IAM Por Talita Belinati Internato de Clinica Medica 2014

  • View
    109

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of IAM Por Talita Belinati Internato de Clinica Medica 2014

  • Slide 1
  • IAM Por Talita Belinati Internato de Clinica Medica 2014
  • Slide 2
  • Coracao
  • Slide 3
  • IAM ISQUEMIAISQUEMIA LESAOLESAO NECROSENECROSE
  • Slide 4
  • ISQUEMIA A isquemia cardaca caracterizada pela diminuio da passagem de sangue pelas artrias coronriasA isquemia cardaca caracterizada pela diminuio da passagem de sangue pelas artrias coronrias Isquemia cardaca crnica : caracterizada pelo acmulo de placas de gordura no interior das artrias, cujo principal sintoma a dor no peito que surge inicialmente, durante esforos e, com o tempo, passa a surgir at mesmo em repouso; Isquemia cardaca crnica : caracterizada pelo acmulo de placas de gordura no interior das artrias, cujo principal sintoma a dor no peito que surge inicialmente, durante esforos e, com o tempo, passa a surgir at mesmo em repouso; Isquemia cardaca transitria : caracterizada pela dor no peito que surge quando o indivduo encontra-se sob estresse emocional ou estresse fsico, e diminui em repouso; Comum em mulheres jovens. Isquemia cardaca transitria : caracterizada pela dor no peito que surge quando o indivduo encontra-se sob estresse emocional ou estresse fsico, e diminui em repouso; Comum em mulheres jovens. Isquemia silenciosa : pode no gerar sintomas e afetar o indivduo descansando, sentado, deitado ou dormindo. Geralmente diagnosticado durante exames de rotina. Isquemia silenciosa : pode no gerar sintomas e afetar o indivduo descansando, sentado, deitado ou dormindo. Geralmente diagnosticado durante exames de rotina.
  • Slide 5
  • ISQUEMIA SINTOMAS:SINTOMAS: Angina de peito: caracterizada por dor no peito que pode irradiar para nuca, queixo, ombros ou braos;Angina de peito: caracterizada por dor no peito que pode irradiar para nuca, queixo, ombros ou braos; Palpitaes cardacas;Palpitaes cardacas; Presso no peito;Presso no peito; Falta de ar ou dificuldade para respirar;Falta de ar ou dificuldade para respirar; Enjo;Enjo; palidez e suor frio;palidez e suor frio;
  • Slide 6
  • Por que acontece? O processo de isquemia seguida de lesao tecidual e necrose pode ter diferentes etiologias:O processo de isquemia seguida de lesao tecidual e necrose pode ter diferentes etiologias: 90% dos casos sao causados por Arterioesclerose (trombo ou placa de ateroma obstuindo uma coronaria).90% dos casos sao causados por Arterioesclerose (trombo ou placa de ateroma obstuindo uma coronaria). Outras causas: uso de drogas, fatores que diminuam o suprimento de oxigenio ( hipoxia, anemia severa), anomalias congenitas, trauma, entre outros.Outras causas: uso de drogas, fatores que diminuam o suprimento de oxigenio ( hipoxia, anemia severa), anomalias congenitas, trauma, entre outros.
  • Slide 7
  • isquemia
  • Slide 8
  • arterosclerose Fatores de risco:Fatores de risco: Idade avancada, historia familiar de doenca coronariana, tabagismo, diabetes mellitus, hipertensao, hipercolesterolemia, dislipidemia, obesidade, sedentarismo, estresse psicosocial, entre outros.Idade avancada, historia familiar de doenca coronariana, tabagismo, diabetes mellitus, hipertensao, hipercolesterolemia, dislipidemia, obesidade, sedentarismo, estresse psicosocial, entre outros.
  • Slide 9
  • ISQUEMIA CONDUTA: EXAMESCONDUTA: EXAMES Historia (anamnese), avaliacao semiologica, Internacao na Emergencia, Monitoramento, ECG (inversao da onda T), enzimas cardiacas, AAS, Beta Bloqueador, Vasodilatador (Isordil sub-lingual), se houver muita dor: Morfina, entre outros dependendo das complicacoes. Se houver suspeita de IAM, segue com a rota do IAM.Historia (anamnese), avaliacao semiologica, Internacao na Emergencia, Monitoramento, ECG (inversao da onda T), enzimas cardiacas, AAS, Beta Bloqueador, Vasodilatador (Isordil sub-lingual), se houver muita dor: Morfina, entre outros dependendo das complicacoes. Se houver suspeita de IAM, segue com a rota do IAM. AUSCULTA DO ACV: pode ser normal (RCR 2T BNF S/S), pode haver taqui ou bradicardia.AUSCULTA DO ACV: pode ser normal (RCR 2T BNF S/S), pode haver taqui ou bradicardia.
  • Slide 10
  • ISQUEMIA TRATAMENTO: (quimico) Beta-bloqueadores para reduzir os batimentos cardacos; (atenolol )Beta-bloqueadores para reduzir os batimentos cardacos; (atenolol ) Estatinas para reduo das placas de gordura; (sinvastatina)Estatinas para reduo das placas de gordura; (sinvastatina) Antiplaquetrios para diminuir a formao de cogulos sanguneos e o rompimento das placas de gordura; (clopridoguel)Antiplaquetrios para diminuir a formao de cogulos sanguneos e o rompimento das placas de gordura; (clopridoguel) Nitratos que dilatam os vasos do corao. (isordil)Nitratos que dilatam os vasos do corao. (isordil) FALAR DAS EXESSOES DE NITRATO E MORFINAFALAR DAS EXESSOES DE NITRATO E MORFINA
