Leitura fotográfica

  • View
    216

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Leitura fotográfica

  • 8/6/2019 Leitura fotogrfica

    1/12

    www.sougenius.com.br

    PALESTRA MOTIVACIONAL II

    Prof. Felipe Lima

    Data: 28.03.2010

    MATERIAL DE APOIO PROFESSOR

    LEITURA FOTOGRFICA

    Processo de internalizao, interpretao e armazenamento de informa-es atravs do inconsciente.

    A leitura convencional permite que o consciente entre em contato com a infor-mao lida, que realiza um processamento crtico, identificando o que, de acordo comos aprendizados anteriores, verdade ou mentira ou que parece com algum trecho de

    outra matria.Ao ler normalmente um livro ou as suas anotaes de aula, o consciente partici-pa ativamente do processo de leitura, permitindo uma avaliao do que lido, atravsde acessos memria e interpretando as informaes conforme seus princpios e va-lores.

    A Leitura Fotogrfica burla o acesso ao consciente durante a leitura, enviandoa informao diretamente ao inconsciente de forma subliminar, ou seja, voc vai lerfotograficamente um material e vai ter a equivocada e ntida sensao de que no en-tendeu nada.

    MENSAGEM SUBLIMINAR

    Mensagem subliminar a definio usada para otipo de mensagem que no pode ser captada diretamentepelos sentidos humanos. Subliminar tudo aquilo que estabaixo do limiar, a menor sensao detectvelconscientemente. (Fonte: Wikipdia)

    Uma das evidncias do funcionamento dasmensagens subliminares so as propagandas publicitrias,que executadas repetidas vezes tm o poder de incutir nopblico alvo a mensagem dos produtos e servios ofertados.

    Certamente voc pode lembrar-se das propagandasde rdio e TV que j viu e at hoje no saem da sua cabeae o curioso que conseguimos memorizar os extremos:quanto mais gostamos ou mais odiamos o anncio, maisaprendemos a letra da msica e apreendemos a suamensagem.

    No prestar ateno ao anncio publicitrio faz comque a mensagem seja encaminhada diretamente ao

    inconsciente, que bombardeada por repetidas vezes esti-mula sentimentos e vontades a nveis inconscientes.

  • 8/6/2019 Leitura fotogrfica

    2/12

    www.sougenius.com.br

    A LEITURA FOTOGRFICA utiliza 2 princpios bsicos que as propagandastambm fazem uso com maestria:

    1. Repetio2. Desvio da ateno

    Nas propagandas de cerveja, por exemplo, aparecem homens e mulheres com

    corpos sarados, na praia, segurando uma lata ou garrafa. Curiosamente o percentualda rea tomada na tela da TV pelo rtulo do produto nfimo, em relao ao tamanhodas pessoas que participam do anncio.

    Mesmo em outdoors a foto da mulher que segura a garrafa muito maior que ortulo da cerveja e, pessoalmente, acredito que a mulher chama bem mais atenoque o produto anunciado.

    Nesse caso, a grande vantagem do anncio justamente fazer com que os cli-entes NO olhem diretamente para a marca e sim para outros atrativos, permitindoque o nome do produto, bem como outras informaes influenciadoras, entrem direta-mente ao inconsciente de forma subliminar, sem serem criticados ou conscientementepercebidos.

    Ao ler o presente texto, as imagens dos anncios abaixo entram em seu incons-ciente de forma imperceptvel (subliminar), pois o foco do consciente est nas palavrashora lidas e o inconsciente aberto para as informaes existentes na sua viso perif-rica.

    J vimos em aulas anteriores que o absurdo (ligado sexualidade, vulgaridade,humor e ao nojo) fixa com muito mais eficincia os conhecimentos na memria, queinformaes comuns e enfadonhas, pois desperta emoes e abre caminhos distintospara o fluxo e armazenamento de informaes no crebro.

    As imagens absurdamente tentadoras fazem o papel de isca para o conscien-te, abrindo a porta dos fundos para que as informaes planejadas acessem o incons-ciente de forma direta e no criticada.

    MECANISMO DE FUNCIONAMENTO

  • 8/6/2019 Leitura fotogrfica

    3/12

    www.sougenius.com.br

    Informaes importante sobre LEITURA FOTOGRFICA

    Serve para todo e qualquer tipo de contedo, no sendo necessrio estu-dar atravs de grficos e esquemas visualmente estruturados para facili-tar a Leitura Fotogrfica;

    o Livros, cdigos, doutrinas, apostilas, cadernos, provas respondi-das, redaes escritas e tambm com Mapas Mentais.

    No substitui a leitura convencional, por meio do uso do consciente, masage como ferramenta acessria para a fixao e assimilao de informa-es e conhecimentos;

    O sono, em quantidade e qualidade, fundamental para o sucesso datcnica. Porm, no necessrio dormir imediatamente aps a prtica daLEITURA FOTOGRFICA. Ao ler fotograficamente um material durante amanh, quando for dormir noite, o prprio inconsciente processar eorganizar as informaes internalizadas;

    Pode ser realizada antes e depois do estudo convencional das matrias.Ao ler fotograficamente um determinado assunto, que at ento no foiestudado, voc enviar informaes para o inconsciente, retendo namemria uma determinada quantidade e no perceber, conscientemen-te, de forma imediata que apreendeu parte do contedo. No dia seguinte,aps uma boa noite de sono, quando for estudar aquele mesmo assunto,voc ter a sensao de que j leu aquelas pginas, facilitando e agili-zando consideravelmente a compreenso do que lido;

