Introdução a Banco de Dados Ferramentas Computacionais FACIN/PUCRS

  • View
    106

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Introdução a Banco de Dados Ferramentas Computacionais FACIN/PUCRS

  • Slide 1
  • Introduo a Banco de Dados Ferramentas Computacionais FACIN/PUCRS
  • Slide 2
  • A informao pode ser classificada, pesquisada e atualizada. Mais de uma informao pode ser organizada em um conjunto. Banco de Dados (BD) o nome mais comum para um conjunto de informaes organizadas (ou estruturadas). A organizao do BD deve possibilitar a recuperao de informao de acordo com diferentes necessidades e no sofrer alteraes ao longo do tempo. A organizao deve ser baseada em um modelo pr- definido e que facilite a compreenso da estrutura dos dados (modelo de dados). Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff O que um Banco de Dados (BD)?
  • Slide 3
  • Perguntas Norteadoras... Quais dados eu desejo armazenar, e qual a melhor maneira de organiz-los? Isso determina as tabelas que voc precisar. Quais as aes de entrada de dados? Isso determina os formulrios de que voc precisar. Quais informaes eu quero saber? Essa resposta indica que relatrios e consultas voc desejar. Material da professora Beatriz Franciosi, baseado em Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Como planejar um Banco de Dados?
  • Slide 4
  • Exemplo de Planejamento de BD Pensando alto... E se eu quiser organizar minha biblioteca pessoal... Quais dados eu desejo armazenar, e qual a melhor maneira de organiz-los? Isso determina as tabelas que voc precisar. Quais as aes de entrada de dados? Isso determina os formulrios de que voc precisar. Quais informaes eu quero saber? Essa resposta indica que relatrios e consultas voc desejar. ? ? ?
  • Slide 5
  • Conceitos Principais entidades atributos relacionamentos restries sobre relacionamentos viso esttica e estrutural dos dados Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Modelo de Entidade e Relacionamento
  • Slide 6
  • Entidades representam pessoas ou objetos que existem no mundo real, e sobre as quais queremos guardar informaes exemplos: funcionrio, obra, mquina, aluno representao: nome da entidade Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Modelo de Entidade e Relacionamento
  • Slide 7
  • Atributos representam caractersticas ou informaes das entidades ou dos relacionamentos exemplos para entidades: funcionrio: nome, matrcula, data de admisso, nmero da carteira profissional obra: responsvel, data de incio, custo previsto mquina: material, tipo, responsvel, custo aluno: nome, matrcula, curso, situao Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Modelo de Entidade e Relacionamento
  • Slide 8
  • Relacionamentos fato ou acontecimento que liga dois objetos do mundo real (ou duas entidades do modelo) representao: nome Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Modelo de Entidade e Relacionamento
  • Slide 9
  • Diagrama (utilizado para) Interagir com o usurio Definir depsitos permanentes de dados Focalizar relacionamentos entre entidades, tabelas ou arquivos Livro Cliente Compra Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Modelo de Entidade e Relacionamento
  • Slide 10
  • MdicoPaciente Cobra Trata Professor ministra Disciplinas Curso possui Exemplos Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Modelo de Entidade e Relacionamento
  • Slide 11
  • Voltando ao minha biblioteca... E se eu quiser organizar os emprstimos que fao dos meus livros? O que terei mais que armazenar? Quais dados eu desejo armazenar, e qual a melhor maneira de organiz-los? Isso determina as tabelas que voc precisar. Quais as aes de entrada de dados? Isso determina os formulrios de que voc precisar. Quais informaes eu quero saber? Essa resposta indica que relatrios e consultas voc desejar. ? Planejando meu BD ? ?
  • Slide 12
  • Voltando ao minha biblioteca... E quais so... As entidades necessrias? Os atributos necessrios? Os relacionamentos necessrios? E como fica o diagrama de entidade-relacionamento? ? Planejando meu BD ? ? ? No esqueam dos emprstimos
  • Slide 13
  • Como funcionam? Em um sistema de gerenciamento de BD, como o Access, por exemplo, geralmente possvel armazenar informaes (tabelas), realizar consultas e imprimir relatrios. E, atravs deles possvel criar formulrios para a entrada de dados facilitando o preenchimento de tabelas. [Tabelas Formulrios Relatrios Consultas] Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Sistemas Gerenciadores de BD
