of 20 /20
PÁGINA 02 PONTO PONTO PONTO PONTO PONTO DE DE DE DE DE VIST VIST VIST VIST VISTA Gênesis 34 Máx: 35° / Mín: 20° Diná e os siquemitas Varginha vai economizar 3,5 mi com mudanças no transporte escolar O novo trajeto proposto pela Secre- taria Municipal de Educação de Vargi- nha para o Transpor- te Escolar promete economizar cerca de R$ 3,5 milhões ao ano. O custo, no ano passado, foi de mais de R$ 8 milhões, para cerca de mil alunos, considerado fora da realidade. Motociclista cai debaixo de ônibus e fica ferido no bairro São Geraldo LOCAL/PÁGINA 03 EDIÇÃO 8.923 R$ 1, 00 VARGINHA, 06 DE FEVEREIRO DE 2014 DEUS É FIEL Bombeiros encontram corpos de dois jovens afogados em Varginha Empresa de Ribeirão Preto pode operar voos em Varginha O Corpo de Bom- beiros de Varginha en- controu os corpos de dois jovens que se afo- garam em dois locais diferentes da cidade nos últimos dias. Du- rante a tarde, Luiz Eduardo Pinelli de Souza, de 23 anos, foi encontrado há dois metros distante de onde se afogou, no Lago de Furnas, pró- ximo ao condomínio Lagamar. LOCAL/PÁGINA 03 LOCAL /PÁGINA 06 Mas a economia terá um preço. O Sin- dicato dos Trabalha- dores em Transporte Rodoviário, Urbano, Vias Internas e Públi- cas de Varginha en- viou ofício à Câmara temendo demissão em massa na empre- sa que transporta os alunos da zona rural. LOCAL/PÁGINA 05 Custo, no ano passado, foi de mais de R$ 8 mi, para mil alunos, considerado fora da realidade ACIDENTE Batida foi nesta quarta, em frente a Semel Pronto Atendimento do Bom Pastor paralisa atividades no dia 17 LOCAL/PÁGINA 04 [email protected] www .jor nalgazet a dev ar ginha.com facebook .com/gazet av ga twit t er .com/gazet av ar ginha

Gazeta de Varginha - 06/02/2014

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 8.923

Text of Gazeta de Varginha - 06/02/2014

  • PGINA 02

    PONTOPONTOPONTOPONTOPONTO DEDEDEDEDE VISTVISTVISTVISTVISTAAAAA

    Gnesis 34

    Mx: 35 / Mn: 20

    Din e os siquemitas

    Varginha vai economizar 3,5 mi commudanas no transporte escolar

    O novo trajetoproposto pela Secre-taria Municipal deEducao de Vargi-nha para o Transpor-te Escolar prometeeconomizar cerca deR$ 3,5 milhes aoano. O custo, no anopassado, foi de maisde R$ 8 milhes, paracerca de mil alunos,considerado fora darealidade.

    Motociclistacai debaixode nibus

    e fica feridono bairro

    So Geraldo

    LOCAL/PGINA 03

    EDIO 8.923R$ 1, 00 VARGINHA, 06 DE FEVEREIRO DE 2014

    DEUS FIEL

    Bombeiros encontram corpos dedois jovens afogados em Varginha

    Empresa de RibeiroPreto pode operar

    voos em Varginha

    O Corpo de Bom-beiros de Varginha en-controu os corpos dedois jovens que se afo-garam em dois locaisdiferentes da cidadenos ltimos dias. Du-rante a tarde, LuizEduardo Pinelli de

    Souza, de 23 anos, foiencontrado h doismetros distante deonde se afogou, noLago de Furnas, pr-ximo ao condomnioLagamar.

    LOCAL/PGINA 03

    LOCAL /PGINA 06

    Mas a economiater um preo. O Sin-dicato dos Trabalha-dores em TransporteRodovirio, Urbano,Vias Internas e Pbli-cas de Varginha en-viou ofcio Cmaratemendo demissoem massa na empre-sa que transporta osalunos da zona rural.

    LOCAL/PGINA 05

    Custo, no ano passado, foi de mais de R$ 8 mi, para mil alunos, considerado fora da realidade

    ACIDENTE

    Batida foi nesta quarta,em frente a SemelPronto Atendimento

    do Bom Pastor paralisaatividades no dia 17

    LOCAL/PGINA 04

    [email protected]

    www.jornalgazetadevarginha.com

    facebook.com/gazetavga

    twitter.com/gazetavarginha

  • CNPJ: 21.535.075/0001-47

    A redao no se responsabiliza

    por conceitos emitidos em artigos

    assinados, mesmo sob

    pseudnimos, que so de inteira

    responsabilidade de seus autores.

    Dirio de CirculaoRegional - Diretora

    Administrativa:Ana Maria Silva Piva -Jornalista Responsvel:

    Lanamara Silva -MTB -8304 JP - Editor:Rodrigo S. Fernandes

    Sindjori - MG 312/99 -Administrao/Reviso:Lanamara Silva - Paulo

    Ribeiro da Silva Fernan-des

    (Jornalista e superinten-dente de redao-

    TB.16.851) - Horrio defuncionamento das08:00hs s 18:00hs

    ABRAJORI - AssociaoBrasileira de Jornais do

    InteriorSINDJORI - Sind. Prop. de

    Jornais e Revistas doInterior

    ADJORI - Associao dosJornais do Interior

    ADI - Associao dosJornais do interior de

    Minas Gerais

    ENDEREO:Redao e Departa-mento de Publicidade

    Av. dos Imigrantes, 445

    Telefones

    (35)3221-4668

    (35)3221-4845

    - Santa Maria - CEP37022-560 -

    VARGINHA/MGE-mail: gazetade

    [email protected]@yahoo.

    com.brEndereo eletrnico:

    www.gazetavarginha.com.br

    Palavras de Vida

    06 DE FEVEREIRO DE 201402 | GAZETA DE VARGINHA

    PONTO DE VISTA

    Din e os siquemitas1 - E SAIU Din,

    filha de Lia, que esta

    dera a Jac, para ver

    as filhas da terra.

    2 - E Siqum, filho

    de Hamor, heveu, prn-

    cipe daquela terra, viu-

    a, e tomou-a, e deitou-

    se com ela, e humilhou-

    a.

    3 - E apegou-se a

    sua alma com Din, fi-

    lha de Jac, e amou a

    moa e falou afetuosa-

    mente moa.

    4 - Falou tambm

    Siqum a Hamor, seu

    pai, dizendo: Toma-me

    esta moa por mulher.

    5 - Quando Jac

    ouviu que Din, sua fi-

    lha, fora violada, esta-

    vam os seus filhos no

    campo com o gado; e

    calou-se Jac at que

    viessem.

    6 - E saiu Hamor,

    pai de Siqum, a Jac,

    para falar com ele.

    7 - E vieram os fi-

    lhos de Jac do campo,

    ouvindo isso, e entris-

    teceram-se os homens, e

    iraram-se muito, por-

    quanto Siqum comete-

    ra uma insensatez em

    Israel, deitando-se com

    a filha de Jac; o que

    no se devia fazer assim.

    8 - Ento falou Ha-

    mor com eles, dizendo: A

    alma de Siqum, meu

    filho, est enamorada

    da vossa filha; dai-lha,

    peo-vos, por mulher;

    9 - E aparentai-vos

    conosco, dai-nos as vos-

    sas filhas, e tomai as

    nossas filhas para vs;

    10 - E habitareis co-

    nosco; e a terra estar di-

    ante de vs; habitai e

    negociai nela, e tomai

    possesso nela.

    11 - E disse Siqum

    ao pai dela, e aos irmos

    dela: Ache eu graa em

    vossos olhos, e darei o

    que me disserdes;

    12 - Aumentai mui-

    to sobre mim o dote e a

    ddiva e darei o que me

    disserdes; dai-me so-

    mente a moa por mu-

    lher.

    13 - Ento responde-

    ram os filhos de Jac a

    Siqum e a Hamor, seu

    pai, enganosamente, e

    falaram, porquanto ha-

    via violado a Din, sua

    irm.

    14 - E disseram-lhe:

    No podemos fazer isso,

    dar a nossa irm a um

    homem no circuncida-

    do; porque isso seria

    uma vergonha para

    ns;

    15 - Nisso, porm,

    consentiremos a vs: se

    fordes como ns; que se

    circuncide todo o homem

    entre vs;

    16 - Ento dar-vos-

    emos as nossas filhas, e

    tomaremos ns as vossas

    filhas, e habitaremos

    convosco, e seremos um

    povo;

    17 - Mas se no nos

    ouvirdes, e no vos cir-

    cuncidardes, tomaremos

    a nossa filha e ir-nos-

    emos.

    18 - E suas palavras

    Gnesis 34

    Daniele Vilela Leite

    Bom, primeira-

    mente podemos dizer

    que a palavra sauda-

    de, em latim, quer di-

    zer: solido, e co-

    nhecida apenas na

    lngua portuguesa e

    em galego. Mas qual o

    motivo deste senti-

    mento causar tantas

    emoes? Conta a len-

    da que esta palavra

    surgiu na poca dos

    descobrimentos, para

    definir a solido dos

    portugueses numa

    terra estranha, longe

    de familiares queri-

    dos.

    Sentimos saudade

    de pessoas, coisas ou

    situaes que aconte-

    ceram e muito nos

    agradaram, e por este

    motivo, sentimos fal-

    ta, ou at mesmo o de-

    sejo de rever quem

    nos proporcionou

    aquela emoo, ou tal-

    vez, at a vontade de

    reviver aquele mo-

    mento.

    Temos como for-

    ma de saudade: a fal-

    ta de um amigo ou pa-

    rente que precisou

    partir, dos filhos

    quando eram crian-

    as, da professora do

    primeiro ano que o

    acolheu com tanto ca-

    rinho, um perodo

    muito feliz que tive-

    mos em nossas vidas,

    da casa onde mora-

    mos na infncia... sau-

    dade dos pais hoje fa-

    lecidos, mas que nos

    remete muitas e do-

    ces lembranas.

    Apesar de tantas

    formas de saudade,

    so nas msicas e po-

    emas que esta palavra

    est sempre presen-

    te, por conta de vri-

    os encontros e desen-

    contros como: relaci-

    onamentos que no ti-

    veram continuidade;

    um ou dois encontros

    com algum, que no

    chegou a ser um rela-

    cionamento mas cau-

    sou grandes emoes;

    separaes; viagens e

    trminos de relacio-

    namentos e at mes-

    mo a morte da pessoa

    amada.

    Agora mesmo res-

    gatei em minha me-

    mria algumas pesso-

    as das quais sinto

    muita saudade. So

    pessoas que, talvez,

    nunca mais eu veja,

    mas que de alguma

    forma marcaram mi-

    nha vida doce e agra-

    davelmente!

    Quando h o dis-

    tanciamento de uma

    pessoa querida e essa

    ausncia no traba-

    lhada de forma sau-

    dvel, isso pode de-

    sencadear efeitos psi-

    colgicos, levando o

    indivduo a uma pro-

    funda tristeza, angus-

    tia, chegando at mes-

    mo a um quadro de

    depresso.

    foram boas aos olhos de

    Hamor, e aos olhos de

    Siqum, filho de Hamor.

    19 - E no tardou o

    jovem em fazer isto; por-

    que a filha de Jac lhe

    contentava; e ele era o

    mais honrado de toda a

    casa de seu pai.

    20 - Veio, pois, Ha-

    mor e Siqum, seu filho,

    porta da sua cidade, e

    falaram aos homens da

    sua cidade, dizendo:

    21 - Estes homens

    so pacficos conosco;

    portanto habitaro nes-

    ta terra, e negociaro

    nela; eis que a terra

    larga de espao para

    eles; tomaremos ns as

    suas filhas por mulhe-

    res, e lhes daremos as

    nossas filhas.

    22 - Nisto, porm,

    consentiro aqueles ho-

    mens, em habitar conos-

    co, para que sejamos um

    povo, se todo o homem

    entre ns se circuncidar,

    como eles so circuncida-

    dos.

    Mas a melhor par-

    te quando consegui-

    mos matar a sauda-

    de. Este termo usa-

    do quando revivemos

    alguns momentos, ou

    reencontramos a pes-

    soa que por algum

    motivo precisou par-

    tir. Essa possibilidade

    de reviver ou reen-

    contrar algum nos

    causa alegria, bem es-

    tar e satisfao, mes-

    mo que temporrio!

    E a, que tal apro-

    veitar esse momento

    para matar a sauda-

    de de algum? Pode

    ser um amigo que h

    muito no se falam,

    ou um parente que

    mudou para outra ci-

    dade, ou at mesmo

    de uma pessoa bem

    prxima que voc tan-

    to gosta, mas no teve

    a oportunidade de di-

    zer!

    Aproveite esse

    momento, e faa-o.

    Por um mundo

    com menos estou

    com saudade, e mais

    vamos nos ver!.

    Daniele Vilela Leite

    Orientadora Educaci-

    23 - E seu gado, as

    suas possesses, e todos

    os seus animais no se-

    ro nossos? Consinta-

    mos somente com eles e

    habitaro conosco.

