of 12/12
- 36ª Edição - Dezembro de 2015 INFORMATIVO CÂMARA Poder Legislativo de Guarulhos Página 04 Nas duas últimas Sessões Extraordi- nárias de 2015, realizadas no dia 18, os vereadores da Câmara de Guarulhos analisaram 14 projetos de Lei. Entre eles, estavam quatro itens da Prefei- Em extraordinárias, Câmara aprova quatro projetos de lei tura, que terá aproximadamente R$ 4,3 bilhões para investir no próximo ano. As propostiras tratavam sobre a estimativa de receita e despesa para 2016; a alteração de anexos da Lei de Diretrizes Orçamentárias; a revisão do Plano Plurianual; e a disposição de lo- teamento público para regularização fundiária no Continental. Todos foram aprovados. Comissão de Trânsito analisa permuta A Comissão de Trânsito e Trans- portes analisou quatro Projetos de Lei, no dia 15, três de autoria do Executivo e um do Legislati- vo. Em relação La um deles, o PL 5268/2015, do Executivo, que au- toriza a troca de áreas públicas de aproximadamente R$ 69 milhões por terrenos particulares de R$ 51 milhões foi protelado. O presidente da Comissão, Edmilson America- no (PHS), reprova a iniciativa. “É estranho a Prefeitura abrir mão de uma receita de R$ 18 milhões; ou os imóveis têm o mesmo valor, ou não é permuta.” Karina Yamada www.camaraguarulhos.sp.gov.br Página 07 Vera Jursys Secretários participam de reuniões de CEI A Comissão Especial de Inquéri- to (CEI) que investiga a legalidade do aterro Klabin realizou reuniões com os secretários municipais de Desenvol- vimento Urbano e de Meio Ambiente nos dias 11 e 16. Os vereadores da Co- missão investigam os procedimentos e responsabilidades em relação a um aterro, localizado na via Dutra, onde são despejados todos os dias toneladas de materiais das mais diversas origens, contrariando a legislação em vigor. Acesse este informativo também em nosso site. Página 03

Informativo Dezembro 2015

  • View
    222

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of Informativo Dezembro 2015

  • - 36 Edio - Dezembro de 2015

    INFORMATIVO CMARAPoder Legislativo de Guarulhos

    Pgina 04

    Nas duas ltimas Sesses Extraordi-nrias de 2015, realizadas no dia 18, os vereadores da Cmara de Guarulhos analisaram 14 projetos de Lei. Entre eles, estavam quatro itens da Prefei-

    Em extraordinrias, Cmara aprova quatro projetos de leitura, que ter aproximadamente R$ 4,3 bilhes para investir no prximo ano. As propostiras tratavam sobre a estimativa de receita e despesa para 2016; a alterao de anexos da Lei de

    Diretrizes Oramentrias; a reviso do Plano Plurianual; e a disposio de lo-teamento pblico para regularizao fundiria no Continental. Todos foram aprovados.

    Comisso de Trnsito analisa permutaA Comisso de Trnsito e Trans-

    portes analisou quatro Projetos de Lei, no dia 15, trs de autoria do Executivo e um do Legislati-vo. Em relao La um deles, o PL 5268/2015, do Executivo, que au-toriza a troca de reas pblicas de aproximadamente R$ 69 milhes

    por terrenos particulares de R$ 51 milhes foi protelado. O presidente da Comisso, Edmilson America-no (PHS), reprova a iniciativa. estranho a Prefeitura abrir mo de uma receita de R$ 18 milhes; ou os imveis tm o mesmo valor, ou no permuta.

    Kar

    ina

    Yam

    ada

    www.camaraguarulhos.sp.gov.brPgina 07

    Vera

    Jurs

    ysSecretrios participam de reunies de CEI

    A Comisso Especial de Inquri-to (CEI) que investiga a legalidade do aterro Klabin realizou reunies com os secretrios municipais de Desenvol-vimento Urbano e de Meio Ambiente nos dias 11 e 16. Os vereadores da Co-misso investigam os procedimentos e responsabilidades em relao a um aterro, localizado na via Dutra, onde so despejados todos os dias toneladas de materiais das mais diversas origens,

    contrariando a legislao em vigor.

    Acesse este informativo tambm em nosso site.

    Pgina 03

  • O presidente da Cmara de Gua-rulhos professor Jesus (PDT) gravou na tarde do dia 4 mensagem de con-gratulaes ao municpio pelos 455 de sua fundao, a ser comemorado na prxima tera-feira (8). A pea vai ao ar na TV Cmara Guarulhos a partir das 19 horas de hoje.

    Em sua fala, Professor Jesus des-

    tacou o esprito trabalhador do guarulhense, que, apesar de todas as dificuldades por que passa o Pas, sabe fazer a cidade crescer. Voc, amigo guarulhense, parabns por este dia. Esta cidade s o que porque voc tambm faz parte desta histria, disse em uma das passagens da gravao.

    Cmara Municipal de GuarulhosDiretoria de Comunicao, Rdio e TV Cmara

    Rua Miguel Hackmey, 27Centro, Guarulhos - SP -07110-010

    (11) 2461-1238/ (11)2440-0013

    Professor Jesus- Presidente -

    Marcos Dias Jnior - Secretrio de Assuntos Institucionais -

    Sergio Roberto de Lessa - Diretor de Comunicao, Rdio e TV

    Cmara -

    Equipe de Assessoria de ImprensaCeleste Lucarelli, Diego Sammarco, Gisel le Ianson, Renata Moreira , Rberson Balsamo e Waltair

    Marto (Jornalistas)

    Nico Rodrigues, Karina Yamada e Vera Jursys (Fotgrafos)

    Igor Maximiliano(Agente Tcnico Legislativo/ Designer)

    Ingrid Soares, Rosinaldo Alves, Georgia Malaquias (Estagirios)

    GERAL

    Presidente da Cmara felicita Guarulhos

    Secretaria de Trnsito esclarece contratos

    O secretrio de Transportes e Trnsito, Atlio Pereira, participou de reunio com a Comisso Especial de Estudos que investiga onde foi apli-cado o recurso proveniente do con-trato entre a Prefeitura e o consrcio das empresas de pavimentao Em-pavi e Firpavi. O encontro aconteceu no dia 15 no plenrio da Cmara de Guarulhos. Os R$ 12 milhes de con-trapartida do Banco do Brasil no fo-ram repassados ao municpio.

