of 306/306

Guia de Upgrade e Manutenção – © 2000 Carlos E. Morimoto ...telemedicina.unifesp.br/pub/Linux/Distribution/Kurumin/e-books/... · são os melhores em cada caso. Você também

  • View
    219

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Guia de Upgrade e Manutenção – © 2000 Carlos E. Morimoto...

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

2

PPrreeffcciioo

O upgrade um recurso usado desde os primeiros micros PC, servindo como uma opoeconmica para aumentar o desempenho do micro. Para fazer um bom upgrade preciso estarpor dentro dos componentes disponveis no mercado, quais apresentam melhor desempenho,melhor custo-beneficio e quais so compatveis com a placa me e os outros componentes queno sero substitudos.

Neste livro voc encontrar todas as informaes para fazer um bons upgrades, tanto no seuprprio micro, quanto para clientes. Analisaremos com detalhes quais so os processadores,placas de vdeo 3D, placas me, memrias, placas de som, modems e HDs disponveis, e quaisso os melhores em cada caso.

Voc tambm encontrar muitas dicas de manuteno, que lhe daro bagagem para resolver osproblemas mais cabeludos, montagem de micros passo a passo, alm de um guia completo deupgrade em notebooks.

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

3

DDiirreeiittooss AAuuttoorraaiissEste e-book foi escrito por Carlos E. Morimoto ([email protected]) e vendidoatravs do Guia do Hardware, no endereo http://www.guiadohardware.net.

Apesar de estar em formato digital, este livro no de livre distribuio; vendido por umpreo simblico de 5 reais por cpia atravs do prprio autor. Se voc adquiriu este livro dealguma outra forma, por favor, seja honesto e registre sua cpia.

No vai doer nada, basta enviar os cinco reais para o endereo abaixo, via carta ou vale postal.Fazendo isso, voc estar prestigiando o trabalho do autor e contribuindo para o surgimento deoutros trabalhos como este.

Carlos Eduardo Morimoto da SilvaAv. Madame Curie 155, bloco 03 apto 04Jd. Rosa de FranaGuarulhos - SPCep: 07081-140

No redistribua este livro. Diga no pirataria.

Para conhecer outros e-books como este, visite o Guia do Hardware, no endereo:

http://www.guiadohardware.net

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

4

SSuummrriioo

Prefcio........................................................................................................... 2Direitos Autorais ........................................................................................... 3Sumrio .......................................................................................................... 4Captulo 1:.................................................................................................... 12

Entendendo os conceitos bsicos.......................................................................................... 12Conceitos Bsicos ................................................................................................................. 12Arquiteturas........................................................................................................................... 15Componentes......................................................................................................................... 16Escolhendo a melhor configurao....................................................................................... 18Escolhendo a placa me........................................................................................................ 19Escolhendo os outros perifricos .......................................................................................... 20

Memria RAM.................................................................................................................. 20Processador ....................................................................................................................... 21Disco Rgido ..................................................................................................................... 22Placa de Vdeo .................................................................................................................. 22Modem .............................................................................................................................. 23Placa de Som..................................................................................................................... 23Upgrades e atualizaes.................................................................................................... 24

Descobrindo a melhor relao custo-beneficio..................................................................... 26Benchmarks, medindo sem erros .......................................................................................... 29

Captulo 2:.................................................................................................... 31Escolhendo o Processador: recursos e compatibilidade ....................................................... 31Caractersticas Bsicas dos processadores modernos........................................................... 32Coprocessador aritmtico ..................................................................................................... 32Memria Cache..................................................................................................................... 33Um pouco de histria ............................................................................................................ 34

8088, o vov ..................................................................................................................... 35286, a segunda gerao ..................................................................................................... 36386, o primeiro processador contemporneo.................................................................... 36486: mais avanos............................................................................................................. 37Multiplicao de clock: superando o limite...................................................................... 37Pentium: chegando nos dias de hoje ................................................................................. 38AMD K5, o primeiro concorrente..................................................................................... 39Pentium MMX, as novas instrues multimdia............................................................... 39AMD K6, a segunda tentativa........................................................................................... 40

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

5

Cyrix 6x86MX: o baixo custo da Cyrix ........................................................................... 41Pentium Pro: desempenho que custava caro..................................................................... 41Pentium II: de volta ao mercado domstico ..................................................................... 42

Processadores atuais ............................................................................................................. 43O problema dos encaixes ...................................................................................................... 43

Soquete 7........................................................................................................................... 43Slot 1 ................................................................................................................................. 45Soquete 370....................................................................................................................... 46Slot A e Soquete A............................................................................................................ 47

Os Processadores atuais: ....................................................................................................... 47K6-2, o mais barato............................................................................................................... 47K6-3: fora de linha ................................................................................................................ 48Celeron: baixo custo, mdio desempenho ............................................................................ 48

Soquete 370 x Slot 1 ......................................................................................................... 50Pentium II Xeon: sucessor do Pentium Pro .......................................................................... 51Pentium III, a nova gerao .................................................................................................. 52

As novas instrues SSE................................................................................................... 52As verses: Katmai x Coopermine; 100 x 133 MHz........................................................ 52FC-PGA? .......................................................................................................................... 54Entendendo as variaes do Pentium III .......................................................................... 55

Celeron Coopermine (Celeron II) ......................................................................................... 56AMD Athlon (K7): a nova gerao da AMD ....................................................................... 57

Decodificador de instrues.............................................................................................. 59Coprocessador Aritmtico ................................................................................................ 60Cache L2, o grande problema das verses antigas ........................................................... 60Desempenho...................................................................................................................... 61

Athlon Thunderbird: novos avanos..................................................................................... 62AMD Duron: o sucessor do K6-2 ......................................................................................... 63Defeitos no processador? ...................................................................................................... 64Coolers .................................................................................................................................. 65Pasta trmica ......................................................................................................................... 66

Captulo 3:.................................................................................................... 69Memria RAM: tecnologias e compatibilidade.................................................................... 69Formato: 30 x 72 x 168 vias ................................................................................................. 70Tecnologias utilizadas: FPM x EDO x SDRAM.................................................................. 72PC-66 x PC-100 x PC-133.................................................................................................... 74Identificando os mdulos de memria.................................................................................. 75As novas tecnologias ............................................................................................................ 75Memrias DDR-SDRAM: dobrando o desempenho............................................................ 75Memrias Rambus (RDRAM): preo salgado ..................................................................... 76Muita memria atrapalha? .................................................................................................... 77Quando a memria est com defeito..................................................................................... 79

Captulo 4:.................................................................................................... 81Escolhendo a placa me, o componente mais importante .................................................... 81

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

6

Placas com componentes onboard ........................................................................................ 82A questo do formato............................................................................................................ 83Slots PCI, o arroz de festa..................................................................................................... 85Slot AGP, cada vez mais necessrio..................................................................................... 85AGP Pro ................................................................................................................................ 87Slots ISA: ultrapassados e cada vez mais raros .................................................................... 88Slots AMR: baixo custo ........................................................................................................ 89Portas USB: versatilidade ..................................................................................................... 90IRQs e DMAs, acabando com os conflitos de endereos..................................................... 91Como funciona o Plug-and-Play........................................................................................... 92Problemas com o Plug-and-Play........................................................................................... 93BIOS ..................................................................................................................................... 94Upgrade de BIOS.................................................................................................................. 96Regravando o BIOS .............................................................................................................. 96Limpando o CMOS............................................................................................................... 98Links de fabricantes: ............................................................................................................. 99

Captulo 5:.................................................................................................. 100Discos Rgidos: desempenho e manuteno....................................................................... 100Como funciona um Disco Rgido ....................................................................................... 100Desempenho: afinal, qual mais rpido? ........................................................................... 102

Comparativo.................................................................................................................... 105HDs IDE e SCSI, quais so as diferenas?......................................................................... 108Dicas de Manuteno.......................................................................................................... 109Recuperando dados ............................................................................................................. 109As barreiras de 504 MB e 8 GB.......................................................................................... 110

Dynamic Drive Overlays ................................................................................................ 113Configurando os parmetros manualmente .................................................................... 114

Como resolver o problema de setores defeituosos ............................................................. 114Controladoras RAID: aumentando o desempenho ............................................................. 118

