of 41/41
Curso Técnico em Agropecuária integrado ao ensino médio Profa: Joana Paixão Gestão Ambiental Sistema Nacional de Unidade de Conservação

Gestão Ambiental Sistema Nacional de Unidade de Conservação fileProteger e recuperar recursos hídricos e edáficos Recuperar ou restaurar ecossistemas degradados. Objetivos do

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Gestão Ambiental Sistema Nacional de Unidade de Conservação fileProteger e recuperar recursos...

Curso Tcnico em Agropecuria integrado ao ensino mdio

Profa: Joana Paixo

Gesto Ambiental

Sistema Nacional de Unidade de Conservao

Unidade de conservao

Espao territorial e seus recursos ambientais (incluindo a gua), com caractersticas naturais relevantes, legalmente

institudo pelo Poder Pblico, com objetivos de conservao e limites definidos.

Preservao

Proteo a longo prazo das espcies,

habitats e ecossistemas,

manuteno dos processos ecolgicos

Proteo Integral

Ecossistemas sem alterao humana, admite apenas o uso indireto dos

atributos naturais

Manejo

Procedimento que visa assegurar a conservao da diversidade biolgica

dos ecossistemas

Uso indireto

No envolve consumo, coleta, dano, destruio

dos recursos naturais

Uso direto

Envolve coleta e uso, comercial ou no, dos recursos

naturais

Uso sustentvel

Explorao de maneira a garantir a perenidade dos

recursos, mantendo a biodiversidade, de forma

socialmente justa e economicamente vivel

Recuperao

Restituio de um ecossistema ou de uma populao degradada a

uma condio no degradada, que pode ser diferente de sua condio

original

Restaurao

Restituio de um ecossistema ou de uma

populao degradada o mais prximo possvel da sua

condio original

Zoneamento

Definio de zonas em uma UC com o objetivo de manejo para que os

objetivos da UC possam ser alcanados

Plano de Manejo

Documento tcnico que estabelece o

zoneamento, normas de uso da rea e o manejo dos recursos naturais

Zona de Amortecimento

Entorno de UC, onde atividades humanas esto sujeitas a normas erestries especficas, para reduzir impactos sobre a UC

Corredores ecolgicos

Pores de ecossistemas naturais ou seminaturais, ligando UC,

Possibilitam fluxo de genes e movimento da biota,

Facilita disperso de espcies e recolonizao de reas degradadas,

Permite a manuteno de populaes que demandam reas com maior extenso que em UC individuais.

Objetivos do SNUC:

Contribuir para a manuteno da biodiversidade e dos recursos

genticos brasileiros

Objetivos do SNUC:

Proteger as espcies ameaadas de extino

Objetivos do SNUC:

Contribuir para a preservao e a restaurao as diversidade de

ecossistemas naturais

Promover o desenvolvimento sustentvel a partir dos recursos

naturais

Objetivos do SNUC:

Promover a utilizao dos princpios e prticas de

conservao da natureza no processo de desenvolvimento

Proteger paisagens naturais de notvel beleza cnica

Objetivos do SNUC:

Proteger caractersticas relevantes de natureza:

Geolgica Geomorfolgica Espeleolgica

Objetivos do SNUC:

Proteger caractersticas relevantes de natureza:Arqueolgica

Paleontolgica

Cultural

Objetivos do SNUC:

Proteger e recuperar recursos hdricos e edficos

Recuperar ou restaurar ecossistemas degradados

Objetivos do SNUC:

Proporcionar meios e incentivos para atividades de pesquisa cientfica, estudos, monitoramento ambiental

Objetivos do SNUC:

Valorizar econmica e socialmente a diversidade biolgica

Favorecer condies e promover a educao e interpretao

ambiental, a recreao em contato com a natureza e o turismo

ecolgico

Objetivos do SNUC:

Favorecer condies e promover a educao e interpretao ambiental, a recreao em contato com a natureza e o turismo

ecolgico

Objetivos do SNUC:Proteger os recursos naturais necessrios subsistncia de

populaes tradicionais, respeitando e valorizando seu conhecimento e sua cultura, e promovendo-as social e

economicamente.

Unidades de Proteo Integral

Unidades de Uso Sustentvel

Objetivo: Preservar a natureza, sendo admitido somente o uso indireto dos recursos naturais

Objetivo: Compatibilizar a conservao da natureza com o uso

sustentvel de parcela dos seus recursos naturais

I Estao Ecolgica

II Reserva Biolgica

III Parque Nacional

IV Monumento Natural

V Refgio da Vida Silvestre

I rea de Proteo Ambiental

II rea de Relevante Interesse Ecolgico

III Floresta Nacional

IV Reserva Extrativista

V Reserva de Fauna

VI Reserva de Desenvolvimento Sustentvel

VII Reserva Particular do Patrimnio Natural

Unidades de Proteo Integral

I Estao Ecolgica

Preservao da natureza e realizao de pesquisas cientficas

Pblico

Proibida Visitao, exceto para objetivos educacionais

Pesquisa cientfica depende de autorizao prvia

Alteraes permitidas: restaurao, manejo preservacionista, coleta com fins cientficos(mx 3% da UC/ 1,5 mil ha)

Unidades de Proteo Integral

II Reserva Biolgica

Preservao integral da biota, sem interferncia humana direta ou modificaes ambientai, excetuando-se recuperao de ecossistemas alterados e aes de manejo necessrias para recuperar e preservar o equilbrio natural, a diversidade biolgica e os processos ecolgicos naturais

Pblico

Proibida Visitao, exceto para objetivos educacionais

Pesquisa cientfica depende de autorizao prvia

Unidades de Proteo Integral

III Parque Nacional

Preservao de ecossistemas naturais de grande relevncia ecolgica e beleza cnica, possibilitando a realizao de pesquisas cientficas e o desenvolvimento de atividades de educao e interpretao ambiental, de recreao e turismo ecolgico.