    24 - E deram ouvi-

    dos a Hamor e a Siqum,

    seu filho, todos os que

    saam da porta da cida-

    de; e foi circuncidado

    todo o homem, de todos

    os que saam pela porta

    da sua cidade.

    25 - E aconteceu

    que, ao terceiro dia,

    quando estavam com a

    mais violenta dor, os dois

    filhos de Jac, Simeo e

    Levi, irmos de Din,

    tomaram cada um a sua

    espada, e entraram afoi-

    tamente na cidade, e

    mataram todos os ho-

    mens.

    26 - Mataram tam-

    bm ao fio da espada a

    Hamor, e a seu filho Si-

    qum; e tomaram a

    Din da casa de Si-

    qum, e saram.

    27 - Vieram os filhos

    de Jac aos mortos e

    saquearam a cidade;

    porquanto violaram a

    sua irm.

    28 - As suas ove-

    lhas, e as suas vacas,

    e os seus jumentos, e o

    que havia na cidade e

    no campo, tomaram.

    29 - E todos os seus

    bens, e todos os seus

    meninos, e as suas

    mulheres, levaram

    presos, e saquearam

    tudo o que havia em

    casa.

    30 - Ento disse

    Jac a Simeo e a Levi:

    Tendes-me turbado,

    fazendo-me cheirar

    mal entre os moradores

    desta terra, entre os

    cananeus e perizeus;

    tendo eu pouco povo

    em nmero, eles ajun-

    tar-se-o, e serei des-

    trudo, eu e minha

    casa.

    31 - E eles disse-

    ram: Devia ele tratar a

    nossa irm como a

    uma prostituta?

    onal na empresa Pla-

    neta Educao

    ww.planetaeducacao.com.br

    com grande experin-

    cia em trabalhos rela-

    cionados Educao.

    Saudade

  • GAZETA DE VARGINHA | 0306 DE FEVEREIRO DE 2014LOCAL

    Vtimas tinham 19 e 23 anos e nadavam no Rio Verde e no Lago de Furnas, respectivamente

    Bombeiros encontram corpos dedois jovens afogados em Varginha

    O Corpo de Bom-beiros de Varginhaencontrou os corposde dois jovens que seafogaram em dois lo-cais diferentes da ci-dade nos ltimos dias.Durante a tarde, LuizEduardo Pinelli deSouza, de 23 anos, foivisto h dois metrosdistante de onde seafogou, no lago deFurnas, no condom-nio Lagamar.

    Segundo os bom-beiros, ele nadava nodomingo (2), quando

    afundou e no conse-guiu voltar superf-cie. O jovem era deOlmpio Noronha(MG) e estudava noCentro Federal deEducao Tecnolgicade Minas Gerais (Ce-fet) de Varginha.

    J o segundo jo-vem que foi vtima deafogamento foi encon-trado nesta tera-fei-ra (4) no Rio Verde,em um local conheci-do como Paredo. Se-gundo os bombeiros,Wilson Costa Sebasti-

    o, de 19 anos, nada-va com dois amigosquando se afogou.

    Os amigos da vti-ma foram at a casadele, no bairro NovaVarginha, onde comu-nicaram a me do jo-vem, para que ela aci-onasse o socorro. Deacordo com os bom-beiros, ele teria seafogado por volta das14h30 e o corpo s foiencontrado no incioda noite. Em seguida,foi encaminhado aoIML da cidade. Um dos jovens nadava no domingo (2), no Lagamar, em Varginha

    Empresa area de Ribeiro Pretopode operar voos em Varginha

    A empresa areaPassaredo, com sedeem Ribeiro Preto(SP), demonstrou in-teresse em operarvoos no Aeroporto deVarginha. A partir de20 de maro, a Azul,que opera atualmentena cidade, vai encer-rar as operaes noAeroporto Major Bri-gadeiro Trompowsky.A companhia temvoos dirios paraCampinas.

    O gerente de Pla-nejamento da Passa-

    redo, William Agatz,estar em Varginhaainda neste ms parauma reunio com re-presentantes da Pre-

    feitura de Varginha.Executivos da reacomercial tambm es-taro presentes noencontro.

    A Passaredo utili-za o ATR-72, com 70lugares, mesmo mo-delo que a Azul usaem suas rotas. Paraoperar os novos voos,a empresa precisa re-ceber mais duas aero-naves, o que deveocorrer ainda nestesemestre.

    Em Minas Gerais,a Passaredo opera naPampulha, em BeloHorizonte, e no Tri-ngulo Mineiro nas ci-dades de Uberaba eUberlndia. A empre-

    sa tem forte atuaoem Guarulhos, naGrande So Paulo,alm de Ribeiro Pre-to e na Bahia.

    Das cidades quepossuem voos comer-ciais no Estado, hconcorrncia de maisde uma companhiaem Montes Claros,Uberlndia e Ubera-ba. Na demais a Azulopera sem concorrn-cia. No incio de janei-ro deste ano a Azuldeixou de operar emSo Joo Del-Rei.

    Aeronave da empresa area Passaredo

    Menor apreendido

    com 31pedras de

    crackUma equipe da

    Polcia Militar, re-alizando aes re-pressivas ao trfi-co de drogas, abor-dou e apreendeuum adolescentede 15 anos com 31pedras de crack.

    O fato ocorreuna tarde desta ter-a-feira (4), porvolta das 17 horas,na Rua EstevamBscaro, BairroSion.

  • Pronto Atendimento do Bom Pastor vaiparalisar atividades a partir do dia 17

    04 | GAZETA DE VARGINHA 06 DE FEVEREIRO DE 2014LOCAL

    O Pronto Atendi-mento do HospitalBom Pastor vai para-lisar suas atividades apartir do dia 17 de fe-vereiro para passarpor reformas necess-rias para melhoriasdo atendimento etambm visando a im-plantao do Serviode Traumas no local.

    Durante esse per-odo todas as pessoasvtimas de acidentesde trnsito, quedas,ferimentos com armade fogo, facas ou comferimentos gravesprovocados por brigasou outras razes deve-ro ser encaminhadospara o Hospital BomPastor, onde recebe-

    ro todo o atendimen-to especializado.

    As urgncias eemergncias deveroser conduzidas para aUPA Unidade dePronto Atendimento,localizada no PadreVitor, que ser a prin-cipal porta de entradada cidade para essescasos 24 horas por dia.

    De acordo com oSecretrio de Sade,Jos Antnio Valrio,os pacientes recebi-dos pela UPA, apsatendidos, receberoalta ou, se necessrio,sero encaminhadospara os hospitais domunicpio. Aquelesque tiverem problemade AVC Acidente

    Vascular Cerebral ouInfarto do Miocrdiosero encaminhadospara o Hospital Regi-onal e os pacientesque apresentaremproblemas de traumaou outras doenas gra-ves sero encaminha-dos para o HospitalBom Pastor, expli-cou.

    MelhoriasSegundo ele, den-

    tro das melhorias pro-gramadas est sendopreparada uma salaque receber o novoServio de TomografiaComputadorizada,cujo Tomgrafo j foiadquirido pela prefei-tura, para auxiliar no

    diagnstico de doen-as dos pacientes doSUS.

    Com relao a Ma-ternidade que hojefunciona no Hospitalregional, o Secretrioesclareceu que no so-frer nenhuma mu-dana.

    SamuProgramado para

    entrar em funciona-mento em abril de2014, o Samu Servi-o de AtendimentoMvel de Urgnciaprestar atendimentoatravs do 192 aque-les pacientes que

    apresentarem proble-mas de sade em seusdomiclios, atravs deuma equipe mdicaespecializada.

    CatarataEst sendo viabili-

    zado atravs do Hos-pital Regional e BomPastor, os servios es-pecializados em oftal-mologia, com desta-que para o Mutiro daCatarata, j progra-mado para o ms defevereiro nos dois hos-pitais. Lembrandoque o atendimentoobedecer a listagemexistente na secreta-ria de Sade e tam-bm dos novos pacien-tes.

  • Varginha vai economizar 3,5 mi commudanas no transporte escolar

    GAZETA DE VARGINHA | 0506 DE FEVEREIRO DE 2014LOCAL

    Custo, no ano passado, foi de mais de R$ 8 mi, para mil alunos, considerado fora da realidadeO novo trajeto pro-

    posto pela SecretariaMunicipal de Educa-o de Varginha parao Transporte Escolarpromete economizarcerca de R$ 3,5 mi-lhes ao ano. O custo,no ano passado, foi demais de R$ 8 milhes,para mil alunos, consi-derado fora da reali-dade. Mas a economiater um preo. O Sin-dicato dos Trabalha-dores em TransporteRodovirio, Urbano,Vias Internas e Pbli-cas de Varginha en-viou ofcio Cmaratemendo demisso emmassa na empresa quetransporta os alunosda zona rural.

    Vrias irregulari-dades foram aponta-das no trabalho reali-zado pela comisso es-pecialmente constitu-da com a finalidade deestudar novas rotas naZona Rural. Alunos emescolas distantes de

    suas casas, desordena-o de trajetos, unsmuito longos e outroscurtos. E ainda 160alunos de outras cida-des estudando no mu-nicpio de Varginha ealunos que moram pr-ximos a escolas ruraisestudando na cidade.Do que recebe a em-

    presa, 96% pago pelomunicpio e apenasquatro por cento peloGoverno Federal.

    Para implementaro novo projeto, a Pre-feitura notificou ex-trajudicialmente a em-presa Paulo EdilbertoCoutinho Participa-es Ltda, empresa

    que transporta os alu-nos da Zona Rural,com dois propsitos.Alterao na forma depagamento, de sema-nal para mensal, e adiminuio dos rotei-ros em mais de 50 porcento.

    Com o novo siste-ma, o sindicato dos

    motoristas teme o des-cumprimento da con-veno coletiva da ca-tegoria. O pagamentodo salrio feito no dia5 de cada ms e um vale feito todo dia 20.

    No ofcio ao sindi-cato, a empresa Couti-nho alega que casopermanea a situaoverificada, a empresano v outra soluoseno promover a de-misso dos colabora-dores envolvidos naoperao, para a con-tratao de novos cola-boradores, com salri-os menores.

    Por outro lado, asecretria municipalde Educao, RosanaAparecida Carvalho,diz que as medidas vi-sam eliminar o des-perdcio do dinheiropblico. E d um exem-plo. A Escola Munici-pal Rural Emlio Jus-tiniano de RezendeSilva, localizada na re-gio dos Tachos, cons-truda com dinheirodos contribuintes var-ginhenses, tem capaci-dade para atender 160alunos, mas tem ape-nas 56 alunos matricu-lados.

    Executivo envia dois projetos sobre piso salarial Cmara MunicipalO Executivo mu-

    nicipal enviou C-mara Municipal deVarginha, dois proje-tos de lei, ambos tra-tando de piso salari-al.

    Caso aprovado pe-

    los vereadores, o pisosalarial para os funci-onrios pblicos mu-nicipais, em incio decarreira, passa a ser onovo salrio mnimo,ou seja, R$ 724,00. Osservidores que esta-

    vam recebendo o pisoanterior, R$ 678,00,tm direito ao aumen-to, de R$ 46,00.

    FhomuvUm outro projeto

    trata do piso dos ser-

    vidores da FundaoHospitalar do Munic-pio de Varginha Fhomuv. So trs n-veis, um de salriomnimo, e dois ou-tros, com salrio ini-cial de R$ 737,45.

  • 06 | GAZETA DE VARGINHA 06 DE FEVEREIRO DE 2014

    LOCAL

    Prefeitura de Varginha assina Protocolo de

    intenes com Kop Indstria Eletrnica Ltda

    O prefeito Ant-nio Silva assinou natarde desta quarta-feira, 05/02, em seugabinete, Protocolode Intenes com adiretoria da Kop In-dstria EletrnicaLtda, da doao derea de terreno de 19mil metros quadradoslocalizado na Aveni-da projetada B, bair-ro Padre Vitor, ondeser construda asede prpria da em-presa, que atualmen-

    te funciona em prdioalugado no DistritoIndustrial Miguel deLuca.

    DoaoA doao da rea e

    a previso da expan-so da unidade indus-trial, possibilitou aempresa, que em 2013gerava 130 empregosdiretos, a gerao de170 novos postos deemprego, destacandoque a mo de obra epredominantemente

    O acidente foi naultima segunda-feira,(03) em frente a por-taria da Semel, no cru-zamento da Rua Ant-nio Justino de Paiva,no bairro So Geral-do. De acordo com tes-temunhas, o motoci-clista foi atingido defrente pelo nibus daAutotrans. O cruza-mento ali complica-do: compreende trsruas a Avenida BoaVista, Rua AntnioJustino de Paiva RuaJaime Venturato.

    Motociclista O motociclista foi

    levado pelos bombei-ros ao Hospital Hu-manitas com ferimen-tos mdios no joelho.

    Doao de rea de terreno vai proporcionar a gerao de novos empregos para a cidade

    feminina, duplicandosua capacidade deproduo.

