Jornal Municipal - Out | Nov | Dez'14

  • Published on
    06-Apr-2016

  • View
    217

  • Download
    4

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal Municipal do concelho de Setbal. Edio de outubro, novembro e dezembro de 2014.

Transcript

<ul><li><p>SETBALJORNAL MUNICIPAL.dezembro 2014.ano 14.n.54</p><p>Comrcio total</p><p>Bela Vista de todos</p><p>pg. 12Oramento municipal refora consolidao financeira</p><p>pgs. 4 a 7</p><p>Abertura do Alegro marca nova era na economia local. Baixa atravessa perodo de fulgor com atividade cativante para clientes e visitantes</p><p>Festa a postosjunto do Sado</p><p>pg. 28</p><p>pgs. 14 e 15</p><p>Tremoo elevadoa estatuto de pituJovens setubalenses surpreendem com pat improvvel</p><p>Atelier de tricot e crochet ajuda a partilhar experincias e at atrai quem vive fora do bairro</p><p>pg. 25</p><p>pgs. 16 e 17</p><p>Futuro chegaaos Sapadores</p><p>Esprito de Natalcontagia concelho</p><p>pg. 28</p></li><li><p>2SETBALoutubro|novembro|dezembro14</p><p>Setbal - Jornal Municipal</p><p>Propriedade:</p><p>Cmara Municipal de Setbal</p><p>Diretora: Maria das Dores Meira,</p><p>Presidente da CMS</p><p>Edio: SMCI/Servio Municipal </p><p>de Comunicao e Imagem</p><p>Coordenao Geral: Srgio Mateus</p><p>Coordenao de Redao: Joo Monteiro</p><p>Redao: Frederico Campos, Hugo Martins, </p><p>Marco Silva, Raquel Proena, </p><p>Susana Manteigas</p><p>Fotografia: Jos Lus Costa, Mrio Peneque, </p><p>Nuno Gaspar (foto da Escola Lima de Freitas)</p><p>Paginao: Humberto Ferreira</p><p>Impresso: Daniel &amp; Lino, Lda.</p><p>Redao: SMCI - Cmara Municipal</p><p>de Setbal, Paos do Concelho,</p><p>Praa de Bocage, 2901-866 Setbal</p><p>Telefone: 265 541 500</p><p>E-mail: smci@mun-setubal.pt</p><p>Tiragem: 8000 exemplares</p><p>Distribuio Gratuita</p><p>Depsito Legal N. 183262/02</p><p>Sugestes e informaes dirigidas a este jornalpodem ser enviadas ao cuidado da redaopara o endereo indicado nesta ficha tcnica.</p><p>informaes teis</p><p>sumrio</p><p>edit</p><p>oria</p><p>l</p><p>CMARA MUNICIPAL</p><p>Paos do ConcelhoPraa de Bocage265 541 500 | 808 200 717 (linha azul)Gabinete da Presidnciagap@mun-setubal.ptDepartamento de Administrao Gerale Finanas | daf@mun-setubal.ptGabinete da Participao Cidadgapc@mun-setubal.pt</p><p>Edifcio do Banco de PortugalRua do Regimento de Infantaria 11, n. 7265 545 180Departamento de Cultura, Educao,Desporto, Juventude e Incluso SocialDepartamento de Recursos Humanos</p><p>Edifcio SadoRua Accio Barradas, 27-29265 537 000Departamento de Ambiente e Atividades Econmicasdaae@mun-setubal.ptDepartamento de Obras Municipaisdom@mun-setubal.ptDepartamento de Urbanismo</p><p>Gabinete de Apoio ao ConsumidorMercado do Livramento, 1. andar265 545 390</p><p>Gabinete de Apoio ao EmpresrioAv. Belo Horizonte Escarpas de Santos Nicolau265 545 150gae@mun-setubal.pt</p><p>SEI Setbal, Etnias e ImigraoRua Amlcar Cabral, 4-6265 545 177 | Fax: 265 545 174sei@mun-setubal.pt</p><p>Gabinete da JuventudeCasa da CulturaRua Detrs da Guarda, 28265 236 168gajuve@mun-setubal.pt</p><p>TURISMO</p><p>Casa da Baa de SetbalCentro de Promoo TursticaAv. Lusa Todi, 468265 545 010 | 915 174 442</p><p>Posto Municipal de Turismo - AzeitoPraa da Repblica, 47212 180 729</p><p>Loja municipal Coisas de SetbalPraa