of 36/36
Diretoria de Pesquisas DPE | Diretoria de Pesquisas – COAGRO/GEAGRI LSPA Dezembro de 2019 Levantamento Sistemático da Produção Agrícola Pesquisa mensal de previsão e acompanhamento das safras agrícolas no ano civil Diretoria de Pesquisas DPE

Levantamento Sistemático da Produção Agrícola · 2020-01-08 · Dezembro de 2019 Levantamento Sistemático da Produção Agrícola Pesquisa mensal de previsão e acompanhamento

  • View
    0

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Levantamento Sistemático da Produção Agrícola · 2020-01-08 · Dezembro de 2019 Levantamento...

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Diretoria de Pesquisas – COAGRO/GEAGRI

    LSPADezembro de 2019

    Levantamento Sistemáticoda Produção Agrícola

    Pesquisa mensal de previsão e acompanhamentodas safras agrícolas no ano civil

    Diretoria de Pesquisas DPE

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    | Dez 2019241,5 milhões t.

    Cereais, leguminosas e oleaginosas - Total Brasil

    Produtos investigados

    Algodão (caroço de algodão), amendoim, arroz, aveia, centeio,

    cevada, feijão, girassol, mamona, milho, soja, sorgo,

    trigo e triticale

    Nov 2019240,9 milhões t.

    2018226,5 milhões t.

    +6,6%

    +0,2%

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    28

    ,0

    14

    ,9

    14

    ,3

    10

    ,0

    7,9

    6,0

    3,8

    3,4

    2,7

    2,0

    1,8

    1,8

    1,2

    1,0

    0,3

    0,3

    0,2

    0,1

    0,0

    0,0

    0,0

    0,0

    0,0

    0,0

    0,0

    0,0

    0,0

    MT

    PR

    RS

    GO

    MS M…

    SP

    BA SC M…

    PI

    TO

    PA

    RO

    DF

    SE

    CE

    RR

    AL

    AC PE

    PB

    RN

    AP ES A…

    RJ

    Par

    ticip

    ação

    %

    Cereais, leguminosas e oleaginosasGrandes Regiões e Unidades da Federação

    Participação na produçãoDezembro de 2019

    Centro-Oeste46,2%

    Sul32,0%

    Sudeste9,8%

    Nordeste7,9%

    Norte4,1%

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    OUT/19

    Fonte: CPTEC

    DEZ/19

    JUN/19JUL/19 AGO/19 SET/19

    NOV/19

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: A produção de cereais, leguminosas e oleagino sas de 2019 é recorde da série históricado IBGE, tendo suplantado o recorde anterior obtido em 2017 d e 238,4 milhões de toneladas.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: Embora o plantio tenha adiantado no presente a no agrícola, as lavouras foramprejudicadas pelas restrições de chuvas e elevadas tempera turas ao final do ciclo da cultura nessasUnidades da Federação, o que comprometeu o rendimento médio , que declinou 6,2% em nível nacional.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Distribuição por safras da produção de Milho

    Total: 100.566.125 t

    Milho 1ª25,8%

    25.985.997 t

    Milho 2ª74,2%

    74.580.128 t

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: Preços pouco compensadores, na época da semea dura, e concorrência da soja pelas áreasdisponíveis de plantio têm reduzido a produção desta época no s últimos anos. Os produtores têmpreferido o plantio do milho de 2ª safra.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: Esse volume de produção de milho 2ª safra é reco rde da série histórica do IBGE, tendosuplantado em 7,0 milhões de toneladas o da safra de 2017, até então, a maior produção obtida pelo País,quando registrou 67,6 milhões de toneladas.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Distribuição por safras da produção de Feijão

    Total: 3.039.651 t

    Feijão 1ª42,2%

    1.284.007 t

    Feijão 2ª38,4%

    1.167.211 t

    Feijão 3ª19,4%

    588.433 t

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: Na Região Nordeste houve declínio de 9,4% na pr odução frente ao ano anterior. Na RegiõesSudeste e Sul, houve declínio de 19,9% e 18,6%, respectivame nte. Os preços do produto na época de plantioestavam relativamente baixos, desestimulando os produtor es a cultivarem a leguminosa. Além disso a culturaenfrentou problemas climáticos no Paraná, principal produ tor nacional.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: Os preços praticados na época de plantio eram s uperiores aos da 1ª safra, o que explica omaior interesse dos produtores em cultivar a leguminosa nes se período, considerado mais seco. Além disso,o clima beneficiou as lavouras quando comparado com 2018.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: Esse crescimento se deve aos preços mais compe nsadores do produto, que incentivaram osprodutores a ampliarem a área plantada e os investimentos na s lavouras.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: Preços compensatórios na época de plantio, de vido à maior demanda chinesa e a boa produção erentabilidade com o produto na safra do ano anterior incenti varam a ampliação da área plantada e o aumentodos investimentos nas lavouras.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: Nos últimos anos, em virtude dos preços pouco c ompensadores, têm-se verificado contínuaredução da área plantada com arroz irrigado, em decorrência da substituição por outras culturas,notadamente a soja, em função da sua maior rentabilidade.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Distribuição por tipos da produção de Café