    Kop IndstriaEletrnica Ltda

    Instalada em Var-ginha desde 2008,com um investimentoda ordem de R$ 3 mi-lhes

    A Kop tem um fa-turamento em tornode R$ 70 mil, com aproduo de Tabletes,rdios automotivos ecelulares.

    Prefeito Antnio Silva assinou nesta quarta-feira Protocolo de Intenes

    com a diretoria da Kop Indstria Eletrnica Ltda

    Motociclista cai debaixo de nibusda Autotrans no bairro So Geraldo

    Caixa libera repasse de R$ 28 mi para

    investimento em 66 cidades da regio

    A Caixa Econmi-ca Federal assina apartir desta quarta-feira (5) contratos derepasses de mais deR$ 28 milhes parainvestimentos nasreas de infraestrutu-ra urbana, esporte,sade, turismo e agri-cultura de 66 munic-pios do Sul de Minas.Os recursos so pro-venientes dos minis-trios que respondempor cada setor e doFundo Nacional deAssistncia Social.

    A primeira ceri-mnia de assinaturade contratos foi reali-zada nesta quarta-fei-ra em Poos de Cal-

    das com a presenados prefeitos da cida-des contempladas erepresentantes regio-nais da Caixa.

    Hoje (6), a assina-

    Hoje a assinatura dos contratos acontece em Varginha

    A solenidade acontece no teatro Capitlio

    tura dos contratos acerimnia aconteceem Varginha a partirdas 13h30 e na sexta-feira (7), no mesmohorrio, em Itajub.

  • GAZETA DE VARGINHA | 0706 DE FEVEREIRO DE 2014

    REGIONAL

    Pelo menos 27 ci-dades do Sul de Minasficaram sem energiaeltrica por cerca de50 minutos na tardedesta tera-feira (4).Segundo a assessoriade imprensa da Com-panhia Energtica deMinas Gerais (Ce-mig), um distrbio queteve origem no Siste-ma Interligado Nacio-nal provocou a perdade carga e consequen-temente a interrup-o da energia eltri-ca por um perodomximo de 56 minu-tos. Ao todo, foram 230mil consumidores daempresa prejudica-dos.

    Ainda conforme aCemig, o desligamen-to ocorreu s 14h02desta tera-feira, 4 defevereiro, e o restabe-

    Apago que afetou pas deixou 27cidades do Sul de MG sem energia

    Um cigarro acesopode ter sido a causa deum incndio no incio datarde desta tera-feira (4)em uma casa na Rua Car-los Gomes, no bairro Es-tncia So Jos em Poosde Caldas. Segundo oCorpo de Bombeiros, amoradora do imvel saiupor cinco minutos, mas te-ria deixado um cigarroem cima do sof da sala.

    De acordo com osbombeiros, os vizinhos dacasa tentaram controlar oincndio com mangueirasprprias e quando eleschegaram as chamas jestavam apagadas. Nin-

    gum se feriu. Os bom-beiros fizeram ento ape-nas o trabalho de rescal-do.

    Com o fogo, vrios

    mveis ficaram destru-dos no cmodo da sala,alm da parede e do teto.Os bombeiros isolaram olocal.

    lecimento se iniciou apartir da determina-o do ONS, s 14h48e, s 14h58, todos osclientes afetados j ti-nha sido restabeleci-dos.

    No Sul de Minas,foram afetados os mu-nicpios de Passos,So Joo Batista do

    Gloria, Fortaleza deMinas, Alpinpolis,Bom Sucesso, Ibituru-na, Itutinga, Santo An-tonio do Amparo, SoTiago, Nazareno, Ija-ci, Santana do Jacar,Lavras, Baependi,Caxambu, Conceiodo Rio Verde, Soleda-de de Minas, So

    Tom das Letras, Ju-ruaia, Muzambinho,Bom Jesus da Penha,Nova Resende, MonteBelo, Cabo Verde, SoPedro da Unio, Gua-xup e Guaransia.

    De acordo comONS, rgo respons-vel pela coordenaoe controle da operaodas usinas e do siste-ma de transmisso doPas, no Sistema In-terligado Nacional, ascausas que origina-ram o desligamentoesto sendo apuradas.

    Falha nacionalO Operador Naci-

    onal do Sistema el-trico (ONS) informouque foi registrada nes-ta tera-feira (4) umafalha em uma linha deenergia que liga oNorte ao Sudeste e

    que provocou falta deenergia em partes dasregies Sudeste, Cen-tro-Oeste e Sul. O r-go no soube infor-mar quantas pessoasforam afetadas peloproblema, que aconte-ceu s 14h03. De acor-do com o ONS, a ener-gia comeou a ser res-tabelecida 35 minutosdepois.

    O Ministrio deMinas e Energia con-vocou uma entrevistacoletiva para as 17h30onde mais informa-es sobre a ocorrn-cia devem ser presta-das.

    Nota do ONS:"s 14h03, uma

    perturbao no Siste-ma Interligado Nacio-nal causou a aberturada interligao em

    500 kV entre a RegioNorte e as RegiesSudeste/Sul, entreColinas e Serra daMesa,interrompendoo fluxo de 5 mil MWpara essas regies.

    Para evitar a pro-pagao do evento,houve atuao do pri-meiro estgio do Es-quema Regional deAlvio de Carga(ERAC), causando odesligamento auto-mtico de cargas pr-selecionadas pelosagentes distribuido-res locais, visando res-tabelecer a frequnciado sistema.

    s 14h41, a inter-ligao Norte-Sudes-te foi religada e a fre-quncia normalizada.J foi iniciado opro-cesso de recomposiodas cargas desligadas.

    Pelo menos 27 cidades do Sul de Minas ficaram semenergia eltrica por cerca de 50 minutos

    Cigarro aceso pode ter causado incndio em casa em Poos

    Fogo consumiu toda sala da casa

    Jovem de 20 anos mortocom 2 tiros em Campo Belo

    Um jovem de 20anos foi morto com doistiros no incio da tardedesta tera-feira (4) emCampo Belo. Segundoa Polcia Militar, TalesVincius Martins foi en-contrado cado em umarua do bairro CidadeMontesa.

    Uma moradora dis-

    se para a polcia que ou-viu um barulho, mas quepensou que se tratava deuma bombinha e por issono deu ateno. A pol-cia procura por um ho-mem que foi denuncia-do como possvel autordo crime.

    Este foi o terceiro ho-micdio na cidade em 26

    dias. O primeiro homi-cdio aconteceu no dia 9de janeiro, um jovem de18 anos foi alvejadocom 14 disparos. O se-gundo crime aconteceuno dia 25 de janeiro e avtima foi um homem de55 anos, ele morreu de-pois que levou uma apu-nhalada no peito .

  • 08 | GAZETA DE VARGINHA 06 DE FEVEREIRO DE 2014

    REGIONAL

    A Polcia Civil deItajub divulgou nes-ta tera-feira (4) aidentidade do suspei-to de estuprar e as-sassinar a estudanteDborah Oliveira,em agosto do ano pas-sado. Em depoimentopara a polcia, Bene-dito Mauro Divino, de26 anos, confessou aautoria do crime quechocou a cidade.

    Segundo o delega-do Pedro HenriqueBezerra, o caso estencerrado e as inves-tigaes correramdentro do prazo. Apolcia encerrou asinvestigaes destecaso. Todo o laudo,material e depoimen-to apontaram para oBenedito. O inquri-to foi concludo, emi-tido Justia e o Mi-nistrio Pblico deMinas Gerais j ofe-

    Polcia apresenta suspeito e encerrainvestigaes do 'caso Dborah'

    O corpo de umamulher foi encontra-do na manh destatera-feira (4) na en-trada de uma fazendana zona rural do mu-nicpio de Capetinga.Segundo a Polcia Mi-litar, o corpo foi en-contrado por popula-res que passavampelo local.

    Polcia Civil

    Conforme a per-cia da Polcia Civil, ahiptese mais prov-vel de que a mulhertenha sido morta porestrangulamento, jque havia marcas nopescoo da vtima. Asuspeita de que ocrime tenha aconteci-do entre domingo e

    receu denncia peloscrimes de roubo, estu-pro e homicdio tri-plamente qualifica-do, afirmou.

    Ainda de acordocom o delegado, o sus-peito agiu sozinho.Tudo aponta paraque ele tenha agido

    sem a ajuda de tercei-ros, mas caso surjauma nova informaoa Polcia Civil vai in-vestigar, completou.

    No final de dezem-bro, a Polcia Civil co-municou que haviaum suspeito, mas norevelou a identidadedele. A reconstituiodo crime foi feita nolocal do assassinatocom a presena dosuspeito. Todo o pro-cedimento durou cer-ca de 4h.

    A polcia aindaafirmou que o suspei-to estava preso desdeoutubro do ano passa-do no Presdio de Ita-jub. A polcia teriachegado ao homemporque ele suspeitode ter estuprado ou-tra jovem dois mesesdepois de matar D-borah, durante a sa-da temporria do pre-

    sdio. Os exames fei-tos no material colhi-do nas jovens confir-maram que so damesma pessoa.

    O casoO corpo da uni-

    versitria foi encon-trado com marcas deestrangulamento porvolta das 17h30 do dia15 de agosto de 2013no 2 piso de uma casaem construo na RuaAlameda Esperana,no Bairro MorroChic. Conforme a po-lcia, o local fica nocaminho que a estu-dante costumava fa-zer para voltar paracasa. Dborah Olivei-ra estava desapareci-da desde a noite dodia 14, quando saiu daUnifei, onde estuda-va, e no foi mais vis-ta. Ainda segundo apolcia, h suspeita de

    que ela tenha sido es-tuprada.

    Dborah era alu-na do 2 perodo desistemas de informa-o, na Unifei. Segun-do depoimentos deamigos polcia, a es-tudante deixou a uni-versidade por voltadas 21h20, antes dofim da aula. Ela teriadito que iria emboraporque estava cansa-da e resfriada, e dei-xou o local a p. Con-forme a famlia, dife-rente do que estavasendo divulgado an-tes, Dborah teria sa-do de seu caminhohabitual naquele dia.A regio conhecidacomo Alameda e noi-te praticamente de-serta. Segundo mora-dores, o local cons-tantemente frequen-tado por andarilhos eusurios de drogas.

    Universitria foi encontrada estrangulada em construo

    Corpo de mulher com marcas de

    estrangulamento encontrado

    segunda-feira.

    IML

    A t a publicaodesta edio a vtimano havia sido identi-ficada. Ainda segundoa polcia, a mulher ti-nha vrias tatuagenspelo corpo, que foi le-vado para o IML deCssia.

    Suspeita de que crime aconteceu entre domingo e segunda

    Empresa incubada pela Unifeivence prmio MPE MinasA empresa Zertico

    foi vencedora do Prmiode Competitividadepara Micro e PequenasEmpresas, MPE Brasil-Etapa Mineira, na cate-goria Servios de Tec-nologia da Informao.A empresa comeou in-cubada na Incit (Incuba-dora de Empresas deBase Tecnolgica de Ita-jub), sendo a Unifei(Universidade Federalde Itajub) uma das

    principais parcerias. O premio, realiza-

    do pelo Sebrae Minas,Movimento Brasil Com-petitivo (MBC), Gerdaue Fundao Nacional daQualidade (FNQ), con-tou com mais de 90 milempresas inscritas, so-mente no estado de Mi-nas Gerais foram 6 mil.

    O objetivo identi-ficar e reconhecer em-presas que investemem conceitos e prticas

    de excelncia em ges-to, valorizando ideiase difundindo valores,como o aumento da qua-lidade, da produtivida-de e da competitivida-de.

    Em maro de 2014 aZertico estar repre-sentando Itajub na eta-pa nacional do PrmioMPE e levar junto nabagagem a experinciaadquirida e o nome daUniversidade.

  • Minas Gerais ganha 715 novas vagasde internao para usurios de drogas

    GAZETA DE VARGINHA | 09

    MINAS

    Escola de Sade Pblica de MinasGerais nova parceira da Unesco

    A Escola de SadePblica do Estado deMinas Gerais (ESP-MG) a mais nova par-ceira da Organizaodas Naes Unidaspara a Educao, a Ci-ncia e a Cultura(Unesco). Segundo es-cola de sade pblicado Brasil a celebrarconvnio com a organi-zao internacional, aESP-MG inicia a pri-meira etapa do relaci-onamento por meio daoferta de capacitaode sua rea de gesto.

    Firmado, em 2013,o projeto de coopera-o entre a ESP-MG ea Unesco tem como ob-jetivo central consoli-dar a Escola como re-ferncia na qualifica-o de profissionais ca-pazes de atuar enquan-to agentes de mudan-a das prticas e ser-vios no Sistema ni-co de Sade (SUS). Oprojeto abrange desde

    o planejamento peda-ggico e institucionalat a reviso e defini-o de processos inter-nos da instituio, ne-cessrios para o bomfuncionamento da Es-cola, como ressalta aoficial de projetos deeducao da UNESCO,Mariana Alcalay.

