INFOQUEIMA BOLETIM MENSAL DE MO rqueimadas/boletim_infoqueima/2016_jun... · No estado do Pará, foram

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of INFOQUEIMA BOLETIM MENSAL DE MO rqueimadas/boletim_infoqueima/2016_jun... · No estado do Pará,...

  • 1

    INFOQUEIMA

    BOLETIM MENSAL DE MONITORAMENTO

    Volume 01 | Nmero 06 | Junho/2016

    NDICE

    Infoqueima ..................................................................................................................................... 2

    1. Sumrio ..................................................................................................................................... 3

    2. Monitoramento de Focos e Condies Meteorolgicas ............................................................ 4

    3. Monitoramento de Fumaa ....................................................................................................... 9

    4. Poluio Atmosfrica ................................................................................................................. 9

    5. Impacto na Sade ................................................................................................................... 14

    6. Divulgao na Mdia ................................................................................................................ 15

    7. Tendncia para Julho/2016 ..................................................................................................... 20

    Boletim Mensal do Programa de Monitoramento e Risco de Queimadas e Incndios Florestais.

    Ao 20V9-0002 do Governo Federal, PPA 2016-19, Programa 205 Mudana do Clima.

    Objetivo 1069 Desenvolvimento de tecnologias, realizado pelo INPE.

    So Jos dos Campos, SP, Brasil, INPE/CPTEC, 2016. Publicao Mensal.

    Palavras chave: Queimadas, Incndios Florestais, Risco de Fogo, Monitoramento, Sade

    Pblica e Fumaa

    Verso digital (pdf): http://www.inpe.br/queimadas/infoqueima.php

  • 2

    Infoqueima

    Boletim Mensal de Monitoramento de Queimadas

    VOLUME 01 N 06 - JUNHO/2016

    Este boletim contm o resumo mensal dos principais dados e eventos do Programa de

    Monitoramento de Queimadas e Incndios Florestais do INPE, www.inpe.br/queimadas, nas seguintes

    linhas de atuao: deteco e monitoramento de focos com satlites, clculo e previso de risco de fogo,

    acompanhamento de fumaa em aeroportos, estimativas de emisses e de transporte de poluentes das

    queimas de biomassa, avaliao das reas queimadas e, apoio a diversos usurios dos produtos.

    Editores:

    Alberto W. Setzer e Marcelo Romo

    Colaboradores:

    Alberto W. Setzer - CPTEC/INPE Fabiano Morelli OBT/INPE Fernanda Batista CPTEC/INPE Marcelo Romo - CPTEC/INPE Raffi Agop Simanoglu - CPTEC/INPE

    Editorao:

    Alberto W. Setzer e talo R.B. Garrot

    Instituies Colaboradoras:

    Funcate, Fundo Amaznia, Ibama, ICMBio,

    Indra, INPE, MCTI e, MMA.

    Apoio:

    DSA/CPTEC Diviso de Sistemas e Satlites Ambientais, INPE, http://satelite.cptec.inpe.br/ DGI/OBT Diviso de Gerao de Imagens, INPE, http://www.dgi.inpe.br/ DMD/CPTEC Diviso de Modelagem e Desenvolvimento, INPE. DOP/CPTEC Diviso de Operaes, INPE. DPI/OBT Diviso de Processamento de Imagens, INPE, http://www.dpi.inpe.br/ GMAI/CPTEC Grupo de Modelagem da Atmosfera e Interfaces, INPE, http://meioambiente.cptec.inpe.br/gmai/

    Endereo para Correspondncia: INFOQUEIMA Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais INPE Prdio CPTEC - Sala 15 Av. dos Astronautas, 1758 Jardim da Granja CEP: 12227-010 So Jos dos Campos / SP queimadas@inpe.br (verso digital pdf: http://www.inpe.br/queimadas/infoqueima.php)

    http://www.inpe.br/queimadashttp://satelite.cptec.inpe.br/http://www.dgi.inpe.br/http://www.dpi.inpe.br/http://meioambiente.cptec.inpe.br/gmai/mailto:queimadas@inpe.br

  • 3

    1. Sumrio

    Neste ms foram mapeados no pas 6.339 deteces de fogo na vegetao segundo as imagens no

    incio da tarde do sensor MODIS do satlite NASA-AQUA, o atual instrumento de referncia. Este valor

    foi 77% maior que em maio, sendo este aumento climatologicamente normal com a diminuio da

    precipitao e da umidade relativa do ar na regio do centro-sul do pas nesta poca do ano. No

    trimestre AMJ/2016 as ocorrncias de focos de origem antrpica ficaram acima da mdia, decorrentes de

    um perodo anomalamente seco e muito quente em quase todo o centro-oeste e nordeste do pas,

    influenciado, em grande parte, pelo fenmeno El-Nio, em fase de neutralidade.

    Em comparao com junho do ano anterior, que foi mais chuvoso e frio no sul da AMZ, SE, e no

    Brasil Central, houve aumento de 9% dos focos no ms para o Pas. Neste cenrio comparativo, houve

    crescimento significativo de focos em funo das secas e das temperaturas mximas elevadas,

    destacando-se: PA (+88%, 500f); BA (+70%, 416f); GO (+5%, 290f); MG (+30%, 260f); RS (+281%,

    260f); RO (+44%,170f); AM (+175%, 90f); AC (+122%, 90f). Houve diminuio no MS (-60%, 120f) e

    normalidade no MT (+0%, 1417f); TO (+0%, 1148f) em funo da entrada de ar frio e mido ao longo do

    ms, reduzindo o risco de fogo.

