Guia pratico OSCIPs

Embed Size (px)

Text of Guia pratico OSCIPs

  1. 1. GOVERNO FEDERALMinistro de Estado de JustiaTarso GenroSecretrio Nacional de JustiaRomeu Tuma JniorDiretor de Justia, Classicao, Ttulos e QualicaoDavi Ulisses Brasil Simes PiresDiretora-Adjunta de Justia, Classicao, Ttulos e QualicaoAnna Paula Ucha de Abreu BrancoCoordenadora de Entidades SociaisAndrea AiolChefe da Diviso de AdministraoOscar Apolnio do Nascimento FilhoChefe da Diviso de Outorgas, Ttulos e QualicaoGenrio Viana Filho
  2. 2. Ministrio da JustiaSecretaria Nacional de JustiaDepartamento de Justia, Classicao, Ttulos e QualicaoElaborao, redao e organizaoAndrea Aiol Genrio Viana Filho Oscar Apolnio Nascimento Filho Rodrigo Silva Machado Braslia, DF2009
  3. 3. Copyright 2009 Secretaria Nacional de JustiaDepartamento de Justia, Classicao, Ttulos e QualicaoMinistrio da Justia, Anexo II, sala 322CEP: 70.064-900 - Braslia, DFPermitida a reproduo total ou parcial, sem ns lucrativos, desde que citada afonte e/ou site da Internet onde pode ser encontrado o original (www.mj.gov.br)Tiragem: 20 mil exemplaresImpresso no BrasilDistribuio Gratuita - Venda ProibidaElaborao, redao e organizaoAndrea AiolGenrio Viana FilhoOscar Apolnio Nascimento FilhoRodrigo Silva MachadoEdio de textoAnna Paula Ucha de Abreu BrancoReviso de textoCidlia SantAnaErick Olmpio DiasProjeto GrcoArtecor Grca e EditoraImpressoArtecor Grca e Editora B823 Brasil. Departamento de Justia, Classicao, Ttulos e Qualicao. Guia prtico para Entidades Sociais / Departamento de Justia, Classicao, Ttulos e Qualicao ; Elaborao, redao e organizao : Andrea Aiol, Genrio Viana Filho, Oscar Apolnio Nascimento Filho e Rodrigo Silva Machado. Braslia : Secretaria Nacional de Justia, 2009. 53 p. 1. Entidade social, Cadastro, Brasil. 2. Organizao social, Perguntas e respostas, Cadastro, Brasil. 3. Prestao de servio, Brasil. I. Ministrio da Justia (MJ). II. Secretaria Nacional de Justia (SNJ). III. Cadastro Nacional de Ent idade de Utilidade Pblica do Ministrio da Justia (CNEs/MJ). IV. Aiol, Andrea. V. Viana Filho, Genrio. VI. Nascimento Filho, Oscar Apol- nio. VII. Silva Machado, Rogrigo. VIII.Ttulo.CDD 301.4Ficha elaborada pela Biblioteca do Ministrio da Justia MJ
  4. 4. GUIA PRTICO PARA ENTIDADES SOCIAISSUMRIOApresentao ...........................................................................................7Secretaria Nacional de Justia .............................................................. 9Cadastro Nacional de Entidades (CNEs/MJ) ......................................11Prestao de Contas ................................................................................ 19Organizao da Sociedade Civil de Interesse Pblico (Oscip) .........23Utilidade Pblica Federal (UPF) ...........................................................35Organizao Estrangeira (OE)...............................................................39Documentos Relevantes .........................................................................45Contatos teis.......................................................................................... 53
  5. 5. GUIA PRTICO PARA ENTIDADES SOCIAIS SIGLASART ................................................................................................................... ArtigoCNEs/MJ ...................................... Cadastro Nacional de Entidades de Utilidade Pblica do Ministrio da JustiaCNPJ ........................................................... Cadastro Nacional da Pessoa JurdicaCFC ................................................................. Conselho Federal de ContabilidadeCOESO ............................................................. Coordenao de Entidades SociaisCPF ................................................................. Cadastro Nacional da Pessoa FsicaCRC .............................................................. Conselho Regional de ContabilidadeDEJUS................Departamento de Justia, Classicao, Ttulos e QualicaoDIAD .............................................................................. Diviso de AdministraoDIVOT ............................................. Diviso de Outorgas, Ttulos e QualicaoDPMAF .................. Diviso de Polcia Martima, Aeroporturia e de FronteiraOscip .............................. Organizao da Sociedade Civil de Interesse PblicoOE ..................................................................................... Organizao EstrangeiraMDIC ................................................................... Ministrio do Desenvolvimento,Indstria e Comrcio ExteriorMJ ............................................................................................. Ministrio da JustiaRA ............................................................................ Representao AdministrativaSNJ ........................................................................... Secretaria Nacional de Justia
