Janete Valente Trabalho Com Familias

  • View
    41

  • Download
    3

Embed Size (px)

Text of Janete Valente Trabalho Com Familias

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

Os desafios do acolhimento e do retorno famlia

II Seminrio Estadual Prconvivncia familiar e comunitria

Jane Valente/junho 2010Prefeitura Municipal de Campinas/SP Assessora tcnica de Proteo Social Especial da Alta Complexidade

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

CONCEITUANDO FAMLIA

Um grupo de pessoas que so unidas por laos de consanginidade[1], de aliana[2] e de afinidade[3]. Esses laos so constitudos por representaes, prticas e relaes que implicam obrigaes mtuas.

[1] A definio pelas relaes consangneas de quem parente varia entre as sociedades podendo ou no incluir tios, tias, primos de variados graus, etc. Isto faz com que a relao de consanginidade, em vez de natural, tenha sempre de ser interpretada em um referencial simblico e cultural. [2] Vnculos contrados a partir de contratos, como a unio conjugal. [3] Vnculos adquiridos com os parentes do cnjuge a partir das relaes de aliana. Plano Nacional CFC 2006

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

Conceituando Acolhimento Familiar

O Programa de Famlias Acolhedoras caracteriza-se como um servio que organiza o acolhimento, na residncia de famlias acolhedoras, de crianas e adolescentes afastados da famlia de origem mediante medida protetiva. Representa uma modalidade de atendimento que visa oferecer proteo integral s crianas e aos adolescentes at que seja possvel a reintegrao familiar.Plano Nacional de Promoo, Proteo e Defesa do direito de Crianas e Adolescentes Convivncia Familiar e Comunitria

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

Conceituando Famlias Acolhedoras

So famlias ou pessoas da comunidade, habilitadas e acompanhadas pelos Programas de Acolhimento Familiar, que acolhem voluntariamente em suas casas por perodo provisrio, crianas e/ou adolescentes, oferecendo-lhes cuidado, proteo integral e convivncia familiar e comunitria.

Entende-se que a FA no deva ser famlia extensa. A presena do vnculo de parentesco colide com a proposta do Acolhimento Familiar, configurando-se como reintegrao familiar.

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

CONCEITUANDO REINTEGRAO FAMILIAR

Supe uma relao de vnculos afetivos, quer seja na famlia de origem, quer seja na famlia ampliada, podendo ser includos aqui: madrinhas, padrinhos, tios, avs, primos, entre outros, que exeram relao de afinidade, cuidado e proteo significativos criana/adolescente.

Esta uma rede de relaes que deve ser utilizada pelos programas de Acolhimento Institucional e Familiar para efetivar o retorno da criana/adolescente ao seu meio de origem

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

CONCEITUANDO REINTEGRAO FAMILIAR

A reintegrao familiar uma construo delicada, que se inicia j na entrada da criana/adolescente no servio.

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

Estruturas Complexas com Dominantes Famlia nuclear padro organizao familiar e social Convivncia com outros padres Legitimao desse modelo - Cdigo civil 1916 Exerccios dos direitos reprodutivos somente no mbito do casamento Base para um processo de discriminao social Transformou em tipos jurdicos os tipos sociolgicos j existentes na cultura familiar brasileira, institucionalizando as figuras da me solteira, da concunbina, da amante e do filho ilegtimo.

Fonte: Pesquisa IPEA 2004

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

POR QUE ACOLHEMOS CRIANAS E ADOLESCENTES? PARA QUE ACOLHEMOS CRIANAS E ADOLESCENTES? O QUE MUDA COM A PNAS Quem a criana que eu acolho? Quem entra com ela no servio de acolhimento? Que pessoas? Que profissionais? Quais os servios? Suas historias no comeam naquele momento. Ento quem fala por ela e com ela? Quem representa familia para ela? Apesar das dificuldades apresentadas nesse momento, quem se preocupa com ela?

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

Ser que os profissionais envolvidos na medida de proteo esto preparados e conscientes que so, naquele momento, UM DOS concretizadores de uma poltica de proteo integral!

Estamos preparados para lidar com a dor? Com o sofrimento do outro? Acolhemos como protetores de fato? A sensibilidade necessria para esse momento esta presente em nossos atos?

