Jornal salvador seculo 21

Embed Size (px)

DESCRIPTION

PPI III

Text of Jornal salvador seculo 21

  • no sculo 21 Ano XXIEdio 00108 de maio de 2014

    O seu Jornal Contemparneo.

    Elevador Lacerda no sculo 20. (Foto Google free)

    O que esperar docenrio soteropolitano

    Salvador,a melhorcidade nosculo 20Cultura

    Mercado Imobilirio

    Salvador,a melhor cidade dasua poca para viver

    Salvador uma cidade a parte. Cheia

    de cultura e encantos, tem em si um

    tempero diferente e sensacional. No

    d pra dizer se a pimenta, o dend,

    o calor, cheiro do mar ou o astral

    soteropolitano. Um povo de luta, que

    mesmo tendo mil razes pra

    reclamar, comemora com alegria os

    465 anos de Salvador.

    Foram muitas mudanas e

    crescimento desde quando a cidade

    se tornou a primeira capital do Brasil.

    Por muitos anos Salvador foi a maior

    cidade das Amricas. pg. 4

    pg. 8

    Inovaes para aCopa do Mundo 2014pg. 10

    Desafios para umbom desenvolvimentopg. 12

    Tecnologia Sustentabilidade

    DIVULGAO

    PUBLICIDADE

    Mudanas no cenriobrasileiro do sculo 21pg. 6

    Foco no urbanismoda cidade de Salvadorpg. 2

    Educao DigitalCidade

  • Panormica2 . Jornal Salvador no sculo 21 . 8 de maio de 2014

    Vista da Cidade do Salvador pela Baa de Todos os Santos (Foto Google free)

    A cidade de Salvador, com 465 anos de existncia, foi planejada e concebida por Portugal, em 1549, para ser a primeira capital do pas. Teve uma poca de grande importncia e beleza urbanstica at o comeo do sc. XIX. Com o passar dos tempos, o antigo centro de movimentao urbana transformou-se no Centro Histrico que, revitalizado, sedia instituies culturais representativas das tradies locais, inmeros museus e praas, onde acontece a maioria das manifestaes populares. L foram preservadas as fachadas e monumentos histricos caractersticos da arquitetura da poca.Aps anos de transformaes polticas, econmicas e sociais a cidade mostra, atualmente, aumento da populao, em torno de 3 milhes de pessoas, o crescimento descentralizado do setor imobilirio formal e informal , da motorizao e a defasagem da estrutura viria e de transporte, fatores que exigem planejamento e gesto urbansticos especializados.

    Cristiane Andradecristiane@jornalsalvadornoseculo21.com.brCarla Flixcarla@jornalsalvadornoseculo21.com.brRenata Laurentinorenata@jornalsalvadornoseculo21.com.br

    Com a reformulao das leis urbansticas, o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano, 2008, prope uma srie de aes de curto, mdio e longo prazo, para o setor de transportes, para o sistema virio, o ordenamento e a ocupao do solo urbano, alm de saneamento e habitao. Observa-se, hoje, a construo de grandes avenidas e viadutos interligando os muitos bairros, de obras de saneamento e iluminao, alm de grandes e modernos edifcios e Shopping Centers que contemplam em seus projetos as mais modernas tcnicas construtivas com utilizao de tecnologia de ponta, o que pode ser observado com a obra da moderna Arena Fonte Nova. A construo do novo estdio e muitas das obras de mobilidade e requalificao do espao pblico foram demandas oriundas do evento da Copa do Mundo, para o qual Salvador sediar alguns jogos.

    As transformaes em curso demandaram dos poderes pblicos maiores intervenes na reestruturao fsica da urbes e com isso, a Prefeitura da

    capital bahiana investe, com o apoio do governo federal, em ambicioso projeto urbanstico, objetivando modernizar, requalificar e revitalizar a estrutura da cidade em nove trechos de toda a extenso da orla das cidades alta e baixa que englobam So Tom de Paripe, Tubaro, Ribeira, Barra, Rio Vermelho, Jardim de Alah - Armao, Boca do Rio, Piat e Itapu. Segundo o prefeito, o projeto no contempla equipamentos fixos nas areias das praias. L, s equipamentos mveis.

    A primeira etapa do projeto, j em finalizao, demandou investimentos aproximados de 111 milhes para implementao de 50 mil m de modernas caladas, 16 mil m de espaos compartilhados entre pedestres, veculos automotivos, bicicletas e equipamentos pblicos,6 km de ciclovias, 10 km de nova iluminao pblica, alm de praas, quiosques, restaurantes, quadras de esportes e postos salva vidas, rampas de acesso praia para atender ao pblico portador de deficincias, recuperao de balaustradas e contenes, alm da adequao da comunicao visual e do

    CidadeFoco no urbanismo da capital baiana

  • EditorialHora de crescer edesenvolver-se, Salvador!

    Jornal Salvador no sculo 21 . 8 de maio de 2014 . 3

    Baianono nasce,baiano estreiaNizan Guanaes,publicitrio.

    Bahia de Todosos Santos,encantos eaxsMsica do Carnaval.

    necessrio que os pases do Primeiro Mundoentendam que preciso preservar tambmcidades como Salvador, no apenas Roma ou ParisJorge Amado, escritor.

