Jornal opção 151 online

  • View
    1.000

  • Download
    4

Embed Size (px)

Text of Jornal opção 151 online

  • 1. jornalopcaodonoroeste@gmail.comwww.jornalopcaodonoroeste.blogspot.comjornalopodonoroeste@gmail.comEdio: 151- 23 de Abril a 18 de Maio de 2013AqAqAqAqAqui vocui vocui vocui vocui vocfaz afaz afaz afaz afaz anotcia !notcia !notcia !notcia !notcia !Pg: 07Pg: 05Pg:04Deputado Armando Jos visita NoroesteFluminense e participal de diversas reuniesF e Devoo Nossa Senhora naFesta de So Tiago em SantaCruzDeputado Armando Jos conheceprojetos sociais de Jander TeemAtos Oficiais da CmaraMunicipal de Santo Antniode PduaLixes a cu aberto em S. A. Pdua, Itaocarae Cambuci poluem o meio AmbienteS. A de PduaExposio em Miracemaatrai pblico de toda a regioCambuciArquivo: Arautosdo EvangelhoFoto: ASCOM MiracemaFoto: Pop ArtesFotos: Pop Artesitaocara

2. Edio 151 Jornal Opo do Noroeste23 de Abril a 18 de Maio de 2013Expediente Jornal O Bacamarte2Ao pararmos paraeditar mais um Jornalneste ms, nos deparamoscom a mgicarepresentativa deste, poiscomo conhecidopopularmente como o msdas Mes ou de Maria.Ao falarmos deMaria, nos traz uma levee singela leveza em nossaalmas por se trata da Mede Nosso Criador, JesusCristo, me esta que comoa nossa, durante todo omomento da vida de seufilho esteve presente juntoa ele at o ultimo instante,aos ps da cruz, noimportando a dor esofrimento que aquelemomento lhe causaria, omais importante eracumprir seu papel de me,estar ao lado do filho.Oportunamente,escolhemos falar sobreeste tema, pois notriaque as tradies do mundoatual, tanto religiosas, tantomorais se deturparam como tempo, aonde ao queparece todos vivem, margem da vida ou de seusprincpios, olhando apenaspara um horizonte obscurode luxurias ou ambies.No incio deste mspude estar presente,fazendo uma apresentaona Festa de So Tiago emSanta Cruz, a qual contoucom a presena da imagemperegrina de NossaSenhora do ImaculadoCorao de Ftima, duranteo qual no pude deixar denotar que a presena deNossa Senhora despertou af de muitos fiis,demonstrando que setordos colocarem em aoa verdadeira f, sim, estemundo ainda ter jeito.Atravs destademonstrao de f, ficouclaro que as tradies noso arcaicas ouultrapassadas, mas sim,verdadeira e capaz dederrubar um modernismoque apenas est servidopara derrubar os bonscostumes do dia a dia dasfamlias.Se seguimos no diaa dia com tradiesherdadas de nossos avs,por que no podermos sertradicionais em outrossetores de nossas vidas?,isso no ser cafonacomo dizem aqueles queseguem o progresso, maissim sermos autnticos nanossa conduta e na nossamaneira de viver, poisnem sempre o progresso o bom caminho a serseguido.A todos uma boaleitura!O EditorControlar o Trnsitoou afundar o Pobre?Na ultima semana aconteceu na Cmara deVereadores de Pdua a audincia publica com oobjetivo de procurar meios de melhorar o transitoem Pdua, vista que, cada dia que passa fica maisdifcil de trafegar no mesmo, pois no horrio de picoo movimento de carro infernal.Apesar de poder ser adequar a cidade as novasleis e dar o controle seja ao departamento de transitoque pode ser criado pelo municpio ou dar poderes aPolicia Militar para isso, apesar de ser um problemaantigo, pois as ruas da cidade devido sua largura jno comporta mais o trafego intenso de veculos,assim como a impossibilidade de estacionar nocentro da cidade, visto o grande numero