Click here to load reader

HISTÓRIA DA GASTRONOMIA Introdução a Gastronomia

  • View
    274

  • Download
    11

Embed Size (px)

Text of HISTÓRIA DA GASTRONOMIA Introdução a Gastronomia

  • HISTRIA DA GASTRONOMIAIntroduo a Gastronomia

  • PARTE 2A Idade Antiga ou AntiguidadeIntroduo a Gastronomia

  • Por vrios sculos a po foi a alimento slido, de base, em todas as classes sociais da civilizao ocidental. S mais recentemente ele foi substitudo pela carne, que ate ento era um produto caro e reservado aos dias de festa.

    Alem dos egipcios na africa, outros povos tambm viveram na Antiguidade, espalhados pela Europa, frica, e algumas partes da sia.

    Civilizaes que se desenvolveram principalmente ao redor do Mar Mediterrneo, como os sumerios, babilonios, assirios, egipcios, hebreus, fenicios, persas, hindus, chineses, gregos e romanos. Introduo a Gastronomia

  • OS GREGOS : Entre os gregos da Antiguidade, o aumento da classe aristocrtica, mais rica, levou a arte de comer a se associar a arte de receber, acarretando um refinamento da cozinha.

    Os padeiros se tornaram famosos produzindo Paes enriquecidos com sementes aromticas, ervas, frutas e leos vegetais.

    Com o tempo, os padeiros evoluram para chefes de cozinha, sendo auxiliados por outros serviais. Introduo a Gastronomia

  • Por muito tempo, o principal alimento dos gregos foi o peixe, em consequencia do extenso litoral do seu pais e tambm do solo, que no era bom para a agricultura.

    As caarolas e os caldeires utilizados pelos gregos eram geralmente feitos de bronze ou de metais preciosos, ricamente decorados. As vasilhas apresentavam desenhos martimos, tendo em vista a importncia da pesca para eles. Introduo a Gastronomia

  • Os gregos deixaram no livro Vida de Prazer, escrito por Arquestratos, os primeiros registros sobre cozinha. A culinria da Grcia Antiga, apesar de farta, no atingiu a altura das demais artes daquela civilizao, como a arquitetura e a escultura.

    A riqueza trouxe hbitos exagerados de comer e beber, tendo sido em vo os esforos contra esses excessos.

    Embora houvesse excessos, os banquetes na Grcia era relacionada intelectualide e as artes associando a comida aos demais prazeresIntroduo a Gastronomia

  • OS ROMANOS

    Os Romanos levaram os princpios da culinria grega, quando eles se confrontaram em guerras de conquista

    A cozinha de Roma, progrediu muito depois que os romanos conquistaram a Siclia, cujos cozinheiros eram descendentes dos gregos e considerados os melhores da regio. Introduo a Gastronomia

  • O povo romano acabou criando uma cozinha variada e refinada, ultrapassando os gregos, mas guardando a muitas semelhanas em relao as refeies e a hospitalidade.

    Com o tempo, os banquetes romanos foram se transformando em verdadeiras orgias, sob a pretexto de comemorar as conquistas do Imperio. Ja para as gregos, com algumas excees, os banquetes eram mais usados para debater questes de literatura, filosofia e poltica, embora no deixassem de lado a comida e a bebida.Introduo a Gastronomia

  • Nos festins, a refeio era to exagerada e demorada, que havia intervalos para as convidados tomarem banho e fazerem massagem. E tambm foram introduzidos os vomitrios, para possibilitar continuidade dos excessos a mesa. Isso, sem duvida, marcou o inicio de uma decadncia gastronmica entre os romanos, pois a quantidade passou a ser mais importante do que a qualidade. Introduo a Gastronomia

  • Nas mesas romanas era comum aparecer frangos, patos, gansos, galinhas-d'angola e paves; pssaros silvestres, como codornas, perdizes, gralhas, avestruzes, flamingos, garas e papagaios; peixes, rs, mexilhes, ourios e ostras. E, finalmente, as frutas, como cereja, abric, limo e melo. Os pobres comiam, basicamente, uma espcie de polenta feita com cereal ou com farinha de gro-de-bico. Os romanos, tanto quanto os gregos, eram muito hbeis em picadinhos, almndegas e croquetes. 0 fato de eles comerem em posio reclinada talvez explique a preferncia desses povos por alimentos em pequenos pedaos ou sob a forma de purs. Introduo a Gastronomia

  • Em Roma, nas cerimnias de casamento, as noivas comiam um po especial para a ocasio, significando a vida em comum, a responsabilidade que se iniciava. Com esse mesmo sentido, as noivas gregas usavam po, frutos secos e bolo. E desse costume grego e romano que vem o bolo de casamento dos dias atuais, o qual e partido pela noiva como primeiro ato da sua nova condio de casada. Introduo a Gastronomia

  • Introduo a Gastronomia

  • Introduo a Gastronomia

  • Introduo a Gastronomia

  • Introduo a Gastronomia

  • Introduo a Gastronomia

  • Durante sculos, o Imprio Romano foi acumulando conquistas e acabou dominando grande parte do mundo conhecido. O contato com outros povos, culturas, hbitos alimentares e produtos acabou por tornar a cozinha romana refinada e variada, levando-a a viver tempos de esplendor. Os 200 anos que seguiram ao nascimento de Cristo - sculos I e II foram de estabilidade e prosperidade. Mas, no sculo III, uma grave crise econmica, social e poltica tomou conta de todo o Imprio Romano, e as conquistas chegaram ao fim. Veio a decadncia e a antiga moral acabou sendo destruda. Introduo a Gastronomia

  • Introduo a Gastronomia

  • A DECADENCIA DOS ROMANOSCom a crise, vrios povos que viviam fora das fronteiras do imprio foram entrando lentamente, atrados pelas riquezas, e em busca de terras para a agricultura e o pastoreio. Eram os chamados povos brbaros, que foram se estabelecendo em varias reas do Imprio Romano, com suas lnguas e costumes, organizando verdadeiros reinos. Introduo a Gastronomia

  • Para os romanos "brbaro" era todo aquele que vivia alm das fronteiras do Imprio Romano e, portanto, no possua a cultura romana. De origem discutida, ocupavam uma regio chamada Germnia e se subdividiam em vrios povos: borgundios, vndalos, francos, saxes, anglos, lombardos, godos e outros. Introduo a Gastronomia

  • A maioria destes povos organizavam-se em aldeias rurais, compostas por habitaes rsticas feitas de barro e galhos de rvores. Praticavam o cultivo de cereais como, por exemplo, o trigo, o feijo, a cevada e a ervilha. Criavam gado para obter o couro, a carne e o leite. Dedicavam-se tambm s guerras como forma de saquear riquezas e alimentos. Introduo a Gastronomia

  • Introduo a GastronomiaSurgiram os reis Reis Brbaros, que eram donos de um imenso imprio, doavam grandes extenses de terras, chamadas feudos, para os guerreiros que tinham se destacado em guerras ou em outro feito qualquer. Pouco a pouco esses proprietrios de feudos foram ficando tambm muito poderosos, e passaram a formar a nobreza feudal, que era constituda dos senhores feudais.Esses senhores eram os donos das terras e de tudo que havia em seus domnios, inclusive dos camponeses que la trabalhavam.

  • Os Barbaros acabaram depondo o imperador romano no ano de 476, o que marcou o fim do Imprio Romano do Ocidente e, tambm, o fim da Idade Antiga.

    Assim, os brbaros liquidaram uma grande civilizao e, durante sculos, a arte da mesa quase que desapareceu. Introduo a Gastronomia

Search related