Informação e Comunicação Online. Volume I. Jornalismo Online

  • View
    215

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Informação e Comunicação Online. Volume I. Jornalismo Online

  • 7/26/2019 Informao e Comunicao Online. Volume I. Jornalismo Online.

    1/216

  • 7/26/2019 Informao e Comunicao Online. Volume I. Jornalismo Online.

    2/216

  • 7/26/2019 Informao e Comunicao Online. Volume I. Jornalismo Online.

    3/216

  • 7/26/2019 Informao e Comunicao Online. Volume I. Jornalismo Online.

    4/216

    Jornalismo online (e) os generos e a convergencia

    por Paulo Bastos 149Jornalismo na rede: arquivo, acesso, tempo, estatstica

    e memoriapor Lus Nogueira 159

    O ensino do jornalismo no e para o seculo XXpor Ant onio Fidalgo 179

    O jornalismo na era Slashdotpor Catarina Moura 189

    Slashdot, comunidade de palavrapor Lus Nogueira 199

    2

  • 7/26/2019 Informao e Comunicao Online. Volume I. Jornalismo Online.

    5/216

    Introdu cao

    Ant onio FidalgoUniversidade da Beira Interior.

    E-mail: [email protected]

    A comunicacao online esta a revolucionar o modo como damose recebemos a informacao e como comunicamos uns com os outros.Poder-se-ia pura e simplesmente constatar o facto, aceit a-lo comouma alteracao decorrente das novas tecnologias da informacao e co-

    munica cao e, sem questiona-lo mais, assumi-lo como uma premissaadquirida. Contudo, o sentido da ciencia est a em questionar e pro-blematizar aquilo que nos e dado como facto e compreende-lo `a luzdas suas raz oes, perspectivas e consequencias.

    No LabCom Laborat orio de Comunicacao Online da Univer-sidade da Beira Interior 1 um grupo de investigadores tem vindo adedicar-se ao estudo e experimentacao das novas formas de comu-nicacao. Iniciativas concretas como a BOCC Biblioteca Online de Ciencias da Comunicac ao2, uma das principais referencias dacomunidade lus ofona nas diversas areas disciplinares dos estudossobre a comunicacao, o jornal online Urbi et Orbi 3, que semanal-mente vem sendo publicado desde Fevereiro de 2000, a TubiWeb 4,televisao online que trabalha sobre uma base de dados, o jornalAkademia 5, um experimento de jornalismo de fonte aberta, e aindaoutras iniciativas de que a pagina web do LabCom e o portal,tem sido levadas a cabo sempre em estreita colabora cao com in-formaticos e designers. Mas a par dessas realiza coes tem havidouma reexao sobre as multiplas vertentes da informa cao e da co-munica cao online. A colectanea de textos que agora se junta em su-porte de papel, mas que na sua maioria ja se encontram disponveisonline, traduz o labor te orico que tem vindo a ser feito. Especial

    1 www.labcom.ubi.pt.2 www.bocc.ubi.pt.3 www.urbi.ubi.pt.4 www.tubi.ubi.pt.5 www.akademia.ubi.pt.

    Informa cao e Comunica cao Online 1 , Projecto Akademia 2003, 1- ??

  • 7/26/2019 Informao e Comunicao Online. Volume I. Jornalismo Online.

    6/216

    2 Antonio Fidalgo

    referencia na investigacao feita cabe ao Projecto Akademia Sis-

    temas de Informa c ao e Novas Formas de Jornalismo Online , quedesde Setembro de 2000 tem vindo a ser nanciado pela Funda caopara a Ciencia e Tecnologia.

    O projecto Akademia

    Os novos meios copiam as formas dos meios anteriores. Sucedeuanteriormente com a radio e a televisao e sucede hoje com a In-ternet. As formas de apresentacao dos conteudos sao uma copiados meios tradicionais. Os jornais online s ao uma mera vers ao

    dos jornais impressos, as r adios online em pouco se distinguem dasradios hertzianas e mesmo as televis oes na net copiam as televisoesanal ogicas.

    Mas tambem nao e menos certo que os novos meios acabampor romper com os modelos anteriores e dao origem a novos tiposde conteudo e respectiva apresentacao. A frase mais celebre deMarshall McLuhan o meio e a mensagem e justamente a inte-leccao clara de que novos meios de comunicacao obrigam a novasformas de comunicacao.

    Ora uma das caractersticas especcas da comunica cao na In-ternet e a convergencia de texto, som e vdeo, que traduz como queuma migra cao dos meios tradicionais, ate aqui separados, para oespa co comum informativo, comunicacional que e a Internet;esta aparece, assim, mais do que como um novo meio, como umverdadeiro meta-meio, um meio de todos os meios.

    No que se refere especicamente ao jornalismo e com o adventodo jornalismo online a transforma cao mais saliente que a Inter-net parece acarretar e a simbiose entre jornais e bases de dados.O hipertexto e as bases de dados online, interactivas, estabelecemcontactos entre jornais e sistemas de informacao. Uma notcia num jornal online pode reenviar, mediante um link , o leitor para umaenciclopedia, ou uma notcia pode ser dada no contexto de outrasnotcias, seleccionadas por uma pesquisa numa base de dados. Ateagora o arquivo de um jornal era de algum modo um arquivo inerte,arquivo que so o jornal do dia podia de certa maneira ressuscitartambem por um dia. Ora o online e o hipertexto permitem o acesso

  • 7/26/2019 Informao e Comunicao Online. Volume I. Jornalismo Online.