RAID 0 (Striping): .......................................................................................................... 119RAID 1 (Mirroring): ....................................................................................................... 120RAID 10 (Mirror/Strip): ................................................................................................. 120Configurao:.................................................................................................................. 120

Mais dicas ........................................................................................................................... 121Pio 4 x UDMA 33 x UDMA 66 x UDMA 100 .................................................................. 122Mais portas IDE .................................................................................................................. 126Instalando discos rgidos IDE............................................................................................. 127Instalao de controladoras e HDs SCSI ............................................................................ 129Configurao no Setup........................................................................................................ 130Particionando e Formatando ............................................................................................... 131Parties.............................................................................................................................. 132Particionamento usando o Fdisk ......................................................................................... 133

Criando a partio primria ............................................................................................ 137Dividindo o disco rgido em vrias parties ................................................................. 138

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

7

Definindo a partio ativa............................................................................................... 140Excluindo parties......................................................................................................... 141Instalando um segundo disco rgido ............................................................................... 142

Instalando vrios sistemas operacionais no mesmo HD..................................................... 144Windows 95/98 + Windows 2000 .................................................................................. 144Windows 95/98 + Linux ................................................................................................. 144

Captulo 6:.................................................................................................. 147Placas de vdeo 3D e monitores.......................................................................................... 1472D x 3D, entendendo as diferenas .................................................................................... 147E quanto memria? .......................................................................................................... 149Qual a vantagem de se ter uma placa 3D rpida? ............................................................ 151A importncia dos drivers de vdeo .................................................................................... 152Se entendendo com as APIs .............................................................................................. 152Recursos de cada modelo.................................................................................................... 154Chipsets de vdeo ................................................................................................................ 155Modelos de placas............................................................................................................... 155Placas antigas ...................................................................................................................... 156

Voodoo 2......................................................................................................................... 156Voodoo Banshee ............................................................................................................. 156Trident Blade 3D (Trident 9880) .................................................................................... 157Nvidia Riva 128 .............................................................................................................. 158

Placas de mdio desempenho ............................................................................................. 158Voodoo 3......................................................................................................................... 159Nvidia Riva TnT ............................................................................................................. 159Matrox G400................................................................................................................... 161ATI Rage 128 e Rage 128 Pro ........................................................................................ 162

Placas de alto desempenho ................................................................................................. 163Nvidia GeForce............................................................................................................... 163Nvidia GeForce 256 DDR .............................................................................................. 165NVIDIA GeForce 2 GTS................................................................................................ 165GeForce 2 Ultra .............................................................................................................. 167Voodoo 4 e Voodoo 5..................................................................................................... 168Freqncia de operao e Overclock .............................................................................. 170

Monitores ................................................................................................... 171Monitores LCD ................................................................................................................... 173

As vantagens ................................................................................................................... 173As desvantagens.............................................................................................................. 174

Usando dois monitores........................................................................................................ 175Vdeo primrio e secundrio........................................................................................... 177Limitaes....................................................................................................................... 177Interferncia .................................................................................................................... 178Problemas conhecidos..................................................................................................... 178

Captulo 7:.................................................................................................. 179Placas de som e modems: diferenas, avanos e recursos.................................................. 179

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

8

A evoluo das placas de som ............................................................................................ 179O que so as placas de som 3D? ......................................................................................... 180Como so gerados os efeitos 3D......................................................................................... 180Como conseguir os efeitos de som 3D................................................................................ 182Alguns modelos de placas................................................................................................... 183

Monster Sound:............................................................................................................... 183MX200 ........................................................................................................................ 184MX80 .......................................................................................................................... 185MX300 ........................................................................................................................ 185MX400 ........................................................................................................................ 186

Creative Sound Blaster Live ........................................................................................... 186Turtle Beach Montego .................................................................................................... 187Aureal SQ1500 e SQ2500............................................................................................... 188

Modems ...................................................................................................... 189Softmodems x Hardmodems............................................................................................... 189As diferenas de componentes............................................................................................ 190Mas como fica o desempenho?........................................................................................... 191Instalao de modems......................................................................................................... 192Reconhecendo..................................................................................................................... 193Usando dois modems e duas linhas telefnicas .................................................................. 193Acesso rpido...................................................................................................................... 194

ADSL .............................................................................................................................. 195Acesso via cabo .............................................................................................................. 196Acesso via satlite........................................................................................................... 198

Upgrade de Modem............................................................................................................. 198Captulo 8:.................................................................................................. 202

Mais dicas de upgrade......................................................................................................... 202Micros XT e 286 ................................................................................................................. 202Micros 386 .......................................................................................................................... 203Micros 486 .......................................................................................................................... 203Micros Pentium, K5 e afins ................................................................................................ 204Pentium MMX, K6, K6-2 e Cyrix 6x86 MX...................................................................... 206Pentium II de 233, 266 e 300 MHz..................................................................................... 207Pentium II acima de 350 MHz............................................................................................ 208Pentium III .......................................................................................................................... 209Celeron................................................................................................................................ 209AMD Athlon ....................................................................................................................... 210

Captulo 9:.................................................................................................. 211Montagem passo a passo..................................................................................................... 211Esttica................................................................................................................................ 211Iniciando a montagem......................................................................................................... 212Encaixando o processador .................................................................................................. 214Encaixando os mdulos de memria .................................................................................. 215Configurao dos jumpers .................................................................................................. 216

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

9

Freqncia do Processador ............................................................................................. 217Voltagem do Processador ............................................................................................... 220

Voltagem para o Pentium clssico (P54C) ................................................................. 220Voltagem para o Pentium MMX (P55C).................................................................... 221Voltagem no AMD K6 ............................................................................................... 221Voltagem nos processadores Cyrix............................................................................. 222Voltagem no Pentium II e Pentium III ....................................................................... 222Voltagem no Celeron .................................................................................................. 223Voltagem no AMD Athlon ......................................................................................... 223

Conectores para o painel do gabinete ................................................................................. 223Boto liga-desliga ATX.................................................................................................. 224Speaker............................................................................................................................ 224Reset................................................................................................................................ 225Keylock ........................................................................................................................... 225Hard Disk Led e Power Led ........................................................................................... 226Turbo Switch e Turbo Led.............................................................................................. 226Configurando o Display do gabinete .............................................................................. 227

Configurao de jumpers do HD e do CD-ROM ............................................................... 227Encaixando as unidades de disco........................................................................................ 229Encaixando os cabos flat e os cabos de fora ..................................................................... 229Finalizando a montagem..................................................................................................... 230

Encaixando o cabo de fora ............................................................................................ 231Encaixando os cabos das portas seriais paralelas ........................................................... 231

Passos finais ........................................................................................................................ 232Solucionando problemas..................................................................................................... 233Tabela de defeitos ...................................................................Erro! Indicador no definido.

Captulo 10:................................................................................................ 240Instalao e Configurao do Windows ............................................................................. 240Instalando o Windows ........................................................................................................ 240Configurando o Hardware .................................................................................................. 242Encontrando os arquivos..................................................................................................... 243Conseguindo drivers atualizados ........................................................................................ 244Intercompatibilidade de drivers .......................................................................................... 245

Drivers para Windows 95: .............................................................................................. 246Drivers para Windows 98: .............................................................................................. 246Drivers para Windows NT 3.x:....................................................................................... 247Drivers para Windows NT 4:.......................................................................................... 247Drivers para Windows 2000: .......................................................................................... 248

Instalando Placas de Vdeo ................................................................................................. 248Instalando o Monitor........................................................................................................... 249Instalando placas de som .................................................................................................... 250Instalando Modems............................................................................................................. 251Instalando Impressoras ....................................................................................................... 252Instalando Scanners ............................................................................................................ 252

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

10

Instalao de controladoras SCSI ....................................................................................... 253Usando o Gerenciador de Dispositivos............................................................................... 254Atualizando drives .............................................................................................................. 255Reinstalando o Windows .................................................................................................... 255

Captulo 11................................................................................................. 256Notebooks e upgrade em micros portteis.......................................................................... 256Notebooks ........................................................................................................................... 256Baterias ............................................................................................................................... 257

Dicas de compra: ............................................................................................................ 258Processador ......................................................................................................................... 259

