Linux - Comandos Bsicos

  • View
    222

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Linux - Comandos Básicos

Text of Linux - Comandos Bsicos

  • FUNDAMENTOS DO SISTEMA LINUX - COMANDOS DO LINUX

    Autor: Davidson Rodrigues Paulo

    Data: 28/05/2006

    MANIPULAO DE ARQUIVOS E DIRETRIOS

    Fundamentos do sistema Linux - comandos do Lin... http://www.vivaolinux.com.br/artigos/impressora...

    1 de 45 02-05-2015 09:59

  • LS

    O comando ls exibe arquivos ou o contedo de um ou vrios diretrios.

    Sintaxe:

    $ ls [opes] [arquivo]

    Opes:

    -a: Exibe arquivos ocultos;

    -A: No exibe os diretrios . e ..;

    --author: Mostra o autor (criador) de cada arquivo;

    -b: Exibe caracteres de escape octais no lugar dos caracteres que no podem ser vistos, como o

    espao em branco;

    --block-size=[tamanho]: Exibe o tamanho dos arquivos em mltiplos do nmero de bytes

    especificado nesse parmetro;

    -B: No exibe arquivos de backup (terminados com ~);

    -c: Lista os arquivos por ordem da data da ltima modificao;

    -C: Exibe a listagem em colunas;

    --color=[quando]: Controla quando as cores devem ser usadas para distinguir os tipos de arquivos.

    Os valores aceitos so:

    never: No usa cores pra nenhum tipo de arquivo;

    always: Usar cores para todo tipo de arquivo;

    auto: Seleciona quais arquivos sero exibidos em cores.

    -d: Exibe o diretrio especificado, e no o seu contedo;

    -f: Ativa os parmetros -a e -U e desabilita os parmetros -l, -s e -t;

    -F: Acrescenta um caracter grfico ao final de cada arquivo para identificar o seu tipo;

    -G: No exibe informaes dos grupos a que os arquivos pertencem;

    -h: Exibe os tamanhos dos arquivos em uma forma legvel (2K, 21M, 1G);

    --si: Semelhante ao -h, mas usa mltiplos de 1000 bytes ao invs de 1024;

    -H: Exibe os arquivos para os quais os links simblicos apontam, ao invs de listar s o link;

    -i: Exibe o nmero de ndice (I-node) dos arquivos;

    -I: No exibe entradas que contiverem o padro informado;

    Fundamentos do sistema Linux - comandos do Lin... http://www.vivaolinux.com.br/artigos/impressora...

    2 de 45 02-05-2015 09:59

  • -k: Equivalente a --block-size=1k;

    -l: Listagem detalhada, com diversas informaes sobre os arquivos;

    -L: Quando listar links simblicos, lista o local para onde o link aponta, e no o link propriamente

    dito;

    -m: Lista os arquivos em linhas, separando cada item com uma vrgula;

    -n: O mesmo que o parmetro -l, mas mostra as UID's e GID's ao invs dos nomes dos grupos;

    -o: O mesmo que o parmetro -l, mas no exibe as informaes sobre o grupo;

    -p: Adiciona um caracter para identificar o tipo do arquivo. O mesmo que -F, mas no utiliza o

    caracter * (asterisco);

    -Q: Exibe os nomes das entradas entre " (aspas duplas);

    -r: Organiza a lista na ordem inversa;

    -R: Lista recursivamente o contedo dos diretrios e subdiretrios do diretrio atual;

    -s: Exibe o tamanho de cada arquivo, em mltiplos de blocos (especificados com o parmetro

    --block-size=[tamanho]);

    -S: Organiza a lista de acordo com o tamanho do arquivo;

    -t: Lista pela data de modificao;

    -u: Organiza a listagem pela data do ltimo acesso;

    -U: No organiza a listagem, exibindo os arquivos na seqncia em que esto gravadas no diretrio;

    -w: Ajusta o tamanho da tela para o nmero de colunas especificado;

    -X: Organiza a listagem em ordem alfabtica;

    -1: Lista apenas um arquivo por linha;

    Em [arquivo], devemos informar quais arquivos (arquivos, diretrios, dispositivos, links, etc.) devem ser

    listados. Se no for informado nada, ser listado o contedo do diretrio atual (.).

    Pode-se tambm utilizar curingas para filtrar os arquivos que sero listados. Por exemplo, podemos usar ls

    *.sxw para listar somente os arquivos terminados em .sxw.

    CD

    O comando cd, sigla de change directory (selecionar diretrio), serve para acessar um determinado diretrio.