    So trs pilaresneste projeto: consoli-dao da ESP como re-ferncia em metodolo-

    Representantes de42 comunidades tera-puticas se reuniram,nesta tera-feira (04),na Cidade Administra-tiva Presidente Tancre-do Neves, em Belo Ho-rizonte, para receber in-formaes sobre moni-toramento e fiscalizaode convnios que ga-rantem 715 novas va-gas para internao deusurios de drogas emMinas Gerais. Os con-tratos foram firmadosentre as unidades detratamento e a Secreta-ria Nacional de PolticasSobre Drogas (Senad),do governo federal, quejunto com a Secretariade Estado de DefesaSocial (Seds) realizar agesto das vagas. A ini-ciativa complementa aRede Complementar de

    Suporte Social na Aten-o ao Dependente Qu-mico de Minas Gerais,por meio da qual o Go-verno de Minas estabe-lece parceria com 32 ins-tituies que atenderamquase 20 mil pessoas em2013. De acordo com osubsecretrio de Polti-cas Sobre Drogas, Clo-ves Benevides, o Gover-

    no de Minas repassa,anualmente, cerca deR$ 7 milhes s entida-des conveniadas e asaes sero suplemen-tadas com o repasse demais R$ 8,7 milhes,em 2014, pelo governofederal. com a inte-grao das prticas demltiplos atores que seconstri a polticas sobre

    drogas, afirmou Bene-vides. O presidente daFederao de Comuni-dades TeraputicasEvanglicas do Brasil,pastor Wellington Viei-ra, tambm ressaltouque a assinatura dosconvnios atende a umademanda antiga das co-munidades teraputi-cas. Desde 2011, bus-camos o reconhecimen-to do governo federalpara que sejamos con-siderados, de fato, umponto da rede de aten-dimento. Foi um proces-so demorado, mas queagora seguir um mo-delo semelhante ao ado-tado em Minas Geraisdesde 2003, afirma.

    Nesta tera-feiratambm aconteceu umareunio de alinhamen-to pedaggico com re-

    presentantes de 12 mu-nicpios mineiros queaderiram ao programaCrack, possvel ven-cer e que receberocursos de capacitaosobre a temtica dasdrogas. Estavam pre-sentes, alm do subse-cretrio Cloves Benevi-des, a diretora do De-partamento de Polticas,Programas e Projetos daSecretaria Nacional deSegurana Pblica (Se-nasp), Cristina GrossVillanova, e o subsecre-trio de Integrao deMinas Gerais, DanielMalard. Os cursos decapacitao acontece-ro nos municpios deBetim, Contagem, Divi-npolis, GovernadorValadares, Ipatinga,Juiz de Fora, MontesClaros, Ribeiro das

    Corpo de Bombeiros recebealunos do Curso de Formao

    de Soldados

    O Corpo de Bom-beiros Militar de MinasGerais (CBMMG) rece-beu os alunos do Cursode Formao de Solda-dos. Os futuros milita-res, selecionados porconcurso pblico no fi-nal do ano passado, re-presentam um aumen-to de 15% no efetivo de5,4 mil militares. Foramselecionados 770 Sol-dados Combatentes,dos quais 425 vo atu-ar em Belo Horizonte ena Regio Metropolita-na e o restante no inte-rior do Estado. O con-curso tambm ofereceuvagas para 30 SoldadosMsicos, que ainda es-to no final do proces-so de seleo, mas de-vem ingressar aindaeste ano.

    Os combatentesvo passar por um pe-rodo de formao comdurao de sete meses,entre aulas tericas,prticas e estgios, com

    a formatura previstapara setembro, quandoestaro aptos a atenders mais diversas ocor-rncias. O concurso re-presenta o maior in-gresso na corporaodesde a sua desvincu-lao da PMMG em1999, quando passou ater efetivo prprio. Deacordo com o coman-dante da Academia deBombeiros Militar, Te-nente Coronel RicardoEugnio, a tarefa deformar este grande n-mero de novos militares um desafio. positi-vo. Alm das aulas aquiem Belo Horizonte te-mos nossos Batalhesem Uberaba, Uberln-dia, Varginha, Divin-polis, Montes Claros eGovernador Valadaresque tambm esto mi-nistrando essa forma-o. um desafio masrepresenta todo o po-tencial de nosso efeti-vo, avalia.

    gias de gesto e plane-jamento, fomentar agesto de conhecimen-to e formao profissi-onal e o ensino para arede em sademental.Haver aescomo Plano de Desen-volvimento Institucio-nal, educao a distn-cia, ensino para redeem sade mental, entreoutras, explica.

    Segundo a assisten-te da coordenao de

    educao da Unesco noBrasil, Andreza Trenti-no, o projeto ser reali-zado em quatro anos.Semestralmente, serfeita avaliao. Foimuito positivo o envol-vimento de diversossetores da Escola, des-taca.

    Para a superinten-dente de educao daESP-MG, FernandaMaciel, a presena derepresentantes daUnesco nessa semanatem por objetivo o tra-balho em conjunto, comenvolvimento de pro-fissionais de diversossetores da Escola, parao planejamento e incioda operacionalizaodo projeto. Esse mo-mento tem servido,alm de tudo, para dis-seminar e comparti-lhar o projeto com osservidores, que seroelementos-chave parao alcance dos resulta-dos esperados, afirma.

    Neves, Santa Luzia,Sete Lagoas, Uberaba eUberlndia entre 17 defevereiro e 26 de setem-bro. Eles sero divididosem trs mdulos: CursoNacional de Multiplica-dor de Polcia Comuni-tria (80h); Tpicos Es-peciais em Policiamen-to e Aes Comunitri-as (TEPAC) Redes deAteno e Cuidado(40h) e Tpicos Especi-ais em Policiamento eAes Comunitrias(TEPAC) Abordagempolicial a pessoa em si-tuao de risco (40h).No total, sero cerca de480 pessoas capacita-das, entre policiais civis,militares, bombeiros eguardas municipaisque atuaro nas cenasde uso mapeadas pelacidade.

    Os alunos tm acesso ao material de suporte comocartilhas, vdeos e manuais prticos

    A iniciativa complementa a Rede Complementar deSuporte Social na Ateno ao Dependente Qumico

    06 DE FEVEREIRO DE 2014

  • OAB/MG 81424Rua Argentina, 535

    Vila Pinto CEP:37.010-640 Tel: 3222-4801

    [email protected]

    Dr. Gustavo Chalfun

    Mande sua pergunta para [email protected]

    OAB/MG 106.276Rua Dona Margarida, n 48,

    Bairro Vila Pinto, CEP 37.010-580. Tel: (35) 3222-1049

    Dr. GustavoPinto Biscaro

    [email protected]

    OAB/MG 65099Av Salum Assad. David,

    70 - Santa LuizaTel: ( 35) 3214-5051

    Dr. PatrciaBregalda Lima

    [email protected]ha.com.br

    OAB/ MG 84.17620 Sb-Seo

    Rua Maria Benedita,63 -sala 106- Vila Pinto

    3223-5362/Cel :9988-3485

    Dr. VicenteLima Lordo

    [email protected]

    OAB/MG 81667Delfim Moreira, 258,

    sala 201- Centro-Varginha -MGTel: 3222 2851

    Dr. Daniel Piva

    [email protected]

    10 | GAZETA DE VARGINHA

    SAIBA SEUS DIREITOS

    A reeleio e a igualdade entre os candidatos

    Extrado do site:DireitoNet Artigos

    A introduo nonosso sistema jurdicodo instituto da reelei-o para os cargos doExecutivo trouxe pre-ocupao com a reper-cusso da utilizaoda mquina adminis-trativa nas campa-nhas eleitorais.

    Um dos mais im-portantes valores tu-telados pelo direitoeleitoral a pars con-ditio, assim entendi-da a igualdade de con-dies entre os candi-datos concorrentes.Para o direito eleito-ral, os candidatos con-correntes no podemser tratados desigual-mente, permitindo-sea exposio de um emdetrimento do outro.

    Esse mito da parsconditio caiu por ter-ra com a introduoda reeleio para car-gos do Executivo, con-cebida para o sistemaamericano e noadaptada ao ordena-mento constitucionalbrasileiro, que acarre-tou uma srie de ini-qidades no sistemaconstitucional.

    Por exemplo, onosso sistema consti-tucional, a despeitode permitir a reelei-o do prprio, probea eleio de parentesdo ocupante de cargodo executivo, ferindo

    a mais comezinha re-gra de lgica.

    Teve a jurispru-dncia, portanto, queadaptar as incoern-cias do poder consti-tuinte derivado, oque, at agora, vemocorrendo com gran-des dificuldades.

    A criao da ree-leio desequilibroude uma vez por todaso pleito eleitoral, namedida em que quemest no poder temuma enorme exposi-o na mdia, em de-corrncia das ativida-des que exerce. Deoutra parte, aindaque o adversrio po-ltico desse ocupantede cargo do Executi-vo seja um apresen-tador de televiso,ter ele que deixar oexerccio da sua ati-vidade, a partir de 01de agosto, nos termos

    do art. 45, 1 da Lein 9.504/97.

    Como se percebe,no h mais o que sefalar em pars condi-tio, na medida emque aquele que inten-ta a reeleio sempreser privilegiado nassuas aparies para apopulao e para amdia. Para evitar umdesequilbrio maior, aLei n 9.504/97 estabe-leceu, nos seus arti-gos 73 e seguintes, ve-daes aos agentespblicos em campa-nhas eleitorais. O quese procura evitar que os recursos pbli-cos (prprios pblicos,funcionrios pblicos,veculos pblicos, etc.)sejam utilizados emproveito de partidocoligao ou candida-to o que, se ocorresse,configuraria abuso dopoder poltico.

    A sede do executi-vo, portanto, no podeser utilizada para a re-alizao de reuniesde campanha ou mes-mo para o estoque dematerial de propagan-da eleitoral. Da mes-ma forma, as benessesdecorrentes da ativi-dade pblica no de-vem ser creditadas aeste ou quele candi-dato, ao menos sob oponto de vista tico,na medida em queconfiguram contra-partida do pagamentodos impostos. Funcio-nrios pblicos, nota-damente os comissio-nados, no podem servistos em horrio deexpediente do Execu-tivo na realizao deconchavos polticos oumesmo de propagandaeleitoral.

    Tambm no per-mitida a utilizao da

    estrutura do PoderPblico para oprimiro funcionrio pblicosimpatizante deste oudaquele opositor pol-tico ou mesmo paraangariar apoio de de-terminado cabo elei-toral influente. Porisso, a lei eleitoralveda, nos trs mesesque antecedem o plei-to e at a posse doseleitos, que sejam no-meados, contratadosou demitidos funcio-nrios pblicos, res-salvados os casos deaprovao em concur-so pblico e de faltagrave.

    Existem tambmrestries transfe-rncias de recursos, publicidade instituci-onal, aos pronuncia-mentos no rdio e nateleviso e revisoda remunerao dosservidores.

    Tais restriesque, na sua maioria,so aplicveis apenasno perodo eleitoral,por este entendidoaquele que comeaem 10/06 do ano dopleito, com as conven-es para a escolha decandidatos, acabam setornando praticamen-te incuas, quando opretendente reelei-o conhece a lei elei-toral e programa suasaes administrativasvisando a reeleio.

    Isso porque, quan-do o Chefe do Execu-tivo divulga no decor-rer do mandato suasaes administrati-vas, a sua simplesinaugurao far lem-brar no eleitor a figu-ra do administrador.

    Pouco importa entoque o administradorno participe da inau-gurao, uma vez queele pode estar, e cer-tamente estar, cum-primentando os popu-lares durante a ceri-mnia.

    Se isso no bas-tasse, sempre restarao Chefe do Executi-vo a possibilidade deutilizao de imagensdando conta das suasrealizaes, duranteo horrio eleitoralgratuito na televiso.J os municpios me-nores contaro com osrecursos do rdio.Tudo isso, em detri-mento do equilbrioentre os candidatosno pleito eleitoral.

    Dir-se-, ento,que a lei deve ser mu-dada a fim de restrin-gir mais as aes doAdministrador Pbli-co que intenta a ree-leio. No entanto,restringir mais impli-ca em inviabilizar oprprio poder execu-tivo e impedir a con-secuo do interessepblico, o que tambm vedado sob o prismaconstitucional.

    Essas so as con-seqncias da impor-tao e da implanta-o, sem adaptaes,de um instituto jur-dico concebido parauma outra realidade.Enquanto isso, caber jurisprudncia re-solver as injustiascriadas pelo Legisla-dor.

    06 DE FEVEREIRO DE 2014

  • Diagnosticar cncer no incio atravsde exames aumenta chances de cura

    RS deve ter maior incidncia de cncerem homens e RJ, em mulheres

    Em 2014, devemsurgir 576.580 novoscasos de cncer noBrasil, segundo esti-mativa do Inca. Aevoluo da doenapode ser evitada,mas muitos pacien-tes evitam fazer exa-mes por medo do di-agnstico - por isso,eles acabam desco-brindo o problemaem um estgio maisavanado, o que re-duz muito as chancesde cura. No Bem Es-tar desta quarta-fei-ra (5), o oncologistaCarlos Barrios e odiretor do Ncleo deDiagnstico por Ima-gem do Hospital A. C.Camargo RubensChojniak explicaramcomo evitar, desco-brir e tratar um cn-

    O estado quedeve apresentarmaior incidncia decncer entre os ho-mens em 2014 oRio Grande do Sul,onde se esperam533,92 novos casos acada 100 mil homenseste ano. J o Rio deJaneiro deve apre-sentar a maior inci-dncia da doenaentre as mulheres: lso esperados 416,71novos casos a cada100 mil mulheres.

