Trapzio fibras superiores (relaxante) 1. Base: posio neutra no acrmio; 2. Inclinao contralateral da cabea e depresso do ombro; 3. Aplicar o tape craneal na direo da base do occipital e o tape caudal em direo de C4, C5; 4. Ancoras: posio neutra. _______________________________________________________________

3

TRAPZIO FIBRAS MDIAS

Trapzio fibras mdias (relaxante) 1. Base: posio neutra no acrmio; 2. Aduo horizontal de ombro 3. Aplicar ambos os tapes na direo de C5, C6 e T3, T4 respectivamente; 4. Ancoras: posio neutra. _______________________________________________________________ TRAPZIO FIBRAS INFERIORES

Trapzio fibras inferiores (relaxante) 1. Base: posio neutra na regio lateral da espinha da escpula; 2. Elevao, aduo e rotao interna de ombro junto com uma flexo da coluna cervical e dorsal; 3. Tape aplicado em direo a T4 e T10 respectivamente; 4. Ancoras: posio neutra. _______________________________________________________________

4

DELTIDE

Deltide (tonificante) 1. Base: posio neutra em regio lateral da espinha da escpula; 2. Rotao interna e flexo de ombro, aplicar o tape at a tuberosidade deltidea do mero; 3. Ancora: posio neutra; 4. Base: posio neutra em regio lateral da clavcula; 5. Rotao externa e extenso de ombro, aplicar o tape at a tuberosidade deltidea do mero; 6. Ancora: Posio neutra. _______________________________________________________________ DELTIDE

Deltoide (relaxante) Basta aplicar da mesma forma do anterior porem em Y desde a tuberosidade deltidea. _______________________________________________________________

5

BICEPS BRAQUIAL

Biceps braquial (relaxante) 1. Base: o ponto mdio do X fixado logo acima da linha articular do cotovelo e aplicar ambas as tiras inferiores do Xao lado da cavidade articular; 2. Extenso de cotovelo e de ombro, aplicar o tape envolvendo o ventre muscular em direo ao processo coracide; 3. Ancoras: posio neutra. _______________________________________________________________

TRICEPS DO BRAO

Triceps (relaxante) 1. Base: aplica-se o centro do X logo acima do olcrano e suas tiras distais em direo ao antebrao; 2. Flexo do cotovelo e do ombro. Colocam-se as tiras envolvendo o ventre em direo borda lateral da escpula; 3. Ancoras: posio neutra. _______________________________________________________________

6

PALMAR LONGO

Palmar longo (tonificante) 1. Base: posio neutra no epicndilo medial; 2. Extenso de cotovelo, dedos e punho. O tape ser aplicado em direo da base do polegar e 5 dedo; 3. Ancoras: posio neutra. _______________________________________________________________ ROMBOIDES

Romboides (tonificante) 1. Base: posio neutra nos processos espinhosos de C7, T1 e T3, T5; 2. Aduo do ombro em direo ao quadril oposto. O tape ser colocado na diagonal em direo borda medial da escpula; 3. Ancoras: posio neutra. _______________________________________________________________

7

RETO ABDOMINAL TONIFICANTE

Reto abdominal (tonificante) 1. Bases: posio neutra logo ao lado do processo xifide; 2. Paciente flexiona os ombros de modo em que os braos fiquem para cima e inspira profundamente. Os tapes sero aplicados ao lado da linha mdia em direo ao pbis; 3. Ancoras: posio neutra. _______________________________________________________________ ERETOR DA COLUNA LOMBAR

Eretor da coluna lombar (relaxante) 1. Base: posio neutra no sacro; 2. Flexo mxima da lombar. O tape ser aplicado ao lado da coluna seguindo os paravertebrais; 3. Ancoras: posio neutra. _______________________________________________________________

8

RETO FEMORAL

Reto femoral (tonificante) 1. Base: posio neutra na base da EIAI; 2. Flexo total do joelho e pequena extenso de quadril. O tape ser colocado seguindo o msculo em direo ao joelho e ambas as tiras bordeando a patela; 3. Ancoras: posio neutra. _______________________________________________________________