    O exerccio da tcnica proporciona um aprendizado consistente dos as-suntos lidos fotograficamente. Voc ter uma idia, uma opinio sobre oscontedos fotograficamente estudados, no apenas uma imagem daspginas, mesmo daqueles que no estudou de forma consciente;

    fundamental repetir diariamente a LEITURA FOTOGRFICA, uma ni-

    ca vez por dia, de um mesmo material. Sugere-se um perodo entre 5 a15 dias para a obteno de resultados significativos; Cada tipo de matria apresentar um rendimento distinto aplicao da

    tcnica, tendo em vista o nvel de afinidade e conhecimentos anterioressobre os assuntos;

    Contedos de matrias distintas podem ser lidos fotograficamente em ummesmo dia;

    Respirar profundamente durante o exerccio da tcnica evita tontura emal-estar.

    Sequncia para a realizao da LEITURA FOTOGRFICA

    1. Preparao2. Afirmao positiva3. Foco Fotogrfico4. Paginar5. Fechamento

    DESCRIO

    1. Preparaoa. Alongamento: pescoo, costas, braos e pernasb. Respirao profunda 6 x 3 x 6

    i. 6 segundos inspirandoii. 3 segundo segurando o ar nos pulmes

  • 8/6/2019 Leitura fotogrfica

    4/12

    www.sougenius.com.br

    iii. 6 segundos expirandoc. Beber gua: 1 copod. Relaxamento preparatrio (* veremos e aulas futuras)

    i. Modulao de frequncia mental

    2. Afirmao positiva (programao)a. A partir de agora, com uma concentrao absoluta, vou ler foto-

    graficamente o livro (diga o nome do livro, caderno ou material),vou apreender todas as informaes nele contidas, alm de inter-pretar e compreender todo o seu contedo e vou lembrar-me comfacilidade e agilidade de qualquer parte sempre que precisar, paraconquistar o meu objetivo (diga o seu objetivo de aprovao).

    b. Estrutura da fraseologiai. Apreenso do contedoii. Interpretaoiii. Lembrana

    3. Foco Fotogrfico

    a. Estenda uma de suas mos sua frente,bem aberta e olhe entre os seus dedos,com os dois olhos abertos, um ponto dis-tante. Voc pode perceber no apenasuma mo, mas uma imagem dupla leve-mente desfocada.

    b. Agora faa o mesmo com um livro ou caderno:i. Segure o livro com o seu topo na altura dos seus olhosii. Olhe um ponto mais frente, tangenciando (raspando) a

    parte de cima do meio do livro (1). Quando o livro estiverapoiado sobre uma mesa, mire um ponto fixo no cho.

    iii. Com o tempo voc conseguir olhar para o centro do livro(2), imaginando um x interligando suas extremidades eperceber o mesmo efeito visual

    4. Paginara. Mantendo sempre o FOCO FOTOGRFICO. normal, no incio

    dos treinamentos, perder o foco quando os olhos piscarem, masno evite pisc-los, relaxando e deixando-os vontade, pois man-ter sempre uma boa lubrificao ocular.

    b. Virar uma pgina a cada 2 segundosc. Importante

    i. No encobrir o texto com as mos ou dedosii. No demorar mais que 2 segundos

    iii. Manter uma respirao profundaiv. Visualizar imagens mentais positivas

  • 8/6/2019 Leitura fotogrfica

    5/12

    www.sougenius.com.br

    5. Fechamentoa. A partir de agora a minha mente inconsciente, minha parte sbia

    vai processar, interpretar, compreender e memorizar todo o conte-do que foi lido fotograficamente e vou lembrar-me com facilidadee agilidade de qualquer parte sempre que precisar.

    b. Enquanto pronuncia mentalmente a frase acima, imagine uma cai-

    xa sendo fechada e guardando uma luz entro dela.VENCEDOR X PERDEDOR (Autor desconhecido)

    Quando um vencedor comete um erro, diz: Me

    desculpe sim, eu me equivoquei.

    Quando um perdedor comete um erro, diz:

    No foi minha culpa.

    Um vencedor tem f, em si e em Deus.

    Um perdedor se desespera e permite que os

    medos fiquem acima dos seus sonhos.

    Um vencedor enfrenta e supera o problema.

    Um perdedor da voltas e nunca consegue resol-

    v-lo.

    Um vencedor se compromete.

    Um perdedor faz promessas.

    Um vencedor diz: Eu sou bom, mas posso ser

    ainda melhor.Um perdedor diz: Eu no sou to ruim como

    tantos outros.

    Um vencedor escuta, compreende e responde.

    Um perdedor somente espera uma oportunida-

    de para falar.

    Um vencedor respeita aqueles que so superio-

    res a ele e trata de aprender algo com eles.

    Um perdedor resiste queles que so superiores

    a ele e trata de encontrar seus defeitos.

    Um vencedor se sente responsvel por algo

    mais do que somente o seu trabalho.

    Um perdedor no colabora e sempre diz: Eu

    estou fazendo a minha parte.

    Um vencedor diz: Deve haver melhor forma de

    faz-lo.

    Um perdedor diz: Esta a maneira que sempre

    fizemos.

    Um vencedor valoriza as suas qualidades e me-

    lhorias, ainda que pequenas.