História da sociologia

Embed Size (px)

Text of História da sociologia

  • 1. Apndice Histria da Sociologia A partir do ltimo quartel do sculo XIX, a Sociologia como saber acadmico desenvolveu-se especialmente na Frana, Alemanha e Estados Unidos. O Brasil foi fortemente influenciado pelos pensadores desses trs pases.

2. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) A Sociologia na Frana Entre os principais pensadores da Sociologia na Frana, o mais importante foi mile Durkheim. Ele desenvolveu sua obra num perodo de grande crise no pas (aps a derrota na guerra franco- prussiana e o aniquilamento da Comuna de Paris), mas tambm de grande euforia promovida pelas inovaes tecnolgicas.mile Durkheim (1858-1917) em fotografia de 1900. Album/Akg-images/LatinStock 3. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) Para dar um estatuto cientfico Sociologia, Durkheim formulou alguns parmetros lgicos: os fatos sociais s podem ser explicados por outro fato social; os fatos sociais devem ser analisados como se fossem coisas, isto , em sua materialidade; necessrio abandonar os preconceitos ao analisar os fatos sociais. EditoraMartinsFontes Capa de uma das principais obras de mile Durkheim, em edio de 1999. 4. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) Durkheim refletiu tambm a histria da organizao educacional francesa, bem como sobre os contedos que estavam sendo ministrados na escola. Integrao social o elemento fundamental para Durkheim. Relaciona-se ao conceito de solidariedade, que permite a articulao de todos os elementos da realidade social. 5. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) A Sociologia na Alemanha Na Alemanha, a Sociologia foi influenciada pela discusso filosfica, histrica e metodolgica. Max Weber (1864-1920) em fotografia de 1917. Seu representante mais expressivo foi Max Weber. A obra de seus principais autores liga- se a fatores que deram Alemanha uma configurao singular no contexto europeu a partir de meados do sculo XIX. Album/akg-images/LatinStock 6. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) CompanhiadasLetras Capa da edio de 2004 de A tica protestante e o esprito do capitalismo. Nesse livro, Max Weber relaciona elementos da doutrina protestante s condies que propiciaram a emergncia e a consolidao do capitalismo. Em sua concepo, a sociedade uma teia de relaes, e no um bloco ou uma estrutura nica. O ponto de partida da anlise weberiana a compreenso da ao dos indivduos, atuando e vivendo situaes sociais com determinadas motivaes e intenes. 7. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) Em 1923, um grupo de intelectuais vinculados Universidade de Frankfurt, na Alemanha, desenvolveu uma teoria crtica da sociedade capitalista procurando dar explicaes aos fenmenos mais variados, que iam da personalidade autoritria indstria cultural. A Escola de Frankfurt Tinham como base as orientaes filosficas de Kant, Hegel e Nietzsche e as vises sociolgicas de Marx e Weber, alm do pensamento de Freud. 8. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) Mantiveram a crtica ao positivismo e ao pragmatismo. Suas reflexes sobre o nazismo culminaram na crtica s formas de controle na sociedade moderna. De cima para baixo, Adorno (em fotografia de 1968) , Horkheimer (em fotografia de 1968) e Marcuse (em fotografia de 1976). So representantes dessa corrente de pensamento Friedrich Pollock, Leo Lowenthal, Karl Wittfogel, Max Horkheimer, Theodor Adorno, Walter Benjamin, Erich Fromm e Herbert Marcuse, entre outros. Album/Akg-images/Brigitte Hellgoth/LatinStockAlbum/Akg-images/LatinStockAlbum/Akg-images/LatinStock 9. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) Nos Estados Unidos, o desenvolvimento da Sociologia ocorreu quase ao mesmo tempo em que na Frana e na Alemanha. A Sociologia nos Estados Unidos da Amrica Podem-se atribuir duas caractersticas gerais Sociologia estadunidense: a busca de solues pela pesquisa aplicada; a presena do financiamento privado nas atividades universitrias. 10. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) Acima, chegada de famlia europeia aos Estados Unidos (1900); ao lado, fbrica de ao em Pittsburg, nos Estados Unidos (sculo XIX). No final do sculo XIX, os Estados Unidos estavam em franco desenvolvimento industrial, econmico e urbano. As principais cidades passaram a ser espaos de conflito e preocupao. Temas como imigrao, comportamentos desviantes, aculturao e conflitos tnicos tiveram presena na Sociologia da poca. Bettmann/Corbis/Latin Stock Hulton-Deutsch collection 11. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) Na Universidade de Chicago, fundada em 1892 com financiamento privado, foi criado o primeiro departamento de Sociologia do pas. Pesquisas que estabeleciam relaes entre os problemas existentes nas grandes cidades do pas e a interveno dos organismos pblicos tambm foram desenvolvidas. Nessa universidade a pesquisa de campo teve primazia, com forte tendncia pragmatista. Um de seus expoentes, William F. Ogburn, desenvolveu instrumentos estatsticos com finalidade prtica. 12. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) Na Universidade de Harvard, em Boston, Elton Mayo desenvolveu a Sociologia Industrial, procurando entender a influncia das relaes sociais na produtividade dos trabalhadores. Na Universidade de Columbia, em Nova York, Paul Lazarsfeld desenvolveu metodologias quantitativas para analisar o comportamento dos habitantes do pas, mediante o estudo dos meios de comunicao de massa, das escolhas eleitorais, das atitudes polticas e dos padres de consumo. 13. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) Em Harvard, a preocupao terica marcou a Sociologia desde o incio. O organizador e primeiro catedrtico do departamento de Sociologia foi o russo Pitirim Sorokin. Preocupao terica Caricatura de Talcott Parsons. Creativecommons/Fundaowikimedia Em 1944, Talcott Parsons substituiu Sorokin. Para dar um novo encaminhamento, mais terico, Sociologia estadunidense, buscou inspirao em autores europeus. 14. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) Robert K. Merton, da Universidade de Columbia, procurou integrar a teoria prtica sociolgica. Estudou o comportamento desviante e os processos de adaptao social, tendo por base suas pesquisas qualitativas e quantitativas das profisses em ambiente de solidariedade e de conflito. 15. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) Interacionismo Charles H. Cooley considerava no haver prevalncia do indivduo nem do grupo na anlise sociolgica, mas um processo relacional entre ambos. George H. Mead afirmava a necessidade da reflexo sobre a responsabilidade individual no contexto de uma coletividade. A abordagem interacionista dos fenmenos sociais alcanou o pice com o canadense Erving Goffman. EditoraVozes 16. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) A Sociologia crtica estadunidense tem em Charles Wright Mills seu representante mais expressivo. Caricatura de Charles Wright Mills. FundaoWikimedia Viso crtica e militante Influenciado por Marx e Weber, buscou esclarecer processos e mecanismos dos conflitos e das mudanas sociais. Crtico da Sociologia emprica, incitou os socilogos de seu tempo a assumir responsabilidades como agentes sociais ativos. 17. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) At os anos 1970, podia-se falar em Sociologia por pases. Depois, em vista da circulao de informaes em escala global, a literatura sociolgica passou a ser universal. As questes sociais tambm se mundializaram. Vrios pensadores comearam a refletir sobre temas chamados de ps-modernos, hipermodernos ou contemporneos. A Sociologia internacionalizada 18. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) Niklas Luhmann. Anthony Giddens. ullsteinbild-Teutopress LajosSoos/EPA/Corbis/LatinStock O socilogo alemo Niklas Luhmann desenvolveu uma teoria sistmica da sociedade na qual o elemento central a comunicao. O britnico Anthony Giddens discute as teorias clssicas e procura reformular a teoria social contempornea, reexaminando a compreenso do desenvolvimento da modernidade. 19. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) MiguelVillagran/dpa/Corbis/Latin Stock Zygmunt Baumann. Os focos de estudo do socilogo polons Zygmunt Baumann so os mltiplos aspectos da sociedade contempornea, principalmente as novas formas de sociabilidade. O socilogo alemo Norbert Elias desenvolveu uma teoria sociolgica que acentua os aspectos da formao histrica dos fenmenos sociais. Elias chamado de socilogo das configuraes. 20. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) CreativeCommons/FundaoWikimedia Caricatura de Immanuel Wallerstein . ullsteinbild-Schleyer Manuel Castells. O estadunidense Immanuel Wallerstein desenvolveu a teoria do sistema mundial. De acordo com essa teoria, a diviso dos pases entre centrais e perifricos inerente ao sistema capitalista por conta da diviso internacional do trabalho. O espanhol Manuel Castells estudou a Sociologia Urbana e os movimentos sociais na Amrica Latina, Europa e Estados Unidos. Desenvolveu o conceito de sociedade em rede. 21. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) A Sociologia no Brasil Em 1925, o Colgio Pedro II, no Rio de Janeiro, implantou a Sociologia em seu currculo. Trs anos depois, a disciplina foi introduzida em outros estados. Primeiras experincias no ensino mdio Em 1931, no governo Vargas, a disciplina foi adotada nos cursos preparatrios aos estudos superiores nas faculdades de Engenharia, Arquitetura, Direito e Cincias Mdicas. Alm disso, foi mantida nos cursos de formao de professores. 22. A consolidao e o desenvolvimento da Sociologia Apndice (segundaparte) Desd