de vagasreservadas a taxistas desde a administrao anterior.Um dos vereadores presentes, ao utilizar dodireito da palavra, foi infeliz ao dar uma sugestode melhoria ao transito, pois de imediato sugeriu oestacionamento rotativo (?) cobrando uma simblicataxa de R$ 1,00 a cada duas horas, o que tornariafcil para que aqueles que vo as ruas apenas poralguns minutos e tornaria muito dispendicioso paraquem vem de locais longe para trabalhar dentro domunicpio, pois o nmeros de impostos pagosmensais j so exorbitantes, com taxinha deestacionamento extra, ficaria quase que melhor,dependendo do salrio recebido, largarem seustrabalhos e ficarem dentro de casa, pois neste casouma pessoa que trabalha 8 horas por dia,desembolsaria no final do ms mais ou menos R$400,00, mais como foi so uma sugesto, precisa serrevista, pois o ideal seria ser criado um espao parao estacionamento deixando opcional ao usurio emutiliza-lo ou no. 3. Edio 15123 de Abril a 18 de Maio de 2013Jornal Opo do Noroeste 3Atos Oficiais - Cmara Muncipal de Santo Antnio de PduaCmara Municipal de Santo Antnio de PduaESTADO DO RIO DE JANEIRORESOLUO N .003, DE 30 DE ABRIL DE 2013.Dispe sobre a nova estrutura organizacional do PoderLegislativo Paduano, alm de outras providncias.Fao Saber que a Cmara Municipal de SantoAntoniode Pdua, por seus representantes legais aprovam e eupromulgo a seguinte Resoluo:Art. 1 - A estrutura funcional, organizacional eadministrativa do Poder Legislativo do Municpio de SantoAntonio de Pdua, reger-se- pela presente Resoluo, comoforma de garantir o seu fiel desempenho, principalmentenas atividades legislativas e de controle externo.Art. 2 - A estrutura de que trata o art. 1subdividir-se- em 03 (trs) grupos, conforme se configuraabaixo:I) Grupo I Grupo de AssessoramentoLegislativo;II)Grupo II - Grupo de AssessoramentoParlamentar;III)Grupo III - Grupo de AssessoramentoAdministrativo.Art. 3 - O Grupo de Assessoramento Legislativoter como competncia principal auxiliar a Mesa Diretora daCasa Legislativa Paduana, dando-lhes as condiesnecessrias para desenvolvimento das atividades legislativas,de controle externo e principalmente quanto ao exerccio dopapel fiscalizatrio inerente ao Poder Legislativo;Pargrafo nico - O Grupo de AssessoramentoLegislativo ser assim dividido e subdividido:I) Gabinete da Presidncia;a) Secretrio de Gabinete 01 vaga;b) Assessor de Controle Interno 01 vaga;c) Assessor de Imprensa 01 vaga.II)Diretoria Financeira e Administrativa;a) Diretor de Contabilidade e Oramento 01 vaga;b) Tesouraria 01 vaga;c) Secretaria de Expediente Legislativo01 vaga;d) Assessor de Controle de Pessoal 01 vaga;e) Assessor de Controle Patrimonial 01 vaga.III) Procuradoria Legislativa;a) Consultor Jurdico- 01 vaga;b) Assistente Jurdico- 03 vagas.Art. 4 - O Grupo de Assessoramento Parlamentarconstituir-se- de cargos exclusivos de assessoria aos Edisque compem a Cmara Municipal de Santo Antonio dePdua, distribudos em numero de 13 (treze) vagas, de livrenomeao e indicao de cada Vereador, assim qualificado:a) Assessoria Parlamentar - 13 (treze) assessores.Art. 5 - O Grupo de AssessoramentoAdministrativo ser constitudo de servidores de provimentoefetivo, cuja competncia primordial ser a de manter osservios internos e externos da Cmara organizado, de formaa atender aos anseios da administrao, assim distribudos:I) Agente Legislativo- 02 