    O presidente da Comisso, Romil-do Santos (PSDB), questionou o atra-so e a aplicao dos recursos, j que o contrato foi rmado h aproxima-damente um ano e meio. "Para onde foi o dinheiro se as ruas no foram pavimentadas?"

    "O recurso no veio", justi cou Pereira. "No faltou empenho do go-verno, mas contrapartida do Banco do Brasil." Uma intervenincia an-terior e problemas de documenta-o com a Caixa Econmica Federal foram algumas das causas do atra-so. A Prefeitura est utilizando R$ 2 milhes provenientes de recursos municipais para a pavimentao das ruas por onde passam os nibus.

    Sesso solene homenageia educadoresCom o orgulho estampado no

    rosto, Adelaide Pereira dos Santos, 69 anos, transbordava alegria du-rante a sesso solene de homena-gem a professores e alunos do Mo-vimento de Alfabetizao de Jovens e Adultos (Mova) na noite do dia 9, no Plenrio da Cmara de Gua-rulhos. Manoel Jos dos Santos, 62 anos, tambm falou da felicidade de poder ler e escrever.

    Os dois representaram todos os alfabetizados do Mova, cerca de 7 mil nos 13 anos de existncia do pro-

    grama. Adelaide agradeceu aos edu-cadores, responsveis por sua trans-formao, bem como ao Movimento de Ao e Incluso Social. Eu sabia apenas fazer meu nome e hoje, gra-as ao Mova, estou na stima srie do Ensino de Jovens e Adultos, disse.

    A homenagem feita pela Procura-doria Especial da Mulher da Cmara, sob o comando da vereadora Marisa de S (PT), ao Mova reuniu dezenas de pessoas a maioria atua volunta-riamente envolvidas com o proces-so educacional.

    Kar

    ina

    Yam

    ada

    Vera

    Jurs

    ys

    Mensagem homenageou aniversrio da cidade

    Atlio Pereira: Sem recursos do Banco do Brasil

    www.camaraguarulhos.sp.gov.br

    Pgina 2 36 Edio

  • Secretrios participam de reunies da CEI do aterro Klabin

    A Comisso Especial de In-qurito (CEI) que investiga a legali-dade do aterro Klabin realizou uma reunio com o secretrio de Desen-volvimento Urbano Paulo Carvalho no dia 11. O encontro contou com a presena dos parlamentares: Hele-no Metalrgico (PDT), Geraldo Ce-lestino (PSDB), Dr. Larcio Sandes (PMN), Rogrio dos Santos (PSD), Novinho Brasil (PTN), Luiz Mato-grosso (PP), Guti (PSB) e Vitor da Farmcia (PROS).

    De acordo com o secretrio Pau-lo Carvalho, o que de competncia da Secretaria de Desenvolvimento Urbano em relao ao aterro Klabin est sendo feito. Ele salientou que a scalizao dentro do aterro de res-ponsabilidade de outras Secretarias. Eu s posso scalizar at a cala-da, a rmou ao explicar que a Pasta j noti cou o aterro por questo de licenciamento, desgaste do asfalto na frente do local, construo errada de muros, entre outros problemas.

    Paulo Carvalho ainda disse que a Secretaria cobra multas desde o nal de outubro do aterro porque, apesar de lacrar o local por falta de licena de funcionamento, os trabalhos con-tinuam. Ele estima que a multa esteja em aproximadamente R$ 40 milhes.

    O presidente da CEI Heleno Me-talrgico informou que ir acionar a Procuradoria da Cmara para mar-car uma audincia com o Judicirio para discutir essa questo.

    Tambm temos a inteno de fazer uma diligncia ao aterro, disse.

    No dia 16, foi a vez de a CEI ouvir o secretrio municipal de Meio Ambiente, Luiz Henrique Rodrigues Zanetta. De acordo com ele, a scali-zao de responsabilidade exclusiva da (Companhia Ambiental do Esta-do de So Paulo (Cetesb), conforme prev o Sistema Nacional do Meio Ambiente, que atribui diferentes competncias Unio, aos estados e ao municpio.

    "A Secretaria no pode lacrar a rea; a mesma coisa de a GCM interferir no trabalho da Polcia Federal dentro do aeroporto", justi cou Zanetta. Para Heleno Metalrgico, que presi-de a CEI, a Secretaria foi omissa. "No possvel um aterro irregular car na cida-de por quase 14 anos e a Prefeitura no fazer nada."

    O diretor da Secretaria Municipal de Servios Pblicos, Jonathas Dures Jnior, explicou que realiza scaliza-o constante no local em conjunto com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano. "Com base no documento de Controle de Transporte de Resduo j realizamos 12 autuaes e guincha-mos seis caminhes."

    Zanetta a rmou que alguns muni-cpios tentaram interferir nos aterros e foram multados pela Cetesb. Alm disso, o secretrio esclareceu que os principais problemas que o aterro traz

    para a cidade so a supresso da mata nativa e a interrup-o dos canais de escoa-mento de gua da chuva. Os vereadores vo propor uma Moo de Repdio contra a Cetesb e a Secre-taria de Assuntos Jurdicos

    por no atenderem convocao

    da CEI.

    De acordo com o secretrio Pau-lo Carvalho, o que de competncia da Secretaria de Desenvolvimento Urbano em relao ao aterro Klabin est sendo feito. Ele salientou que a scalizao dentro do aterro de res-ponsabilidade de outras Secretarias. Eu s posso scalizar at a cala-da, a rmou ao explicar que a Pasta j noti cou o aterro por questo de licenciamento, desgaste do asfalto na frente do local, construo errada de muros, entre outros problemas.

    Paulo Carvalho ainda disse que a Secretaria cobra multas desde o nal de outubro do aterro porque, apesar de lacrar o local por falta de licena de funcionamento, os trabalhos con-tinuam. Ele estima que a multa esteja em aproximadamente R$ 40 milhes.

    O presidente da CEI Heleno Me-talrgico informou que ir acionar a Procuradoria da Cmara para mar-car uma audincia com o Judicirio para discutir essa questo.