Intel ................................................................................................................................. 260Cyrix ............................................................................................................................... 261AMD ............................................................................................................................... 262Transmeta........................................................................................................................ 262Dicas de Compra............................................................................................................. 263Upgrade de processador.................................................................................................. 264

Memria.............................................................................................................................. 264Disco rgido......................................................................................................................... 265

Manuteno..................................................................................................................... 266CD x DVD .......................................................................................................................... 266Floppy ................................................................................................................................. 267Mouse.................................................................................................................................. 267Vdeo................................................................................................................................... 268Monitor ............................................................................................................................... 269Som ..................................................................................................................................... 271Modem e rede ..................................................................................................................... 272Impressora........................................................................................................................... 272Portas................................................................................................................................... 273Docking Station .................................................................................................................. 274Maleta ................................................................................................................................. 275Ligao via cabo ................................................................................................................. 275

Montando um cabo Lap-Link ......................................................................................... 276Handhelds e Palmtops......................................................................................................... 277Palm Pilot............................................................................................................................ 278

Reconhecimento de escrita ............................................................................................. 279Limitaes....................................................................................................................... 281As Verses ...................................................................................................................... 281

Psion Revo .......................................................................................................................... 284Captulo 12:................................................................................................ 287

Configurando e solucionando problemas no Setup ............................................................ 287Sesses do Setup ................................................................................................................. 288Standard CMOS Setup (Standard Setup) >> ...................................................................... 289BIOS Features Setup (Advanced CMOS Setup) >>........................................................... 291Chipset Features Setup (Advanced Chipset Setup) >>....................................................... 295

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

11

PCI / Plug and Play Setup >> ............................................................................................. 297Power Management Setup >>............................................................................................. 299Integrated Peripherals (Features Setup) >> ........................................................................ 302Security >>.......................................................................................................................... 304IDE HDD Auto Detection (Detect IDE Master/Slave, Auto IDE)..................................... 305Load Setup Defaults > ........................................................................................................ 305Save & Exit Setup............................................................................................................... 306

Exit Without Saving........................................................................................................ 306

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

12

CCaappttuulloo 11::Entendendo os conceitos bsicos

Este livro aborda basicamente dois temas, upgrade e manuteno de micros. Para fazer umbom trabalho em qualquer um dos dois casos, essencial compreender bem qual a funo decada componente. Afinal, como possvel consertar um carro se no se entende de mecnica?:-)

O objetivo deste captulo inicial apenas fornecer alguns conceitos bsicos sobre a funo decada componente e como cada um afeta a performance do micro como um todo. Este ocaptulo mais bsico do livro, praticamente uma introduo, mas as informaes contidas aquisero muito importantes enquanto voc estiver lendo o restante do livro.

Se voc j trabalha na rea, ou j tem esses conhecimentos bsicos, pode ser que prefira pulareste captulo e ir direto as informaes mais avanadas. Mas, se voc tiver um pouquinho depacincia vale pena comear do inicio, mesmo que voc no encontre muitas novidades, vaipoder pelo menos poder usar as explicaes na hora de explicar algo a um cliente ou aluno.

Conceitos Bsicos

A arquitetura bsica de qualquer computador completo, seja um PC, um Macintosh ou mesmoum computador de grande porte, formada por apenas 5 componentes bsicos: o processador,a memria RAM, o disco rgido, dispositivos de entrada e sada e softwares.

O processador o crebro do sistema, encarregado de processar todas as informaes.Porm, apesar de toda sua sofisticao, o processador no pode fazer nada sozinho. Se ocomputador fosse um carro, o processador seria o motor.

A memria principal, ou memria RAM, usada pelo processador para armazenar os dadosque esto sendo processados, funcionando como uma espcie de mesa de trabalho. A memriaRAM armazena todos os programas e arquivos que estiverem abertos, inclusive o prprioWindows (ou qualquer outro sistema operacional que estiver usando), por isso, a quantidadede memria RAM disponvel, determina quais atividades o processador poder executar. Umengenheiro no pode desenhar a planta de um edifcio sobre uma carteira de escola.

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

13

A memria RAM capaz de responder s solicitaes do processador numa velocidade muitoalta. Seria perfeita se no fossem dois problemas: o alto preo e o fato de ser voltil, ou seja,de perder todos os dados gravados quando desligamos o micro.

J que a memria RAM serve apenas como um rascunho, usamos um outro tipo de memriapara guardar arquivos e programas: a memria de massa. O principal dispositivo de memriade massa o disco rgido, onde ficam guardados programas e dados enquanto no esto emuso ou quando o micro desligado. Disquetes e CD-ROMs tambm so ilustres representantesdesta categoria de memria.

Para compreender a diferena entra a memria RAM e a memria de massa, voc podeimaginar uma lousa e uma estante cheia de livros com vrios problemas a serem resolvidos.Depois de ler nos livros (memria de massa) os problemas a serem resolvidos, o processadorusaria a lousa (a memria RAM) para resolv-los. Assim que um problema resolvido, oresultado anotado no livro, e a lousa apagada para que um novo problema possa serresolvido. Ambos os dispositivos so igualmente necessrios.

Os sistemas operacionais atuais, incluindo claro a famlia Windows, permitem usar o discorgido para gravar dados caso a memria RAM se esgote, recurso chamado de memriavirtual. Utilizando este recurso, mesmo que a memria RAM esteja completamente ocupada,o programa ser executado, porm muito lentamente, devido lentido do disco rgido.

Este o motivo pelo qual uma boa quantidade de memria RAM to necessria: o discorgido absurdamente mais lento que a RAM, limitando muito o desempenho do micro. Noadianta absolutamente nada gastar num processador caro e economizar justamente na memriaRAM, pois o micro vai continuar muito lento devido ao uso de memria virtual no discorgido. Continuando com os exemplos de carro, seria como usar um motor de Ferrari numaBraslia.

Para permitir a comunicao entre o processador e os demais componentes do micro, assimcomo entre o micro e o usurio, temos os dispositivos de I/O input/output ou entrada esada. Estes so os olhos, ouvidos e boca do processador, por onde ele recebe e transmiteinformaes. Existem duas categorias de dispositivos de entrada e sada:

A primeira composta pelos dispositivos destinados a fazer a comunicao entre o usurio e omicro. Nesta categoria podemos enquadrar o teclado, mouse, microfone, etc. (para a entradade dados), o monitor, impressoras, caixas de som, etc. (para a sada de dados).

A segunda categoria destinada a permitir a comunicao entre o processador e os demaiscomponentes internos do micro, como a memria RAM e o disco rgido. Os dispositivos quefazem parte desta categoria esto dispostos basicamente na placa me, e incluemcontroladores de discos, controladores de memria, etc.

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

14

Assim como a memria e o disco rgido, a placa me outro componente que merece ateno,pois atravs dela que o processador pode se comunicar com todos os outros componentes domicro, atravs dela que trafegam todos os dados. Se por acaso a placa me no funcionarbem, os dados podem comear a chegar corrompidos ao processador, fazendo o micro travarcom freqncia.

Todos os outros dispositivos, memria processador, HD, etc., so ligados placa me, da seunome.

Placa Me

Como toda mquina, um computador, por mais avanado que seja, burro; pois no capazde raciocinar ou fazer nada sozinho. Ele precisa ser orientado a cada passo. justamente aque entram os programas, ou softwares, que orientam o funcionamento dos componentesfsicos do micro, fazendo com que eles executem as mais variadas tarefas, de jogos clculoscientficos.

Os programas instalados, determinam o que o micro saber fazer. Se voc quer ser umengenheiro, primeiro precisar ir a faculdade e aprender a profisso. Com um micro no todiferente assim, porm o aprendizado no feito atravs de uma faculdade, mas simatravs da instalao de um programa de engenharia, como o AutoCAD. Se voc quer que oseu micro seja capaz de desenhar, basta ensin-lo atravs da instalao um programa dedesenho, como o Corel Draw! e assim por diante.

Toda a parte fsica do micro: processadores, memria, discos rgidos, monitores, enfim, tudoque se pode tocar, chamada de hardware, enquanto os programas e arquivos armazenadosso chamados de software.

No podemos nos esquecer do prprio sistema operacional, que funciona como uma ponteentre o hardware e o usurio, automatizando o uso do computador, e oferecendo uma baseslida apartir da qual os programas podem ser executados.

