Click here to load reader

Guia Básico de ProcessosCorporativos do Sistema Indú · PDF file6.2 –modelo de planilha de cÁlculo de impostos e rendimentos 7-equipe responsÁvel pelo processo no departamento

  • View
    215

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Guia Básico de ProcessosCorporativos do Sistema Indú · PDF file6.2...

  • 1 Verso

    Guia Bsico de Processos Corporativos do Sistema Indstria

    1

    CNI / Diretoria de Servios Corporativos

  • 1 VersoCNI / Diretoria de Servios Corporativos

    2

    PROCESSO GESTO DO FLUXO DE CAIXA E APLICAES FINANCEIRAS

    Guia Bsico de Processos Corporativos do Sistema Indstria

  • 1 Verso 3CNI / Diretoria de Servios Corporativos

    NDICE

    PROCESSO GESTO DO FLUXO DE CAIXA E APLICAES FINANCEIRAS

    1 - INTRODUO

    2 - VISO SISTMICA DOS PROCESSOS E INTERFACES

    3 - DIAGRAMA DE ESCOPO DO PROCESSO

    4 - FLUXOGRAMA DO PROCESSO

    4.1 - ATIVIDADES CRTICAS DO PROCESSO

    4.2 - RECOMENDAES GERAIS DO PROCESSO

    5 - SUGESTO DE INDICADORES DO PROCESSO

    6 ANEXOS

    6.1 MODELO DE PLANO DE CONTAS FLUXO

    6.2 MODELO DE PLANILHA DE CLCULO DE IMPOSTOS E RENDIMENTOS

    7 - EQUIPE RESPONSVEL PELO PROCESSO NO DEPARTAMENTO NACIONAL

  • 1 Verso 4CNI / Diretoria de Servios Corporativos

    PROCESSO GESTO DO FLUXO DE CAIXA E APLICAES FINANCEIRAS

    1 INTRODUO

    O processo de Gesto do Fluxo de Caixa e Aplicaes Financeiras tem como funo maximizar resultados

    financeiros com o uso eficaz dos recursos.

    Este processo tem incio na atividade receber previso oramentria e trmino na atividade emitir

    informaes de fluxo de caixa geradas; resgatar ou realizar aplicaes financeiras.

    O indicador proposto para sua medio rentabilidade de aplicaes financeiras.

    As sadas deste processo tm como destinos: os gestores financeiros e dirigentes e o processo de Gesto

    Contbil.

    Principais objetivos da demonstrao do Fluxo de Caixa:

    Avaliar alternativas de investimento;

    Analisar e controlar ao longo do tempo as decises relevantes que so tomadas na empresa, e seus

    reflexos financeiros;

    Garantir que os excessos monetrios momentneos de caixa sejam aplicados corretamente.

  • 1 VersoCNI / Diretoria de Servios Corporativos

    5

    2 VISO SISTMICA DOS PROCESSOS E INTERFACES

    Gesto do Fluxo de Caixa e Aplicaes

    Financeiras

    Contas a Pagar

    Previses de pagamentos e pagamentos liquidados

    Informaes Gerenciais

    PROCESSO GESTO DO FLUXO DE CAIXA E APLICAES FINANCEIRAS

    Contas a Receber

    Previses de recebimentos e recebimentos liquidados

    Gesto de Caixa e

    Investimentos

    Saldos

    Rendimentos

    Resgate ou aplicao

    Gesto Oramentria

    Previso oramentria

    Gesto de Contratos

    Gestores financeiros / Dirigentes

    Cronograma financeiro

    Gesto ContbilProvisionamento

    Gesto de Convnios

    Previso de entrada e sada de recursos

  • 1 Verso 6CNI / Diretoria de Servios Corporativos

    ORIGEM ENTRADA

    PADRES, NORMAS, POLTICAS, DIRETRIZES, LEIS

    Estatutos, regimento e regulamento; Ordens de servio / polticas de pagamento; Legislaes

    fiscais e tributrias;

    Gesto do Fluxo de Caixa e Aplicaes Financeiras

    INCIO FIM

    Receber previso oramentria

    Emitir informaes de fluxo de caixa geradas; Resgatar ou realizar aplicaes financeiras