    "A Secretaria no pode lacrar a rea; a mesma coisa de a GCM interferir no trabalho da Polcia Federal dentro do aeroporto", justi cou Zanetta. Para Heleno Metalrgico, que presi-de a CEI, a Secretaria foi omissa. "No possvel um aterro irregular car na cida-de por quase 14 anos e a Prefeitura no fazer nada."

    principais problemas que o aterro traz para a cidade so a supresso

    da mata nativa e a interrup-o dos canais de escoa-mento de gua da chuva. Os vereadores vo propor uma Moo de Repdio contra a Cetesb e a Secre-taria de Assuntos Jurdicos

    por no atenderem convocao

    da CEI.

    Chefes de pastas falaram sobre as aes em relao ao terreno

    Kar

    ina

    Yam

    ada

    Kar

    ina

    Yam

    ada

    www.camaraguarulhos.sp.gov.br

    Dezembro - 2015 Pgina 3

  • Em extraordinrias, Cmara aprova quatro projetos de leiNas duas ltimas Sesses Extraordi-

    nrias de 2015, realizadas no dia 18, os vereadores da Cmara de Guarulhos analisaram 14 projetos de Lei: dez ti-veram votao prejudicada por falta de parecer das Comisses, e quatro entra-ram na pauta para votao e discusso.

    Os quatro PLs foram aprovados. Os itens, de autoria da Prefeitura, tratavam sobre a estimativa de receita e despesa para 2016; a alterao de anexos da Lei de Diretrizes Oramentrias; a reviso

    Vereadores aprovam 12 projetos de Lei em Extraordinrias

    Depois das Sesses serem suspen-sas diversas vezes, o plenrio aprovou 12 projetos em ltima votao e dis-cusso na tarde do dia 17 na Cmara de Guarulhos. Com exceo do PL 2249/2014, de autoria da vereadora Professora Marisa de S (PT), que dis-pe sobre a proibio de que postos de combustveis abasteam os veculos aps ser acionada a trava de segurana da bomba de abastecimento, todos os demais foram enviados pelo Executivo Municipal.

    Entre os destaques cita-se o subs-titutivo do PL 2860/2015, que institui o Bilhete nico Especial, concedendo iseno de pagamento de tarifas nas li-nhas municipais s pessoas portadoras de algumas de cincias. O projeto de Lei 5288/2015, que cria a Coordenado-ria Geral de Licitaes e Contratos de Guarulhos tambm foi aprovado com facilidade.

    Mas, duas proposituras foram bas-tante questionadas pelo vereador Guti (PSB). Tratam-se do PL 5294/2015, que readapta a estrutura de cargos co-missionados na Prefeitura e tambm o projeto de Lei 5268/2015, que autoriza o Poder Executivo a proceder desafe-tao, para ns de alienao, de alguns bens pblicos. Apesar dos vrios ques-tionamentos do parlamentar, as propo-situras tambm foram aprovadas.

    Sesso Extraordinria suspensa por orientao de vereador

    Situao pouco comum foi regis-trada durante Sesso Extraordinria realizada nesta tera-feira (15) na Cmara de Guarulhos. Iniciada aps a nalizao da reunio ordinria, os trabalhos eram seguidos normalmen-te at que o vereador Dr. Larcio San-des (PMN) chamou a ateno para o fato de que a pauta tinha sido entre-gue na noite anterior, ou seja, menos de 24 horas antes do incio do encon-tro, contrariando o Regimento Inter-no da Cmara. Aps reunio com os demais parlamentares, o presidente da Casa Professor Jesus (PDT), acatou a observao de Sandes e encerrou os trabalhos.

    Estvamos agindo na ilegalidade, ou seja, poderamos depois ser ques-tionados por aprovar projetos de Leis

    SESSES

    em seguir o rito formal, com graves consequncias para a Cmara, justi -cou Sandes. Professor Jesus anunciou a retomada desde o incio da Sesso Extraordinria para esta quarta-feira (16), a partir das 17h30, e outra para a sexta-feira (18), a partir das 14 horas. Ele tambm anunciou os projetos que sero analisados e votados.

    Ordem do DiaDurante a Ordem do Dia, foram

    analisados e votados 15 itens, entre os quais o relatrio nal do vereador Eduardo Barreto (PCdoB), que pre-sidiu a Comisso Especial de Estudos que avaliou o fechamento da ponte sobre o Rio Baquirivu, que d acesso ao Aeroporto Internacional de Gua-rulhos. O texto foi aprovado.

    do Plano Plurianual; e a disposio de loteamento pblico para regularizao fundiria no Continental.

    A Prefeitura ter aproximadamente R$ 4,3 bilhes para investir no prxi-mo ano. O PL 4303/2015, que versa sobre a estimativa de receitas e despe-sas recebeu emendas. Larcio Sandes (PMN) votou a favor da emenda que prev recursos adicionais de R$15 mi-lhes para a Proguaru responsvel pelo servio de tapa-buracos na cida-

    de. O asfalto de Guarulhos est cheio de crateras e a Proguaru no tem ma-quinrios, nem oramento. Edmilson Americano (PHS) votou contra. O remanejamento de verba da Secretaria de Transportes para a Proguaru in-constitucional, e vai piorar a situao dos funcionrios do transporte pbli-co que zeram greve essa semana por falta de pagamento. O substitutivo foi aprovado com 20 votos favorveis e 14 contrrios.

    Larcio Sandes lembrou que a pauta chegou tarde aos vereadores Nico

    Rod

    rigue

    s

    www.camaraguarulhos.sp.gov.br

    Pgina 4 36 Edio

  • Vereadores deliberam 37 projetos em Sesso Extraordinria

    No dia 14, 37 Projetos de Lei foram deliberados em Sesso Extraordin-ria, no plenrio da Cmara. Os ve-readores rejeitaram o PL 5273/2015, do Executivo, que prope a criao da Procuradoria Geral do Municpio. Ao todo, foram nove votos a favor e 16 contrrios.

    Segundo a vereadora Eneide Mo-reira (PT), alm de acrescentar novos cargos, o PL prev o aumento do sal-rio dos procuradores de R$ 9 para R$ 11 mil mensais, por quatro horas de trabalho dirias. Empurraram esse projeto goela abaixo achando que no sabamos interpretar texto, mas se enganaram." O vereador Samuel Vasconcelos defendeu a deliberao do PL. Deliberar uma oportunida-de para ampliar o debate.

