jornal sincor ceara

  • Published on
    23-Mar-2016

  • View
    214

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

jornal sincor ceara

Transcript

<ul><li><p>TERRORISMO FISCAL</p><p>(Pgina 04)</p><p>(Pgina 09) </p><p>Os corretores de seguros pessoas tomam deciso, sem esquecer de seguros hoje no pode ser to somente o retorno. preciso entender os desejos e cearenses compreenderam a necessidade tambm valer-se dos processos de de focar-se em um nico aspecto de seu receios que orbitam o universo do da simplificao das opes e entenderam empatia, ou seja, colocar-se no lugar de segurado, o que sempre acarretar em segurado e projetar alteraes no ambiente como organizar os contextos onde as seu cliente. O trabalho do corretor de uma ao fragmentada e com pouco de tomada de deciso. (Pgina 12)</p><p>INDEPENDNCIA FEMININA E EDUCAO FINANCEIRAVAI FUNDO, QUE VALE da Mulher. Alm da palestrante, PENA! Este foi o bordo que deu tambm se fizeram presentes ao ritmo palestra Independncia evento a Sra. Simone Maiello, Feminina e Educao Financeira, Gerente de Unidades Regionais da ministrada pela Dra. Maria Helena Funenseg; a Sra. Cristiana Noblat, Monteiro, Diretora de Ensino Tcnico Coordenadora da Unidade Regional na Escola Nacional de Seguros Pernambuco da Escola; o Sr. Nsio Funenseg. O encontro aconteceu no Sousa, Presidente do Sindicato dos Hotel Blue Tree Premium, em uma Corretores de Seguros no Estado do rara manh chuvosa na Praia de Cear SINCOR/CE; e o Sr. Raphael Iracema, em Fortaleza, e foi alusivo s Cunha, Gerente da Sucursal Fortaleza comemoraes do Ms Internacional da SulAmrica Seguros.(Pagina 06)</p><p>SUSEP ESTABELECE NOVAS REGRAS </p><p>PARA CONSULTAS(Pgina 09)</p><p>ARMANDO VERGLIO V ABSURDO NA </p><p>LEGISLAO ATUAL(Pgina 09)</p><p>BICICLETAS MODIFICAM O CENRIO DO TRNSITO</p><p> BRASILEIRO (Pgina 04)</p><p>CORRETOR PODE PAGAR MULTA DE R$ 100 MIL POR </p><p>CADASTRO DESATUALIZADO (Pgina 03)</p><p>INDENIZAES PAGAS PELO SEGURO DPVAT CRESCEM QUASE </p><p>CINCO VEZES MAIS QUE O AUMENTO DA FROTA DE VECULOS </p><p>(Pgina 03)</p><p>ELEIO DA NOVA DIRETORIA DA CNSEG RENE REPRESENTANTES DO MERCADO EM BRASLIA (Pgina 02)</p></li><li><p>2Manoel Nsio</p><p>Marco Antonio Rossi e Jayme Garfinkel</p></li><li><p>3</p></li><li><p>4</p></li><li><p>5</p></li><li><p>66</p><p>Seguros. sade, seja a conciliao entre esses vantagens e problemas trazidos pela Diante de uma plateia quase dois extremos. Apenas com muita opo de ser me de famlia e, ao </p><p>que exclusivamente feminina, a organizao e apoio da famlia, a mesmo tempo, uma mulher palestrante se debruou sobre os m u l h e r t e r c o n d i e s d e independente.desafios da mulher do sculo XXI, Ao concluir sua palestra administrar todas as tarefas que so que ser o sculo da mulher na que se apresentou na forma de uma de sua responsabilidade. Essa ajuda direo dos negcios. Dentre os conversa descontrada e franca entre muito importante, principalmente temas abordados, falou-se sobre as amigas que, por desejo e por direito, quando as crianas so menores e mltiplas esferas de trabalho que a tambm so mulheres de negcios no ajudam em casa. Sem dvida, mulher moderna precisa administrar Dra. Maria Helena falou s necessrio um grande apoio entre o lar e sua vida profissional. presentes, com um olhar vvido e logstico, disse a Dra. Maria Tambm se discutiu a respeito da um sorriso no rosto: Era isso que eu Helena.VAI FUNDO, QUE VALE convivncia com os filhos, o Quando questionada sobre queria dizer pra vocs. O objetivo PENA! Este foi o bordo que r e l a c i o n a m e n t o c o m s e u s qual a maior cobrana feita a dessa palestra o de provocar esse deu ritmo palestra Independncia companheiros, os prs e contras do mulheres que ocupam cargos tipo de reflexo, de como a mulher Feminina e Educao Financeira, </p><p>vai fazer com relao gesto de seu ministrada pela Dra. Maria Helena patrimnio, de como no se tornar Monteiro, Diretora de Ensino dependente do marido ou dos filhos. Tcnico na Escola Nacional de Enfim, h um leque de opes para Seguros Funenseg. O encontro que toda mulher seja independente. aconteceu no Hotel Blue Tree </p><p>Durante muitos anos, os Premium, em uma rara manh homens dominaram o espao </p><p>chuvosa na Praia de Iracema, em pblico e tornaram inexequvel o </p><p>Fortaleza, e foi alusivo s crescimento intelectual e o </p><p>c o m e m o r a e s d o M s compartilhamento deste espao </p><p>Internacional da Mulher. Alm da com as mulheres. Agora a vez palestrante, tambm se fizeram delas desbravarem cada vez mais d i n h e i r o , i n d e p e n d n c i a , importantes em grandes empresas, a presentes ao evento a Sra. Simone novas fronteiras. Porm, as </p><p>emancipao e segurana no futuro, palestrante foi incisiva: So os Maiello, Gerente de Unidades mulheres no representam ameaa seja este vivenciado em famlia ou filhos. A mulher sai de casa e se Regionais da Funenseg; a Sra. alguma para os homens. Por