Continuando com os exemplos anteriores, o sistema operacional poderia ser definido como apersonalidade do micro. Um micro rodando o Linux por exemplo, dificilmente seria toamigvel e fcil de operar quanto um outro micro rodando o Windows 98. Por outro lado, esteltimo jamais seria to estvel quanto um terceiro micro rodando o Windows 2000. Asdiferenas no param por a: Os programas desenvolvidos para rodar sobre um determinadosistema operacional quase sempre so incompatveis com outros. Uma verso do Corel Draw!

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

15

desenvolvida para rodar sobre o Windows 98, jamais rodaria sobre o Linux por exemplo, seriapreciso reescrever todo o programa, criando uma nova verso.

A interface dos vrios sistemas operacionais tambm diferente. No MS-DOS, por exemplo,temos apenas um prompt de comando baseado em texto, enquanto no Windows temos umainterface grfica baseada em janelas.

Arquiteturas

Nos primrdios da informtica, nas dcadas de 50, 60 e 70, vrios fabricantes diferentesdisputavam o mercado. Cada um desenvolvia seus prprios computadores, que eramincompatveis entre s, tanto a nvel de hardware, quanto a nvel de software.

Apesar de executarem as mesmas operaes bsicas, praticamente tudo era diferente: Oscomponentes de um no serviam em outro, os programas eram incompatveis e at mesmo aslinguagens de programao, eram diferentes.

Porm, com a popularizao dos microcomputadores era inevitvel uma padronizao. Noincio da dcada de 80, tnhamos basicamente apenas duas arquiteturas, ou famlias decomputadores pessoais diferentes: O PC, desenvolvido pela IBM, e o Macintosh,desenvolvido pela Apple.

Como era mais barato, o PC tornou-se mais popular, ficando o uso dos Macintoshs restrito anichos onde suas caractersticas peculiares o tornam mais atraente, como a edio de imagensou sons e editorao eletrnica.

Durante muito tempo, a prpria Apple pareceu se conformar com a posio, lanando microsvoltados principalmente para o seguimento profissional. Atualmente, vemos uma aceitaomaior dos Macs, principalmente devido ao lanamento do iMac, mas os PCs ainda so agrande maioria. Comprar um Mac hoje em dia quase como um casamento, pois voc terque se acostumar a utilizar o Mac OS e os programas desenvolvidos para esta plataforma, queno to abundantes quanto os programas para PC. Como se trata de uma arquitetura fechada,voc tambm ter muito menos liberdade na hora de fazer um upgrade.

No lado dos PCs por outro lado, temos uma arquitetura aberta, ou seja, a possibilidade devrios fabricantes diferentes desenvolverem seus prprios componentes, baseados em padresj definidos, temos uma lista enorme de componentes compatveis entre s. Podemos escolherentre vrias marcas e modelos os componentes que melhor atendam nossas necessidades emontar nossa prpria configurao, assim como podemos escolher os materiais que serousados para construir uma casa. Tambm possvel melhorar posteriormente o micro montadoatravs de upgrades, trocando alguns componentes para melhorar seu desempenho.

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

16

Mesmo micros de grife, como os IBM, Compaq, Itautec, Dell, etc. tambm so microsmontados, j que quase todos os seus componentes so comprados de outros fabricantes.Temos, por exemplo, um processador da Intel, um disco rgido da Quantum, uma placa meda Asus, memrias da Kingstone, CD-ROM e drive de disquetes da Mitsumi, um monitor daLG, e por a vai :-) A diferena principal entre os micros montados e os micros de grife queos ltimos so montados por grandes empresas e temos todo o suporte e garantia. Porm,adquirindo um micro de grife, quase sempre pagamos mais caro e ao mesmo tempo no temostanta liberdade para configurar o micro a gosto.

Entretanto, o simples fato de comprar um micro de grife no garantia de qualidade. Em geraleles possuem uma qualidade bem superior dos micros montados por lojas de informtica porexemplo. Porm, a necessidade de lanar micros de baixo custo, muitas vezes leva os grandesfabricantes a lanarem verdadeiras bombas no mercado, usando componentes de baixssimaqualidade. A lista enorme, j tivemos casos de micros que no traziam sequer memriacache L2.

Pessoalmente considero que o ideal se informar sobre os componentes disponveis e montarseu prprio micro, assim voc sempre poder certificar-se de tudo que vai no seu aparelho,escolhendo as melhores opes dentro do que pretende gastar. exatamente este o objetivodeste livro.

Este livro trata de micros padro PC. Mas, como ambas as arquiteturas possuem os mesmosconceitos bsicos, voc no ter maiores dificuldades em se posteriormente se adaptar etrabalhar com manuteno de Macintoshs ou mesmo outra arquitetura.

Componentes

Agora que voc j entendeu o que se passa dentro do gabinete de um PC, que tal seestudssemos com mais detalhes a funo dos seus principais componentes?

O processador sem dvida o componente mais importante, o primeiro pelo qual se perguntaquando se quer saber sobre a configurao de um micro. Atualmente encontramos no mercadovrios processadores diferentes. Em ordem de evoluo, podemos citar o 486, o Pentium, oPentium MMX, o K6, o K6-2, o Pentium II e o Celeron, Duron, Pentium III e Athlon. Noprximo captulo voc conhecer melhor cada um deles.

Definimos o processador como o crebro do micro. Pois bem, todo o crebro precisa de umcorpo, que justamente a placa me. Ela traz todos os componentes que permitem aoprocessador comunicar-se com os demais perifricos, como discos rgidos, placas de vdeo,etc. Outra funo da placa me acomodar e alimentar eltricamente o processador.

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

17

Cada processador precisa de uma placa me desenvolvida especialmente para ele pois, devido diferenas de arquitetura, os processadores possuem necessidades diferentes. Cadaprocessador possui um nmero diferente de contatos, ou terminais, opera usando umavoltagem diferente e precisa de um conjunto de circuitos de apoio desenvolvidosespecialmente para ele. O prprio encaixe do processador muda de famlia para famlia. OPentium II, por exemplo, utiliza o Slot 1 que parecido com o encaixe de um cartucho devideo-game, enquanto o K6 e o Pentium comum utilizam outro encaixe, o famoso Soquete 7.

Apesar das diferenas, normalmente as placas me so desenvolvidas para serem compatveiscom mais de um processador. Uma placa me soquete 7 mais moderna, por exemplo, quasesempre suportar desde um Pentium de 75 MHz at um K6-3 de 500 MHz, passando porprocessadores Pentium MMX, K6 e Cyrix 6x86. Uma placa Slot 1 moderna por sua vez,suporta processadores Pentium II, Celeron e Pentium III. Ao longo deste livro voc aprendera descobrir quais processadores podem ser usados em cada modelo de placa me e comoconfigurar a placa para cada processador a ser usado.

Mas a importncia da placa me no pra por a. Ela determina quais componentes poderoser usados no micro (e consequentemente as possibilidades de upgrade) e influenciadiretamente na performance geral do equipamento. Com certeza, voc no gostaria de gastar200 ou 300 dlares numa placa de vdeo de ltima gerao, s para descobrir logo depois queno poder instal-la, pois a placa me do seu micro no possui um slot AGP.

Para poder trabalhar, o processador precisa tambm de memria RAM, que vendida naforma de pequenas placas, chamadas de mdulos de memria, que so encaixadas na placame. Voc tambm ouvir muito o termo pente de memria uma espcie de apelido, quesurgiu por que os contatos metlicos dos mdulos lembram um pouco os dentes de um pente.

Todos os programas e arquivos so armazenados no disco rgido, tambm chamado de HD(Hard Disk) ou Winchester. A capacidade do disco rgido, medida em Gigabytes, determina aquantidade de arquivos e programas que ser possvel armazenar. O disco rgido tambmexerce uma grande influncia sobre a performance global do equipamento. O disco rgido acomodado no gabinete e ligado placa me atravs de um cabo.

Outro componente essencial o gabinete, a caixa de metal que acomoda e protege os frgeiscomponentes internos do micro. O gabinete traz tambm a fonte de alimentao, responsvelpor converter a corrente alternada da tomada (AC) em corrente contnua (DC) usada peloscomponentes eletrnicos. A fonte tambm serve para atenuar pequenas variaes de tenso,protegendo o equipamento.