    Legislativo aprova destino de verbas a entidades sociais Os vereadores da Cma-

    ra de Guarulhos se reuniram nesta quarta-feira (16), para apreciar 33 projetos em duas Sesses Extraordi-nrias.Destes, sete foram votados em primeira ou segunda votao e nove deliberados e encaminhados para

    Grevistas da Viao Campo dos Ouros uma das trs empresas que prestam servios de transportes em Guarulhos participaram da Ses-so. Houve vaia e protesto contra o atraso do pagamento de benefcios e a ameaa de demisso de cobrado-res. Na pauta de discusso tambm

    foram deliberados favoravelmente os projetos 5.269/2015, que dispe sobre a concesso de R$ 3,6 milhes ao Stella Maris; e 5.271/2015, que autoriza a subveno social de R$ 18 milhes Associao Bene cente Jesus, Jos e Maria. Ambos so assi-nados pela Prefeitura.

    anlise das Comisses Permanentes.Os Projetos de Lei 5271/2015,

    5131/2015 e 5269/2015, de autoria do Executivo, que concediam subven-o social Associao Bene cente Jesus, Jos e Maria e Congregao as Filhas de Nossa Senhora Stella Maris,

    respectivamente, foram aprovados e agora seguem para a sano do Pre-feito.

    O PL 4715/2015, de autoria da Prefeitura, que dispe sobre a cesso de uso de reas pblicas ao Servio Autnomo de gua e Esgoto (Saae), para a implantao de dois poos, tambm foi aprovado em ltima votao.Entre as proposituras que foram apenas deliberadas cita-se o projeto de Lei 5288/2016, enviado pelo Executivo, que pretende criar a Coordenadoria Geral de Licitaes e Contratos.

    Destaque tambm para a delibe-rao do PL 5289/2015, proposto pela Prefeitura, que pretende criar um Fundo Especial para custear a folha de pagamento dos servidores municipais. Apesar de alguns par-lamentares criticarem a iniciativa, a propositura foi aprovada e agora se-gue para apreciao das Comisses Permanentes.

    Grevistas de empresas de nibus participaram do encontro

    Votaes foram realizadas em Sesses Extraordinrias

    Nico

    Rod

    rigue

    s

    Vera

    Jurs

    ys

    www.camaraguarulhos.sp.gov.br

    Dezembro - 2015 Pgina 5

  • Parlamento assina abertura de Comisso Especial de Inqurito

    Os requerimentos de autoria do vereador Joo Barbosa (PRB), com pedidos de informao a respeito da iluminao pblica em Guarulhos, movimentaram a Sesso Ordinria do dia 1.

    Vrios parlamentares aproveita-ram a deliberao destes itens para fazer severas reclamaes com rela-o ao assunto: Muitas ruas esto s escuras. muito perigoso, a rmou Alexandre Dentista (PSDC). O petis-ta Marcelo Seminaldo aproveitou o descontentamento da maioria dos ve-readores e recolheu assinaturas para a criao de uma Comisso Especial de Inqurito (CEI), para analisar como a concessionria de Energia Eltri-ca do municpio est empregando a

    Falta de resposta em requerimento gera fato inditoO segundo pedido de prorro-

    gao de prazo para responder ao requerimento 4275/2015, enviado pelo Executivo Cmara de Gua-rulhos, gerou indignao no vere-ador Larcio Sandes (PMN). Autor do documento questionando a Pre-feitura sobre valores arrecadados pelo Fumcad (Fundo Municipal dos Direitos da Criana e do Ado-lescente), fontes da receita e quais entidades so beneficiadas, o parla-mentar questionou o amparo legal para que o presidente do Legislati-

    vo, vereador Professor Jesus (PDT), colocasse em votao, novamente, a prorrogao.

    Na sesso do dia 24 de novem-bro, com um placar de 20 votos, a Cmara havia rejeitado o pedido relativo ao mesmo requerimento. Informado da rejeio, o Executivo no providenciou a resposta e rei-terou a solicitao de prorrogao no dia 30 novembro. Na sesso do dia 10, o vereador Larcio Sandes protestou contra o desrespeito lei e o presidente decidiu devolver o

    documento. Sem previso no Re-gimento Interno para tal situao, o presidente recuou. Foi uma si-tuao inusitada. Como isso nunca havia ocorrido, vou lavrar um pre-cedente e devolver a solicitao ao prefeito, disse Jesus.

    O fato abre a possibilidade de o prefeito Sebastio Almeida vir a res-ponder por improbidade adminis-trativa, por descumprimento da lei. Alguns vereadores pediram cpia do processo. No posso dizer o que pretendem fazer, disse o presidente.

    verba arrecadada com a taxa de ilu-minao pblica: a formao desta CEI demonstra que os interesses dos muncipes so apartidrios, ressaltou Seminaldo.

    Destaque tambm para a presena de vrios alunos da Fatec Guarulhos. Os discentes demonstraram por meio de cartazes, a insatisfao com o atra-so do pagamento do imvel onde est instalada a instituio:

    Na Ordem do Dia foram aprovados 4 proposituras 3 projetos de Lei e

    um Decreto Legislativo. Em segunda e ltima discusso os parlamentares foram favorveis ao PL 7363/2013, de autoria do vereador Luiz Matogrosso (PP), que cria um Plano emergencial de risco para socorro e resgate de v-timas em acidentes areos. O projeto foi bastante comentado pelos parla-mentares: quero parabenizar o autor da propositura. Temos o maior aero-porto do pas e, preciso estar prepa-rado para qualquer tipo de situao, nalizou Eduardo Barreto (PCdoB).

    Protesto: Desrespeito lei e Professor Jesus devolve documento ao prefeito

    Reclamaes de muncipes geraram as propostas

    Nico

    Rod

    rigue

    s

    Vera

    Jurs

    ys

    www.camaraguarulhos.sp.gov.br

    Pgina 6 36 Edio

  • Trnsito analisa permuta de reasA Comisso de Trnsito e Trans-

    portes analisou quatro Projetos de Lei (PL), no dia 15, trs de autoria do Executivo e um do Legislativo. Dois pareceres foram adiados para a Co-misso apurar inconsistncia e dupli-cidade.