de Bocage Paos do Concelhocoisasdesetubal@mun-setubal.pt</p><p>ESPAOS CULTURAIS</p><p>Biblioteca Pblica MunicipalServios CentraisAv. Lusa Todi, 188265 537 240</p><p>Polo da Bela VistaRua do Moinho, 5265 751 003</p><p>Polo Gmbia, Pontes e Alto da GuerraEstrada Nacional 10, Pontes265 706 833</p><p>Polo de S. JulioPct. Ilha da Madeira ( Av. de Angola)265 552 210</p><p>Polo Sebastio da GamaRua de Lisboa, 11, V. Nogueira Azeito212 188 398</p><p>Frum Municipal Lusa TodiAv. Lusa Todi, 61-67265 522 127</p><p>Casa da CulturaRua Detrs da Guarda, 28265 236 168</p><p>Museu de Setbal/Convento de JesusExposio de longa duraoAvenida Lusa Todi, 119265 537 890</p><p>Museu do Trabalho Michel GiacomettiLg. Defensores da Repblica265 537 880</p><p>Casa BocageArquivo Fotogrfico Amrico RibeiroRua Edmond Bartissol, 12265 229 255</p><p>Museu Sebastio da GamaRua de Lisboa, 11Vila Nogueira de Azeito212 188 399</p><p>Casa do Corpo SantoMuseu do BarrocoRua do Corpo Santo, 7265 534 402</p><p>Cinema Charlot Auditrio MunicipalRua Dr. Antnio Manuel Gamito265 522 446</p><p>EqUIPAMENTOSDESPORTIVOS</p><p>Complexo Piscinas das ManteigadasVia Cabeo da Bolota265 729 600</p><p>Piscina Municipal das PalmeirasAv. Independncia das Colnias265 542 590</p><p>Piscina Municipal de AzeitoRua Dr. Agostinho Machado Faria212 199 540</p><p>Complexo Municipal de AtletismoEstrada Vale da Rosa265 793 980</p><p>Pavilho Municipal das ManteigadasVia Cabeo da Bolota265 739 890</p><p>Pavilho Joo dos SantosRua Batalha do Viso265 573 212</p><p>UTILIDADE PBLICA</p><p>Loja do CidadoAv. Bento Gonalves, 30 D265 550 200Balco CMS: 265 550 228/29/30</p><p>Piquete de gua 265 529 800Piquete de gs 800 273 030Eletricidade 800 505 505</p><p>URGNCIAS</p><p>SOS 112Intoxicaes217 950 143SOS Criana808 242 400Linha Sade 24808 242 424Hospital S. Bernardo265 549 000Hospital Ortopdico do Outo265 543 900Companhia Bombeiros Sapadores265 522 122Linha Verde CBSS800 212 216Bombeiros Voluntrios de Setbal265 538 090Proteo Civil265 739 330Proteo Floresta117Capitania do Porto de Setbal265 548 270Comisso Proteo Crianase Jovens de Setbal265 550 600PSP265 522 018GNR265 522 022</p><p>SETBALJORNAL MUNICIP</p><p>AL.dezembro 2014.ano 14.n.54</p><p>Comrcio total</p><p>Bela Vista de todos</p><p>pg. 12</p><p>Oramento municipal refora consolid</p><p>ao financeira</p><p>pgs. 4 a 7</p><p>Abertura do Alegro marca </p><p>nova era na economia local. </p><p>Baixa atravessa perodo </p><p>de fulgor com atividade </p><p>cativante para clientes </p><p>e visitantes</p><p>Festa a postosjunto do Sadopg. 28</p><p>pgs. 14 e 15</p><p>Tremoo elevadoa estatuto de pituJovens setubalens</p><p>es </p><p>surpreendem com </p><p>pat improvvel</p><p>Atelier de tricot e crochet ajuda </p><p>a partilhar experincias e at atrai </p><p>quem vive fora do bairro</p><p>pg. 25</p><p>pgs. 16 e 17</p><p>Futuro chegaaos Sapadores</p><p>Esprito de Natalcontagia concelho</p><p>pg. 28</p><p>4 PRIMEIRO PLANO O comrcio est em alta em Setbal. O Alegro abriu portas a uma nova realidade, num espao que concilia modernidade e inovao, e a Baixa responde com iniciativas que atraem os clientes. 