Guia – Projeto Cal§ada Acess­vel

  • View
    227

  • Download
    6

Embed Size (px)

Text of Guia – Projeto Cal§ada Acess­vel

  • Projeto Calada Acessvel [Guia para projetos de espaos pblicos]

    Cartilha com informaes tcnicas, design, leis e parmetros urbansticos de passeios pblicos, com a finalidade de padronizar e garantir acesso a todos.

    2012

    SMPDS - Seropdica - RJ Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Sustentvel

    1/8/2012

  • Projeto Calada Acessvel

    Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentvel Seropdica - RJ Pgina 2

    ndice

    Apresentao..............................................................................................................................03

    Definies................................................................................................................... .................04

    Conceito Bsico...........................................................................................................................05

    Desenho Universal.......................................................................................................................07

    Dimensionamento Bsico............................................................................................................08

    SIA Smbolo Internacional de Acesso........................................................................................15

    Sinalizao Ttil no Piso...............................................................................................................16

    Padronizao................................................................................................ ...............................20

    Rampas e Escadas............................................................................................................. ...........30

    Estacionamentos.........................................................................................................................33

    Tecnologia para a construo......................................................................................................34

    Seropdica na prtica..................................................................................................................40

    Bibliografia................................................................................................................. .................42

    Leis e Normas Tcnicas................................................................................................................43

    Mais informaes........................................................................................................................44

    Decreto 884/12 de 27/07/2012 Cdigo de Obras (Lei 009 de 17/01/1997).........................45

    Cartilha desenvolvida em parceria com:

    Sistema Firjan (Federao das Indstrias do Rio de Janeiro)

    ABCP (Associao Brasileira de Cimento Portland)

  • Projeto Calada Acessvel

    Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentvel Seropdica - RJ Pgina 3

    Apresentao

    O que uma calada ideal?

    A calada ideal aquela que garante o caminhar livre, seguro e confortvel a todos os

    cidados.

    A calada o caminho que nos conduz ao lar, ela o lugar onde transitam os pedestres na

    movimentada vida cotidiana, atravs dela que as pessoas chegam aos diversos pontos do

    bairro e da cidade.

    A calada bem feita e bem conservada valoriza a casa e o bairro. A calada ideal deve oferecer:

    Acessibilidade - assegurar a completa mobilidade dos usurios.

    Largura adequada - deve atender as dimenses mnimas na faixa livre.

    Fluidez - os pedestres devem conseguir andar a velocidade constante.

    Continuidade - piso liso e antiderrapante, mesmo quando molhado, quase horizontal, com declividade transversal para escoamento de guas pluviais de no mais de 3%. No devem existir obstculos dentro do espao livre ocupado pelos pedestres.

    Segurana - no oferece aos pedestres nenhum perigo de queda ou tropeo.

    Espao de socializao - deve oferecer espaos de encontro entre as pessoas para a interao social na rea pblica.

    Desenho da paisagem - propiciar climas agradveis que contribuam para o conforto visual do usurio.

    O que diz a lei

    O artigo 5 da Constituio Federal estabelece o direito de ir e vir de todos os cidados

    brasileiros, ou seja, qualquer pessoa, (inclusive com deficincia ou mobilidade

    reduzida), deve ter o direito de chegar confortavelmente a qualquer lugar.

    O proprietrio de imvel responsvel pela construo do passeio em frente a seu

    lote e dever mant-lo em perfeito estado de conservao.

    O Decreto n 5.296/04, que regulamenta as Leis n 10.048/00 e n 10.098/00, que estabelecem normas gerais e critrios bsicos para a promoo da acessibilidade das pessoas com deficincia ou com mobilidade reduzida. Enfoque na mobilidade urbana, construo dos espaos e nos edifcios de uso pblico e legislao urbanstica.

    A Lei 10.098/00 estabelece as normas gerais e os critrios bsicos para a promoo da acessibilidade mediante a supresso de barreiras e obstculos nas vias e espaos pblicos, no mobilirio urbano, na construo e reforma de edifcios e nos meios de transporte e de comunicao.

    proibido Impedir ou atrapalhar, por qualquer meio, o livre trnsito de pedestres nas caladas

    pblicas.

    Estacionar veculos sobre as caladas pblicas.

    Depositar materiais de construo, entulho ou lixo nas caladas pblicas.