Pblico

Visitao sujeita a normas e restries estabelecidas no Plano de manejo e pelo rgo administrador

Pesquisa cientfica depende de autorizao prvia

Quando criadas pelo Estado ou Municpio: Parque Estadual e Parque Natural Municipal

Unidades de Proteo Integral

IV Monumento Natural

Preservao de stios naturais raros, singulares ou de grande beleza cnica.

Pode ser Particular ou Pblico

Visitao sujeita a condies e restries estabelecidas no Plano de manejo e s normas estabelecidas pelo rgo administrador

Pesquisa cientfica depende de autorizao prvia

Quando criadas pelo Estado ou Municpio: Parque Estadual e Parque Natural Municipal

Unidades de Proteo Integral

V Refgio da Vida Silvestre

Proteger ambientes naturais onde se asseguram condies para a existncia ou reproduo de espcies ou comunidades da flora local e da fauna residente ou migratria

Pode ser Particular ou Pblico

Visitao sujeita a normas e restries estabelecidas no Plano de manejo e s estabelecidas pelo rgo administrador

Pesquisa cientfica depende de autorizao prvia do rgo responsvel pela administrao

I rea de Proteo Ambiental

rea em geral extensa, com certo grau de ocupao humana, dotada de atributos abiticos, biticos, estticos ou culturais importantes para a qualidade de vida e o bem-estar das populaes humanas

Objetivo de proteger a diversidade biolgica, disciplinar a ocupao e assegurar sustentabilidade do uso dos recursos naturais

Pblica ou Privada

As condies para pesquisa cientfica e visitao estabelecidas pelo rgo gestor, exceto propriedade privada condies do proprietrio

APA Conselho presidido pelo rgo responsvel pela administrao e constitudo por representantes de rgos pblicos, ONGs, populao residente.

Unidades de Uso Sustentvel

II rea de Relevante Interesse Ecolgico

rea em geral de pequena extenso, com pouca ou nenhuma ocupao humana, com caractersticas naturais extraordinrias ou que abriga exemplares raros da biota regional

Objetivo de manter os ecossistemas naturais de importncia regional ou local e regular o uso admissvel dessas reas,

Pblica ou Privada

Unidades de Uso Sustentvel

III Floresta Nacional

rea com cobertura florestal de espcies predominantemente nativas

Objetivo do uso mltiplo sustentvel dos recursos florestais e a pesquisa cientfica, com nfase em mtodos para explorao sustentvel de florestas nativas

Pblica

admitida permanncia de populaes tradicionais que a habitam quando de sua criao

Visitao permitida, condicionada s normas do manejo da UC pelo administrador

Conselho consultivo presidido pela administrador e constitudo por representantes de rgos pblicos, ONGs, populaes tradicionais residentes

Quando criada pelo estado ou municpio: Floresta Estadual/ Floresta Municipal

Unidades de Uso Sustentvel

IV Reserva Extrativista

rea utilizada por populaes extrativistas tradicionais,cuja subsistncia baseia-se no extrativismo, agricultura de subsistncia, criao de animais de pequeno porte

Objetivo de proteger os meios de vida e a cultura dessas populaes, e assegurar o uso sustentvel dos recursos naturais da unidade

Pblica, com uso concedido s populaes extrativistas tradicionais

Gerida por um conselho deliberativo, presidido administrador e constitudo por representantes de rgos pblicos, ONGs, populaes tradicionais residentes

Visitao permitida, de acordo com plano de manejo

Pesquisa cientfica permitida e incentivada, sujeita prvia autorizao

Plano de Manejo aprovado pelo Conselho

Proibida explorao de recursos minerais e caa amadorstica ou profissional

Explorao comercial de recursos madeireiros s ser admitida em bases sustentveis e em situaes especiais.

Unidades de Uso Sustentvel

V Reserva de Fauna

rea natural com populaes animais de espcies nativas, terrestres ou aquticas, residentes ou migratrias, adequada para estudos sobre o manejo econmico sustentvel de recursos faunsticos

Pblica

Visitao permitida, condicionada s normas do manejo da UC pelo administrador

proibido o exerccio da caa amadorstica ou profissional

A comercializao de produtos e subprodutos resultantes das pesquisas obedecer ao disposto nas leis sobre fauna.

Unidades de Uso Sustentvel

VI Reserva de Desenvolvimento Sustentvel

rea natural que abriga populaes tradicionais, cuja existncia baseia-se em sistemas sustentveis de explorao dos recursos naturais, desenvolvidos ao longo de geraes e adaptados s condies ecolgicas locais e que desempenham um papel fundamental na proteo da natureza e manuteno da biodiversidade

Objetivo de preservar a natureza e assegurar condies e meios para a reproduo e a melhoria dos modos e da qualidade de vida e explorao dos recursos das populaes tradicionais

Pblica

Conselho deliberativo, presidido pelo rgo administrador, constitudo por representantes de rgos pblicos, ONGs e populaes tradicionais

permitida e incentivada a visitao pblica, pesquisa cientfica, educao ambiental, mediante prvia autorizao

Permitida explorao dos componentes atravs de manejo sustentado e substituio de cobertura vegetal por espcies cultivveis (zoneamento)

Plano de manejo: zona de proteo integral, uso sustentvel, amortecimento e corredores.

Unidades de Uso Sustentvel