Full time revista

  • View
    220

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of Full time revista

  • Centro Universitrio UNA

    2013

    FULL TIME

    [Anlise do Tempo em Operao de Montagem do Cabo Acelerador na Sila do Brasil]

  • Ficha Tcnica

    Equipe Full Time1 BANHOS, Lucas Junio Moreira FREITAS, Antnio da Silva GONALVES, Rafael Magalhes GURGEL, Ericsson dos Santos LOUZADA, David Arajo PEIXOTO, Leonardo Ferreira SILVA, Ricardo Eurico Santos VALRIO, Luiz Carlos Salles

    Orientao2 Coorientao3

    Palavras-chave: Gesto Industrial; Processos Produtivos; Cronoanlise; Sila do Brasil Ltda.

    Faculdade UNA Contagem / MG Contagem, 2013

    1 Graduandos do Curso Tecnlogo em Gesto da Produo Industrial - 1 ciclo, mdulo B da UNA/ MG -

    email: antoniosilva_freitas@yahoo.com.br 2 ALVES, Mary Mrcia, Litt.D.

    3 CARVALHO, Glayson Luiz, Me.; MONTEIRO, Mauricio Bertelli de Castro, Me.; PIMENTA, Rui,

    Esp. e BARROS, Vaniura Maria da Silva, Ma.

  • AGRADECIMENTOS

    Agradecemos primeiramente a Deus que nos deu foras para iniciar essa caminhada, a nossa famlia pela fora e a compreenso, a empresa Sila do Brasil e todos os seus colaboradores que abriram as portas e nos receberam para que pudssemos fazer o estudo, a todos os professores que nos orientaram em especial a Professora Doutora Mary Mrcia, Professora de Projeto Aplicado, uma pessoa de viso, entusiasta, cujas orientaes foram de grande valia no desenvolvimento do projeto.

  • CARTA AO LEITOR

    Este artigo, Processos e Operaes: uma Anlise do Tempo em Operao de Montagem do Cabo do Acelerador na Sila do Brasil, desenvolvido pela equipe Full Time de Projeto Aplicado II, do Curso Tecnlogo de Gesto da Produo Industrial, da Faculdade UNA de Contagem, usando o Word verso 2011, aplicativo da Microsoft, com verso em revista eletrnica, avalia o processo de fabricao do cabo acelerador da Sila do Brasil Ltda., buscando ferramentas para analisar o tempo de sua linha de montagem. Para tanto, fez-se Estudo de caso, isto , mtodo qualitativo que consiste, geralmente, em uma forma de aprofundar uma unidade individual. Ele serve para responder questionamentos que o pesquisador no tem muito controle sobre o fenmeno estudado. (LUDKE, 1986, p.99). Foi dado tratamento quantitativo e qualitativo aos dados coletados, uma vez que a pesquisa quantitativa aquela que consiste em buscar dados numricos ou medidas (LARSON, 2004, p.6) e consiste em anlises estatsticas; e a pesquisa qualitativa trata de classificaes ou registros no numricos, atributos (LARSON, 2004, p.6). Como procedimentos foram feitas entrevistas, avaliaes com operadores, levantamento fotogrfico da operao e Cronoanlise. Isso, em interdisciplinaridade com Produo e Operaes e Mtodos de Produo, nas anlises referentes a processos e projetos, a Redao Tcnica, na adequao aos gneros textuais desenvolvidos e linguagem cientfica, e Estatstica, no tratamento quantitativo de dados. Tudo, para definir um padro de referncia, determinar a capacidade produtiva do processo e mostrar que eliminando possveis gargalos, otimiza-se o tempo de fabricao e ganha-se produtividade, entendendo limitaes que podem comprometer vrios recursos de atividades.

  • Apresentando a Pesquisa

    O potencial para novas idias o mesmo para todas as pessoas. Resta saber como e onde aplic-lo; alm de disciplina, determinao e empenho para transformar o potencial em aes concretas.

    Robson Feitosa

    A exigncia por novas teorias se

    mostra presente nos mais diversos espaos organizacionais, envolvendo discusses quanto a novos produtos e processos produtivos, novas estratgias e diferenciais competitivos, novos modelos de relacionamento e marketing e, de maneira inevitvel, novas formas de arranjos produtivos e de gesto da produo, no que diz respeito metodologia, construindo as competncias gerais para a formao em

    operaes do profissional da produo industrial.

    Considera-se que a limitao da quantidade que pode ser produzida decorre da capacidade comprometida em um ou vrios recursos de atividades, tais como quantidades de mquinas insuficientes, recursos humanos no

    qualificados, ou seja, os gargalos do processo.

    Considerando um contexto em que as organizaes devem buscar a melhor eficincia de suas operaes para aumentar a competitividade, a partir da linha de pesquisa Processos e

    Operaes, o subtema aqui eleito, aprovado pela equipe de professores do mdulo, em interdisciplinaridade com Produo e Operaes e Mtodos da produo, nas anlises referentes a processos e projetos, a Redao Tcnica, na adequao aos gneros textuais desenvolvidos e linguagem cientfica, e Estatstica, no tratamento

    quantitativo de dados, toma como objeto de estudo a empresa Sila do Brasil Ltda., doravante Sila do Brasil.