    FUNO: Maximizar resultados financeiros com o uso eficaz dos recursos

    REA RESPONSVEL

    Financeiro

    3 DIAGRAMA DE ESCOPO DO PROCESSO

    SADA DESTINO

    Contas a Pagar Informaes de Despesas

    Gestores Financeiros e Dirigentes

    Informaes gerenciais de fluxo de caixa

    OramentoGesto

    Oramentria

    Informaes de saldos e rendimentos

    Gesto de Caixa

    PROCESSO GESTO DO FLUXO DE CAIXA E APLICAES FINANCEIRAS

    Contas a Receber

    Informaes de Receitas

    Cronograma FinanceiroGesto de Contrato

    Gesto Contbil

    Proviso impostos e rendimentos

    Informaes de entradas e sadas de recursos

    Gesto de Convnios

    Movimentaes de resgates e aplicaes

  • 1 Verso 7CNI / Diretoria de Servios Corporativos

    4 FLUXOGRAMA DO PROCESSO

    PROCESSO GESTO DO FLUXO DE CAIXA E APLICAES FINANCEIRAS

  • 1 Verso 8CNI / Diretoria de Servios Corporativos

    4.1 ATIVIDADES CRTICASATIVIDADE CRTICA 1 GERAR INFORMAES DO FLUXO DE CAIXA

    PROCESSO GESTO DO FLUXO DE CAIXA E APLICAES FINANCEIRAS

    Cuidados para a Elaborao do Fluxo de Caixa :

    Elaborar um plano de contas fluxo vinculado, preferencialmente, s contas contbeis;

    Conhecer o ciclo financeiro da empresa;

    Dispor de dados constantemente atualizados;

    Manter atualizado os controles (recebimentos, pagamentos e movimento de caixa);

    Manter atualizados e realistas os valores de estimativa de entradas e sadas de caixa;

    Definir periodicidade.

    Esses cuidados so necessrios para que se obtenham previses realistas e para que as decises tomadas,

    baseadas nesses dados sejam benficas empresa.

  • 1 Verso 9CNI / Diretoria de Servios Corporativos

    4.1 ATIVIDADES CRTICASATIVIDADE CRTICA 2 ANALISAR RELATRIOS DE FLUXO DE CAIXA

    PROCESSO GESTO DO FLUXO DE CAIXA E APLICAES FINANCEIRAS

    Objetivos do Fluxo de Caixa:

    Proporcionar o levantamento de recursos financeiros necessrios para a execuo do planejamento das

    operaes e das transaes econmico-financeiras da empresa;

    Empregar eficazmente os recursos disponveis, evitando a ociosidade;

    Antecipar a aplicao em um tempo seguro;

    Planejar e controlar os recursos financeiros em relao s entradas e sadas de caixa, atravs das

    projees;

    Saldar as obrigaes nas datas de vencimento;

    Buscar o equilbrio entre ingressos e desembolsos;

    Analisar as fontes de crdito que oferecem emprstimos menos onerosos;

    Desenvolver o controle dos saldos de caixa e dos crditos a receber.

  • 1 Verso 10CNI / Diretoria de Servios Corporativos

    Atividade: Verificar consistncias das informaesRecomendao: A fim de garantir assertividade do fluxo de caixa, as informaes devem serfornecidas segregadas por conta fluxo, recursos prprios e recursos de convnios.Ao fazer uso das informaes do oramento, deve-se transformar os valores do regime decompetncia para regime de caixa.

    Atividade: Verificar consistncias do Fluxo de CaixaRecomendao: Verificar se os valores esto alocados em conta fluxo correta e se asdiferenas, que porventura existirem, nas contas principais e convnios.

    Atividade: Verificar necessidade de movimentao bancriaRecomendao: Havendo necessidade de resgates e/ou aplicaes, observar as restries dehorrios. A fim de evitar ociosidade de recursos, recomenda-se definir valor mximo de saldodisponvel em conta corrente e caixa diariamente.

    Atividade: Provisionar impostos e rendimentosRecomendao: O provisionamento dever ser dirio.Se as informaes de impostos e rendimentos no estiverem explcitas nos extratos emitidospelo banco, deve ser feito controle interno para clculo dos valores a serem provisionados.