8 LOCAL Um conjunto de obras de requalificao da rede viria est a mudar a cidade. Novos equipamentos servem um municpio dotado de uma gesto com preocupaes de rigor financeiro.13 FREGUESIA Um polo operacional concentra servios de limpeza da Unio das Freguesias de Setbal. A Gmbia melhorou a imagem da quinta da Amizade e S. Sebastio tem uma assembleia do futuro.14 PLANO CENTRAL Na Bela Vista, velhos nem os trapos. Um atelier de tricot e crochet, dinamizado por muncipes no mbito do Nosso Bairro, Nossa Cidade, um hino ao convvio e partilha de experincias.16 SEGURANA A capacidade operacional dos Bombeiros Sapadores melhorou com o reforo de viaturas e equipamentos graas a uma candidatura municipal. Os Voluntrios tambm so apoiados pela Autarquia.18 DESPORTO O tapete sinttico do Campo Municipal da Vrzea j est em funcionamento para gudio dos Pelzinhos. A cidade continua a marcar pontos na atividade desportiva, incluindo a pesca. 19 TURISMO Um projeto acadmico procura contribuir para o aumento da qualidade do setor turstico, numa aposta na sustentabilidade. As iniciativas associadas ao Sado continuam a ser aposta segura.20 CULTURA O regresso dos Disto &amp; Daquilo, uma exposio de Jos Mouga, e mais, nos dois anos da Casa da Cultura. As artes esto em foco tambm com mostras de Rogrio Chora e sobre o Finuras.22 EDUCAO Figuras pblicas e instituies so padrinhos ativos dos estabelecimentos de ensino, no mbito do projeto Uma Escola, Um Amigo. Setbal acolhe bem a comunidade educativa. 23 ACADEMIA Uma aluna da Escola Superior de Tecnologia levou NASA um revestimento protetor de ligas de magnsio. A Escola Superior de Sade associa deficincias de mastigao a problemas da fala.24 RETRATOS Verdadeiras obras de arte nascem do ouro e da prata num atelier de joalharia de Azeito. A Officina Bellu Conti produz trabalhos personalizados nicos, alguns j premiados.25 INICIATIVA O empreendedorismo no para de surpreender. Um engenheiro de automao, um mestre em engenharia biolgica e um estudante de marketing inventaram uma gama de pats de tremoo.26 MEMRIA quinze minutos abalaram a vila de Setbal, a 1 de novembro de 1755, quase a destruindo e matando um tero da populao. Meio sculo depois nasceu o visionrio Jos Maria da Fonseca.28 PLANO SEGUINTE O Natal anima a cidade e Azeito, com um conjunto de iniciativas culturais e de lazer que se prolonga at 2015. Como j se tornou hbito, o novo ano festejado nas duas margens do rio.</p></li><li><p>3SETBALoutubro|novembro|dezembro14</p><p>edit</p><p>oria</p><p>lA afirmao de Setbal como a grande capital que continua a ser feita com enorme intensidade </p><p>pelos vrios protagonistas da vida local.</p><p>No que diz respeito Cmara Municipal, temo-lo feito de variadssimas formas, entre as quais </p><p>a requalificao urbana da cidade e do concelho, tornando-os mais atrativos para os que nos visitam </p><p>e criando mais qualidade para os que c vivem. </p><p>Estamos convencidos de que, por esta via, criaremos mais e melhores condies para </p><p>o desenvolvimento sustentado, para a criao de mais riqueza, para o aumento do nmero de turistas </p><p>que nos visitam. O aumento gradual e sustentado da procura de Setbal como destino turstico confirma, </p><p>alis, esta nossa viso.