Jornal Drop - Edição #112

  • View
    224

  • Download
    4

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Aproveite mais uma edição do Jornal Drop! Informação de qualidade e de graça!

Text of Jornal Drop - Edição #112

  • An

    o 1

    4 -

    #1

    12

    - a

    bri

    l /

    ma

    io -

    20

    12

    - D

    istr

    ibu

    i

    o g

    ratu

    ita

    - w

    ww

    .jo

    rna

    ldro

    p.c

    om

    .br

  • A edio#112 do Jornal Drop entrou no clima do outono. Foi uma temporada agitada. Com o aumento do volume de gua no outside, as notcias respingaram aqui na redao. Pelo estado inteiro, quebrou onda para todos os gostos, as maiores agradaram os surfistas dispostos a encarar condies extremas. Nosso exemplar destaca essas ondas bombsticas e rene imagens da praia da Joaquina quebrando com at 3 metros e meio, nos dia 21 e 22. A grande semana de maio tambm o ttulo da matria do nosso colunista master Joo Ricardo Lopes, que compara esse momento ao antolgico swell de 1986, quando a Joaquina surgiu no cenrio mundial.

    Msico, surfista e produtor de vdeo, Marcelo CathCart conta na entrevista do Na Cara um pouco sobre a sua sintonia com o mar, envolvimento com as ondas sonoras e produo de vdeos. O ltimo trabalho, em parceria com o Gustavo Schlickmann, chamado Sinestesia. At o final do ano, Marcelo pretende concluir outros trs ttulos inditos.

    Para continuar no clima, as colunas do Jornal Drop se mantiveram diversificadas. O alto astral do surfista Guilherme Tranquilli contagiou o Tubo do Ms. Foi o fotgrafo Marcio David quem registrou o passeio no canudo cristalino do Moambique. O Tudo do Tempo comenta a histria da Fecasurf, que completou 25 anos. Mario Salerno estampa o Drop Arte. Em um bate papo, o artista plstico fala sobre seu contato despretensioso com o mundo dos traos e cores.

    Andar de skate tambm a nossa praia. O destaque da modalidade um talento promissor. Aos 17 anos de idade, Felipe Foguinho o novo morador do Rio Tavares. Felipe fez as malas e aterrissou em Florianpolis, ao lado de outros garotos prodgios do skate, o objetivo evoluir. No cenrio das competies, o Swell Old is Cool provou que no uma simples disputa, ficou marcado como um encontro de skatistas apaixonados. Um dos maiores eventos de bowl do mundo tambm est em nossas pginas. Pedro Barros venceu mais uma, representou o nosso estado e garantiu a cobertura do tradicional evento na Combi Pool (Califrnia). E, para finalizar, do Rio Vermelho, Luca Sachs exibe a manobra FS Flip Indy, na seo Freestyle.

    Na edio#112 aderimos uma nova ideia. Reservamos um espao para o nosso leitor. Envie sua foto para o e-mail: editorial@jornaldrop.com.br. O outono inspirador, dias de clima agradvel para pratica de esportes. Sorte nossa! O Jornal Drop gratuito, aproveite! Boa Leitura!

    Ano 14 - Edio#112Abril / Maio 2012

    Fundador Luis Felipe Machado Fernandes

    EditoraCaroline Lucena - editorial@jornaldrop.com.br

    Redao Joo Ricardo Lopes - jrlopes73@yahoo.com.br

    FotografiaMarcio David - mdavidisn@ig.com.brAdriano Rebelo - adrianorebelo@hotmail.comRicardo Alves - oceanofotos@hotmail.com

    Criao e DiagramaoKaio Henrique de Souza - kaio@jornaldrop.com.br

    Colunistas

    Joo Ricardo Lopes, David Husadel, Julia Hoff, Marcio David, Norton Evaldt, Adriano Rebelo e Andre Barros.

    Colaboradores

    Mul, Helge, James Thisted, Baslio Ruy, Angelo Possenti, Felipe Puerta, Clara Mujica, Ricardo Ribas, Mario Junior e Mario Salerno.

    RevisoFernanda Moretto

    Jornalista Responsvel Caroline Lucena CNC 4551028

    Departamento financeiro: financeiro@jornaldrop.com.br

    Departamento Comercial: comercial@jornaldrop.com.br

    Adriano Rebelo 48 99692169adrianorebelo@hotmail.com

    David Husadel 48 9122-5473 dhusadel@gmail.com

    ERRATA: Na blitz da edio#112 uma das fotos saiu com o nome errado. Adilson Stadler foi mencionado como Afonso.*Os textos assinados nesta publicao so de exclusiva responsabilidade dos autores. Publicao bimestral - Distribuio gratuita em Santa CatarinaRua Prefeito Accio Garibaldi Santiago, n 300, Joaquina Florianpolis (SC) - CEP 88062-600 (48) 99470596

    PORTAL JORNAL DROPwww.jornaldrop.com.br

    CAPAS ARTSTICAS:Outline de pranchas (Srs Surfboards).Fotos: Marcio David

    CAPA AO:Marco Polo entocado nos barrels do Moamba.Foto: Marcio David

    EDITORIAL

    NDICE 12Na Cara 22 24 36 45Drop Arte Joaca 3.0 Drop Skate Blitz

  • nicobocobrasil.com.br@NicobocoOficial/nicobocooficialbrasil

    Foto

    : Alek

    o St

    ergi

    ou

  • nicobocobrasil.com.br@NicobocoOficial/nicobocooficialbrasil

    Foto

    : Alek

    o St

    ergi

    ou

  • NA CARA

    Surfista, msico e produtor de vdeo, Marcelo CathCart leva a vida na boa. apaixonado por tubos e exibe uma sintonia perfeita com as ondas. J foi competidor, mas hoje prefere aproveitar a essncia do surf que, segundo ele, fica escondida quando se est focado nos treinos. Descubra um pouco mais sobre esse cara talentoso.