  6. 6. GUIA PRTICO PARA ENTIDADES SOCIAIS9 APRESENTAOA Secretaria Nacional de Justia (SNJ), do Ministrio da Justia, tem em seu conjunto de atribuies a qualicao de entidades sociais como Utilidade Pblica Federal (UPF) e Organizao da SociedadeCivil de Interesse Pblico (Oscip), e a autorizao de funcionamento no Brasilde Organizaes Estrangeiras, de direito privado, sem ns lucrativos. Oacompanhamento da prestao de contas dessas entidades e a cassao dosttulos quando necessrio tambm responsabilidade da SNJ.Para esclarecer dvidas e facilitar o acesso s informaes, a SNJ elaborou esteGuia Prtico que apresenta respostas para as perguntas mais frequentes quandoo assunto a qualicao, autorizao e prestao de contas de entidades doterceiro setor.A publicao tambm traz informaes sobre o Cadastro Nacional de Entidadesde Utilidade Pblica do Ministrio da Justia (CNEs/MJ) www.mj.gov.br/cnes esua importncia para o controle e a transparncia das relaes do Poder Pblicocom as entidades que recebem recursos ou executam polticas pblicas.Boa leitura!ROMEU TUMA JNIOR Secretrio Nacional de JustiaApresentao
  7. 7. GUIA PRTICO PARA ENTIDADES SOCIAIS 11 SecretariaNacional de JustiaASecretaria Nacional de Justia (SNJ) uma das cinco secretarias quefazem parte do Ministrio da Justia. A SNJ tem uma vasta reade atuao. responsabilidade da Secretaria tratar dos assuntosrelacionados nacionalidade e naturalizao de estrangeiros, coordenara poltica nacional sobre refugiados e as atividades de cooperao Judicial.Tambm est a cargo da SNJ a coordenao das atividades de classicaoindicativa de programas de tev e lmes, diverso pblica, jogos eletrnicose de interpretao (RPG), a qualicao, o acompanhamento de prestaode contas e a cassao de ttulos de entidades de Utilidade Pblica Federal(UPF) e de Organizaes da Sociedade Civil de Interesse Pblico (Oscips). Asorganizaes estrangeiras, de direito privado, sem ns lucrativos, precisam Secretaria Nacional de Justiada autorizao da SNJ para funcionar no Pas. A orientao e coordenao dasaes de combate lavagem de dinheiro e recuperao de ativos, da poltica dejustia e das entidades que executam servios de microlmagem so atividadesda Secretaria.
  8. 8. GUIA PRTICO PARA ENTIDADES SOCIAIS13Cadastro Nacional deCadastro Nacional de Entidades de Utilidade Pblica CNEs/MJ Entidades de Utilidade Pblica CNEs/MJ1. O que o CNEs? O Cadastro Nacional de Entidades de Utilidade Pblica do Ministrio da Justia (CNEs/MJ) um sistema eletrnico para facilitar a comunicao entre Estado, entidades e sociedade. O Cadastro desburocratiza, padroniza e d transparncia aos relatrios de prestao de contas de entidades qualicadas como Organizaes da Sociedade Civil de Interesse Pblico (Oscip) e Utilidade Pblica Federal (UPF), alm de aumentar a participao da sociedade na avaliao das polticas pblicas. Para mais detalhes sobre o CNEs/MJ, acesse www.mj.gov.br/cnes. No menu esquerda escolha a opo O que o CNEs.2. Qual o primeiro passo para o cadastramento de uma entidade no CNEs/MJ? O primeiro passo o cadastro da pessoa fsica que preencher os dados. O interessado pode ser responsvel por uma ou mais entidades junto ao CNEs/MJ. Para cadastrar-se pela primeira vez, siga as orientaes: a) Acesse o endereo eletrnico: www.mj.gov.br/cnes; b) Clique em Entrar no CNEs; c) Preencha e salve as informaes do cadastro; d) Clique em Novo cadastro, preencha as informaes e obtenha asenha de acesso.
  9. 9. 14GUIA PRTICO PARA ENTIDADES SOCIAIS A partir desse momento o interessado est habilitado a cadastrar entidades no CNEs/MJ. Para cadastrar uma nova entidade, siga as instrues detalhadas em Como devo proceder para cadastrar uma entidade no CNEs/MJ?.Cadastro Nacional de Entidades de Utilidade Pblica CNEs/MJ3. Como devo proceder para cadastrar uma entidade no CNEs/MJ?a) Se ainda no houver cadastrado nome e CPF no sistema CNEs/MJ, siga as instrues descritas no item anterior Qual o primeiro passo para o cadastramento de uma entidade junto ao CNEs/MJ?;b) Se j cadastrou nome e CPF no sistema CNEs/MJ, v at o site do CNEs/ MJ (www.mj.gov.br/cnes), na pgina de Identicao do Responsvel, informe seu CPF e senha e clique em Entrar para acessar a pgina Entidades vinculadas ao responsvel;c) Na pgina de Entidades vinculadas ao responsvel, clique em Nova Entidade para realizar o cadastro da entidade (ser aberto um formulrio solicitando os dados da entidade);d) Concludo o preenchimento dos dados, clique em Salvar e, em seguida, na opo Imprimir Procurao. O sistema ir gerar a procurao que deve ser impressa e assinada pelo dirigente mximo da entidade e enviada ao MJ junto com a ata de eleio da diretoria cujo o mandato esteja em curso;e) Se o responsvel pelo cadastro for o dirigente da entidade no necessrio imprimir a procurao. Deve-se remeter Secretaria Nacional de Justia, em substituio procurao, cpia autenticada da ata de eleio da diretoria atual. Ainda assim, imprescindvel que os dados da entidade sejam salvos com sucesso.4. O preenchimento do cadastro garante automaticamente que o interessado seja responsvel pela entidade? No. Para ser considerado responsvel, o interessado dev