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

18

A placa me, o processador, os mdulos de memria e o disco rgido, so os quatrocomponentes bsicos do micro. Porm, por enquanto temos um equipamento autista,incapaz de receber ou transmitir informaes. Precisamos agora adicionar sentidos na formade mais componentes. Os essenciais so a placa de vdeo, que permite que o micro possa gerarimagens a serem mostradas no monitor, teclado e mouse, que permitem ao usurio operar omicro.

Outros componentes permitem ampliar os recursos do micro, mas podem ser definidos comoopcionais, j que o computador pode funcionar sem eles:

O CD-ROM permite que o micro leia CDs com jogos ou programas. Caso o micro possuatambm uma placa de som, voc poder ouvir tambm CDs de msica. Existem tambm osdrives de DVD, que alm de lerem CDs normais, lem DVDs de programas ou filmes.

A placa de som permite que o micro gere sons, tocados por um par de caixas acsticas. Aplaca de som tambm traz entrada para um microfone e para um joystick. Junto com um drivede CD-ROM, a placa de som forma o chamado Kit multimdia.

O Fax-Modem permite a comunicao entre dois computadores usando um linha telefnica.Ele permite a recepo e transmisso de faxes e o acesso Internet. Hoje em dia, o Fax-Modem um componente praticamente obrigatrio; afinal, um micro que no pode serconectado Internet tem uma utilidade muito limitada.

Temos tambm o drive de disquetes, que apesar de ser um componente de baixa tecnologia,ainda necessrio, pois os disquetes ainda so muito usados para transportar dados.

Alm destes, temos uma gama enorme de acessrios: Impressoras, Scanners (que permitemdigitalizar imagens), cmeras fotogrficas digitais (que ao invs de usarem negativos geramimagens digitais), cmeras de vdeo conferncia, placas de captura de vdeo e muitos outros.

Escolhendo a melhor configurao

Todos os componentes de um PC, influenciam diretamente no desempenho global damquina. Como num carro, onde um nico componente de baixo desempenho afetanegativamente todo o conjunto.

Apesar do desejo de todos ser um micro equipado com um processador topo de linha, muitamemria RAM, vrios Gigabytes de espao no disco rgido, placa de vdeo 3D, DVD, etc.Nem todos estamos dispostos a gastar 2.000 ou 3.000 dlares numa configurao assim. Entraem cena ento o fator custo-beneficio: determinar qual configurao seria melhor dentro doque se pode gastar. O objetivo deste techo justamente este, ajud-lo a escolher a melhor

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

19

configurao em termos de custo-beneficio em cada caso. Para isto, estudaremos no que cadacomponente afeta o desempenho e em quais aplicaes cada um mais importante.

A primeira coisa que deve ser levada em conta a aplicao a que o micro ser destinado, ouseja: quais programas sero utilizados nele.

Um micro usado em um escritrio, onde so usados o Word, Excel e Internet por exemplo,no precisa de um processador muito poderoso, mas indispensvel uma quantidade pelomenos razovel de memria RAM, e um disco rgido razoavelmente rpido. Enquanto que,num micro destinado a jogos, o principal seria uma placa de vdeo 3D rpida, combinada comum bom processador.

Escolhendo a placa me

A placa me o componente que deve ser escolhido com mais cuidado. Uma placa me debaixa qualidade colocar em risco tanto o desempenho quanto a confiabilidade doequipamento.

Ao comprar uma placa me, verifique quais processadores ela suporta, se possui um slot AGPe se a quantidade de slots ISA e PCI suficiente para a quantidade de perifricos que vocpretende instalar.

A questo mais importante a qualidade da placa. Alm dos recursos, este o principaldiferencial entre as vrias que voc encontrar no mercado. Placas de baixa qualidade alm deprejudicarem o desempenho, podem tornar o micro instvel, causando travamentos constantesno Windows. Travamentos que freqentemente so causados por falhas de hardware e no porbugs do programa.

Procure comprar placas de boas marcas, como Asus, Abit, Gigabyte, Soyo e Supermicro. Asplacas da Intel tambm so excelentes, mas preste ateno se a placa realmente foi fabricadapela Intel: muitos vendedores vendem placas com chipsets Intel como placas da Intel.Muitos fabricantes usam chipsets Intel em suas placas, mas isto no e garantia de qualidade.No adianta uma placa de segunda linha possuir um bom chipset.

Evite ao mximo comprar placas TX-Pro, VX-Pro, BX-Pro, SX-Pro, PC-100, Viagra, BX-Cel,PC-Chips e placas que no trazem especificado o nome do fabricante. Apesar de serem muitomais baratas, e quase sempre trazerem placas de som, vdeo, modems e at placas de redeonboard, estas placas invariavelmente so de baixa qualidade, sendo fabricadas geralmentepela PC-Chips, especializada em fabricar placas de baixssimo custo mas de qualidadeduvidosa.

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

20

Voc pode perguntar por que estas placas so inferiores, j que muitas vezes usam o mesmochipset de placas de boas marcas. O diferencial a qualidade da placa de circuito. Uma placame confeccionada usando-se uma tcnica chamada MPCB (multiple layer contact board)que consiste em vrias placas empilhadas como se fossem uma s. Acontece que uma placa decircuitos deste tipo tem que ser projetada e fabricada minuciosamente, pois qualquer erromnimo na posio das trilhas, far com que surjam interferncias, que tornaro a placainstvel. Isto tambm prejudica o desempenho, impedindo que a comunicao entre oscomponentes seja feita na velocidade normal. A diferena de desempenho de um micromontado com uma boa placa me, para outro de configurao parecida, mas usando uma placame de baixa qualidade pode chegar a 20%. Equivaleria a trocar um Pentium III 500 por outrode 400 MHz!

A fim de cortar custos, diminui-se o tempo de desenvolvimento e se apela para tcnicas maisbaratas e menos precisas de produo, criando os problemas que descrevi.

Certamente tentador ver o anncio de uma placa me que j vem com placa de som, placa devdeo e modem por 100 ou 120 dlares, enquanto uma placa de uma boa marca custa 130, 150ou mesmo 180 dlares e geralmente no traz nenhum destes acessrios. Mas, lembre-se queesta economia pode lhe trazer muita dor de cabea, na forma de instabilidade, travamentos eincompatibilidades. Estas placas podem at ser usadas em micros mais baratos, destinados aaplicaes leves, onde a economia mais importante, mas no pense em usar uma em ummicro mais parrudo, pois no valer pena. Se o problema dinheiro, prefira comprar umprocessador mais simples e barato, mas coloc-lo em uma boa placa me.

Escolhendo os outros perifricos

Existem basicamente 4 determinantes de desempenho num micro: o processador, a quantidadede memria RAM, a velocidade do disco rgido e a placa de vdeo. A importncia de cada umvaria de acordo com a aplicao do micro.

Memria RAM

Se o micro possui pouca memria RAM, o processador ter que usar o disco rgido paraguardar os dados que deveriam ser armazenados na memria, tornando o sistemaextremamente lento. Por outro lado, instalar mais memria do que o necessrio ser apenasum desperdcio, pois no tornar o sistema mais rpido.

Voc notar que preciso instalar mais memria quando o micro comear a ficar lento e aacessar intermitentemente o disco rgido em momentos de atividade mais intensa.

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

21

Se o usurio trabalha apenas com aplicativos mais leves, como Word, Excel, Internet e nocostuma abrir mais de um aplicativo ao mesmo tempo, 32 MB podem ser suficientes, apesarde 64 ser o ideal.

Se, por outro lado, so usados programas mais pesados ou se so abertos vrios programas aomesmo tempo, ento o mnimo seria 64 e o ideal 128 MB. 128 megas tambm so o ideal se omicro se destina principalmente a jogos.

Caso o micro se destine ao processamento de imagens, vdeo ou editorao, ento devem serusados pelo menos 128 megas. Dependendo do tamanho dos arquivos a serem processados, oideal pode subir para 192 ou mesmo 256 megas.