    Fale um pouco sobre a sua sintonia com o surf.

    Desde pequeno fui ligado ao mar. Sempre acordei cedo para buscar as ondas perfeitas, acredito que isso me fez ter uma sintonia diferente, se comparado aos demais surfistas.

    Conheo voc desde pequeno, d poca em que voc era surfista amador. Conta sobre sua experincia nas competies. Voc tem saudade?

    Sinto muita saudade dessa poca. Participei de competies por muito tempo e isso foi bom por diversos motivos. Fiz amigos, conheci lugares e aprendi muito ao lado dos melhores surfistas.

    Em que momento voc decidiu parar, por qu?

    Decidi parar de competir quando meu pai faleceu, em 2008. Sempre que podia, ele me acompanhava e dava o suporte necessrio para a evoluo da minha carreira como atleta. Outro motivo foi a falta de preparao da comisso tcnica dos eventos de surf na poca. O surf estava em total transformao e os juzes no sabiam julgar manobras inovadoras como os areos.

    Arrependeu-se da deciso?

    No me arrependo. Hoje, consigo perceber a essncia do surf e do mar, coisas que ficam escondidas quando se est treinando. O atleta, quando fica muito ansioso e focado na busca pela vitria, acaba no apreciando o esporte.

    Voc tem um talento incrvel com a msica. Como isso influencia na sua vida?

    Sou msico e surfista. Comecei cedo, quando era criana. Acredito que a msica est ligada em ns de forma direta ou indireta. No meu caso, quando estou tocando ou compondo, tento ser o prprio som, e isso me faz entender melhor a essncia de cada elemento, seja a gua do mar ou o prprio rudo que emite.

    Sua msica tem uma ligao com esse universo?

    Sim. Acho que sempre tentamos ligar prazeres e sentir a plenitude de estar bem fazendo aquilo que se gosta. Com certeza a msica e o surf esto relacionados, ambos servem de inspirao.

    Fale um pouco sobre a produo do vdeo Sinestesia, com o surfista Gustavo Schlickmann. Como foi o processo de captao de imagens, msicas e ideias?

    Assim como o primeiro projeto que fizemos, chamado Hypnotized, o vdeo Sinestesia foi idealizado por mim e pelo Gustavo Schlickmann, que o protagonista do filme. O processo de captao de imagens comeou no incio de 2011, onde diversos cinegrafistas puderam captar imagens do atleta em diferentes regies. A trilha sonora foi escolhida pelo Gustavo, que sempre cuidadoso, pois quer combinar seu surf ao estilo musical.

    Vocs trabalharam juntos em todo o processo?

    Trabalhamos o tempo todo juntos, temos uma boa sintonia e isso facilita. O filme est encartado na ltima edio da revista Fluir.

    Quais os benefcios dessa conexo com a revista?

    Acredito que daqui para frente muitas portas iro se abrir, assim como essa da Fluir, que cedeu este espao ao atleta, dando nfase ao vdeo.

    P o r M a r c i o D a v i d

    M a r c e l o C a t h c a r t

  • 13 JORNAL DROP 13 JORNAL DROP

    O filme tem altas cenas de Floripa, Indonsia e outros lugares. Voc esteve presente em todas as viagens?

    Tive a oportunidade de acompanhar o Gustavo em quase todas as trips. S no estive presente no Mxico.

    Quais so suas metas profissionais? Voc pretende seguir nesse ritmo, produzir vdeos e fazer msicas, tudo relacionado ao surf?

    Sim, agora o meu foco produzir. Depois da concluso do Sinestesia, vou reorganizar dois vdeos que tiveram suas produes interrompidas, o filme Inconsciente Coletivo e Essncia. No prximo ms est programada mais uma viagem para a Indonsia, onde vamos fazer a captao de imagens para um prximo vdeo, mas o nome ainda segredo. Tudo isso conciliando a composio musical, que a partir de agora, faz parte da trilha sonora dos vdeos produzidos pela Another Discord, representada por mim e pelo Gustavo.

    Como foi sua ltima viagem para indonsia?

    Voltar para a Indonsia foi uma experincia boa. Fazia muitos anos desde a primeira vez que estive por l. Nossa trip comeou na Sumatra Ocidental, depois de dias de viagem chegamos a Macarronis, uma experincia incrvel. Ficamos em uma vila uma hora de caminhada da onda, no imaginvamos que poderiam existir pessoas que viviam daquela forma, naquele isolamento. O hospital mais prximo ficava a muitas horas de barco, a energia eltrica era produzida por um gerador gasolina, que funcionava somente ligado das 18h s 23h. Havia apenas casas de madeira, porm a igreja era bem grande e de alvenaria. O povo era humilde

    Para conferir a sequncia completa deste tubo, com 31 fotos, acesse:

    www.jornaldrop.com.br

    Foto: Mul

    e as crianas ficavam fascinadas com a galera. Ficamos l por uma semana, a onda muito boa e a bancada rasa. Logo que o swell baixou, arrumamos as coisas e fomos para Bali. Passamos o resto da trip naquela regio, surfamos vrios picos como Uluwatu, Bingin, Keramas, Cangu, fomos a Lombok e pegamos Desert Point, que no estava nos seus melhores dias, mas a onda que chamou ateno, com certeza foi Padang Padang. Tive a oportunidade de pegar um b