</p><p>De acordo com dados do INE, registou-se, este ano, um crescimento de 16 por cento de dormidas </p><p>no concelho apenas no perodo entre janeiro e agosto, crescimento que parece ser a continuao </p><p>da tendncia verificada desde 2013, em que a subida deste indicador </p><p>em relao ao ano anterior foi de cerca de 11 por cento. </p><p>Tais nmeros so ainda mais relevantes quando comparados com </p><p>os 4,8 por cento de aumento do nmero de dormidas a nvel nacional </p><p>e de 6,4 por cento na rea Metropolitana de Lisboa.</p><p>Vamos continuar a trabalhar para reforar o posicionamento </p><p>e a notoriedade de Setbal como destino turstico, aumentando </p><p>a perceo de valor de destino por parte de visitantes nacionais e estrangeiros. </p><p>quem nos visita sabe bem, alis, que temos muito para dar, em especial e de forma integrada produtos </p><p>associados aos segmentos Sol e Mar, tradicional e ativo, Touring, nas reas rural, descoberta e citadino, </p><p>e Gastronomia e Vinhos.</p><p>O que estamos a fazer apenas aproveitar todo este enorme potencial. </p><p>Os nmeros indicam que estamos no bom caminho.</p><p>O Centro Comercial Alegro Setbal, inaugurado em novembro, corresponde a uma forma </p><p>de comrcio que transformou, definitiva e obrigatoriamente, o tecido comercial do nosso pas. </p><p>Na Cmara Municipal de Setbal acreditamos, porque conhecemos intenes de investimento </p><p>que apontam nesse sentido, que ser tambm um potenciador para que todo o comrcio local se renove, </p><p>se modernize, ainda que os tempos sejam complexos e at mesmo de asfixia dos pequenos e mdios </p><p>negcios, com uma carga fiscal brutal e injusta de que o mais acabado exemplo a taxa de IVA </p><p>que a restaurao obrigada a praticar.</p><p>A autarquia continuar, contudo, empenhada na transformao urbana das principais zonas centrais </p><p>e de comrcio da cidade, requalificando-as para que atraiam mais gente, mais consumidores.</p><p>Fizemo-lo com a criao de novos polos de atrao, como o caso do Frum Municipal Lusa Todi </p><p>e da Casa da Cultura, da Casa da Baa, da Galeria de Arte do Banco de Portugal ou com a instalao </p><p>no quartel do Onze de uma escola de hotelaria que traz, diariamente, zona mais e novos utentes.</p><p>O apoio municipal s mais recentes iniciativas de animao da Baixa comercial outro dos exemplos </p><p>que evidenciam o nosso profundo interesse em criar condies para que estas zonas continuem a ser </p><p>espaos comerciais de oferta qualificada e diversificada, capazes de atrair cada vez mais consumidores.</p><p>Claro que ainda temos muito para fazer. </p><p>Mas no podemos nem queremos faz-lo sozinhos.</p><p>Precisamos do empenho franco e aberto de todos, em particular dos mais interessados nestas questes, </p><p>para que possamos ultrapassar tempos difceis; para que possamos, tambm, mudar o paradigma </p><p>da prestao de servios comerciais que hoje temos em muitas zonas da cidade.</p><p>Sabemos que esta caminhada ser longa, recheada de dificuldades, mas tambm sabemos que, juntos, </p><p>temos capacidade e fora para chegar a bom porto.</p><p>A todos(as) um Feliz Natal e um Bom Ano Novo.