    Os dados fazemparte da Estimativa2014 de Incidnciade Cncer no Brasile foram divulgadospelo Instituto Naci-onal de Cncer(Inca) nesta tera-feira (4), Dia Mundi-al do Cncer. O r-go j tinha divulga-do, em novembro doano passado, partedesse relatrio,quando foi revelada

    a estimativa de576.580 novos casosde cncer para 2014em todo o pas.

    Em nmeros ab-solutos, So Paulodeve ser o estadocom o maior nmerode novos casos:152.200 ao longo doano. Rio de Janeirodeve registrar73.680 novos casos,seguido por Minas

    Gerais, com 61.530casos, e Rio Grandedo Sul, com 51.410casos. Sem contar ocncer de pele nomelanoma que omais comum tantoem homens quantoem mulheres o cn-cer de prstata oque mais deve atin-gir os homens: h68.800 novos casosprevistos para 2014

    em todo o pas, oque corresponde a70,42 novos casos acada 100 mil ho-mens. Entre as mu-lheres, o cncermais comum conti-nua sendo o demama. So espera-dos 57.120 novos ca-sos, o equivalente a56,09 novos casos acada 100 mil mulhe-res.

    O custo do trata-mento mensal detranstornos de ansi-edade pode variarat 680%. O dado foiapontado em relat-rio produzido pelaAgncia Nacional deVigilncia Sanitria(Anvisa). A agnciaanalisou os valoresde 14 ansiolticoscom sete princpiosativos disponveisno mercado brasilei-ro. A maior diferen-a de preos foi en-contrada entre o Re-lapax (diazepan) quecusta R$ 8,88 e oFrontal (alprazo-lam) por R$ 69,24.

    O boletim apu-rou o custo de trata-mento mensal de to-dos os medicamen-tos, separando-se osmais caros e maisbaratos, por subs-tncia. Na compara-

    SADE

    o entre produtoscom o mesmo princ-pio ativo, a menorvariao de preosfoi dos produtos comclobazam, que variou20%; e a maior foidos medicamentoscom alprazolam, quevariou 348%.

    A variao de at680% no custo detratamento mensal constatada, consi-derando que noexistem evidnciaque comprovem su-perioridade compa-rando todos os ansi-olticos.

    Os principaistranstornos de ansi-edade so o trans-torno de pnico, deansiedade social, deansiedade generali-zada (TAG) e otranstorno obsessi-vo compulsivo(TOC).

    cer. Fazer exames uma das medidasmais importantes nocombate doena jque ela pode no darsintomas nas fasesiniciais. Segundo odiretor RubensChokniak, o cncer um inimigo silencio-so e indolor a princ-

    pio, que precisa serpercebido a tempo -o diagnstico preco-ce, feito atravs deexames, como umatomografia, porexemplo, funda-mental para que aschances de cura se-jam maiores.

    Esses exames fo-

    ram essenciais paradetectar um cncerde pulmo na uru-guaia Ana MariaCancela Risso de Ro-driguez, de 72 anos,mostrada na repor-tagem da Natlia Ari-ede.

    Fumante h 45anos, ela comeou asentir muito cansaoe se inscreveu paraparticipar de um es-tudo sobre a doenaem um hospital deSo Paulo, que pro-curava pessoas con-sideradas de alto ris-co para o cncer depulmo - com maisde 55 anos e fuman-tes h mais de 30.

    Segundo o cirur-gio do trax Ricar-do Sales dos Santos,mais de 80% a 90%

    dos casos no pulmosao diagnosticadosem fases mais avan-adas, o que dificul-ta o tratamento. Aideia desse estudo,no entanto, era de-tectar os tumores emfases iniciais e, porisso, os mdicos fize-ram tomografia mes-mo nos pacientessem nenhum sinto-ma, j que a doenapode ser silenciosano comeo.

    O raio-X, geral-mente usado paraexaminar o pulmo,nem sempre capazde enxergar os tumo-res menores e, porisso, eles optarampela tomografia,como uma maneirade diagnosticar pre-cocemente e evitar

    GAZETA DE VARGINHA | 11

    Preos de remdios paraansiedade podem variar

    at 680%, diz Anvisa

    que a doena evoluapara um quadro maisgrave. No caso dadona Ana Maria, essamedida foi funda-mental - ela desco-briu a doena na faseinicial, fez cirurgiapara retirar o tumor,parou de fumar elogo voltou rotinade danarina.

    De acordo com osmdicos, essa mu-dana de hbitosaps um cncer muito importante,mas preciso se pre-ocupar tambm coma preveno - o cigar-ro deve ser evitado,assim como a bebidaalcolica em excesso.Por outro lado, es-sencial fazer ativida-de fsica e controlaro peso.

    Segundo o diretor Rubens Chokniak, o cncer um inimigo silencioso e indolor

    Os dados fazem parte da Estimativa 2014 de Incidncia de Cncer no Brasi

    06 DE FEVEREIRO DE 2014

  • Em todo tempo sejam alvas as tuas vestes,e jamais falte o leo sobre a tua cabea.

    (Eclesiastes 9:8)

    Com fratura na coluna, sobrevivncia da atriz sisValverde a acidente foi milagre, segundo mdico

    12 | GAZETA DE VARGINHA

    EVANGLICA

    A atriz Iss Val-verde, que sofreuum acidente de car-ro no ltimo dia 31de janeiro, sobrevi-veu por conta de ummilagre, segundo omdico que a aten-deu.

    Iss perdeu o con-trole de seu RangeRover quando volta-va de uma festa comsua prima, s 3h30da madrugada. Noacidente, a atriz glo-bal fraturou a vrte-bra C1 de sua colu-na cervival.

    Sua sobrevivn-cia foi um milagre.Agradea a Deus,teria dito o mdicoque a atendeu, deacordo com declara-es dadas pela meda atriz, dona Ro-salba. Ela deu umsusto na gente, maspassou, graas aDeus. O mdico quecuidou dela dissepara Isis: Comea aorar, pois sua sobre-

    vivncia foi um mila-gre. Agradea aDeus. Segundo ele,nesse tipo de fratu-ra que ela sofreu sh dois casos: oumata ou sobrevive.Ela uma sobrevi-vente, disse donaRosalba. A me da

    atriz disse que suafilha se recuperabem do acidente:Ontem mesmo elaconseguiu lavar acabea sozinha e jest andando. Elatambm estava commuitas dores no cor-po, mas at isso est

    Nesses versculospodemos ver que Jesusentrou no barco e cha-mou os discpulos parapassar para o outrolado da margem do rio.Nas nossas vidas no diferente, muitas ve-zes somos chamadospara atravessar para ooutro lado. Sair dazona de conforto e vi-ver o novo de Deus. Epara viver o novo deDeus na maioria dasvezes temos que pas-sar pela tempestade.

    Vemos aqui que Je-sus os chamou, e du-

    rante a viagem eleadormeceu, mas issoaconteceu porque elesabia que nada impedi-ria o seu propsito.

    Voc se sente comose estivesse na tem-pestade? A gua esta

    O segredo esta na palavraO Verbo Jesus, a

    Palavra que Se encar-nou (Jo 1.1). Ele tudode que precisamos paraconhecer o Altssimo, re-ceber dEle aquilo de quenecessitamos e venceras nossas batalhas. Osque aprendem esse pon-to to importante pas-sam, de um minutopara outro, de derrota-dos, problemticos e, emalguns casos, sem solu-o para as suas afliesa verdadeiros vitoriosos.Estes no se abatemnem se deixam levar pornenhuma das artima-nhas de Satans. O sal-mista soube tomar a de-ciso certa: aguardar oSenhor. Ele tem de ter aprimazia de nossas de-cises, pois, sendo Deus,sabe o que melhorpara ns. Quem se pre-cipita em decidir algono tem tempo para es-perar o momento certoe, com isso, pode chegarantes (Pv 19.2). J osiluminados sabem ahora certa de fazer aorao da f e tomar pos-se do que lhes pertence.Porm, os que deixampassar a oportunidadecometem um grave erro.

    No adianta saguardar mentalmente,confessando isso demodo fingido. O seu in-terior deve ser domina-do pela f, para que aansiedade no tome con-ta dele. Davi aguarda-va pelo Altssimo em suaalma e, por agir assim,no ficava desesperado.Se a alma ficar inquie-ta, a pessoa atrapalha-r os planos divinos. Orei de Israel aprendeu aconsultar o Senhor e es-perar pelas Suas dire-es. O Todo-Poderososempre falar no mo-mento certo. O segredodos segredos esperarna Palavra de Deus.No pense que ela sum amontoado de boni-tos escritos. Ela a vozque precisamos ouvir, omeio pelo qual o Pai nos

    fala, dirige-nos e nosconcede todas as bn-os. Por meio dela, to-das as coisas foram cria-das e, sem ela, nada doque foi feito se fez (Jo1.3). Quando a ouvimospela primeira vez, sen-timos como se nos fossefamiliar (e, na verdade,), pois fomos criadosnela, por ela e para ela. a Palavra que comple-ta o homem. A razo deo Senhor no falarquando suplicamos porouvir a voz dEle por-que no estamos, defato, vivendo nEle. Con-tudo, ainda que no es-tejamos bem espiritual-mente, se precisarmos deauxlio, devemos buscara Fonte das solues.Ore para que Deus oajude a chegar pertodEle e, caso sinta queest cometendo algumerro, confesse-o e deixe-o imediatamente. A Pa-lavra lhe ser enviadano momento certo.Quando a Palavra re-velada a ns, o nosso co-rao se alegra. Isso sig-nifica que Jesus veiopessoalmente nos visitare, ento, com uma sim-ples ordem, todo o malque nos ataca ter desair e nos abandonar.Foi exatamente isso queDavi disse que fazia e,por esse motivo, nuncase desapontou com o Al-tssimo. completamen-te impossvel uma pes-soa confiar no Senhor ese decepcionar com Ele.Deus jamais negar oque disse.

    No importa a ur-gncia da uma deciso.O segredo do sucesso :aguardar o Senhor e es-perar na Sua Palavra.Ento, dentro de vocsurgir uma confianato forte, que, mesmoparecendo irreversveluma situao, voc notemer mal algum e, feitura dos heris da f(Hb 11), realizar a obrade acordo com a vonta-de divina.

    Tudo ento se acalmou e houve perfeita paz

    querendo entrar no seubarco? Saiba que, Jesuste chamou para viver onovo e ele no vai tedesamparar. As tem-pestades vo vir, asguas vo querer te as-sustar, mas lembre-se

    de quem esta na proado seu barco.

    Jesus esta no barco,Jesus esta com voc,por que voc esta commedo? Voc no vainaufragar.

    Jesus esta em silen-cio e muitas vezes pa-rece estar dormindo,porque ele sabe quenada poder impedir opropsito que ele temna sua vida, voc pre-cisa crer nisso.

    Voc no vai mor-rer, no vai perecer...Exercite a sua f e des-canse!

    06 DE FEVEREIRO DE 2014

    melhorando. O queIsis tem reclamadomuito desse colarcervical, pois preci-sa dormir com ele.Mas isso o de me-nos. O importante que nossa filha estviva!, comemoroudona Rosalba.

  • GAZETA DE VARGINHA | 1306 DE FEVEREIRO DE 2014

    BRASIL

    Brasil referncia mundial no combate misriaO diretor-geral da

    Organizao das Na-es Unidas para a Ali-mentao e a Agricultu-ra (FAO), Jos Grazia-no da Silva, disse nestatera-feira (4) que osavanos brasileiros empolticas sociais e decombate fome nopassaram desapercebi-dos para o resto do mun-do. Esse conjunto depolticas mudou o rostodo Brasil. Hoje, [o pas] referncia mundial nocombate fome e mi-sria. E o Brasil no temse negado responsabi-lidade de compartilharseu conhecimento, dis-se. Graziano, que bra-sileiro, deu as declara-es em vdeo enviadopara um seminrio or-ganizado para marcaros dez anos do Progra-

    ma de Aquisio de Ali-mentos (PAA), criadoem 2003, por meio doqual a produo de pe-quenos agricultores adquirida para a me-renda escolar.

    Representantes depases que usaram aexperincia brasileira

    Escola de Artes Plsticas Santa Terezinha

    Escola de Artes Plsticas Santa TerezinhaRua Dr. Presciliano Pinto, 12 Vila Pinto

    Varginha/MG - Cep 37010-620 Tel Fixo (35)3221-2672

    A artista plstica, Sra. Teresinha Reis, comunica o incio das atividades no dia 04 deFevereiro. Todos interessados (com idade acima de 15 anos), podem escolher,

    horrios tarde ou noite, para iniciar ou se desenvolver na arte da pintura em leos/ tela ou nas artes Plsticas.Para mais detalhes no telefone (35)3221-2672.