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

Precisamos ter a curiosidade sempre presente nas nossas aes, curiosidade de conhecer a historia de cada familia, curiosidade pelas informaes que sero trazidas. A diferena trazida por cada um a diferena que faz a diferena (Sluzki) E no momento da chegada que isso tudo comea a acontecer, importante ter um ritual de acolhida. Essa acolhida j tem que ser a expresso da diferena anterior sentida pela criana que resultou na retirada de seu ambiente familiar.

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

A acolhida da criana(Dirce Frana)

1. Jamais colocar a familia da criana como vil! O acolhimento atual no deve se rivalizar com o anterior. 2. No apresentar o espao de acolhimento como a ilha da fantasia! 3. Apresentar duas dimenses: reconhecer o sofrimento e a esperana. 4. Percorrer os espaos fsicos, apresentando as pessoas que ela passara a conviver. 5. Apresentar o educador de referncia. 6. Usar um tom de voz acolhedor. Dirigir-se a ela levando em conta a idade e a capacidade de compreenso.

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

Trabalho com FamliasA construo de um plano individualizado com a famlia uma tarefa complexa e exige equilbrio nas etapas de trabalho com todos os envolvidos A prtica deve ser fundamentada por uma Metodologia - devem caminhar juntas

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

Importante construir a construo de significados, de linguagens, de mtodo, de consensos, tais como: histrico da famlia pobre no Brasil, conceituao de famlia, necessidades e direitos das crianas e adolescentes, rede de significaes, trabalho em rede, legislao

para a partir da poder existir a ampliao do conhecimento da vida e das possibilidades de superao e competncias das pessoas implicadas na medida de proteo.

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

Nesse processo de construo coletiva permanente procura-se ter por base:

uma constante avaliao, reformulao e sistematizao das aes. A estruturao do processo de construo da equipe precisa ser desencadeada no s no sentido de proporcionar cuidados, mas tambm de construir um processo de formao para um trabalho de qualidade que garanta o atendimento das necessidades e dos direitos de crianas e adolescentes acolhidos, dirigindo o olhar para todo o contexto de cuidados e que torne possveis as garantias previstas. Esta uma tica complexa, que leva em conta os sujeitos que operam nos vrios nveis desse contexto

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

Famlias em alta vulnerabilidade e as relaes de cuidado Criana e adolescente: para que se desenvolva intelectual, emocional, social e moralmente preciso que tenha relacionamentos saudveis com uma ou mais pessoas, estabelecendo com elas um vnculo emocional, mtuo e forte. Famlia de Origem: o cuidado da criana/adolescente, implica no cuidado com a famlia de origem. Toda vez que se descuida de algum desses aspectos se empobrece o sentido do trabalho. Programa social: cuidar para que possa processar um cuidado refletido na criana e no adolescente Rede de relaes significativas e de servios: embalar a rede entendendo que cada um muito importante na relao com o todo (incompletude) Profissionais: precisam estar preparados para participar de casos muito dolorosos, para isso precisam ser tambm cuidados em um processo reflexivo e de formao continuada

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

O principio operacional norteador do trabalho o de atribuir centralidade pessoa que est sendo atendida: a valorizao da pessoa em sua integralidade como ser individual, como ser de relaes (primrias e secundrias), como protagonista de sua prpria vida, em seus desejos, valores, cultura.

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

No diversos espaos de discusso/ao do Programa procura-se ter em mente: Quem se preocupa com essas crianas e adolescentes?

Quem mais fala e de que lugar fala na discusso e nas decises? Que repercusso imediata e futura esta deciso ter na vida das pessoas implicadas?

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

Processo de construo coletiva Durante todo o desenvolvimento do trabalho os profissionais vivenciam um processo de formao continuada para adquirir e re-construir seus procedimentos e metodologias. uma constante avaliao, reformulao e sistematizao das aes. Naturalmente, tem-se claro que os resultados dos trabalhos no acontecem de forma linear e sem contradies: so situaes reais, que possibilitam perceber que os resultados de cada ao dependem muito da forma como as famlias se colocam frente ao mundo o que no igual em cada uma delas -

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhedora

A partir dessa apreenso, a equipe tem o compromisso em desafiar-se a criar solues novas, diferenciadas, para as diferentes situaes concretas. Manter um constante nvel de curiosidade, desvestindo-se de modelos prontos.

[...] que quem no tiver debaixo dos ps da alma a areia da sua terra, no resiste aos atritos da sua viagem na vida, acaba incolor, inodoro e inspidoLuis Cmara Cascudo

Metodologia de trabalho com famlia de origem e famlia acolhe