O sistema operacional utilizado tambm um diferencial na hora de determinar a quantidadede memria. O Windows 95 consome aproximadamente 10 MB de memria, o Windows 98 jconsome aproximadamente 18 MB. O Windows NT por sua vez gasta cerca de 24 MB,enquanto o Windows 2000, o mais guloso da turma, consome sozinho 48 MB. Um Linuxdomstico tpico, uma instalao padro do Conectiva Linux 5 por exemplo, consome porvolta de 44 MB.

Subtraia a quantidade de memria consumida pelo sistema operacional da quantidade totalque tiver instalada, e voc ter a quantidade que sobra para rodar os programas. Usando oWindows 2000 voc precisar de cerca de 32 MB a mais de memria para ter o mesmodesempenho que teria no Windows 98 por exemplo.

A instalao de mais memria pode dar um novo nimo a um micro mais antigo,principalmente se o micro possui apenas 8 ou 16 megas. Mas no exagere, pois mesmo commuita memria ser difcil rodar aplicativos mais pesados devido fragilidade do conjunto. Oideal seriam 16 ou 24 megas em micros 486 e de 32 a 64 megas em micros Pentium ou K6 de100 a 166 MHz.

Processador

Nem sempre a instalao de um processador mais moderno torna o micro mais rpido. Muitasvezes, aumentar a quantidade de memria ou trocar o disco rgido por um mais rpido fazmais efeito. Como sempre, depende da aplicao.

Caso o micro se destine principalmente a jogos, ento vale pena investir em um processadortopo de linha, como um Pentium III ou um AMD Athlon. Caso o micro de destine aoprocessamento de imagens ou editorao, um processador topo de linha ir ajudar, mas apenasse o micro possuir bastante memria RAM. Se o dinheiro estiver curto, prefervel comprarum processador mdio, como um Celeron e investir em mais memria.

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

22

Finalmente, caso o micro se destine a aplicaes leves, ento o ideal ser adquirir umprocessador mais simples e investir a economia em um pouco mais de memria, um discorgido melhor, ou numa placa me de melhor qualidade.

Disco Rgido

O desempenho do disco rgido determina a velocidade em que sero abertos programas earquivos. Um disco rgido rpido, tambm ajuda um pouco caso o micro tenha poucamemria. Mesmo com um processador parrudo e muita memria, tudo ficar lento caso odisco rgido no acompanhe.

Quase sempre, os discos rgidos de maior capacidade so mais rpidos, mas como sempreexistem excees. Procure saber o tempo de acesso, a velocidade de rotao e a densidade dodisco.

O tempo de acesso do disco varia geralmente entre 8 e 12 milessegundos, dependendo do HD.O tempo de acesso determina quanto tempo a cabea de leitura demorar para achar o dado aser lido. Um valor mais baixo corresponde a um melhor desempenho.

A velocidade de rotao medida em RPMs, ou rotaes por minuto. Quanto mais rpido odisco girar, mais rpido um dado ser encontrado. A densidade, ou quantos dados cabero emcada disco tambm determina o desempenho, pois como os dados estaro mais prximos,sero localizados mais rapidamente.

Examinaremos exaustivamente os fatores que determinam a performance do disco rgido maisadiante, no captulo sobre discos rgidos

Placa de Vdeo

Existem tanto placas de vdeo 2D, quanto placas de vdeo 3D. As placas de vdeo maisantigas, so chamadas de placas 2D por que se limitam a mostrar imagens no monitor. Asplacas 3D por sua vez, bem mais modernas ajudam o processador a criar as imagenstridimensionais usadas em jogos e em alguns aplicativos.

Caso o micro se destine a jogos, ou processamento de imagens 3D (usando o 3D Studio porexemplo), indispensvel o uso de uma placa de vdeo 3D, caso contrrio o microsimplesmente no ser capaz de rodar o aplicativo ou ficar extremamente lento.

Se forem ser usados apenas aplicativos de escritrio ou forem ser processadas imagens em 2D,ento uma placa de vdeo 3D no ser necessria.

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

23

muito comum encontrar venda placas me que j vem com vdeo onboard. Em geral ovdeo onboard possui alguns recursos 3D, suficientes para rodar alguns jogos 3D maissimples, mas com um desempenho muito longe de uma placa 3D mdia.

Voc poder usar o vdeo onboard caso o micro de destine basicamente a aplicativos deescritrio, Internet, etc. ou at mesmo para um ou outro jogo ocasional, desde que voc no seimporte com, a pobreza das imagens. Mas, caso voc faa questo de jogar seus jogos comqualidade, ento o ideal seria usar uma placa 3D de verdade.

Surge ento outro problemas. As placas com vdeo onboard geralmente no trazem slot AGP,e atualmente bem complicado encontrar uma boa placa de vdeo 3D que venha em versoPCI. Ou seja, se voc pretende usar uma placa 3D o melhor procurar uma placa me semvdeo onboard, que venha com um slot AGP.

Modem

Atualmente, voc s encontrar venda modems de 56K, porm, encontrar tantohardmodems quanto softmodems.

O hardmodem vem de hardware enquanto o softmodem vem de software. Adiferena entre os dois tipos que os Hardmodems executam eles mesmos todas as tarefasrelacionadas com o envio e recebimento de dados atravs da linha telefnica. Eles sincomodam o processador na hora de entregar os dados recebidos, j devidamentedecodificados e descompactados.

Os softmodems por sua vez contm apenas os dispositivos necessrios para usar a linhatelefnica, eles no executam nenhum tipo de processamento. Adivinha pra quem sobraento? Justamente para o processador principal, que alm das suas tarefas normais passa a terque fazer tambm o trabalho do modem.

Os softmodems so os modems mais baratos, que costumam custar entre 20 e 40 dlares,porm tornam o micro mais lento (quanto mais potente for o processador menor ser a perda)e no se do muito bem como jogos multiplayer jogados via modem ou com linhas ruidosas.Os hardmodems, por sua vez, so os modems mais caros, que custam apartir de 80 dlares,mas executam eles mesmos todas as funes. No captulo sobre modems, vamos estudar comdetalhes as diferenas entre os dois tipos, alm de ver outros sistemas que permitemvelocidades maiores de acesso Internet.

Placa de Som

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

24

A placa de som no influencia em nada o desempenho do micro, apenas determina a qualidadedo udio. Para uso normal, uma placa de som simples como uma Sound Blaster 32, ou mesmouma daquelas placas genricas de 20 ou 25 dlares do conta do recado. Placas mais carasfaro diferena caso voc pretenda trabalhar com edio musical, ou faa questo de ouvirmsicas instrumentais em MIDI com o mximo de qualidade.

Existem tambm placas de som 3D, como a Turtle Beath Montego e a Sound Blaster Live,que geram sons que parecem vir de todas as direes, mesmo usando caixas acsticas comuns.Este efeito muito interessante em jogos, pois oferece uma sensao de realidade muitomaior. Imagine ouvir o som de um tiro como se ele tivesse sido disparado por algum que estbem atrs de voc.

Upgrades e atualizaes

Fazer um upgrade, significa trocar alguns componentes de um micro j ultrapassado a fim demelhorar seu desempenho. Porm, muitas vezes, o micro est to desatualizado que seriapreciso trocar quase todos os componentes para conseguir atingir um desempenho aceitvel.Neste caso, compensaria mais vender o micro antigo e comprar um novo.

O segredo para realizar um bom upgrade, detectar os pontos fracos da configurao,componentes que possuem um desempenho muito inferior ao restante do conjunto. Paraexemplificar, analisarei agora algumas configuraes:

Configurao 1:

Processador Pentium de 100 MHz8 MB de memria RAMHD de 1.2 GBPlaca de Vdeo de 1 MBMonitor SVGA de 14 polegadas

Temos aqui um micro bem antigo, de configurao extremamente modesta, mas que tem umgrave ponto fraco: a pouca quantidade de memria RAM. O ideal aqui seria adicionar mais 32MB de memria, totalizando 40 MB, o que multiplicaria a velocidade do equipamento.

Tambm valeria pena trocar o processador por um K6 ou Pentium de 200 MHz, j que nestecaso no precisaramos trocar tambm a placa me.

Dois pentes de memria de 72 vias de 16 MB cada, e um processador de 200 MHz custamcerca de 150 reais, que resultariam em um ganho de performance de pelo menos 300%. Note

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

25

que neste caso precisaramos usar componentes usados. O disco rgido s deveria ser trocadocaso o usurio estivesse com problemas de espao.