  • Projeto Calada Acessvel

    Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentvel Seropdica - RJ Pgina 4

    Definies Calada - Parte da via no destinada circulao de veculos, reservada ao trnsito de pedestres e quando possvel, implantao de mobilirio, sinalizao, vegetao e outros fins (Cdigo de Trnsito Brasileiro). Passeio - Parte da calada livre de interferncias, destinada circulao exclusiva de pedestres e excepcionalmente, de ciclistas (Cdigo de Trnsito Brasileiro). Pessoa com mobilidade reduzida - Aquela que, temporria ou permanentemente, tem limitada sua capacidade de relacionar-se com o meio e de utiliz-lo. Entende-se por pessoa com mobilidade reduzida, a pessoa com deficincia, idosa, obesa, gestante, entre outros (ABNT NBR 9050:2004). Calada rebaixada - Rampa construda ou implantada na calada ou passeio, destinada a promover a concordncia de nvel entre estes e o leito carrovel. (ABNT NBR 9050:2004)

    Faixa livre - rea do passeio ou calada destinada exclusivamente circulao de pedestres. Faixa de servio - Destinada colocao de rvores, rampas de acesso para veculos ou portadores de deficincias, poste de iluminao, sinalizao de trnsito e mobilirio urbano como bancos, floreiras, telefones, caixa de correio e lixeiras. Faixa de acesso - rea em frente a imvel ou terreno, onde pode estar a vegetao, rampas, toldos, propaganda e mobilirio mvel como mesas de bar e floreiras, desde que no impeam o acesso aos imveis. , portanto, uma faixa de apoio sua propriedade.

  • Projeto Calada Acessvel

    Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentvel Seropdica - RJ Pgina 5

    Conceito Bsico

    A sociedade vem aos poucos, se conscientizando sobre a importncia da participao de todas

    as pessoas em busca de solues para os problemas comuns que afetam as cidades. Acessos

    educao, transporte, trabalho, moradia, lazer so direitos de todos.

    responsabilidade do poder pblico, da iniciativa privada e de cada um de ns, zelarmos, pela

    igualdade de oportunidades.

    Circular pelas ruas, freqentar praas ou ter acesso aos lugares so direitos inerentes aos seres

    humanos. Inverter a lgica scio-econmica e cultural do direito pleno destinado ao

    automvel, por ocupar fisicamente um espao maior, o que no d ao seu proprietrio

    melhor ou maior status de cidado, creditar ao pedestre a possibilidade de interagir com

    os elementos que lhes so destinados pelo Poder Pblico.

    Todos somos, em alguma hora do dia, pedestres.

    Ao sair de casa e andar at o ponto de nibus, somos pedestres, do estacionamento at o

    escritrio, somos pedestres e estamos expostos a inmeros riscos, pois nossas caladas no

    oferecem condies de segurana, conforto e mobilidade e acabam por inibir o que deveria ser

    o meio de transporte mais comum: o caminhar.

    Tendo como objetivo propor melhorias na locomoo e incentivar as pessoas a andar a p

    e/ou de bicicleta, este manual visa estabelecer diretrizes e padres para qualificar os passeios

    pblicos.

    Projeto Exemplo de implantao

  • Projeto Calada Acessvel

    Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentvel Seropdica - RJ Pgina 6

    O trajeto em caladas, em alguns casos, dificultoso no s para pessoas com mobilidade

    reduzida, s vezes, difcil utilizar a calada at com um simples carrinho de beb.

    Esta cartilha tem como finalidade indicar diretrizes urbansticas para a construo de novas

    caladas, incluindo seu impacto no leito carrovel (dimenses e acessos).

    NBR9050 31052004

    Devemos lembrar que ciclovias fazem parte da calada, sendo aspecto importante para o

    crescimento sustentvel da cidade, alm de estar em conformidade com a tendncia mundial

    de preservao e conservao da natureza e diminuio da poluio, seja ela produzida pelos

    combustveis fsseis e/ou sonora.

    * importante ressaltar que este Guia aborda questes gerais de acessibilidade dos espaos

    pblicos, tanto no que diz respeito s vias de acesso e entorno praas, parques etc., quanto s

    edificaes pblicas propriamente ditas. Programas arquitetnicos que exigem legislao

    especfica como, por exemplo, aeroportos e hospitais, alm das recomendaes aqui

    referenciadas, devem observar respectiva legislao. No caso dos aeroportos, a