    Este o ponto crucial da Salvador do sc. XXI:

    acompanhar o desenvolvimento mundial,

    globalizado. As necessidades so inmeras e a

    defasagem, em todos os setores da cidade e da

    vida dos soteropolitanos, levando-se em

    considerao o desenvolvimento das outras

    sociedades capitalistas, muito grande.

    O governo Wagner deu o pontap inicial junto

    com o governo federal. Agora, com a gesto de

    ACM Neto e a condio de Salvador estar entre

    as cidades sedes da Copa do Mundo, observa-

    se a concepo e execuo de um grande

    nmero de projetos, em todos os segmentos,

    onde esto sendo empregadas as mais novas

    tecnologias, prometendo beneficiar a urbes e

    toda sua populao.

    paisagismo.Dentre os equipamentos pblicos previstos, em torno de 134 e 250 de pequeno, mdio e grande porte, sero instalados quiosques para a venda de acaraj, gua de coco e restaurantes.

    Esta nova Salvador que est surgindo dever, porm, equalizar todas as reformas fsicas com as econmicas e financeiras e, principalmente, relacionar tudo isto com o desenvolvimento real de boa parte da sociedade soteropolitana que, apesar de ser referenciada como pertencer Terra da Alegria e ao Melhor Lugar Para se Viver, sente na pele as consequncias dos desajustes estruturais que vm se repetindo desde sua invaso pelos europeus. Na Barra, onde j foi concluda a primeira etapa das intervenes, as obras da segunda etapa encontram-se em ritmo acelerado. Para o trecho que compreende o Barra Center at o Rio Vermelho, a prefeitura contou com o apoio da Secretaria Nacional de Turismo em 27 milhes.

    O Bairro da Barra, possui localizao geogrfica singular, de onde se observa o nascer e o por do sol. L se encontra o Farol da Barra, construdo com o objetivo de orientar os navegadores, e o Porto da Barra, onde desembarcou Tom de Souza, em 1549, fundando a Cidade de So Salvador.A orla da Boca do Rio, uma rea que abrange em torno de 80 mil m, j beneficiado pelo projeto de requalificao, com oramento de 4 milhes, conta, agora, com sanitrios pblicos, ampliao da

    calada com implantao de rampas de acessibilidade, implantao de gramado, rea livre com paisagismo, ciclovia, rea para Cooper, quiosques, bancos, mesas, equipamentos para ginstica, iluminao requalificada, ponte sobre o Rio das Pedras, alm da recuperao do estacionamento e da pavimentao da Avenida Octvio Mangabeira.

    Para a Ribeira, segundo a SINDEC - Superintendncia de Conservao e Obras Pblicas da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Defesa Civil, a prioridade foi dada para os servios de construo e recuperao de alvenaria de conteno da orla e para os servios de drenagem de guas pluviais. Alm disso, a Ribeira beneficiou-se com a previso da implantao de piso compartilhado, em concreto, articulado e intertravado, em composio de cores variadas, abrangendo toda a extenso da rua, contemplando espao para caminhadas e passeios de bicicleta. Foi instalado, tambm, piso ttil, para circulao de pessoas com deficincia visual, alm de uma srie de equipamentos pblicos como bancos de concreto, quiosques para venda de comida, informaes tursticas, posto salva vidas, mesas e bancos para jogos, equipamentos para ginstica, sanitrios pblicos, adequao do paisagismo e peas de sinalizao visual.

    Expediente

    Christiane Andrade

    Expediente Editor ChefeChristiane Andrade Christiane Andrade

    Michely Santanasis Arago

    DiagramaoJos AlbertoHeitor FernandesNino Barreto

    EditoresProjeto GrficoNino Barreto Carla Flix

    Renata LaurentinoNino Barreto

    Maiane MagalhesHeitor FernandesGabriela MeneghettiLeila Campelo

    Amaralina MotaAlex SantanaEsdras NascimentoJos Alberto

    Referncias:

    Rodrigo Louzas Portal PINIweb

    wwwnovaorla.salvador.ba.gov.br

    www.ibahia.com

    www.acmneto.com.br

    Rodrigo LouzasPortal PINI Web

  • Reclamar de Salvador j virou

    um clich. Principalmente em

    tempos de Copa do Mundo, basta

    um suspiro profundo e algum j

    inicia uma conversa de elevador pra

    falar mal de alguma coisa. Pegando

    um txi de volta pra casa, escuto

    falar sobre uma possvel guerra civil.

    Abertura

    Valorizao

    Salvador no sculo XXI

    Construindo a nova Salvador do sculo XXI

    4 . Jornal Salvador no sculo 21 . 8 de maio de 2014

    Vista area do Farol da Barra. Foto: Wikipedia

    Michely Santana e sis AragoNo trnsito, cada vez mais agressivi-

    dade. A personalidade da populao

    vem se adequando situao em

    que a cidade se encontra e ela reflete

    um estado de completo desequil-

    brio.

    Ns, jovens soteropolitanos, cresc-

    emos ouvindo sobre os encantos de

    Itapu e sobre o famoso pr do sol

    no Porto. Vimos esses locais mgicos

    se transformarem em grandes

    centros de poluio, inclusive

    sonora, reflexo da ausncia de

    educao e respeito com o ambiente

    e o prximo. Lembro ainda da inau-

    gurao da Avenida Paralela e os

    comentrios sobre o quo exagerada

    eram aquelas pistas para nossa

    cidade. Ma