    Teresinha Teixeira Srio Reis

    Inflao para quem ganha at 2,5 salrios mnimos avana 0,15%O ndice de Preos ao

    Consumidor - Classe 1(IPC-C1), que mostra ainflao para famliascom renda at 2,5 sal-rios mnimos, ficou em0,71% em janeiro desteano, taxa superior ao0,56% registrado em de-zembro de 2013.

    No entanto, a taxaficou abaixo da medidapelo ndice de Preos aoConsumidor Brasil(IPC-BR), que registra ainflao para todas asclasses de renda e queficou em 0,99% em janei-ro.

    O dado foi divulgadonesta quarta-feira (5)pela Fundao GetlioVargas (FGV). Com o re-sultado de janeiro, oIPC-C1 acumula alta de4,7% nos ltimos 12 me-ses, abaixo do observadopelo IPC-BR (5,61%).

    A alta da taxa foi pro-vocada por aumentos nainflao de cinco gruposde despesas como despe-sas diversas (que passoude 0,48% em dezembropara 3,8% em janeiro),educao, leitura e recre-ao (de 0,45% para2,99%), habitao (de0,54% para 0,56%) e co-municao (de -0,02%para 0,13%).

    Os alimentos tam-

    bm tiveram alta, j quesua taxa de inflao su-biu de 0,71% em dezem-bro para 0,8% em janei-ro.

    Por outro lado, trsgrupos de despesa tive-ram queda na taxa: ves-turio (de 0,52% para -0,28%), transportes (de0,67% para 0,30%) esade e cuidados pesso-ais (de 0,37% para0,24%).

    comentaram a imple-mentao de suas pr-prias verses do progra-ma. Entre outras inici-ativas, o PAA inspirou oPurchase from Africansfor Africa (Compre deAfricanos para a fri-ca), PAA Africa, que re-ne a FAO, o Departa-

    mento do Reino Unidopara o Desenvolvimen-to Internacional e espe-cialistas brasileiros.

    O PAA Africa aten-de a cinco pases em ca-rter experimental: Mo-ambique, Senegal, Ni-gria, Malau e Etipia.Alm de compras locaispara merenda escolar,os agricultores podemvender o excedente aoPrograma Mundial deAlimentos (PMA) daFAO.

    Segundo o ministroMilton Rond, coorde-nador de Aes de Com-bate Fome do Minis-trio das Relaes Exte-riores do Brasil, 5.187agricultores, 125 mil es-tudantes e 434 escolasso beneficiadas peloprograma na frica.Tem se desenvolvido de

    forma diferente em cadapas, de acordo com suasespecificidades. Mas,nos cinco, a FAO orga-niza os produtores. bom lembrar que parteda alimentao escolar[no Brasil] era feita peloPMA at o incio dosanos 1990. um saltoque os pases tambmpodem dar, disse Ron-d. AlexanderWykeham Ellis, embai-xador britnico no Bra-sil e representante doDepartamento do ReinoUnido para o Desenvol-vimento Internacional,afirma que o pas inves-te no PAA Africa porqueo programa funciona.Meu pas capaz deaprender e no s ensi-nar. Posso ver uma coi-sa muito bem feita noBrasil e aprender como

    podemos fazer isso nosoutros pases, disse.

    Segundo GuidioneEzequiel Elias, da Asso-ciao Agropecuria Ti-limbique, de Moambi-que, o programa tilem questes como a re-gularizao e organiza-o dos produtores,alm de estrutura fsi-ca e qualidade da pro-duo. Estamos na faseinicial, mas est nosajudando muito. As as-sociaes [de produto-res] no estavam bemlegalizadas. Para ven-dermos nossos produtos,tambm era preciso terbons armazns. Cons-trumos celeiros e, nofim de tudo, consegui-mos vender o nosso pro-duto de boa qualidade,declarou, em participa-o no seminrio.

    Brasil referncia mundial no combate misria

    Caiu para 124 o nmero defalncias em janeiro no Pas

    Os pedidos de faln-cia chegaram a 124 emtodo o pas no ms dejaneiro, o que represen-tou queda de 25,75% nacomparao com janei-ro do ano passado quan-do foram registrados167 requerimentos. Osdados esto no Indica-dor Serasa Experian deFalncias e Recupera-es.

    Dos 124 requeri-mentos de falncia efe-tuados em janeiro de2014, 72 foram de mi-cro e pequenas empre-sas, 31 de mdias e 21de grandes. Segundo aSerasa Experian, desdeque a nova Lei de Fa-

    lncias entrou em vigor,em 2005, o ms com me-nor nmero de falnciasrequeridas foi fevereirode 2013, com 100 pedi-dos.

    De acordo com asanlises dos economistasda Serasa Experian, oatual cenrio de redues

    graduais dos nveis deinadimplncia, tanto dosconsumidores quantodas empresas, tem con-tribudo para o recuo nospedidos de falncias, emque pesem as sucessivaselevaes das taxas dejuros desde meados doano passado.

  • O Comit Olm-pico da ustria rece-beu uma carta comameaas de seques-tro contra dois atle-tas que representa-ro o pas na Olimp-ada de Inverno quecomea nesta sema-na em Sochi, na Rs-sia, disse o dirigentePeter Mennel agncia de notciasAPA na tera-feira(4).

    Ele confirmavaassim uma notcia di-vulgada pelo jornalKrone, segundo oqual a carta, aparen-temente procedenteda Rssia, fazia ame-aas contra MarliesSchild, estrela do es-qui slalom, e JanineFlock, que disputa aprova do skeleton.

    Uma porta-vozdo comit confirmou Reuters que a car-ta foi recebida, masno citou nomes.

    Militantes isl-micos tm feito ame-

    Comit da ustria recebe carta comameaa para Olimpadas de Inverno

    Sria descumpre prazo de entrega de substncias qumicasA Sria descum-

    priu nesta quarta-fei-ra (5) o prazo para aentrega de todas assubstncias qumicasdeclaradas aos inspe-tores de armas qumi-cas, o que deixa o pro-grama de desarma-mento com vrias se-manas de atraso e co-loca em xeque o prazopara a sua concluso,em 30 de junho.

    Conforme um acor-do acertado em outu-bro entre a Rssia e osEUA - o que ajudou aevitar uma ao mili-tar de Washington con-tra o regime de Basharal Assad -, Damascoconcordou em entre-gar todo o seu arsenalde armas qumicas at5 de fevereiro.

    Na tera-feira (4), aRssia disse que o go-verno srio, seu aliado,

    entregar em brevemais substncias qu-micas, mas diploma-tas ocidentais afir-mam no ver indica-es de que novosembarques sejam imi-nentes.

    A Sria prometeentregar um crono-grama Organizaopara a Proibio dasArmas Qumicas(Opaq), mas no in-formou quando issoacontecer.

    O ltimo envio desubstncias qumicaspara fora da Sriaaconteceu em 27 dejaneiro, e o novo pra-zo foi descumprido,segundo MichaelLuhan, porta-voz daOpaq. um statusquo at que tenhamosesse plano.

    A Sria j haviadescumprido um pra-

    zo de 31 de dezembro,quando deveria termi-nar de entregar osagentes qumicos maisvenenosos, incluindoos precursores do sa-rin e gs mostarda.

    At agora, a Sriamovimentou poucomais de 4 por centodas 1.300 toneladas in-formadas Opaq.

    Os dois pequenoscarregamentos de

    substncias qumicasesto sendo guarda-dos em um barco dina-marqus no Mediter-rneo.

    Pelo acordo entreRssia e EUA, motiva-do por um ataque comgs sarin que matoucentenas de civis per-to de Damasco, a Sriatem at 30 de junho -mais cinco meses -para eliminar comple-

    tamente seu progra-ma de armas qumi-cas.

    Damasco atribuios atrasos a proble-mas de segurana, in-cluindo a ameaa deataques rebeldes emestradas que do aces-so cidade porturiade Latakia. O governode Assad solicitoublindagens e equipa-mentos de comunica-

    14 | GAZETA DE VARGINHA

    INTERNACIONAL

    aas de cometeratentados durante aOlimpada em Sochi,que fica no oeste doCucaso Norte, re-gio russa de maio-ria muulmana.

    Vrios comitsolmpicos da Europae os Estados Unidosreceberam no ltimoms cartas em russofazendo ameaasterroristas, mas os

    organizadores doevento dizem no ha-ver perigo.

    Segundo o go-verno norte-america-no, cerca de 100 milmilitares, policiais eagentes da intelign-cia vigiaro os JogosOlmpicos de Sochi,que comeam no dia 7de fevereiro e termi-nam no dia 23.

    Os EUA, preo-

    Ministro alemofaz ameaa de

    sanes UcrniaO ministro ale-

    mo de RelaesExteriores, Frank-Walter Steinmeier,defendeu o uso desanes como umaameaa ao governoda Ucrnia casoKiev no encontreuma soluo para aprolongada e, emvrio momentos,violenta crise nopas.

    Os comentriosdo ministro social-democrata repre-sentam um tom di-ferente do adotadoat agora pela pri-m e i r a - m i n i s t r aconservadora An-gela Merkel, quedisse na semanapassada no ver anecessidade de san-es por enquanto.

    Acho que de-vemos agora mos-trar as sanescomo uma ameaa,

    disse Steinmeier TV alem ARD nanoite de segunda-feira, acrescentan-do que a Alemanhaprecisa estar pron-ta para optar poressas medidas casoa situao no me-lhore.

    A Ucrnia viveuma crise h maisde dois meses, porcausa da recusa dogoverno pr-russoem selar um acordocomercial e polticocom a Unio Euro-peia.

    Na segunda-fei-ra, uma porta-vozdo Departamentode Estado dos EUAdisse que Washing-ton e a UE estodiscutindo uma pos-svel ajuda financei-ra no caso de umnovo governo serformado na Ucr-nia.

    o adicionais. Mas osEUA e a ONU, que su-pervisionam conjunta-mente o programa dedestruio com aOpaq, disseram na se-mana passada que to-dos os equipamentosnecessrios para aoperao esto dispo-nveis para a Sria, eque o governo devecumprir sua parte omais rapidamentepossvel.

    O prximo prazoimportante em 31 demaro, quando as subs-tncias mais txicasdevem ser destrudasfora da Sria, num na-vio cargueiro especialdos EUA, o MV CapeRayl.

    Na quinta-feira,Sigrid Kaag, chefe damisso conjunta, fala-r sobre a operao ONU, em Nova York.

    cupados com a segu-rana, ofereceramseu colaborao Rssia em vrias oca-sies, sobretudo de-pois que dois atenta-dos suicidas ocorre-ram com menos de 24horas de diferena efaltando dois diaspara o Ano Novo nacidade russa de Vol-gogrado, tambm nosul do pas.

    O prximo prazo importante em 31 de maro, quando assubstncias mais txicas devem ser destrudas

    Segundo o governo norte-americano, cerca de 100 mil militares, policiaise agentes da inteligncia vigiaro os Jogos

    06 DE FEVEREIRO DE 2014

  • GAZETA DE VARGINHA | 15

    ESPORTE

    Zagueiro Edcarlos est em BH e podeassinar com o Galo ainda nesta quartaO Atltico-MG

    pode anunciar a con-tratao do zagueiroEdcarlos a qualquermomento. Jogador,de 29 anos, passoupor exames, em umaclnica na regiocentral de Belo Ho-rizonte, no incio datarde desta quarta-feira. Com passa-gem pelo Cruzeiro,em 2010 e 2011, odefensor trabalhoucom o atual tcnicodo Galo, Paulo Au-tuori, no So Paulo.Juntos no Morumbi,eles conquistaram aTaa Libertadores eo Mundial de Clubesda Fifa em 2005.Ano passado, Edcar-los defendeu Seong-nam na Coreia doSul. Procurada pelareportagem, a asses-soria do Atltico-MG no oficializou anegociao com o jo-

    gador. Em rpidaconversa com o Glo-bo Esporte, o za-gueiro tambm noquis confirmar oacerto.

    - Estou fazendoos exames. Depoisvou conversar, disse

    Edcarlos. Com doiszagueiros no depar-tamento mdico, oclube corre contra otempo para repor acarncia na defesa.O prazo para a ins-crio de atletaspara a fase de gru-

    pos da Libertadoresse encerra na prxi-ma segunda-feira.Na tera-feira, oGalo estreia na Li-bertadores, contra oZamora, na cidadede Barinas, naVenezuela.O capi-

    to, Rver, est comuma inflamao notornozelo esquerdoe foi vetado para ojogo de hoje, contrao Tombense, peloCampeonato Minei-ro, no Independn-cia. Segundo o mdi-co do Atltico-MG,Rodrigo Lasmar, ojogador dvidapara o jogo de tera.

    - O Rver tem uminflamao no torno-zelo esquerdo, noest totalmente re-cuperado e j estfora do jogo de ama-nh. Queremos recu-per-lo para quepossa viajar paraprimeira disputa daLibertadores, vamosver a evoluo e pre-cisamos de maistempo para ver aresposta clnica queele vai dar.