Configurao 2:

Pentium 233 MMX32 MB de memria RAMHD de 2.6 GBPlaca de vdeo de 2 MBMonitor SVGA de 14 polegadas

Agora temos uma configurao equilibrada. As nicas mudanas viveis seriam o aumento daquantidade de memria para 64 MB ou a troca do disco rgido (caso o usurio esteja comproblemas de espao).

No seria uma boa idia pensar em trocar o processador, pois para instalar um Pentium II,Celeron, ou mesmo um K6-2 neste micro, teramos que trocar tambm a placa me. Caso osmdulos de memria atuais sejam de 72 vias, o gasto seria ainda maior, j que as placas memais modernas possuem encaixes apenas para mdulos de 168 vias o que nos obrigaria atrocar tambm as memrias.

Caso o usurio do micro goste de jogos, ou pretenda trabalhar com imagens tridimensionais,ento uma placa de vdeo 3D, de um modelo mais simples, seria uma boa idia.

Configurao 3:

Pentium II de 266 MHz64 MB de memria RAMHD de 2.2 GBPlaca de vdeo de 2 MBMonitor SVGA de 15 polegadas

A primeira coisa a considerar neste exemplo seria a troca do processador por um Celeron de500 ou 533 MHz, j que poderamos trocar apenas o processador. Teramos ento umexcelente configurao, com exceo do disco rgido, muito pequeno e lento para um microdeste porte. Seria uma boa idia troc-lo por um de 13 GB ou mais. Se fosse adicionadatambm uma placa de vdeo 3D passaramos ento a ter praticamente um topo de linha. Oaumento da quantidade de memria para 128 MB deveria ser considerado caso o usuriotenha o hbito de trabalhar com vrios programas abertos ao mesmo tempo, ou tenha o hbitode abrir arquivos muito grandes.

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

26

As peas antigas, no caso o processador o disco rgido e a placa de vdeo poderiam servendidas depois para cobrir parte do gasto do upgrade. Existe um mercado muito grande paradiscos rgidos usados.

Descobrindo a melhor relao custo-beneficio

Simplesmente comprar o melhor micro que o dinheiro pode pagar, no uma tarefa muitodifcil, basta comprar os melhores e em geral mais caros componentes, encher de memriaRAM e voil. Porm, a no ser voc seja algum milionrio excntrico, esta provavelmente noser uma boa idia. Voc j deve ter percebido que no mundo da informtica as coisasevoluem muito rpido. A cada semana, novos componentes so lanados. Mas, prestando umpouco de ateno na ciranda dos preos, voc vai perceber duas coisas:

1- Em geral os fabricantes lanam novos componentes com pequenos avanos sobre osanteriores, porm com um grande aumento de preo. No ramo dos processadores por exemplo,os novos modelos so sempre apenas 33 ou 50 MHz mais rpidos que os anteriores. Nafamlia Pentium III, por exemplo, tivemos em menos de um ano, lanadas verses de 450,500, 533, 550, 600, 650, 667, 700, 733, 750, 800 e 1000 MHz. Sempre que uma nova verso lanada, as anteriores caem de preo, e as muito antigas so retiradas do mercado. A diferenade preo entre a verso topo de linha e a anterior, que em geral apenas 5 ou 6% mais lenta,pode chegar a quase 50%, e a diferena entre a verso mas rpida e a verso mais lentaencontrada venda (que em geral tem um desempenho apenas 35 ou 50% menor) pode ser demais de 10 vezes! Por exemplo, logo que o Pentium III de 1 GHz foi lanado, custava nosEUA, quase 1.000 dlares. Na mesma poca, as mesmas lojas (nos EUA), vendiam umCeleron de 500 MHz por cerca de apenas 50 dlares! No Brasil os preos claro so um poucomais altos, mas a proporo a mesma.

Vendo isso, voc logo perceber que simplesmente no vale pena comprar o processadormais rpido, mas sim pagar 3 ou 4 vezes menos por um processador apenas um pouco maislento.

A tabela a seguir mostra alguns dos preos de venda da Intel. Esta tabela mostra os preos devenda dos processadores em lotes de 1000, para os revendedores.

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

27

Preos de venda do Pentium III, em lotes de 1000 unidades:

Processador Preo em27/02/2000Preo em23/04/2000

Preo em28/05/2000

Preo em16/07/2000

Preo em28/09/2000

Pentium IIIde 1 GHz

no disponvel nodisponvel

no disponvel no disponvel US$ 754

Pentium IIIde 933 MHz

no disponvel nodisponvel

US$ 744 US$ 696 US$ 572

Pentium IIIde 866 MHz

US$ 776 US$ 744 US$ 562 US$ 508 US$ 401

Pentium IIIde 850 MHz

US$ 765 US$ 733 US$ 551 US$ 455 US$ 348

Pentium IIIde 800 MHz

US$ 647 US$ 562 US$ 385 US$ 249 US$ 251

Pentium IIIde 750 MHz

US$ 530 US$ 455 US$ 246 US$ 242 US$ 241

Pentium IIIde 733 MHz

US$ 455 US$ 337 US$ 241 US$ 230 US$ 193

Pentium IIIde 700 MHz

US$ 417 US$ 316 US$ 193 fora de linha fora de linha

Pentium IIIde 667 MHz

US$ 337 US$ 251 fora de linha fora de linha fora de linha

Pentium IIIde 650 MHz

US$ 316 US$ 241 fora de linha fora de linha fora de linha

Pentium IIIde 600 MHz

US$ 241 US$ 193 fora de linha fora de linha fora de linha

Pentium IIIde 550 MHz

US$ 193 US$ 193 US$ 193 fora de linha fora de linha

Pentium IIIde 533 MHz

US$ 193 fora de linha fora de linha fora de linha fora de linha

Pentium IIIde 500 MHz

US$ 193 fora de linha fora de linha fora de linha fora de linha

Preos de venda do Celeron, em lotes de 1000 unidades:

Processador Preo em27/02/2000Preo em23/04/2000

Preo em28/05/2000

Preo em16/07/2000

Celeron de600 MHz

US$ 181 US$ 138 US$ 112 US$ 79

Celeron de566 MHz

US$ 167 US$ 103 US$ 93 US$ 69

Celeron de533 MHz

US$ 127 US$ 93 US$ 79 fora de linha

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

28

Celeron de500 MHz

US$ 93 US$ 73 US$ 69 fora de linha

Celeron de466 MHz

US$ 73 US$ 69 fora delinha

fora de linha

Celeron de433 MHz

US$ 69 fora delinha

fora delinha

fora de linha

Em outras reas, como no ramo de placas de vdeo 3D, a diferena no to gritante assim,mas as placas topo de linha em geral custam 2 vezes mais do que as verses anteriores, sendoem geral 25 ou 30% mais rpidas. No caso da memria RAM, no existe uma grandeevoluo em termos de velocidade, porm muitas vezes preciso trocar os mdulos dememria ao atualizar um sistema antigo, caso o sistema antigo utilize memrias de 72 vias porexemplo. No caso do HD, o fator mais importante a capacidade, mas o desempenho tambm fundamental. Muitas vezes um HD menor muito mais rpido do que um de maiorcapacidade. No captulo sobre HDs voc encontrar uma tabela comparativa entre osprincipais HDs venda.

2- Nos ltimos anos, os equipamentos evoluram muito mas rapidamente do que os requisitosdos programas. Ao contrrio do que tnhamos a alguns anos atrs, um micro de dois anosatrs, completamente ultrapassado pelos padres atuais, pode rodar com desenvoltura quasetodos os aplicativos mais atuais. A menos que voc trabalhe em uma rea muito crtica emtermos de desempenho, como edio de vdeo por exemplo, muitas vezes voc sequer notarmuita diferena entre o desempenho de um micro topo de linha e um equipamento um poucomais antigo, desde claro, que ambos estejam corretamente configurados.

Atualmente, temos apenas dois tipos de aplicativos que realmente utilizam todo o poder deprocessamento de um micro topo de linha: aplicativos profissionais de renderizao deimagens e edio de vdeo e os jogos mais atuais. Isso no significa que estes aplicativos norodem ou fiquem muito lentos em um micro um pouco ultrapassado, mas que ficam maisrpidos, ou com mais detalhes (no caso dos jogos) num micro topo de linha. Se vale penasgastar duas vezes mais num micro topo de linha para ter apenas um pouco mais dedesempenho a j com voc, mas na minha opinio realmente no vale pena, a menos quevoc realmente trabalhe com este tipo de aplicativo, o que raro.