    Total: 2.995.564 t

    Café arábica69,2%

    2.072.728 t

    Café canephora30,8%

    922.836 t

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: Os cafezais sofreram com a incidência de altas t emperaturas e falta de chuvas em umperíodo importante do desenvolvimento da cultura, o que fez com as estimativas de rendimento médiofossem menores.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: As produções capixaba e de Rondônia foram bene ficiadas pelo clima.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: A menor área em produção este ano deve-se à maio r renovação dos canaviais.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: O cinturão citrícola de São Paulo destaca-se p elo elevado nível tecnológico dospomares, com a maior parte da produção de laranja destinada a o processamento e produção de suco,importante produto na pauta das exportações brasileiras.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: O sorgo é muito cultivado em época de segunda sa fra nas áreas de Cerrado e, devido a suamaior tolerância à seca, possui uma “janela de plantio” mais e stendida que o milho, nesse bioma. Como emalgumas Unidades da Federação a colheita da soja foi antecip ada, as lavouras de 2ª safra beneficiaram-se deum maior período de chuvas.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: Em 2019, a produção paranaense foi prejudicad a pelo excesso de frio, e a ocorrência degeadas, durante o inverno, pegou as lavouras em uma fase feno lógica mais adiantada e, portanto, maissensível. Em relação ao Paraná, o ciclo das lavouras gaúchas atrasa, o que, neste ano, beneficiou odesenvolvimento das lavouras.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Produtos investigadosAlgodão (caroço de algodão), amendoim, arroz, aveia, centeio, cevada, feijão, girassol, mamona,

    milho, soja, sorgo, trigo e triticale

    3º PrognósticoCereais, leguminosas e oleaginosas

    Brasil – Produção safra 2020

    243,2 milhões de toneladas

    +0,7% em relação a 2019

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |3º Prognóstico da Área Agrícola Nacional, para 2020, dos principais produtos agrícolas.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |3º Prognóstico da Produção Agrícola Nacional, para 2020, dos principais produtos agrícolas.

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: A produção estimada para2020 deverá ser novo recorde da sériehistórica do IBGE. Com essa produção oBrasil passa os Estados Unidos, tornando-seo maior produtor mundial de soja.

    3º Prognóstico – Soja (em grão)122.366.110 t +7,8%

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: Apesar dos preços atuaisencontrarem-se em patamaressuperiores àqueles praticados na épocada decisão de plantio da 1ª safra no anoanterior, os produtores não devemaumentar os investimentos naslavouras do cereal na safra verão, umavez que a prioridade tem sido o cultivoda soja, em função da maiorexpectativa de rentabilidade com aleguminosa.

    3º Prognóstico – Milho 1ª safra26.452.049 t +1,8%

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: Para 2020, não se aguardaconjuntura tão benéfica para a segundasafra de milho quanto a de 2019. O anoagrícola iniciou-se de forma normal,com o plantio da soja sendo realizado,em sua maior parte, na segundaquinzena de outubro, portanto, a “janelade plantio” para o milho segunda safradeve ser mais restrita que no anoanterior.

    3º Prognóstico – Milho 2ª safra66.847.305 t -10,4%

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: A estimativa da produção para 2020 marca novo recorde da série histórica do IBGE.

    3º Prognóstico -Algodão herbáceo7.082.839 t +2,7%

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: Aumento de produção doRio Grande do Sul, que é responsável por70,5% da safra nacional. O rendimentomédio do estado deve 3,9% em 2020.

    3º Prognóstico – Arroz (em casca)10.357.795 t +0,9%

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: A safra verão de feijão (1ªsafra) em 2019 enfrentou problemasclimáticos em novembro e dezembro, oque reduziu o rendimento médio,principalmente no Paraná, que estárecuperando a produtividade da lavouraem 2020. Aumento de 32,1% naprodutividade do feijão 1ª safra no Estado.

    3º Prognóstico – Feijão 1ª safra1.326.030 t 3,3%

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: A safra 2020 do café arábica é de bienalidade positiva, ou seja, ano em que as plantas estão recuperadas fisiologicamente, uma vez que a produção do ano anterior foi menor. Além disso, os preços do produto recuperaram-se a partir do final de 2019, o que deve incentivar os produtores a aumentarem osinvestimentos em tratos culturais e adubação.

    3º Prognóstico – Café arábica (em casca)2.530.437 t +22,1%

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Comentários: O café conillon passou o ano de 2019 sendo comercializado por um valor relativamente baixo, não tendo retornando boa rentabilidade para os produtores. Dessa forma, a menos que haja recuperação dos preços nos próximos meses, não se aguarda aumento nos investimentos em tratos culturais e adubação, o que pode comprometer o rendimento das lavouras ao logo do ano.

    3º Prognóstico – Café canephora (em casca)851.968 t -7,7%

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |4,7 milhões de ton. (+2,0%)

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |Arroz, milho e soja participam juntos com 93,0% da produção nacional.

    96,2% Prognóstico

    3,8% Projeção

    Cereais, leguminosas e oleaginosas Prognóstico Safra 2020

  • Direto

    ria d

    e P

    esquis

    as

    DPE

    |

    Os dados do LSPA estão

    disponíveis na INTERNET

    através do endereço

    www.ibge.gov.br

    ou

    www.sidra.ibge.gov.br