</p><p>Temos muito para dar</p><p>Vamos continuar a trabalhar para reforar o posicionamento </p><p>e a notoriedade de setbal como destino turstico</p><p>Presidente da Cmara Municipal de Setbal</p></li><li><p>4SETBALoutubro|novembro|dezembro144SETBALoutubro|novembro|dezembro14</p><p>prim</p><p>eiro</p><p>plan</p><p>o</p><p>Ao longo de vinte meses, a cidade assistiu, passo a passo, concre-tizao de uma complexa obra de engenharia e arquitetura. O Alegro mais do que um equipamento de comrcio. um espao de lazer e entretenimento, de portas abertas a todas as geraes.Traos de Setbal saltam vista chegada ao Alegro. O rio, a serra e a baa do as boas-vindas nas portas de entrada do moderno espao co-mercial, um edifcio de referncia que tanto aposta na inovao tec-nolgica como na sustentabilidade ambiental.H mais de uma centena de lojas, uma dezena de restaurantes, nove salas de cinema de ltima gerao e um ginsio, sob um teto, parcial-mente transparente, que em dias de cu limpo lembra a leveza azul do Sado.Mquinas de costura, cabides e car-tolas de outros tempos decoram as paredes dos acessos pelos trs pisos subterrneos de estacionamento e indicam aos clientes a localizao do ncleo comercial Alegro. No lado oposto, pela porta da Baa, so car-rinhos de compras a remeter para a loja Jumbo.</p><p>Setbal inspira Alegro </p><p>A modernidade e a inovao unem-se no Alegro, o novo espao comercial da cidade. H lojas e servios para todos os gostos e idades, salas de cinema de ltima gerao e espaos para entreter os mais novos. Tudo num edifcio vanguardista, com traos da identidade setubalense, instalado numa rea </p><p>alvo de uma profunda reabilitao urbanstica</p><p>O edifcio, criado de acordo com a mais exigente certificao ambien-tal, inclui sistemas de aproveita-mento de guas pluviais para rega e lavagem, iluminao com tecnolo-gia LED, mais eficiente e com con-sumos menores, a par de plantas naturais no interior do imvel para renovao do ar.Entre as 114 lojas disponveis no Alegro Setbal com diversas insg-nias do mercado nos mais variados setores, destaque para uma FNAC, assim como para uma Mango, com a primeira megastore em Portugal, </p><p>POSIO. A Immochan investiu 110 milhes de euros em Setbal. o terceiro centro comercial da marca Alegro a ser criado em Portugal e o nico espao desta tipologia de comrcio aberto no Pas nos ltimos dois anos.</p><p>CARACTERSTICAS DA OBRA</p><p>DESIGN. O projeto de arquitetura do Alegro Setbal foi desenvolvido pela Sua Kay Arquitectos. O mobilirio e a sinaltica, criados pelo designer portugus Pedro Gomes, deram origem a 14 produtos exclusivos para o centro comercial.</p><p>TECNOLOGIA. Paredes digitais que interagem com o pblico, mesas que se assemelham a tablets gigantes e elevadores panormicos que criam um cenrio de ecrs LED em movimento so exemplos do pioneirismo tecnolgico.</p><p>LAZER. Alm da rea comercial, h equipamentos para midos e grados usufrurem, como parques infantis, um campo de jogos e uma parede de escalada, a par de jardim e varandas com vista para a cidade e a Arrbida.</p><p>AMBIENTE. Este o primeiro edifcio do Pas a respeitar completamente a BREEAM Bilingue Research Establishment Environmental Assessment Method, a certificao ambiental mais exigente a nvel internacional.</p><p>e uma H&amp;M, a segunda maior do Pas.Na praa da restaurao, h uma grande esplanada exterior vira-da a poente, inspirada em vrios conceitos arquitetnicos. O espao oferece uma vista privilegiada para a cidade e a Arrbida, tal como duas varandas, para fumadores, locali-zadas a sul.Experincias para ver, fazer e sen-tir so proporcionadas, em br...</p></li></ul>