    Assim sendo, esta pesquisa destaca como objetivo principal avaliar o processo de fabricao do cabo acelerador na referida empresa, buscando ferramentas para analisar o tempo de sua linha de montagem e, para se atingir esse objetivo geral, foi necessrio levantar e analisar o tempo

    destinado fabricao do cabo acelerador e o fluxo de montagem.

    O diferencial desta proposta est no estudo de ferramentas de Produo e Operaes como estratgia para analisar o tempo em uma operao de montagem, mostrando que se reduzindo

  • o tempo na operao, se ganha em

    produtividade. Este anteprojeto, portanto, trata-

    se de anlise de tempo de operao, a

    partir da seguinte pergunta: possvel melhorar o tempo da operao de montagem do Cabo Acelerador na Sila do Brasil?

  • Aspectos Metodolgicos

    Os mtodos e as tcnicas empregados na pesquisa cientfica foram selecionados desde a delimitao do objeto de pesquisa, a proposio do problema e a formulao das hipteses.

    A seleo do instrumental metodolgico est, portanto, diretamente relacionado com o problema a ser estudado, isto : possvel melhorar o tempo da operao de montagem do Cabo Acelerador na Sila do Brasil? A escolha leva em conta os vrios fatores relacionados com a pesquisa, ou seja, a natureza dos fenmenos, o objeto da pesquisa, os recursos financeiros, a equipe humana e

    outros elementos que possam surgir no

    campo da investigao. (LAKATOS, 2005, p. 164). Sendo assim, a partir dos propsitos pr-definidos de pesquisa, apresentam-se abaixo os aspectos metodolgicos aqui envolvidos:

    Objeto da pesquisa: Sila do Brasil

    Mtodo de coleta de dados: Estudo de caso, isto , mtodo qualitativo que consiste, geralmente, em

    uma forma de aprofundar uma unidade individual. Ele serve para responder

    questionamentos que o

    pesquisador no tem muito controle sobre o fenmeno estudado. (LUDKE, 1986, p.99).

    Tratamento dos dados: anlises estatsticas, ou seja, ser dado tratamento quantitativo e qualitativo aos

    dados coletados, uma vez que a pesquisa quantitativa

    aquela que consiste em

    buscar dados numricos ou medidas (LARSON, 2004, p.6); e a pesquisa qualitativa trata de classificaes ou registros no numricos,

    atributos (LARSON, 2004, p.6).

    Procedimentos de pesquisa: em interdisciplinaridade com Processos e Operaes,

    Redao Tcnica, Produo e Operaes, Estatstica e

    Mtodos e Operaes, foram feitas entrevistas,

    levantamento fotogrfico da operao, Cronoanlise, ou

    seja, medio do tempo em estudo para definir um padro de referncia para

  • determinar capacidade produtiva da empresa, elaborar programas de produo, estimar custo de um novo produto em sua

    fase de projeto e balancear linhas de produo (PEINADO, 2007. p.95).

    Breves Reflexes Tericas

  • Entendendo o processo

    Na concepo mais frequente, processo qualquer atividade ou conjunto de atividades que toma um input, adiciona valor a ele e fornece um output a um cliente especfico. Ou seja, processos utilizam os recursos da organizao para oferecer resultados objetivos aos seus clientes (HARRINGTON, 1991, p.10). Sendo assim,

    Quando se considera que a relao output-input pode se estender a todos os recursos, a uma parte deles ou apenas a um de cada vez, chega-se ao famoso conceito de produtividade como famlia de relaes, ligando produo e insumos. (SIGEL, l980, p.75).

    Portanto, nos termos de Teboul (1991), um processo uma srie de atividades ou operaes que levam a um resultado determinado. uma srie de operaes de transformao que terminam em um componente, um

    produto acabado ou uma prestao de servios, em conformidade com o que explica Sigel (1980, p.150) anteriormente.

    Seguindo a mesma linha de raciocnio, Almeida (2002, p.27) define processo como conjunto de recursos, humanos e materiais, dedicados s atividades necessrias produo de um resultado final especfico, independentemente de um relacionamento hierrquico.

    Nesse sentido, Maximiano (2007, p.72) esclarece o conceito de produtividade. Para ele a produtividade definida como a relao entre os

    recursos utilizados e os resultados obtidos, ou produo. Assim, a produtividade varia devido s diferenas na tecnologia de produo, na eficincia dos processos de produo e no ambiente em que ela ocorre.

    Assim, portanto, as organizaes

    devem considerar a capacidade de produo para estabelecimento da demanda a ser atingida, explica Seleme (2009, p.150) e, para isso, devero ter sobre controle absoluto os procedimentos de produo, nesse caso, traduzidos pelo mtodo de produo, compondo um ciclo que traz um diferencial competitivo, duradouro e controlvel, e completa:

    Alm desses fatores, temos outro elemento fundamental, o posto de trabalho, o qual constitudo pelo estudo do mtodo e pela realizao da medio do trabalho. Isto torna imprescindvel a integrao de ambos (estudo do mtodo e medio do trabalho) para o projeto ser realizado com sucesso. (SELEME, 2009, p.150).

  • O Caso Sila do Brasil

    Breve desc