    O parecer do PL 5.268/2015, do Executivo, que autoriza a troca de reas pblicas de aproximadamente R$ 69 milhes por terrenos particu-lares de R$ 51 milhes foi protelado. O presidente da Comisso, Edmilson Americano (PHS), reprova a iniciati-va. estranho a Prefeitura abrir mo de uma receita de R$ 18 milhes; ou os imveis tm o mesmo valor, ou no permuta.

    Meio Ambiente recebe representantes da Prefeitura

    A Comisso de Meio Ambiente da Cmara se reuniu no dia 1 com tcnicos das Secretarias Municipais de Obras e de Transportes e Trnsito com a nalidade de apurar denncias sobre a falta de infraestrutura nas re-as pblicas adjacentes ao empreen-dimento Fatto Sport Faria Lima, no Cocaia.

    As seis torres do condomnio cam em uma rea de aproximadamente 29 mil metros quadrados, onde residem mais de 3 mil pessoas. Os moradores denunciam trs falhas de infra-estru-tura no entorno dos prdios: ausncia de pavimentao das vias; solapamen-to de crrego eroso da margem causada pela enxurrada; e invaso da rea de Preservao Permanente para construo de barracos e descarte de veculos abandonados.

    H sete anos, a Secretaria de Trans-portes e Trnsito estabeleceu um acor-do com a construtora Plano e Plano para compensar os impactos do em-preendimento no sistema virio local. A empresa construiu reservatrios para conteno da gua das chuvas. Entretanto, a Prefeitura descumpriu o acordo e as vias no foram asfaltadas.

    O presidente da Comisso, verea-dor Guti (PSB), realizou dois enca-minhamentos: solicitou o nmero do protocolo da Central de Aten-dimento ao Cidado (Fcil) para acompanhar a construo do muro de conteno s margens do crrego; e formalizou o pedido de cesso da rea, para que o prprio condomnio possa pavimentar a via.

    Executivo retira projeto para reti caesEm reunio extraordinria re-

    alizada no dia 15, a Comisso de Educao, Cultura, Esporte, Lazer e Turismo da Cmara Municipal re-cebeu um tcnico da Prefeitura para explicar artigos do Projeto de Lei 5112/2015, do Executivo, que con-tradizem a Lei 6541/2009 sobre as diretrizes do Conselho Municipal de Cultura. Os prazos para avaliao da Comisso foram suspensos. O proje-to foi retirado da pauta, receber al-teraes e ser reapresentado.

    Segundo o servidor da Secretaria Municipal de Cultura, Darlan Aqui-no Cavalcante, o PL no dialoga com a Lei porque surgiu de uma demanda dos membros do Conselho Munici-

    A troca de terreno entre a Prefeitu-ra e a empresa Chamix teve parecer favorvel. Trata-se do PL 5060/2015, que permitir a abertura de uma rua em terreno particular de interesse pblico. A Comisso rejeitou o PL 197/2015, de autoria do vereador Alexandre Dentista (PSDC), que prope a criao de tarifa social de transporte para entidades religiosas.

    O projeto 5.272/2015, do Execu-tivo, que regulamenta o Food Truck comrcio de alimentos em veculos automotores tambm teve parecer adiado. J existe uma Lei de autoria do vereador Guti sobre esse assunto, portanto deve haver fuso, declarou o presidente da Comisso.

    pal de Educao, que no conheciam a legislao anterior. Alm da mu-dana da atual nomenclatura para Conselho Municipal de Polticas Culturais; o PL prope o incentivo ao Programa de Formao e Quali ca-o na rea da Cultura e a eleio de secretrio-geral e suplentes.

    A participao da sociedade civil no Conselho, prevista no inciso II, do artigo 3, teve diversas alteraes: insero de representante dos pro s-sionais da rea de artesanato; troca da palavra teatro pela expresso artes cnicas; e incluso da categoria ins-tituies culturais no governamen-tais. O projeto dever voltar a trami-tar na Cmara no ano que vem.

    Kar

    ina

    Yam

    ada

    www.camaraguarulhos.sp.gov.br

    Dezembro - 2015 Pgina 7

    COMISSES

    Os pareceres de dois projetos do Executivo foram adiados

    Vereadores ouvem denncias de moradores de condomnio

    Vera

    Jurs

    ys

  • www.camaraguarulhos.sp.gov.br

    Pgina 8 36 Edio

    Comisso analisa PLs da Prefeitura

    A Comisso de Desenvolvimento Urbano e Desenvolvimento Econ-mico da Cmara de Guarulhos deu parecer favorvel para sete projetos, seis deles de autoria da Prefeitura. A anlise dos projetos foi feita na reu-nio ordinria da Comisso, nesta quinta-feira (10), com a participao dos vereadores Heleno Metalrgico (PDT) e Eduardo Barreto (PCdoB).

    Entre os projetos analisados, os vereadores foram favorveis ao PL 4193/2015, de Prof. Samuel Vascon-celos (PT), que altera o artigo 169-A da Lei n 6046/04, que trata do C-digo de Edi caes e Licenciamen-to Urbano do Municpio. O projeto trata da dispensa de apresentao de cpia de IPTU para obter licena de funcionamento em casos de lotea-mentos no regularizados, desde que os estabelecimentos comerciais com-provem a atividade por perodo m-nimo de dois anos no mesmo local.

    Eduardo Barreto disse que o per-odo atual de cinco anos. Acredito que da maneira que est, com cinco anos para que a pessoa consiga seu alvar de funcionamento, um tem-po muito largo.O vereador Samuel Vasconcelos foi bastante feliz em apresentar um projeto que diminui esse tempo para dois anos, destacou.

    Vereadores ameaam criar CEI contra consrcioA Comisso Especial de Estu-

    dos, que analisa o contrato entre a Prefeitura e o Consrcio das cons-trutoras Empavi e Firpavi para a execuo de obras de pavimentao reuniu-se na manh do dia 8 na C-mara de Guarulhos. Presidida pelo vereador Romildo Santos (PSDB) e contando ainda com Professora Marisa de S (PT), Samuel Vascon-celos (PT), Luiz Matogrosso (PP), Elmer Japons (PSC) e Heleno Me-talrgico (PDT),a equipe decidiu

    Direitos Humanos recebe reclamaes

    A Comisso de Direitos Humanos da Cmara de Guarulhos recebeu, em sua reunio ordinria no dia 1, dois muncipes com de cincia fsica que relataram di culdades em se locomo-ver na cidade.