    4.2 RECOMENDAES GERAIS DO PROCESSO

    PROCESSO GESTO DO FLUXO DE CAIXA E APLICAES FINANCEIRAS

  • 1 Verso 11CNI / Diretoria de Servios Corporativos

    5 SUGESTO DE INDICADORES DO PROCESSO

    INDICADOR FRMULA DE CLCULO DIMENSO UNIDADE POLARIDADE PERIODICIDADE2

    1Saldo disponvel em conta

    corrente e caixasaldo dirio disponvel teto

    estabelecidoQualidade R$

    Menor,Melhor

    Dirio

    2ndice de assertividade da previso do fluxo de caixa

    (saldo realizado / saldo previsto do fluxo de caixa) x 100

    Qualidade %Maior,Melhor

    Mensal

    3ndice de assertividade dos valores alocados em contas

    fluxo

    (total de inconsistncias / total de lanamentos nas contas fluxo) x 100

    Qualidade %Menor,Melhor

    Mensal

    4Rentabilidade de aplicaes

    financeiras(rendimento obtido / rendimento mnimo estabelecido) x 100

    Qualidade %Maior,Melhor

    Mensal

    COMO VAMOS MEDIR SE O PROCESSO EXECUTA SUA FUNO?

    FUNO DO PROCESSO: Maximizar resultados financeiros com o uso eficaz dos recursos

    PROCESSO GESTO DO FLUXO DE CAIXA E APLICAES FINANCEIRAS

  • 1 Verso 12CNI / Diretoria de Servios Corporativos

    6 ANEXOS

    PROCESSO GESTO DO FLUXO DE CAIXA E APLICAES FINANCEIRAS

    6.1 MODELO DE PLANO DE CONTAS FLUXO

    RELAO DAS NATUREZAS

    Cdigo Descrio Cdigo Descrio

    101 TRANSFERENCIA DE ENTRADA 3101010203 PIS

    102 MUTUO A RECEBER - DMR 3101010204 SALARIO EDUCACAO

    201 TRANSFERENCIA DE SAIDA 3101010205 FERIAS ABONO CONSTITUCIONAL

    202 MUTUO A PAGAR - DMP 3101010206 13 SALARIO

    3 DESPESAS 3101010207 ABONO PECUNIARIO

    31 DESPESAS CORRENTES 3101010208 AVISO PREVIO

    3101 APLICACOES DIRETAS 3101010209 INDENIZACOES DIVERSAS

    310101 PESSOAL E ENCARGOS 3101010210 VALE TRANSPORTE

    31010101 ORDENADOS E SALARIOS 3101010211 LICENCAS PAGAS

    3101010101 SALARIOS 3101010212 CONSIGNACOES EM FOLHA

    3101010102 FUNCOES DE CONFIANCA 3101010213 FERIAS

    3101010103 ADICIONAL NOTURNO 3101010214 RESCISOES

    3101010104 ADICIONAL PERICULOSIDADE INSAL 3101010299 OUTRAS ENCARGOS TRABALHISTAS

    3101010105 ADICIONAL GRATIFICACOES DIVERS 31010103 ENCARGOS ASSISTENCIAIS

    3101010106 HORAS EXTRAS 3101010301 VALE REFEICAO

    3101010107 COMISSOES DE VENDAS 3101010302 PLANO DE ASSISTENCIA MEDICA/OD

    3101010199 OUTRAS REMUNERACOES 3101010303 PLANO DE PREVIDENCIA COMPLEMEN

    31010102 ENCARGOS TRABALHISTAS 3101010304 COMPLEMENTO DE AUXILIO-DOENCA

    3101010201 INSS 3101010305 SEGURO DE VIDA EM GRUPO

    3101010202 FGTS 3101010306 CONTRIBUICOES A ASSOC. E FUND.

  • 1 Verso 13CNI / Diretoria de Servios Corporativos

    6 ANEXOS

    PROCESSO GESTO DO FLUXO DE CAIXA E APLICAES FINANCEIRAS

    6.1 MODELO DE PLANO DE CONTAS FLUXO (CONTINUAO)

    RELAO DAS NATUREZAS

    Cdigo Descrio Cdigo Descrio

    3101010307 AUXILIO CRECHE 4101010401 CONTRIB.REGULAMENTARES SESI

    3101010309 BENEFICIOS, AUXILIOS E DESPESA 4101010402 CONT