ISQUIOTIBIAIS

Isquiotibiais (relaxante) 1. Base: em posio neutra, coloca-se o ponto mdio do X logo acima da fossa popltea e suas extremidades inferiores ao lado da linha articular; 2. Flexo do quadril e extenso do joelho. O tape ser colocado passando pela musculatura em direo a linha gltea; 3. Ancoras: posio neutra. _______________________________________________________________

9

GASTROCNEMIO

Gastrocnemio (relaxante) 1. Base: posio neutra no calcneo; 2. Extenso do joelho e dorsiflexo de tornozelo. O tape ser aplicado com uma das tiras medialmente e a outra lateralmente, envolvendo o ventre em direo linha articular; 3. Ancoras: posio neutra. _______________________________________________________________

PRTICA DO CINESIOTAPE NEUROMUSCULAR PARA LIGAMENTOS OU TENDES

LCL

LCL Joelho em posio neutra com ligamento sem tenso, colocam-se as 3 tiras com tensionamento mximo cruzadas sobre o ligamento. Bases sem tenso. _______________________________________________________________

10

TENDO CALCNEO

Tendo calcneo Tornozelo a 90 tape prximo de se estiramento mx imo e bases sem , estiramento. _______________________________________________________________

PRTICA DO CINESIOTAPE NEURO MUSCULAR PARA CORREO DA POSIO ARTICULAR

Alinhamento da patela: no caso a patela desloca-se proximal e medial. Base: sem tenso prxima ao plat tibial lateral; Flexo do joelho a 90 Tape rodeando a patela di agonalmente em . direo ao vasto medial; Ancoras: sem tensionamento. _______________________________________________________________

11

PRTICA DO CINESIOTAPE NEURO MUSCULAR PARA CORREO DA POSIO FASCIAL

Correo fascial para epicondilite lateral Base: sem tenso, com o cotovelo semifletido e o epicondilo no centro do vrtice; Tiras aplicadas com jiggling e tensionamento mximo por fases; Ancoras sem tensionamento no tero mdio do antebrao. _______________________________________________________________

PRTICA DO CINESIOTAPE NEURO MUSCULAR PARA AUMENTO DO ESPAO

Localiza-se o ponto doloroso e este ser o ponto central dos tapes tensionados no seu mximo com bases e ancoras sem tensionamento; Trigger points. Exemplificar. _______________________________________________________________

12

PRTICA DO CINESIOTAPE MOVIMENTOS ARTICULARES

NEURO

MUSCULAR

PARA

LIMITAR

Limitar a extenso do joelho Fletir o joelho at o ponto desejado e colocar a base sem tenso no ventre do gastrocnmio; Tensionar o tape at a regio posterior da coxa; Ancora sem tensionamento na regio posterior da coxa; Pode-se usar duas tiras como visto na imagem. _______________________________________________________________

PRTICA DO CINESIOTAPE NEURO MUSCULAR PARA DRENAGEM LINFTICA

C.N.M. linftico para o brao Base em tero lateral de clavcula; Tensionar o seguimento seguindo a tcnica muscular com tensionamento da pele simultneo e colar os tapes; Em posio neutra fixar as 4 ancoras. _______________________________________________________________

13

C.N.M. linftico da mo Posio neutra, coloca-se o orifcio no dedo mdio envolvendo a articulao metacarpofalangeana formando a base; Flexo de punho e coloca-se o tape. Ancoras em posio neutra. _______________________________________________________________

PRTICA DO CINESIOTAPE NEURO MUSCULAR PARA FIBROSE, CICATRIZ E HEMATOMA.

Tesionar as tiras como citado anteriormente de modo que seja recoberta a superfcie acomentida. Lembrando que as tiras devem estar dispostas diagonalmente e as bases e ancoras sem tensionamento. _______________________________________________________________

14

EXEMPLOS DE TRATAMENTOS DIRECIONADOS

15

16

17

18

BIBLIOGRAFIA

SIJIMONSMA, J. TNM Manual Aneid press Cascais Portugal.

19