    Nenhum dos 31 municpios com aeroportos monitorados registrou fumaa neste ms de junho/2016.

    Os estados do Mato Grosso, Tocantins e Bahia, assim como no ms anterior, apresentaram as

    maiores ocorrncias de queimadas no Brasil no ms de junho; estados como Rondnia, Par e

    Maranho, tambm exibiram aumento significativo no nmero de focos de queimas durante esse ms.

    No estado do Par, foram observados na regio do municpio de Paragominas, no nordeste do estado,

    elevados valores de fumaa (material particulado integrado na coluna) e de concentrao de PM2,5, de

    foram altos da ordem de 0.4. Na anlise dos focos no estado de Rondnia, foram evidenciadas prximo

    Com relao sade, apesar das muitas ocorrncias de queimas nos estados do Brasil, poucos

    registros de problemas de sade decorrentes das fumaas e partculas foram reproduzidos na mdia

    nacional. Dentre eles, se destaca a restrio de visibilidade no trfego da rodovia BR-364 em Rondnia

    devido a fumaa prxima a pista.

  • 4

    2. Monitoramento de Focos e Condies Meteorolgicas

    O monitoramento de focos do Programa Queimadas do INPE, www.inpe.br/queimadas, utiliza cerca

    de 200 imagens por dia, recebidas de oito satlites diferentes. Para anlises temporais e espaciais

    comparativas apenas o satlite de referncia empregado. Para detalhes, ver

    http://sigma.cptec.inpe.br/queimadas/faq.php

    Em junho/2016 foram registrados em todo o Pas pelo satlite de referncia AQUA da NASA 6.339

    deteces de fogo na vegetao nas passagens do incio da tarde.

    Mapa 1 Total de deteces registradas em junho/2016, satlite referncia.

    Mapa 2 Anomalia de deteces registradas em junho /2016, satlite referncia.

  • 5

    Chuvas abaixo da mdia no nordeste da Regio Norte, leste da Regio Nordeste e na maior parte da

    Regio Sul, favoreceram a incidncia de focos de queimadas principalmente no TO, MT e MA. Nove

    estados brasileiros e o Distrito Federal registraram recordes de focos de queimadas para um ms de

    junho: AC, AM, BA, CE, DF, ES, PA, PR, RS e RO..

    Mapa 3 Total de chuvas para o ms de junho/2016

    Mapa 4 Anomalia de chuvas para o ms de junho/2016

    Houve reduo considervel na quantidade de queimadas em poucos estados brasileiros, como no

    RN, SP, MS e AP, onde se registraram quedas de mais de 30% (Tabela 1), cabendo ressaltar que estas

    quantidades de focos so muito pequenas em relao ao total anual destes estados e em relao ao

    Pas, e, portanto, sem relevncia na anlise anual dos focos no Pas.

  • 6

    Tabela 1: Estados com significativa reduo de queimadas em junho/2016 em relao mdia histrica.

    Estados com recordes de queimadas (Jun/2016)

    N de Focos Jun/16

    Junho, Mdia 1999 a 2015

    Aumento em Relao

    Mdia

    RIO GDE. DO NORTE 01 08 87%

    SO PAULO 197 356 44%

    MATO G. DO SUL 120 188 36%

    AMAP 02 03 33%

    Desde janeiro/2016 o Rio Grande do Norte vm registrando sucessivas redues nas queimadas; j

    estados de SP e MS vem registrando focos abaixo da mdia desde maio/2016.

    Entre todos os estados brasileiros, a mais alta incidncia de focos foi em Mato Grosso, neste estado

    foram registrados 1.417 focos, um valor expressivo, mas que no chega a ser um recorde para um ms

    de junho, onde o mximo foi de 11.195 focos em junho/2004.

    Tabela 2: Estados recordistas de focos de queimadas para um ms de junho

    Estados com significativa queda no nmero de

    focos (Jun/2016)

    N de Focos Jun/2016

    Junho, Mdia (1999 a 2015)

    Reduo em relao

    mdia

    PAR 502 143 251%

    BAHIA 416 174 139%

    RIO GDE. DO SUL 261 20 1205%

    PARAN 238 98 143%

    RONDNIA 170 64 166%

    AMAZONAS 90 22 309%

    ACRE 87 08 987%

    ESPRITO SANTO 49 10 390%

    CEAR 45 13 246%

    DISTR. FEDERAL 42 06 600%

  • 7

    O Par, com 502 focos registrados neste ms, quebrou seu recorde mensal, pois pelo histrico de

    1999 a 2015 o ms de junho com maior incidncia de focos havia sido em 2014, com 340 casos. Na

    Bahia foram 416 focos, tambm um novo recorde para o ms, pois o esperado seriam algo em torno de

    204 focos.

    Nos demais estados no indicados na tabela acima, os focos de queimadas ficaram dentro ou

    prximos de suas mdias histricas.

    Entre os dez municpios brasileiros que mais queimaram neste ms, a maioria foi da regio Centro-

    Oeste, e se concentraram nos estados de Mato Grosso e Tocantins. O total de queimadas apenas

    nesses dez municpios atingiu 876 focos, o que representou 14% de todos os focos registrados nos

    5.570 municpios de todo Pas, no ms. Este o terceiro ms consecutivo que o municpio de Tangar

    da Serra/MT aparece na lista