  • Slide 14
  • Como as partes se juntam? Embora voc crie tabelas, relatrios, formulrios e consultas em etapas separadas, elas esto todas relacionadas. As tabelas so a parte de todas as atividades, todos os outros objetos se referem aos dados da tabela: os relatrios resumem e organizam os dados da tabela; os formulrios ajudam a inserir as informaes na tabela; as consultas ajudam a localizar informaes na tabela. Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Sistemas Gerenciadores de BD
  • Slide 15
  • Tecnicamente, voc s precisa de uma tabela. Mas quanto maior a quantidade de informao na tabela mais difcil ser sua recuperao (ou localizao). Se as informaes forem armazenadas em mais de uma tabela ento necessrio criar um relacionamento entre elas (modelo entidade relacionamento). Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Tabelas
  • Slide 16
  • Exemplo: Banco de Dados que registra pedidos de clientes. (Tabelas deste BD) Clientes Tipos de Clientes Mtodos de Entrega Vendedores Pedidos Produtos Detalhes do Pedido Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Tabelas
  • Slide 17
  • Como seriam as tabelas da minha biblioteca? Que dados necessito para cada uma delas? Planejando meu BD ? ? ? Lembrem das entidades...
  • Slide 18
  • Planejar as tabelas antes de criar o BD importante. difcil mudar a estrutura de uma tabela depois que ela estiver preenchida com dados (mas no impossvel). Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Tabelas
  • Slide 19
  • Normalizao dos dados torna as tabelas o mais eficientes e compactas possveis, para eliminar a possibilidade de confuso e erro. Algumas regras determinam o modo como um BD deve armazenar suas tabelas. Estas so as regras de normalizao de dados. Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Normalizando o BD
  • Slide 20
  • Evite informaes repetidas Suponha que voc queira manter informaes de contato sobre seus clientes juntamente com um registro de cada transao que eles efetuarem. Se voc mantivesse tudo em uma tabela, teria que repetir o nome completo do cliente, o endereo e o nmero de telefone toda vez que inclusse uma nova transao. Tambm teria que mudar o endereo em cada registro de transao para esse cliente. Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Normalizando o BD
  • Slide 21
  • Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Normalizando o BD
  • Slide 22
  • Organizando a tabela... Atribuir a cada cliente um nmero de cdigo. Incluir o nmero de cdigo em uma tabela contendo nomes e endereos. Usar nmero de cdigo como um vnculo em uma tabela separada que contenha as transaes. Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Normalizando o BD
  • Slide 23
  • Tabela de Clientes Tabela de Pedidos Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Normalizando o BD
  • Slide 24
  • Evite dados redundantes Suponha que voc queira acompanhar quais funcionrios freqentam certas aulas de treinamento. Existem muitos funcionrios e muitas aulas. Utilizando uma nica tabela (tabela de Pessoal) organizada da seguinte forma: Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Normalizando o BD
  • Slide 25
  • Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Normalizando o BD
  • Slide 26
  • E se um funcionrio tiver mais de uma aula? Voc teria de incluir uma linha duplicada na tabela para relacion-lo e depois teria o problema descrito anteriormente: vrios registros com entradas de campo praticamente idnticas. E se o nico funcionrio que assistiu a uma determinada aula sair da empresa? Quando voc excluir o registro desse funcionrio, apagar tambm as informaes sobre as horas de crdito da aula. Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Normalizando o BD
  • Slide 27
  • Organizando a tabela... Utilizar tabelas separadas para Funcionrios, Aulas e Treinamento Realizado Tabela Funcionrios Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Normalizando o BD
  • Slide 28
  • Tabela Aulas Tabela Treinamento Material das professoras Beatriz Franciosi, Miriam Sayo, Adriana Beiler e Elisa Boff Normalizando o BD
  • Slide 29
  • Uma boa organizao de tabela se resume a alguns princpios simples: Cada tabela deve ter um tema, por exemplo, Informaes de Contato de Funcionrios ou T

Recommended

View more >