    Julio Alberto da Costa destacou que andar de nibus no municpio com a cadeira de rodas uma di culdade. Segundo ele, muitos motoristas de nibus no param para embarque de pessoa com mobilidade reduzida. um direito meu de ir e vir, como de todos, destacou. O muncipe ainda fez reclamaes sobre as plataformas dos nibus novos da cidade, que so muito curtas.

    O muncipe Andr Alves reclamou da acessibilidade nos novos nibus ar-ticulados de Guarulhos. Ele explicou que h uma catraca entre os elevado-res, de maneira que, quando uma pes-soa com de cincia entra por um lado, no h possibilidade de sair pelo outro.

    O vereador Pezo destacou que a ci-dade cresceu e que a frota de nibus quase 100% acessvel, mas falta educar motoristas e cobradores. O mais gra-ve a falta de respeito do ser humano com a pessoa com de cincia, disse. Romildo Santos disse que a Comisso ir veri car as denncias que recebe-ram na reunio.

    Finanas discute datas de validade

    A Comisso de Finanas e Ora-mento realizou sua reunio ordinria no dia 3 com a participao de Paulo Sergio Rodrigues Alves (PR), Geral-do Celestino (PSDB) e Dona Maria (PT). A Comisso optou por dar pa-recer contrrio ao PL 283/2009, de autoria do vereador Guti (PSB), que prev a divulgao pelos supermer-cados e estabelecimentos similares, em destaque, da data de vencimento da validade dos produtos includos em todas as promoes especiais.

    Geraldo Celestino destacou que o parecer foi contrrio porque todos os produtos possuem data de validade para veri cao. No cabe Cma-ra legislar sobre essa matria, cabe Cmara Federal, a lei j existe. O ve-reador Paulo Sergio foi voto vencido nesse parecer. Segundo ele, a Comis-so no analisa a constitucionalidade do projeto. No h nenhum uxo oramentrio dos cofres pblicos. Como no h matria oramentria, o projeto deveria ser encaminhado ao Plenrio, justi cou.

    convidar para dar maiores explica-es os representantes do consr-cio e da Prefeitura para uma reu-nio na Cmara na qual algumas dvidas sobre a parceria devem ser sanadas.

    O contrato est perto do nal, foi prorrogado por mais seis meses e pouco avanou, algumas ruas so-mente foram pavimentadas, qual o critrio de escolha?, questionou o vereador Romildo Santos. Tam-bm no obtivemos respostas cla-

    ras sobre o pagamento das obras por parte da Prefeitura, o que cabe ao Executivo como compensao e o que provm de recursos federais, acrescentou.

    De acordo com o tucano, caso as justi cativas dos envolvidos no contrato no sejam convincentes, a Cmara poder abrir uma Comis-so Especial de Inqurito, resultan-do, na pior das hipteses, no en-volvimento do Ministrio Pblico nesta questo.

    Comisso foi contrria propositura

    Nico

    Rod

    rigue

    s

  • www.camaraguarulhos.sp.gov.br

    Dezembro - 2015 Pgina 9

    ESPECIAL

    Assessoria de Imprensa

    - Cobertura de 601 pautas com confeco de textos (releases) e foto-gra as das sesses ordinrias e extra-ordinrias; audincias pblicas; reu-nies das comisses tcnicas; eventos internos e externos; solenidades; in-formaes de utilidade pblica e pro-gramao da TV Cmara.

    - Publicao diria de todos os tex-tos e fotos produzidos pelos jornalistas e fotgrafos no site da Cmara, Face-book e Twitter, incluindo o disparo di-rio de todo material Imprensa.

    - Disparos dirios de convites Im-prensa, vereadores, autoridades da ci-dade, funcionrios da Cmara e mem-bros da sociedade civil organizada,

    para todos assistirem programao da TV Cmara, com os respectivos links dos arquivos dos programas.

    - Publicao e atualizao diria da galeria de fotos.

    - Confeco de boneco e diagra-mao de 12 edies do Informativo Cmara, jornal mensal impresso no formato A4, com verso digital dis-ponvel on line no site, Twitter e no Facebook da Cmara.

    - Confeco quinzenal de Bole-tim Interno digital e Jornal Mural impresso, dirigido aos vereadores, assessores e funcionrios da Cmara.

    - Confeco de Notas e Comuni-cados O ciais e organizao de Cole-tivas de Imprensa.

    - Confeco de clipping digital di-rio (recorte das notcias relativas Cmara publicadas nos sites e jornais da cidade e da Capital) com publica-o do material coletado no site da Cmara, Facebook e Twitter, alm de disparos de emails dos links na inter-net para todos os vereadores e funcio-nrios da Cmara.

    - Divulgao da pgina o -cial da Cmara Municipal no Facebook para a busca de novos integrantes. No ano samos de 680 e chegamos a 2.400 curtidas.

    - Publicaes de atos

    o ciais da Cmara no Dirio O cial do Municpio.

    - Confeco de edies semestrais como Suplemento Especial do In-formativo Cmara impresso e em arquivo digital, relativo s audincias pblicas da Lei de Diretrizes Ora-mentrias, Plano Pluri Anual e Ora-mento do Municpio (julho e janeiro).

    - Credenciamento e apoio aos ve-culos de Imprensa durante as sesses, audincias pblicas e eventos o ciais da Cmara.

    - Atendimento das demandas en-viadas pela Imprensa com envio das respectivas respostas a seus questio-namentos.

    - Respostas aos comentrios fei-tos por internautas nas Redes Sociais com encaminhamento dos assuntos abordados ao setor de Ouvidoria da Casa e aos parlamentares.

    - Produo diria de podcasts para a Web Rdio com as reportagens pu-blicadas no site da Cmara e redes sociais, alm do envio de todo mate-rial Imprensa. Total produzido no perodo: 315 reportagens.