  • Slide 11
  • isquemia Opcoes cirurgicas:Opcoes cirurgicas: Angioplastia coronria com ou sem stent : indicada para doenas agudas, que acometem poucos vasos, vaso nico ou vasos secundrios, ou at mesmo em pacientes com alto risco para cirurgia aberta. Angioplastia coronria com ou sem stent : indicada para doenas agudas, que acometem poucos vasos, vaso nico ou vasos secundrios, ou at mesmo em pacientes com alto risco para cirurgia aberta. Cirurgia de revascularizao do miocrdio : indicada para casos mais graves quando h uma grande obstruo da passagem sangunea ou um acometimento de muitos vasos ou de vasos importantes. Utiliza as veias safenas e/ou as artrias mamrias como uma ponte, o que regulariza a passagem de sangue pelos vasos do corao. Cirurgia de revascularizao do miocrdio : indicada para casos mais graves quando h uma grande obstruo da passagem sangunea ou um acometimento de muitos vasos ou de vasos importantes. Utiliza as veias safenas e/ou as artrias mamrias como uma ponte, o que regulariza a passagem de sangue pelos vasos do corao.
  • Slide 12
  • IAM SINTOMAS:SINTOMAS: Dentre os sintomas mais comuns, podemos citar: Inicio subto com duracao aproximada de 30 minutos, e sintomas parecidos com o da isquemia: A dor usualmente precordial retro-esternal, tipo constrictiva, em aperto, queimao ou peso com ou sem irradiacao. Dor no peito ou desconforto torcico: so os sintomas mais comuns do infarto. A dor ou desconforto ocorrem geralmente no centro do peito, com caractersticas do tipo presso ou aperto, de grau moderado a intenso. Geralmente, a dor pode durar por vrios minutos ou parar e voltar novamente. Em alguns casos, a dor do infarto pode parecer com um tipo de indigesto, queimao no estmago ou azia. Depende do tamanho do infarto ou da coronaria obstruida.
  • Slide 13
  • IAM
  • Slide 14
  • iam Quanto mais precocemente for realizada a abertura da artria, maior a poro do msculo cardaco que ser salva. Da a famosa frase: "Tempo Msculo!.Quanto mais precocemente for realizada a abertura da artria, maior a poro do msculo cardaco que ser salva. Da a famosa frase: "Tempo Msculo!. Orientar a populacao da importancia de procurar ajuda profissional.Orientar a populacao da importancia de procurar ajuda profissional.
  • Slide 15
  • IAM CONDUTA:CONDUTA: Paciente inconsciente :Paciente inconsciente :
  • Slide 16
  • parametros Alteracoes Eletrocardiograficas Marcadores Bioquimicos de Lesao Quadro Clinico
  • Slide 17
  • Marcadores bioquimicos quando as clulas do msculo cardaco comeam a morrer, h a liberao de uma grande quantidade de enzimas cardacas na circulao sangunea. Por isso faz-se a dosagem dessas enzimas para diagnosticar o infarto. Muitas fezes so feitas vrias dosagens no decorrer do dia para melhor avaliao e diagnstico. As enzimas mais pesquisadas so a Troponina, CK- Total, CK-MB, Mioglobina TGO e LDH.quando as clulas do msculo cardaco comeam a morrer, h a liberao de uma grande quantidade de enzimas cardacas na circulao sangunea. Por isso faz-se a dosagem dessas enzimas para diagnosticar o infarto. Muitas fezes so feitas vrias dosagens no decorrer do dia para melhor avaliao e diagnstico. As enzimas mais pesquisadas so a Troponina, CK- Total, CK-MB, Mioglobina TGO e LDH.
  • Slide 18
  • troponinas A troponina C idntica tanto no msculo esqueltico como cardaco, mas os genes codificadores das troponinas I (cTnI) e T (cTnT), cardaca e esqueltica, so diferentes, o que permitiu que anticorpos monoclonais de reatividade cruzada extremamente baixa especficos para as isoformas cardacas pudessem ser desenvolvidos facilitando o diagnstico do IAMA troponina C idntica tanto no msculo esqueltico como cardaco, mas os genes codificadores das troponinas I (cTnI) e T (cTnT), cardaca e esqueltica, so diferentes, o que permitiu que anticorpos monoclonais de reatividade cruzada extremamente baixa especficos para as isoformas cardacas pudessem ser desenvolvidos facilitando o diagnstico do IAMIAM Eleva-se na circulao simultaneamente a CK-MB, atingindo valores acima do limite de referncia entre 4 a 8 horas. Atinge seu pico entre 14 e 36 horas aps o incio do IAM e permanece elevada por 3 a 7 dias, somente retornando aos nveis basais aps 10 a 14 diasEleva-se na circulao simultaneamente a CK-MB, atingindo valores acima do limite de referncia entre 4 a 8 horas. Atinge seu pico entre 14 e 36 horas aps o incio do IAM e permanece elevada por 3 a 7 dias, somente retornando aos nveis basais aps 10 a 14 diasCK-MB, atingindo valores acima do limite de referncia entre 4 a 8 horas. Atinge seu pico entre 14 e 36 horas aps o incio do IAM e permanece elevada por 3 a 7 dias, somente retornando aos nveis basais aps 10 a 14 diasCK-MB, atingindo valores acima do limite de referncia entre 4 a 8 horas. Atinge seu pico entre 14 e 36 h