individualmente. sente culpada, sente que est em Cristiana Noblat, Coordenadora da natureza, elas prezam mais pelos </p><p> sabido que a sobrecarga dvida com seus filhos e acaba relacionamentos humanos, so Unidade Regional Pernambuco da pela jornada dupla trabalho/casa recompensando-os por sua ausncia muito mais generosas e aptas a Escola; o Sr. Nsio Sousa, um dos principais motivos que com presentes, o que s atrapalha, dividir. Presidente do Sindicato dos levam as mulheres a abandonar a falou visivelmente emocionada a Sejam bem-vindas ao Corretores de Seguros no Estado do carreira. Talvez a frmula para me de trs filhos que, h 42 anos, Sculo XXI, mulheres do Brasil!Cear SINCOR/CE; e o Sr. manter a famlia e permanecer no Emerson Braga - Assessor de decidiu tomar as rdeas da prpria Raphael Cunha, Gerente da mundo dos negc io s , s em Imprensavida e que muito bem discorreu Sucursal Fortaleza da SulAmrica comprometer o desempenho ou a sobre o estresse causado pelas </p></li><li><p>7</p></li><li><p>8</p></li><li><p>9</p></li><li><p>10</p></li><li><p>11</p></li><li><p>12</p><p>JORNAL DO SINCORCE</p><p>SINCOR - CE</p><p>FEDERAO NACIONAL DOS CORRETORES DE SEGUROS PRIVADOS, DE CAPITALIZAO,DE PREVIDNCIA PRIVADA E DAS EMPRESAS CORRETORAS DE SEGUROS</p><p>o d a s a s p e s s o a s ao auditrio do SENAC na Avenida necessidade da simplificao das aprender com um grande professor concordam que nem Tristo Gonalves, no Centro de opes e entenderam como que no basta convencer o cliente, Tsempre se saem bem Fortaleza, aprenderam tcnicas de organizar os contextos onde as tambm preciso persuadi-lo. O </p><p>em suas decises e escolhas, isso abordagem de um princpio novo pessoas tomam deciso, sem corretor precisa desenvolver a um fato. Nossas escolhas acabam que comea a se estabelecer esquecer de tambm valer-se dos habilidade de criar estratgias na sendo prejudicadas por limitaes gradativamente no Brasil, que o processos de empatia, ou seja, linha da Arquitetura de Escolhas, cognitivas e emocionais, falta de da Arquitetura de Escolhas. Atravs colocar-se no lugar de seu cliente. O ou seja, apelar para o lado autocontrole pleno, de ateno, da palestra, os profissionais trabalho do corretor de seguros emocional de seu cliente, e no s conhecimento ou informao. aprenderam a por em prtica hoje no pode ser to somente o de para a razo. Afinal, temos uma vida complicada mecanismos que contribuem para focar-se em um nico aspecto de seu Ao conhecer como as e vivemos terrivelmente ocupados, fazer com que os clientes escolham segurado, o que sempre acarretar pessoas pensam e decidem, os o que limita nosso tempo disponvel melhor, valendo-se de simplicidade em uma ao fragmentada e com corretores de seguros podem para ponderarmos e analisarmos e funcionalidade, alm de respeitar pouco retorno. preciso entender projetar ambientes de escolha que nossas decises. as possveis restries existentes. os desejos e receios que orbitam o facilitem a seleo das melhores </p><p>universo do segurado e projetar Foi pensando justamente O Arquiteto de Escolhas opes para elas. alteraes no ambiente de tomada em ajudar as pessoas a tomarem aquele que influencia direta ou Concluda a palestra, Srgio de deciso. d e c i s e s e f i c a z e s , q u e o indiretamente nas decises dos Rangel deixou os presentes </p><p>SINCOR/CE em parceira com a outros, que tem condies de mudar Srgio Rangel enfatizou que refletindo sobre uma emblemtica Funenseg e a Fenacor trouxeram o ambiente de escolha e fazer com as pessoas precisam de um frase, certa vez proferida pelo Fortaleza no dia 22 de maro deste que as pessoas consumam mais ou incentivo para que assim tomem </p><p>famoso cirurgio e celebridade ano a palestra Arquitetura de menos determinado produto. Isso melhores decises. Mas, para isso, </p><p>televisiva, Dr. Oz: Ningum Escolhas: Uma Nova Abordagem de uma fora extraordinria que ele indispensvel que o Arquiteto de planeja falhar, porm falhamos Comercializao em Seguros e tem nas mos. Na atividade de E s c o l h a s e n t e n d a q u e s u a porque no planejamos.Previdncia, ministrada pelo seguros, os corretores tambm interveno deve ser pequena, no </p><p>E, para planejar, no basta aturio, mestre em economia e podem desenvolver essa fora, intrusiva, mas capaz de mudar um querer. preciso que se arquitete e s p e c i a l i s t a e m p s i c o l o g i a disse o professor Srgio Rangel em comportamento. A Arquitetura de e s t r a t g i a s , c o n h e c i m e n t o s , econmica, Professor Srgio um determinado momento do Escolhas no uma ordem. engenhosidades e intuio. Rangel. evento. orientao. incentivo.</p><p>Emerson Braga - Assessor Durante duas horas, os Os corretores de seguros Enfim, os corretores do de Imprensa.corretores que se fizeram presentes cearenses compreenderam a Cear tiveram a oportunidade de </p><p>Pgina 1Pgina 2Pgina 3Pgina 4Pgina 5Pgina 6Pgina 7Pgina 8Pgina 9Pgina 10Pgina 11Pgina 12</p></li></ul>