    - Orientao e superviso dos esta-girios que tomam conhecimento e se envolvem nas rotinas dos setores.

    - Realizao de reunies frequentes com todos os funcionrios dos diver-sos setores da Assessoria de Imprensa para distribuio e aprimoramento dos trabalhos, com manuteno do dilogo diariamente via email e por meio de planilhas on line.

    - Envio semestral de todo mate-rial produzido pela

    Assessoria de Im-prensa para ar-mazenamento no Data Center do

    Legislativo.

    Solidez de projetos marcou 2015 na Diretoria de Comunicao

    Kar

    ina

    Yam

    ada

    A Diretoria de Comunicao, Rdio e TV Cmara de Guarulhos o setor responsvel na Casa por divulgar o dia a dia do Legislativo guarulhense. No nal de 2015, divulgou as aes de-senvolvidas com este objetivo durante todo o ano. Em destaque, a solidi ca-o de alguns projetos iniciados em 2014, caso da webrdio, e o aumento do tempo de transmisso semanal dos programas da TV. Os nmeros servem para avaliar e o trabalho e referenciar o comprometimento da equipe em soli-di car e aprimorar este trabalho.

    - Confeco de clipping digital di-rio (recorte das notcias relativas Cmara publicadas nos sites e jornais da cidade e da Capital) com publica-o do material coletado no site da Cmara, Facebook e Twitter, alm de disparos de emails dos links na inter-net para todos os vereadores e funcio-

    - Divulgao da pgina o -cial da Cmara Municipal no Facebook para a busca de novos integrantes. No ano samos de 680 e chegamos

    - Publicaes de atos

    - Envio semestral de todo mate-rial produzido pela

    Assessoria de Im-prensa para ar-mazenamento no Data Center do

    Legislativo.

    Nico

    Rod

    rigue

    s

  • www.camaraguarulhos.sp.gov.br

    Pgina 10 36 Edio

    - Confeco de relatrio anual quanti cando os trabalhos realizados pela Assessoria de Imprensa durante o ano e entrega deste documento ao Secretrio de Assuntos Institucionais da Cmara, Diretoria Legislativa, Che a de Gabinete, Presidncia, se-tor de taquigra a e Tribunal de Con-tas do Estado de So Paulo.

    - Reorganizao do organograma funcional do setor para 2016.

    - Reunies para elaborao de Ma-nual de Procedimentos que ditar as normas de todas as rotinas dos seto-res, buscando a Diretoria Ideal.

    - Conferncia, reviso e manuten-o semestral de todos os equipa-mentos utilizados.

    - Elaborao de planejamento de mdia para o Projeto Economia na Cmara.

    Metas para 2016 - Assessoria de Im-prensa

    - Manuteno dos servios realiza-dos em 2015.

    - Implantao de boletim eletrnico semanal (newsletter) para ser dispa-rado via email a todos os vereadores, funcionrios, autoridades e personali-dades do municpio, com todo material produzido no perodo pela Diretoria.

    - Implantao do servio de rdio e TV escuta.

    - Acompanhamento e direciona-mento da construo do novo site o cial da Cmara, nos assuntos rela-cionados Diretoria.

    - Treinamento de toda equipe para conhecimento da legislao eleitoral em vigor.

    - Concluso e impresso de Ma-

    nual de Procedimentos que ditar as normas de todas as rotinas do setor, buscando a Diretoria Ideal.

    TV Cmara

    - Transmisses dirias ao vivo, com reprises pela TV Cmara de segunda a domingo, das 74 sesses ordinrias e 26 sesses extraordinrias, alm das 62 audincias pblicas (LDO e LOA) realizadas no ano, pela Net (TV a cabo da cidade canal 7 digital) e internet (Web TV do site www.cama-raguarulhos.sp.gov.br), com traduo simultnea em Libras.

    - Produo e transmisso de 124 edies inditas do Jornal da Cmara tri-semanal, com durao de 30 minu-tos, as segundas, quartas e sextas-fei-ras, trazendo as principais notcias do Legislativo guarulhense, alm de re-portagens externas relativas s ativida-des parlamentares, como as reunies das comisses tcnicas permanentes da Casa, audincias pblicas, eventos internos, externos e solenidades.

    - Produo e transmisso de 41 edies inditas do programa sema-nal Ponto de Vista, com 30 minutos de durao, toda quarta-feira, onde personalidades da cidade concedem entrevistas sobre diversos assuntos.

    - Produo e transmisso de 39 edi-es inditas do programa semanal Cmara em Pauta, com 45 minutos de durao, toda sexta-feira. Trata-se de uma mesa redonda que conta com a participao de vereadores e convida-dos, debatendo assuntos legislativos e de interesse dos muncipes.

    - Gravao na ntegra e posterior transmisso na programao de 47 eventos noturnos de cunho legislati-vo ocorridos no plenrio da Casa, tais como audincias pblicas diversas, sesses solenes, reu-nies de comisso, debate OAB, Parlamento Jovem e 5 Circuito Jurdico de Guaru-lhos.

    - Produo de 12 vinhetas inditas de utilidade pbi-

    ca, alm de informaes legislativas gerais dirigidas populao (debate OAB, Dengue, Programao, Minuto Cidado, Comisses e Eu estou na TV Cmara com a nova mesa dire-tora).

    - Produo e veiculao de 5 Pro-gramas Palavra do Presidente e 2 mensagens do Presidente popula-o (Natal e Aniversrio da cidade).

    - Participao em 1 coletiva de imprensa.

    - Publicaes de todos os progra-mas produzidos pela TV Cmara no You Tube, com disponibilizao dos links no site da Cmara, Facebook e Twitter, incluindo o disparo deste ma-terial via email a toda Imprensa, vere-adores, autoridades, membros da so-ciedade civil e funcionrios da Casa.

    - Divulgao diria da grade de programao da TV Cmara, que tem suas transmisses realizadas de segunda a domingo, das 13h s 1h da manh, dentro do canal da Assem-blia Legislativa - TV Alesp (Net 7 digital) e no site institucional da Casa com disparos para a Imprensa, vere-adores, autoridades, membros da so-ciedade civil e funcionrios da Casa.