    7/216

  • 7/26/2019 Informao e Comunicao Online. Volume I. Jornalismo Online.

    8/216

    4 Antonio Fidalgo

    dade, a media estatstica.

    O hipertexto e as bases de dados online, interactivas, estabele-cem contactos entre jornais e sistemas de informacao. Daqui surgea ideia de integrar todas as notcias numa base de dados, organizadapor multiplas entradas, datas, sec coes do jornal, lugares, interveni-entes, tipos de factos noticiados, etc. O arquivo de um jornal naoseria mais um todo informe, sucessivo, mas um conjunto organi-zado, que possibilitaria a simbiose da notcia de hoje com os dadosdo passado.

    Dadas as possibilidades inform aticas das universidades e as suasnecessidades em termos de informa cao, a metodologia do projecto

    passou por criar um jornal universitario, o Akademia , que, utili-zando a largura de banda disponvel no campus universit ario, cons-titusse o novo meio de comunica cao, em termos de meios, conteudose formatos. A informa cao que existe hoje nas universidades e umainformacao dispersa, descoordenada; facto revelador de que naoha ainda uma verdadeira losoa de informacao, prossional, nomundo academico portugues. Contudo, e importante que tambemas universidades saibam aproveitar a rede como uma forma pri-vilegiada de veicular informa cao a todos os que nela trabalham,ensinam e estudam.

    Conjugar a informa cao jornalstica com a informacao institucio-nal, junt a-la num mesmo orgao, e a melhor forma de combinarnos destinat arios o interesse e a curiosidade as exigencias prossio-nais de estar informado. Por outro lado, esse orgao podera vir aconstituir um f orum de opiniao e de debate na pr opria academia.

    A estrutura da obra

    As altera coes que se vericam no conjunto de uma sociedade saotambem altera coes nas suas formas de comunicacao e, reciproca-mente, as alteracoes nas formas de comunicacao de uma sociedadesao, tambem, altera coes no conjunto dessa sociedade. Apesar decentradas na informacao jornalstica as investiga coes feitas nao po-deriam deixar de contemplar toda uma serie de quest oes conexas.

    Assim, a obra Informac ao e Comunica c ao Online apresenta-sedividida em tres volumes: o primeiro, intitulado Jornalismo On-

  • 7/26/2019 Informao e Comunicao Online. Volume I. Jornalismo Online.

    9/216

  • 7/26/2019 Informao e Comunicao Online. Volume I. Jornalismo Online.

    10/216

    6 Antonio Fidalgo

    nicacao tem vindo a introduzir no nosso mundo da vida nos

    modos como trabalhamos e repousamos, habitamos o espaco mastambem o corpo, guramos o real, construmos a mem oria, ima-ginamos o futuro. Nestes modos conjuga-se, claramente, aquilo aque Plat ao chamaria a dialectica entre o Mesmo e o Outro, istoe: em ultima an alise, e sempre a partir do mundo da vida quesituamos o e nos situamos no online, e sempre ao mundo da vidaque regressamos para nele integrarmos o online.

  • 7/26/2019 Informao e Comunicao Online. Volume I. Jornalismo Online.

    11/216

    Apresenta cao

    Ant onio Fidalgo e Paulo SerraUniversidade da Beira Interior.

    E-mails: [email protected]@alpha2.ubi.pt

    A armacao hoje trivial de que o Homem e um ser historiconao signica apenas que tudo o que o Homem produz e efemeromas tambem, e sobretudo, que isso que ele produz esta condenado

    a cristalizar, a solidicar-se e, assim, a constituir-se como o maiorobst aculo a pr opria historicidade do humano; como se, em cadamomento hist orico, o criado nao pudesse deixar de voltar-se contra oseu proprio criador. A principal implica cao de uma tal duplicidade ea de que a passagem da cultura a uma nova esta cao envolve sempre,como condicao necessaria, a luta contra o existente e a possibilidadeda sua supera cao.

    Tais duplicidade e condi cao exprimem-se, na linguagem cor-rente, e n ao so, atraves da utiliza cao do qualicativo p os comopor exemplo na express ao, hoje t ao em voga, de pos-moderno.Ora, o desenvolvimento da Internet tem feito surgir, a prop osito do jornalismo online ou web jornalismo, para nos referirmos apenasa duas das designa coes mais generalizadas da realidade emergente,este topos do p os. Os textos insertos neste volume procuram,precisamente, analisar e discutir quatro das facetas mais relevantesdessa nova realidade: o possvel car acter outro deste jornalismo, asnovas modalidades da rela cao entre informacao e jornalismo que eleimplica, a convergencia de generos a que ele aparentemente conduz,e, nalmente, a sua mobiliza cao de discursos e linguagens alterna-tivos.

    Um jornalismo outro

    A comunicacao online, simbiose de comunicacao interpessoal ( email e messenger ) e social (jornais, r adios, televis oes e portais), alteraprofundamente a forma como hoje em dia se produz e se obtem a

    Informa cao e Comunica cao Online 1 , Projecto Akademia 2003, 7- ??

  • 7/26/2019 Informao e Comunicao Online. Volume I. Jornalismo

Search related