Em aplicaes mais leves, como processamento de textos, acesso Internet, jogos um poucomais antigos (lanados a mais de 18 meses) e mesmo programas grficos (com exceoapenas de filtros e operaes mais demoradas) a diferena para o usurio mnima. No seiluda muito com os resultados mostrados nos benchmarks; qual seria a diferena, para voc, seuma imagem demorasse 2.5 segundos ao invs de apenas 1.5 segundos para ser aberta noPhotoshop, ou se o Word demorasse 0.5 segundo ao invs de apenas 0.35 segundo para abriruma nova janela? Para algum que trabalha editando imagens e aplicado filtros e efeitos quemuitas vezes demoram horas para serem processados, talvez um ganho de 10 ou 15% dedesempenho resultasse em um grande ganho de produtividade, mas ser que este o seu caso?

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

29

Alm de saber escolher os componentes com relao qualidade, preocupe-se em seperguntar ser que realmente vou precisar de tudo isso quando for comprar um novo micro.Claro que no vale pena comprar um equipamento muito ultrapassado, mas tambm no vale pena comprar um topo de linha. O ponto ideal para voc est em algum lugar destes doisextremos. Ao longo deste livro, examinaremos os ganhos de desempenho e recursos obtidospelo uso de cada componente, e voc ter referncias para escolher o melhor para voc combase no preo de cada um na hora da compra.

Benchmarks, medindo sem erros

Existem vrios programas dedicados a medir a performance de um componente isolado, o HDpor exemplo, ou o desempenho do micro como um todo, neste caso simulando o trabalho deprogramas do dia a dia.

Porm, muito fcil forjar resultados, fazendo parecer que um produto muito melhor do queo do concorrente, mesmo sem distorcer os resultados obtidos pelo programa.

Em geral, um determinado componente, um processador por exemplo, mesmo que no geralseja um pouco mais lento do que o do concorrente, sempre se sair melhor do que ele emalgumas aplicaes. Se for criado um programa de benchmark que privilegie estas operaesque so executadas mais rpido, temos o milagre de fazer um equipamento inferior parecermais rpido.

No mundo capitalista, este tipo de estratgia, de divulgar as vantagens de um produto, aomesmo tempo que se esconde seus defeitos, muito usada em todos os setores, no apenas nomundo da informtica. Por isso que em geral no se deve dar tanta ateno aos benchmarksdivulgados pelos prprios fabricantes. Muitos so honestos ao apresentar os resultados, masoutros no; sempre nos deixando com o p atras.

Mesmo em se tratando de testes feitos por pessoas bem intencionadas, sem nenhum tipo devnculo com os fabricantes, muitas vezes temos resultados errados, simplesmente por seremusados programas de benchmark inadequados ou ultrapassados. Por exemplo, rodando oNorton System Info para DOS, que um benchmark bem antigo, em um Pentium de 200 MHze em um Pentium Pro tambm de 200 MHz, os resultados obtidos mostraro o Pentiumcomum mais de duas vezes mais rpido do que o Pentium Pro, quando na prtica o PentiumPro muito mais rpido. Usando o Wintune 97 em um Pentium MMX de 233 MHz e em umK6, tambm de 233 MHz, teremos resultados mostrando o K6 quase 50% mais rpido, quandona realidade os dois processadores praticamente empatam. Estes so apenas dois exemplos deuma lista enorme.

Existem programas que realmente conseguem mostrar resultados bastante precisos. A ZiffDavis por exemplo, desenvolve excelentes programas de bachmark para vrias situaes; para

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

30

medir o desempenho dentro de aplicativos de escritrio, para medir o desempenho em grficos3D, etc. Estes so os programas adotados nos testes da PC Magazine Americana, entre outraspublicaes. Os programas da Ziff Davis podem ser encontrados emhttp://www.ziffdavis.com

Existem outros casos de bons programas claro, como por exemplo o BAPCo SYSMark,SPECviewperf 6.1.1 entre outros.

A fim de medir corretamente a performance, preciso executar testes relativamentedemorados. Esta a principal diferena entre bons programas de benchmark e outros quemostram erros gritantes, justamente o tempo do teste. Enquanto no Business Winstone da ZiffDavis, o teste pode durar vrias horas, no Wintune o teste dura poucos segundos. Em 99% doscasos, estes testes rpidos so imprecisos.

Outro diferencial so as prprias configuraes utilizadas para executar os testes. Para medir oganho de desempenho obtido na troca de um processador por outro ou de uma placa de vdeopor outra, preciso manter todos os demais componentes, drivers, mesma verso do sistemaoperacional etc. mudando apenas o componente a ser testado. Caso contrrio, outroscomponentes contaminaro os resultados, tornando o teste impreciso. A simples troca dodriver da placa de vdeo entre os testes pode fazer um equipamento aparecer muito maisrpido ou lento que o outro.

Naturalmente, necessria tambm uma boa dose de bom senso e de conhecimento do quantocada componente utilizado influencia na performance de cada aplicativo. Por exemplo, certavez vi um teste feito por um site estrangeiro, que media a performance de vriosprocessadores, aplicando um filtro do Adobe Photoshop, chamado Gaussian Blur. Osresultados mostravam um mero Celeron 450 quase 15% mais rpido do que um Pentium III de600 MHz. Lgico que alguma coisa tinha sado errado no teste. Vendo as configuraes, foifcil perceber que as mquinas utilizadas no teste tinhas apenas 64 MB de memria RAM,enquanto o filtro utilizava arquivos de imagem grandes, de 100 MB cada um. Como os microsno tinham memria suficiente, eram obrigados a utilizar memria virtual para armazenarparte dos arquivos de imagem, fazendo com que o desempenho do disco rgido contaminasseos resultados. No teste, o Celeron havia sido equipado com um disco rgido mais rpido, heiso erro de configurao.

Moral da histria: no acredite em todos os nmeros que ver por a. Lembre-se dos comerciaisde sabo em p; nem sempre um produto to melhor que outro quanto parece; tudo dependedas condies onde os testes so realizados.

To importante quanto o programa de bachmark escolhido, so os conhecimentos da pessoaque executar o teste, que deve ser capaz de escolher uma configurao ideal, eliminandoqualquer fator que possa contaminar os resultados.

Guia de Upgrade e Manuteno 2000 Carlos E. Morimoto http://www.guiadohardware.net

31

CCaappttuulloo 22::Escolhendo o Processador: recursos e compatibilidade

Apesar do processador ser o componente mais importante do micro, j que ele quemprocessa quase todas as informaes, ele no necessariamente o componente que mais afetao desempenho do micro. Na verdade, dependendo da aplicao qual o micro se destina, odesempenho do processador pode ser menos importante que a quantidade de memria RAM,que o desempenho da placa de vdeo 3D, ou at mesmo que o desempenho do disco rgido.

Tenha em mente que o computador um conjunto, cada componente depende dos demais paramostrar o seu potencial.

Dizemos que um micro to rpido quanto seu componente mais lento. Como estamosfalando de um conjunto, apenas um componente que apresente uma baixa performance sersuficiente para colocar tudo a perder. Assim como vemos em outras situaes, num carro porexemplo, onde um simples pneu furado pode deixar o carro parado na estrada :-)

Se o micro tiver pouca memria RAM por exemplo, o sistema operacional ser obrigado ausar memria virtual, limitando a performance ao desempenho do disco rgido, que centenasde vezes mais lento que ela. Caso o micro no possua memria cache, o desempenho ficarlimitado ao desempenho da memria RAM, que muito mais lenta que o processador; e por avai. Dizemos neste caso, que o componente de baixo desempenho um gargalo, pois impedeque o conjunto manifeste todo o seu potencial.

Na hora de fazer um upgrade, a prioridade justamente detectar estes gargalos. Como vimosno captulo anterior, s vezes, apenas aumentar a quantidade de memria RAM, operao quecusta relativamente pouco, capaz de multiplicar a velocidade do micro.

Depois de acabar com os gargalos, chegou a hora de