    O reserva imedi-ato da zaga, Emer-

    son, sofreu fraturana fbula direita, noltimo domingo, e sovolta aos campos nosegundo semestre.Com isso, o Galo temapenas o jovem Je-merson para a su-plncia no setor. Odiretor de futebol doAtltico-MG, Eduar-do Maluf, reconheceque a corrida em bus-ca de um zagueiro prioridade, j que oclube pensava emtrazer um defensorjovem, para comporo grupo. - Essa bus-ca de momento. Agente tinha o Rvere o Leonardo Silva, oEmerson e tinha oJemerson, que ozagueiro mais jovem.Mas com essa contu-so do Emerson, agente passa ter umanecessidade maior.E vamos agir rpido declarou.

    Damio admite alvio com estreia evaloriza pr-temporada mais longa

    O atacante Lean-dro Damio est ali-viado com a possibili-dade de, enfim, estre-ar pelo Santos nestaquinta-feira, s 21h(de Braslia), contra oLinense, em Lins(SP), pela sexta roda-da do CampeonatoPaulista. Nesta quar-ta-feira, ele concedeua primeira entrevistacoletiva desde suaapresentao, h umms, e, apesar de ain-da esperar o nomeaparecer no BoletimInformativo Dirio(BID) da CBF, cele-brou a provvel chan-ce no time dirigidopor Oswaldo de Oli-veira. - Estava combastante vontade dejogar, e a diretoria re-solveu essa questo.Acho que d sim um

    alvio de poder jogar,fazer o que mais gos-to e vestir essa cami-sa (do Santos), que o mais importante afirmou.

    O atacante admi-tiu que no participardas cinco primeirasrodadas do Paulistofoi um prejuzo, masminimizou a demorae valorizou o fato deter podido realizaruma pr-temporada

    mais longa que os de-mais companheiros.

    - Tenho objetivos equero estar semprejogando, mas fiz umapr-temporada nor-mal, quase um ms in-teiro. No foram ape-nas 15 dias e j tendode jogar. Isso foi im-portante tambm destacou.

    A estreia de Lean-dro Damio dependiado pagamento ao In-

    ternacional da segun-da das quatro parce-las da compra do joga-dor, que custou R$ 42milhes. A DoyenSports, fundo que fi-nanciou a contrata-o, depositou na sex-ta-feira o montantereferente parcela(R$ 10,5 milhes).Com o dinheiro dis-posio na conta, oPeixe pagou o Colora-do na tera-feira.

    Pato, Sheik e Guerrero

    contratam guarda-costas

    aps invaso

    A invaso de umgrupo de torcedoresao CT do Corinthians,no ltimo sbado, ins-talou o clima de medoentre os atletas, prin-cipalmente os maishostilizados: EmersonSheik, Pato e Guerrei-ro. Aps os aconteci-mentos, estes trsatletas passaram aandar acompanhadosde seis seguranasparticulares. A infor-mao do jornal "Fo-lha de S. Paulo".

    - uma questoparticular dos atletas.O Corinthians cuidada integridade fsica

    dos atletas enquantoeles esto no clube. OCorinthians sempremanteve dilogo comas organizadas e notivemos problemas.Agora, isso (o dilogo)acabou - disse Ronal-do Ximenes, diretorde futebol. Alm dosguarda-costas dos trsatletas, outros 18 segu-ranas, contratadospelo Corinthians, pro-tegem o elenco no CTe vo seguir com a de-legao para o Paca-embu, palco do jogodesta quarta-feira,contra o Bragantino,pelo Paulisto.

    O prazo para a inscrio de atletas para a fase de grupos daLibertadores se encerra na prxima segunda-feira

    O atacante admitiu que no participar das cinco primeiras rodadas do Paulisto

    06 DE FEVEREIRO DE 2014

  • 16 | GAZETA DE VARGINHA 06 DE FEVEREIRO DE 2014

    ESPORTE

    Futebol amador vai movimentarequipes da regio do Sul de Minas

    Em maro, a bolacomea a rolar nosgramados de mais deuma dezena de cida-des da regio. Estodefinidas a 13 CopaRecord de FutebolAmador e a Copa SulMineira de FutebolMirim, Infantil e Ju-venil de 2014.

    A Copa Record vaireunir doze equipes,de uma dzia de cida-des, em trs meses dedurao. E as equipesfinalistas, alm detrofus, recebem pr-mio em dinheiro. Parao campeo, R$ 8 milreais. O vice leva ametade, ou R$ 4 mil.

    Nesta semana aLiga Sulmineira deFutebol Amador sereuniu e acertou as

    condies para os tor-neios regionais mi-rim, infantil e juvenil.Confirmaram presen-a 48 equipes, 16 emcada modalidade. S-

    bado(8) no Senaiacontece o congressotcnico quando serodefinidas as chaves.

    A abertura festivaoficial acontece no

    O elenco do Boa Es-porte est rindo a toaneste incio de estadu-al. Afinal, foram doisjogos com vitrias incon-testveis que garanti-ram a liderana isoladado Campeonato Minei-ro. No entanto, mesmocom o clima de festa, preciso que os jogadorestenham humildadepara continuar a cami-nhada. Pelo menos oque pensa o tcnico Neyda Matta que, para queo Boa continue no topo,tem cuidado tambm daparte psicolgica dosatletas.

    Temos que tomar

    cuidado pra vaidadeno tomar conta. gos-toso e satisfatrio verque o nosso trabalhoest dando certo, mas

    temos que ter equilbrio afirma.

    E esse gosto bom deestar no alto da tabelatem deixado os jogado-

    res otimistas, como ocaso do atacante BrunoAquino, que no escon-de a alegria de ver obom momento que oBoa Esporte est pas-sando.

    - gostoso quandovoc vai dormir, olha atabela e v que seu timeest no topo. Vai ser di-fcil manter a liderana,mas vamos buscar issoat o fim da competio- alega o atacante.

    Este o melhor in-cio de estadual do BoaEsporte desde que aequipe se mudou paraVarginha. E para queeste torneio continue

    sendo especial, Ney daMatta acredita que tudovai depender de como osjogadores vo encarar aboa fase.

    Essa situao vaidurar de acordo com oque a gente vive aqui,

    dia seis de maro,quando estar em dis-puta a Taa da Amiza-de.

    A bola rola de fatono dia 15 de maro.

    Equipes da CopaRecord

    Gremio Anchieta Santa Rita do Sapu-cai, E.C.So Jorge Juruaia, E.C. Chapa-do Alfenas, Altero-sa E.C. Alterosa,Tac Trs Pontas,A.E. Coqueirense Coqueiral, C.R. Cam-pomeiense Campodo Meio, Santo Ant-nio do Amparo, Ma-chado E.C., Nepomu-ceno, Ipiranga Cru-zilia, Campos Gerais,Atlhetic So JooDel Rei,

    Torneios mirim,infantil e juvenil

    Corintians EsporteClube - Aguanil, Asso-ciao Atltica Interna-cional Carmo da

    do jeito que ns vamosencarar essa situao-completou o treinador.

    Na prxima rodada,o lder Boa Esporte vaia Sete Lagoas enfrentaro Minas do domingo naArena do Jacar.

    Em maro, a bola comea a rolar nos gramados de mais de dez cidades da regio

    Mata, Associao Es-portiva Coqueirense -Coqueiral, Esporte Clu-be Recreativo do Sul Machado, AlpinpolisFutebol Clube /ProjetoCEL- Alpinpolis, Es-porte Clube Palmeri-nha - Guaxup, BolaPreta Futebol ClubeEli Mendes, Semel Varginha, AVE Vargi-nha, Escolinha Mirzi-nho Guedes Ilicinea,Clube Atltico Espere-ancense Boa Espe-rana, Atlhetic Clube So Joo Del Rei

    Alterosa FutebolClube Alterosa, Gua-p Esporte Clube Guap, Escolinha deCarmo de Minas Car-mo de Minas, EsporteClube Vila Rica/TAC Trs Pontas.

    Para seguir na ponta do Mineiro, Ney alerta equipe contra vaidade

  • AC CORRETOR DE IMVEISAC CORRETOR DE IMVEISAC CORRETOR DE IMVEISAC CORRETOR DE IMVEISAC CORRETOR DE IMVEIS

    304 REZENDE - Im-vel de alto padro e finoacabamento, garagempara 04 carros, portoeletrnico, frente ava-randada, sala social, salade jantar com piso emporcelanato, 03 quartos(sendo um sute comclosed e armrio embu-tido e dois com armri-os), sala de tv com es-tante, cozinha amplacom armrios modula-dos, rea de servios,quintal amplo com lindavista panormica, reade lazer, escritrio em 02pavimentos: trreo comamplo salo, churras-queira, primeiro pavi-mento com ampla salacom estante, podendoser usada com escritrioou atividade recreativa.Canil.R$ 750.000,00

    371 - N. S. DAS GRAAS Casa em tima localiza-o, com garagem para 2carros e escritrio. Pavi-mento superior com frenteavarandada, 3 quartos (su-te), WC social, sala soci-al, copa, cozinha, quintalcom rea de servios, de-pendncias de empregada,rea coberta com churras-queira. R$ 280.000,00

    372 BELA VISTA Im-vel novo, em timo estadode conservao, com por-to eletrnico, sala, copa/cozinha, 3 quartos, WCsocial, varanda. rea deservios e rea de lazer comchurrasqueira e fogo alenha. Garagem para 2 car-ros. R$ 250.000,00

    334 VILA PINTO II Casa nova, primeira mo-rada, alto padro e finoacabamento. Garagempara 4 carros, sala socialem trs ambientes, 3 quar-tos amplos (sute), WCsocial, sala de jantar, sslade TV, copa, cozinha am-pla. rea externa com am-plo salo coberto e WC.Quintal tambm amplo,com linda vista para a ci-dade. Localizao privile-giada. Piso frio em porce-lanato; quartos e corredo-res em taco. Energia so-lar. R$ 750.000,00

    355 PARK URUPS Casa nova, primeira morada,com 4 quartos(sute comclosed), WC social, salaampla, cozinha americana,quintal com rea de servi-os, lavanderia, churras-queira. Piso interno e exter-no em porcelanato. Aqueci-mento solar. tima localiza-o. R$ 400.000,00

    CASASVendas

    326 REZENDE - Casade alto padro, em lotede 720,00m, com frenteavarandada, sala social,sala de jantar, sala de tv.,03 sutes(sute principal

    400 REZENDE - Im-vel de alto padro e finoacabamento, primeira mo-rada, estrutura de quali-dade, com cmodos am-plos, ambientes reala-dos com decorao mo-derna e excelente rea delazer. Subsolo com amplosalo, rea gourmet, sau-na e rea de servios. Te-lhado colonial, aqueci-mento com energia solar.Porto eletrnico. Entra-da principal avarandadapara sala social em 3 am-bientes, 3 quartos amplos(sute com closed, hidro ,box de blindex e varan-da), wc social com box deblindex. Cozinha em doisambientes distintos, for-matao moderna comilha de granito no centro,rea de ventilao na la-teral, varanda nos fundoscom pequena rea de ser-vios emergencial. R$ 430. 000, 00

    393 - REZENDE - Casanova, de alto padro efino acabamento, comlinda fachada, em timolocal no bairro Rezende -Frente ajardinada e ava-randada, com garagempara at 4 carros, portoeletrnico, cerca eltricae alarme. Sala social esala de jantar amplas, 3quartos (Suite), armriosembutidos. Cozinha am-pla, estilo moderno, comarmrios modulados,coifa, cook top, fornoeltrico e microondas emao inox. rea de lazercom cozinha gourmet,armrios modulados,churrasqueira, cook tope balco de servir. Quin-tal amplo com spa, du-cha e quarto de despejoavarandado, rea de ser-vios. rea construdade 200,00 m2 em lote de360,00 m2. R$ 550.000,00

    A-016 - CENTRO Im-vel comercial ou residen-cial com 3 quartos, banhei-ro,2 salas, cozinha, rea deservio R$ 1,200,00

    A-004 PARK URUPS Casa com 3 quartos (su-te), WC social, sala,copa, cozinha, rea de ser-vios e garagem para 1carro.R$ 750,00

    CASAS

    A-004 VILA PINTO: Apartamento com 03quartos (sute), 2 quar-tos com armrios embu-tidos, WC social, sala em02 ambientes, cozinha,despensa, rea de servi-os com dependncia deempregadae garagempara 01 carro. R$ 1. 400,00

    com closed e hidro), to-dos com armrios embu-tidos, cozinha amplacom armrios. despensa.quintal amplo com am-biente de churrasqueirae fogo lenha, depen-dncia de empregada.rea de lazer com sauna,piscina com cascata, emquintal amplo. canil. ga-ragem para 4 carrosR$ 780. 000 ,00