vagas;II) Auxiliar de Servios Administrativos- 03 vagas;III) Motoristas- 04 vagas;IV) Segurana Patrimonial 02 vagas;V) Telefonistas- 02 vagas;VI) Tcnico Contbil- 01 vaga;Art. 6 - A Cmara poder preencher as vagasfuncionais que compem a estrutura administrativa eorganizacional com servidores cedidos pela Municipalidade;Art. 7 - As atribuies de cada cargo, emprego oufuno pblica, de provimento efetivo e ou em comisso serodeterminadas por ato da Mesa da Cmara em at 60 (sessenta)dias da publicao da presente Resoluo, por DecretoLegislativo.Art. 8 - Os cargos ou empregos pblicosdiscriminados na presente Resoluo sero qualificados pornveis funcionais e, a ascenso funcional de um nvel para ooutro se dar por merecimento, nas primeiras elevaes epor tempo de servio na seguinte, revistas a cada qinqnio.Art. 9 - Ser atribudo ainda ao servidor pblicode provimento efetivo os adicionais, abonos e outrosbenefcios constantes do Estatuto do Servidor Pblico deSanto Antnio de Pdua.Pargrafo nico - Os abonos atribudos aosservidores efetivos e de provimento em comisso seroautomaticamente incorporados aos valores salariais,atribudos em qualquer poca.Art. 10 - As revises salariais dos servidores deprovimento efetivo ser, preferencialmente anual, entretanto,observados as disposies oramentrias e financeiras doPoder Legislativo e ainda observando-se os limitadoresconstitucionais previstos na legislao superveniente paraas despesas de pessoal e seus encargos.Art. 11 - Os valores da remunerao dos cargos oufunes, de provimento efetivo ou em comisso, obedeceroaos limites dos Anexos I e II, parte integrante da presenteResoluo. 1 -Cmara adotar ainda a seus servidores,comissionados, efetivos e ou temporrios a gratificao portempo integral (GTI), varivel a aqueles que cumpriremjornada especial de trabalho, em percentual entre 10% a 80%do valor das suas remuneraes. 2 - As funes gratificadas sero atribudas aosservidores de provimento efetivo.Art. 12 - Fica o Presidente da Cmara Municipalautorizado a contratar, temporariamente, os correspondentesprofissionais para suprirem as vagas dos cargos deprovimento efetivo, at que se realize o competente certameseletivo de ingresso ao servio pblico.Pargrafo nico - A contrao de que trata o caputse dar por perodo no superior a 02 (dois) anos prorrogvelpor igual perodo.Art. 13 - Os recursos para fazer face s despesasinerentes da presente Resoluo, correro a conta dooramento vigente e posteriores.Art. 14 - Esta Resoluo entrar em vigor na data desua publicao, produzindo efeitos financeiros a partir daabertura do exerccio financeiro.Art. 15 - Revogam-se as disposies em contrrio,inclusive as Resolues 2.695/2001, 2740/2001, 2.782/2002,3.162/2007 e 056/2011 que versam sobre a composio decargos no mbito do Poder Legislativo, as portariasequivalentes e todos os demais atos da mesma ou semelhantenatureza.Cmara Municipal de Santo Antnio de Pdua, 30 deabril de 2013. 4. Edio 151 Jornal Opo do Noroeste23 de Abril a 18 de Maio de 20134Cmara Municipal de Santo Antnio de PduaESTADO DO RIO DE JANEIRORESOLUO N. 004, DE 02 DE MAIO DE 2013.AUTOR: Vereador Robson de Oliveira Mattos.A CMARA MUNICIPAL DE SANTO ANTNIODE PDUA, aprova a seguinte RESOLUO:-Art. 1 - Fica concedido o Diploma da MEDALHADO MRITO LEGISLATIVO DEPUTADO JOSKEZEN, ao Deputado Estadual GUSTAVO REISFERREIRA (TUTUCA).Art. 2 - A concesso de que trata o artigo anterio