    - Monitoramento dirio do chave-amento dos canais, dos horrios da grade de programao e da qualida-de das transmisses da TV Cmara na Net e internet, inclusive nos nais de semana.

    - Contato constante de nossa equipe tc-nica responsvel pelas transmisses da TV Cmara com o pessoal da

    NET e da TV Alesp para

    Cmara em Pauta, com 45 minutos de durao, toda sexta-feira. Trata-se de uma mesa redonda que conta com a participao de vereadores e convida-dos, debatendo assuntos legislativos e de interesse dos muncipes.

    - Gravao na ntegra e posterior transmisso na programao de 47 eventos noturnos de cunho legislati-vo ocorridos no plenrio da Casa, tais como audincias pblicas diversas, sesses solenes, reu-nies de comisso, debate OAB, Parlamento Jovem e 5 Circuito Jurdico de Guaru-

    - Produo de 12 vinhetas inditas de utilidade pbi-

    de semana.- Contato constante de nossa equipe tc-nica responsvel pelas transmisses da TV Cmara com o pessoal da

    NET e da TV Alesp para

    Nico

    Rod

    rigue

    s

    Nico

    Rod

    rigue

    s

  • www.camaraguarulhos.sp.gov.br

    Dezembro - 2015 Pgina 11

    a viabilizao das veiculaes dirias.- Envio de todos os vdeos produ-

    zidos pela TV Cmara para armaze-namento no Data Center do Legisla-tivo e estorage interno do setor.

    - Orientao e superviso dos es-tagirios que tomam conhecimento e se envolvem nas rotinas de todos os setores.

    - Realizao de reunies frequen-tes com todos os funcionrios dos diversos setores da TV Cmara para distribuio e aprimoramento dos trabalhos, com manuteno do di-logo diariamente via email e por meio de planilhas on line.

    - Confeco de relatrio anual quanti cando os trabalhos realiza-dos pela TV Cmara durante o ano e entrega deste documento ao Secre-trio de Assuntos Institucionais da Cmara, Diretoria Legislativa, Che- a de Gabinete, Presidncia, setor de taquigra a e Tribunal de Contas do Estado de So Paulo.

    - Reorganizao do organograma funcional do setor para 2016.

    - Incio da implantao tcnica da insero do Closed Caption na pro-gramao da TV Cmara (sistema de transmisso de legendas ocultas via sinal de televiso, que permitir aos de cientes auditivos o acompa-nhamento dos programas transmiti-dos por meio da leitura).

    - Reunies para elaborao de Manual de Procedimentos que dita-r as normas de todas as rotinas dos setores, buscando a Diretoria Ideal.

    - Conferncia, reviso e manuten-o de todos os equipamentos.

    - Planejamento de mdia para o Pro-jeto Economia na Cmara.

    - Atendimento e acompanhamen-to das visitas feitas pelas comitivas

    legislativas das cidades de Grava-ta (Rio Grande do Sul) e Mampula (Moambique), que estiveram na Casa para conhecer a estrutura tc-nica e funcional da TV Cmara Gua-rulhos com posterior implantao semelhante dos trabalhos e equipa-mentos em seus municpios, devido a nossa reconhecida modernidade, visibilidade e e cincia.

    Metas para 2016 TV Cmara

    - Manuteno das produes e servios realizados em 2015.

    - Produo de novas reportagens externas, vinhetas, chamadas, drops e programetes de utilidade pbica e informaes legislativas de interesse da populao.

    - Promoo de debates polticos e programas especiais tendo em vista as eleies municipais.

    - Treinamento de toda equipe para conhecimento da legislao eleitoral em vigor.

    - Investimentos em cursos de ca-pacitao para funcionrios do setor tcnico visando a implantao da TV Digital.

    - Participao de integrantes da TV Cmara em workshops e eventos externos de interesse da Diretoria de Comunicao e do Legislativo.

    - Busca de novas concessionrias de TV a cabo alm da Net, aptas para a transmisso da TV Cmara Guaru-

    lhos, tais como Vivo e GVT.- Finalizao da implantao tc-

    nica da insero do Closed Caption na programao da TV Cmara.

    - Formao de grupo de estudos para a viabilizao da construo de estdio prprio de gravao para a TV Cmara nas dependncias do Legislativo.

    - Concluso e impresso de Ma-nual de Procedimentos que ditar as normas de todas as rotinas do setor, buscando a Diretoria Ideal.

    - Estudos para liao Astral: Associao Brasileira de Televises e Rdios Legislativas.

    Setor de Expediente

    - Andamento aos processos de ordem administrativa.

    - Notificao e encaminhamento dos servios solicitados a eventos realizados por vereadores, comis-ses.

    - Gerenciamento das rotinas ad-ministrativas da Diretoria e orien-tao aos servidores e estagirios que nela atuam.

    - Modernizao do sistema de numerao de memorandos, o qual foi digitalizado e recebeu a funo de filtros para pesquisa.

    - Criao e constante atualizao de Planilha com o status de cada servidor (frias, banco de horas, li-cenas, 115, etc).

    Prisc

    ila O

    rtega

    Vera

    Jurs

    ys

    Releases - Imprensa51%

    Reportagens - Web Rdio27%

    Produo e transmisso -TV

    17%

    Gravaes noturnas - na ntegra

    4%

    Vinhetas - Utilidade Pblica

    1%

  • possvel assistir nossa programao diria pelo canal 7 digital da NET (TV a cabo) e pelo nosso site www.camaraguarulhos.sp.gov.br de segunda a sexta-feira das 13h00 s 1h00 da manh.

    No site e na pgina da Cmara e no Facebook esto todos os programas produzidos pela TV Cmra, inclusive as sesses ordinrias e extraordinrias, audincias pblicas e reunies de comisses.

    Con ra a programao indita da TV Cmara Guarulhos

    Acompanhe as notcias sobre a Cmara Municipal publicadas na imprensa por meio do clipping dirio confeccionado pela assessoria de imprensa em nosso site.

    Fique em contato com a Cmara Municipal de Guarulhos

    facebook.com/camaraguarulhos

    camaraguarulhos.sp.gov.br

    twitter.com/camaraguarulhos

    @camaraguarulhos

    Vera

    Jurs

    ys

    www.camaraguarulhos.sp.gov.br

    Pgina 12 36 Edio