    311- REZENDE- Imvelde altissimo padro efino acabamento, situa-do em rea nobre do Re-zende, em lote de 570,00m2 e com rea constru-da de 370,00m2.Arquitetura moder-na, ambientes amplos,com visibilidade inigua-lvel da cidade e arredo-res; excelente rea de la-zer com piscina e salode festas com churras-queira, fogo a lenha.Suite master totalmenteavarandada, ampla, comclosed e sala de banho.Aquecimento com ener-gia solar.R$ 850.000,00

    366 VILA PINTO Apartamento de timopadro, em local nobre,com vista panormicapara a cidade, no alto VilaPinto, com 3 quartos (su-te), todos os quartoscom armrios embutidos,WC social, sala socialem 3 ambientes, avaran-dada, cozinha com arm-rios modulados,

    360 VILA PAIVA Im-vel residencial em local pri-vilegiado, lote de 689,00m2,

    APARTAMENTO

    325 BOM PASTOR Casa em tima localizaoe excelente acabamentono alto Bom Pastor, com220,00m2 de rea constru-da; sala ampla, sala dejantar ampla, sute comarmrios embutidos deexcelente qualidade, doisquartos, WC social;WCs com box de blindex,lavatrios e vasos de es-tilo moderno; cozinhaampla, todos os quartoscom armrios embutidosembutidos de ampla. To-dos os quartos com arm-rios embutidos de exce-lente qualidade. Cobertu-ra ampla com vista mara-vilhosa da cidade, obri-gando mais um quarto,rea gourmet com chur-rasqueira e bar, WC soci-al. Garagem.R$ 250. 000,00

    327 CENTRO - Apar-tamento de alto padro efino acabamento, comsala social em tbua cor-rida, avarandada comsanka nos seus 03 ambi-entes, sala de jantar, la-vabo, wc. social, 04quartos(sendo 02 su-tes). todos os quartoscom armrios moduladose estantes, copa, cozinhacom bancadas em grani-to, armrios. rea de ser-vios, garagem. um apar-tamento por andar.R$ 700.000,00

    361 VILA PINTO Apartamento novo, comuma vaga de garagem,sala social, sala de jantar,3 quartos(suite), todosos quartos com armriosembutidos, WC social,cozinha com armriosmodulados avarandada.rea externa com WC elavanderia e quarto dedespensa.R$ 350.000,00

    APARTAMENTOS

    A-010 VILA PINTO: Apartamento com 03quartos (sute), 2 quartoscom armrios embutidos,WC social, sala em 02 am-bientes, cozinha, despen-sa, rea de servios comdependncia de empre-gada e garagem para 01carro. MobiliadoR$ 1.400,00

    A-014 SANTA LUIZA- Apartamento com 3quartos (suite), wc soci-al, sala ,em 2 ambientes,cozinha, rea de servi-os com wc da emprega-da e garagem para 2 car-ros.R$ 800,00

    CLASSIFICADOS www.jornalgazetadevarginha.com VARGINHA, FEVEREIRO DE 2014

    Aluguel

    rea de servios com depen-dncias de empregada e ga-ragem para 1 carro. Saloamplo para festas com cozi-nha, churrasqueira, WC fe-minino e masculino, saunae portaria 18 horas. R$500.000,00

    rea construda de 385,00 m2,frente ajardinada e avaranda-da. Garagem para 4 carros,sala social em 3 ambientes,sute de hospedes. Sala deTV 3 quartos amplos comarmrios (sute), WC so-cial, todos os quartosavarandados. Copa e co-zinha amplas com armri-os modulado despensa.rea de servios com de-pendncias de empregada,quintal amplo com pisci-na, salo com churras-queira, fogo a lenha eWC social. Telhado colo-nial e aquecimento solar. R$ 990.000,00

  • Construir para desenvolver!!!

    FBRICA DEBLOCOS

    LUCIANOAvenida dos Imigrantes, 4.425

    Vargem - Varginha - MGFone: 3223-8833 / 9971-0206

    Blocos - CanaletasAreias - Britas

    A Fbrica de Blocos Luciano tem atendido grandes obrasem Varginha e regio! Com qualidade e presteza tem feitocom que seus clientes se mantenham sempre satisfeitos.

    ANNCIOS www.jornalgazetadevarginha.com VARGINHA, FEVEREIRO DE 2014

  • GAZETA DE VARGINHA 06 DE FEVEREIRO DE 2014

    REGIONAL

    Um jovem de 19anos suspeito de terparticipado da mortedo representante co-mercial Wilson LopesDuarte, de 42 anos, seapresentou PolciaCivil de Guaxup nes-ta tera-feira (4). Elecompareceu delega-cia acompanhado deum advogado, masnegou ter matado ohomem no ltimo dia23 de janeiro.

    Ao ser ouvido, orapaz disse aos dele-gados responsveispelo caso, Gabriel Bel-chior Joo e Alexan-dre Campezato, queesteve com a vtima

    Suspeito de latrocnio se apresenta Polcia Civil no municpio de Guaxup

    Um caixa eletrni-co do Banco do Brades-co ficou danificado apsuma exploso durantea madrugada destaquarta-feira (5) emCandeias. Segundo aPolcia Militar, os cri-minosos usaram dina-mites para explodir oequipamento e roubaro dinheiro, mas a quan-tia levada no foi divul-gada.

    De acordo com osmilitares, um carro dapolcia estava prximoao local no momento dofurto e os policiais ou-viram a exploso. Emseguida, a central deoperaes recebeu liga-es com a denncia,mas, quando chegaramao local, os suspeitos jtinham fugido.

    Criminosos explodem caixa eletrnico de banco em Candeias

    antes do crime, masque foi embora e s

    soube da morte horasdepois.Mesmo assim,

    ele foi preso preven-tivamente no presdio

    da cidade e permane-cer detido enquantoaguarda deciso judi-cial. O caso tratadocomo latrocnio, jque objetos pessoaisda vtima foram rou-bados, como a cartei-ra, o celular e um cor-do de ouro.

    O casoO crime aconteceu

    no dia 23 de janeirono bairro Ouro Verde.A vtima foi encontra-da cada, com bastan-te sangue ao redor evrias lajotas de cons-truo sujas, possivel-mente usadas no cri-me. Parte da arcada

    dentria do homemtambm foi encontra-da no local.

    Na ocasio umaadolescente de 17anos foi apreendidaprxima ao local. Ela suspeita de envolvi-mento com o crime, jque foram encontra-das manchas de san-gue no corpo e nasroupas dela e ela es-tava com o carro, complacas de So Joo daBoa Vista (SP), daempresa em que a v-tima supostamentetrabalhava. Ela foi le-vada para a delegacia,prestou depoimento efoi liberada.

    Corpo de Wilson Lopes Duarte foi encontrado no meio do mato no bairro Ouro Verde

    O banco foi isoladoat a chegada da per-cia da Polcia Civil e aPM se empenha embuscas pela regio paratentar localizar os cri-minosos.

    Este foi o 4 regis-tro de exploses a cai-xas eletrnicos em2014. Em 2013 foramregistradas 77 ocorrn-cias deste tipo no Sulde Minas.De acordocom os militares, umcarro da polcia estavaprximo ao local nomomento do furto e ospoliciais ouviram a ex-ploso. Em seguida, acentral de operaesrecebeu ligaes com adenncia, mas, quandochegaram ao local, ossuspeitos j tinham fu-gido.

    Funcionrios voltam a manifestarem frente a indstria em Itajub

    Funcionrios deuma empresa de hi-giene e limpeza emItajub voltaram aprotestar nesta ter-a-feira (4) contra amorte de um jovemde 20 anos, que teve90% do corpo quei-mado em um aciden-te de trabalho no l-timo sbado (1). Se-gundo os funcionri-os, o mecnico demanuteno DennerRealino morreu apsa exploso de umequipamento no se-tor em que trabalha-va.

    Segundo o sindi-cato, cerca de 200 ma-nifestantes foram ata porta da indstriacom cartazes paraprotestar contra ascondies de traba-

    lho. Uma carta distri-buda no local pelosfuncionrios mostra-va vrias dennciascomo a falta de briga-distas, problemas nasmquinas, nmero in-

    suficiente de extin-tores e instalaesprecrias. A mani-festao foi pacficae contou com a pre-sena da Polcia Mi-litar.

    Nesta segunda-feira (4), cerca de 40funcionrios fizeramum protesto tam-bm diante da inds-tria. Nenhum res-ponsvel da fbricafoi encontrado parafalar sobre o caso. Omecnico foi enter-rado no ltimo do-mingo (2), em Piran-guinho.

  • O avast! Mobile Se-curity um app paraAndroid que une duasfunes indispensveispara o seu aparelho:antivrus que protegeseus dados pessoais,alerta para URLs in-fectadas e impede a in-vaso do aparelho; etambm, um antirrou-bo, que possibilita quevoc tenha acesso a di-versas funes remota-mente. Faa o downlo-ad grtis e fique segu-ro.

    O avast! Mobile Se-curity funciona em ba-ckground, ou seja, ficaescondido, invisvel, oque o torna difcil deser encontrado para serdesativado. Essa suainvisibilidade co-nhecida e recomenda-da por especialistas emsegurana da informa-o.

    A Sony est nego-ciando com um fundode investimento ja-pons a venda da suadeficitria diviso decomputadores Vaio,afirmou uma fontefamiliarizada com oassunto nesta quarta-feira (5). As vendasdos PCs tradicionaistm diminudo com apopularizao dossmartphones e ta-blets. A previso paraas remessas mundi-ais de computadorestotaliza 278 milhesde unidades em 2014,uma queda de 7% emrelao a 2013, deacordo com o grupode pesquisas Gart-ner. Uma nova com-panhia seria formadapelo Japan Industri-al Partners para as-sumir as operaesda Vaio no Japo, dis-

    se a fonte. O fundocomprador deve man-ter praticamente os 1mil postos de traba-lho da diviso emuma nova empresa nopas, na qual a Sonyter apenas uma pe-quena participao.Segundo o jornal fi-nanceiro japons Ni-kkei, o valor da ven-da da unidade gira

    em torno de 50 bi-lhes de ienes (cercade US$ 493 milhes).

    O Nikkei acres-centa que a nova com-panhia continuariavendendo computa-dores com a marcaVaio no Japo, masque o nome poderiadesaparecer de vri-os outros pases. Noentanto, o canal de

    TV japons NHKinformou no sbado(1) que a companhiachinesa de tecnologiaLenovo negocia acompra da marcaVaio no exterior. ASony entrou no mer-cado de computado-res em 1996 e anona maior fabrican-te mundial de PCs.Porm, a empresa

    GAZETA DE VARGINHA

    TECNOLOGIA

    Seu antivrus fazvarreduras perodicasem seu dispositivo (prdeterminadas peloagendamento) a cadavez que um novo app reconhecido e sempreque voc abrir umaaplicao.

    Ele tambm exibeum relatrio de anlisedos componentes e avi-

    sa se algum possui po-tencial risco de privaci-dade. O recurso antir-roubo composto poruma srie de funesque permitem bloquearo aparelho caso seja in-serido um carto SIMno autorizado, almde disparar uma sire-ne. Ele tambm podeenviar-lhe uma notifi-

    Sony negocia venda da diviso dePCs Vaio a fundo japons, diz fonte

    Mobile Security, proteja seudispositivo de vrus e roubos

    App Google Maps indicar

    o caminho com trnsito

    menos congestionadoUma atualiza-

    o do aplicativo doGoogle Maps lanadanesta tera-feira (3)avisa aos motoristasquais so as vias emque trfego est me-nos carregado. O up-date com esse meca-nismo vale tanto parao aplicativo que rodano iPhone quantopara o voltado a dis-positivos Android.

    Isso quer dizerque em situaes emque um motorista es-tiver preso no trnsi-to, o aplicativo irenviar um alerta sehouver uma via alter-nativa menos conges-tionada. O aviso che-ga at a informarquanto tempo serpoupado ao escolhera rota sugerida.

    Para isso, o mo-torista dever acio-

    cao (em um disposi-tivo secundrio) com onovo nmero de telefo-ne e localizao.

    A aplicao trazconsigo um gerencia-dor de apps, que mos-tra sua lista de aplica-tivos em execuo, otamanho (em MB), ouso da CPU, memriaocupada e livre, tarefase comandos em execu-o e, a possibilidade deparar ou desisntal-los.Uma forma de tornarseu app avast! MobileSecurity ainda maissecreto a possibilida-de de renome-lo comqualquer outra nomen-clatura, como jogo dasorte, tornando aindamais difcil de ser loca-lizado por quem tenhams intenes. Ele vemem ingls, gratuito ecompatvel com o An-droid 2.1 ou superior.

    nar a funo do Mapsque elabora rotas.Para acessar o novoservio, os donos deiPhone tm de baixara nova verso do app.J os usurios de apa-relhos Android noprecisam.

    O sistema doGoogle Maps, tantodo aplicativo quantoda verso para PCs,rene informaes dediversas fontes, comodados de trnsito daSPTrans, em So Pau-lo, at de fontes me-nos bvias como a con-centrao de telefo-nes Android em umadada via se muitoscelulares esto para-dos em uma rua, porexemplo, provavel-mente h uma grandeconcentrao de car-ros e h congestiona-mento.

    que chegou a ve