    Sintaxe:

    $ cd [diretrio]

    Fundamentos do sistema Linux - comandos do Lin... http://www.vivaolinux.com.br/artigos/impressora...

    3 de 45 02-05-2015 09:59

  • Lembrando a lista dos diretrios do sistema:

    ..: Diretrio acima do atual. Se voc estiver no diretrio /home/aluno/ e quiser acessar o diretrio

    /home/, digite cd ... Se quiser acessar o diretrio /home/davidson/, digite cd ../davidson/;

    ~: Diretrio pessoal do usurio atual, ou seja, /home/[usurio]/;

    -: Diretrio anterior. Se voc estava no diretrio /etc/ e mudou para o diretrio /home/, digite cd -

    para voltar ao diretrio /etc/.

    Se for usado sem parmetro, ou seja, apenas cd, voc ser redirecionado para o diretrio pessoal do usurio

    atual.

    MKDIR

    O comando mkdir, abreviatura de make directory (criar diretrio), usado para criar um novo diretrio.

    Sintaxe:

    $ mkdir [opes] [novo diretrio]

    Opes:

    -m: Especifica as permisses que do novo diretrio ter;

    -p: Cria todos os diretrios e subdiretrios necessrios;

    -v: Exibe uma mensagem para cada diretrio criado.

    Em [novo diretrio] devemos colocar os diretrios que queremos criar. No necessrio digitar o caminho

    completo, caso queiramos criar um diretrio dentro do diretrio atual. Podemos criar vrios diretrios com

    um nico comando, bastando separ-los com espaos. Se quiser que o nome do novo diretrio tenha

    espaos em branco, escreva-o entre aspas duplas, dessa forma:

    $ mkdir /home/davidson/"diretrio com espaos em branco"

    RMDIR

    Esse comando utilizado para apagar um diretrio vazio.

    Fundamentos do sistema Linux - comandos do Lin... http://www.vivaolinux.com.br/artigos/impressora...

    4 de 45 02-05-2015 09:59

  • Sintaxe:

    $ rmdir [opes] [diretrio]

    Opes:

    -p: Remove os diretrios-pai do diretrio selecionado, se possvel. Assim, o comando rmdir -p

    a/b/c/ vai apagar o diretrio a/b/c/, depois o diretrio a/b/ e por fim o diretrio a/, se possvel;

    -v: Mostra os detalhes da remoo dos diretrios.

    Podem ser especificados mais de um diretrio por vez. O rmdir s remove diretrio vazios.

    PWD

    O pwd, sigla de print working directory (exibir diretrio de trabalho), exibe o diretrio atual. equivalente a

    echo $PWD.

    Uso:

    $ pwd

    CAT

    O comando cat concatena arquivos e imprime na sada padro (exibe na tela). Em arquivos, usamos o cat

    para listar seu contedo na tela. Com o uso de direcionadores, podemos us-lo para unir diferentes arquivos

    em um s, dentre outra funes.

    Sintaxe:

    $ cat [opes] [arquivo]

    Opes:

    -b: Numera as linhas, com exceo das linhas em branco;

    -E: Mostra um "$"? (cifro) para indicar fim de linha;

    -n: Numera todas as linhas, incluindo as em branco;

    -s: No mostra mais do que uma linha em branco. Se houver duas ou mais linhas em branco

    Fundamentos do sistema Linux - comandos do Lin... http://www.vivaolinux.com.br/artigos/impressora...

    5 de 45 02-05-2015 09:59

  • consecutivas, elas so truncadas e apenas uma mostrada;

    -T: Substitui tabulaes pelos caracteres "^I"?;

    -v: Substitui os caracteres no imprimveis por smbolos, exceto tabulaes e final de linha.

    Exemplos de uso:

    $ cat [arquivo1 arquivo2 arquivo3 ... arquivoN] > [arquivo]

    Isso pode ser usado em qualquer tipo de arquivo, inclusive arquivos binrios. prtica comum utilizar isso

    para juntar arquivos de vdeo grandes, como filmes, que muitas vezes so divididos em vrias partes.

    Veja no exemplo abaixo, como unir as 2 partes do filme Matrix em um nico arquivo:

    $ cat the-matrix_part-1.mpeg the-matrix_part-2.mpeg > the-matrix.mpeg

    Vale lembrar que tal procedimento no corretamente executado com arquivos AVI.

    TAC

    O tac faz o mesmo que o cat, mas exibe o arquivo pela ordem inversa, ou seja, comeando pela ltima linha e

    terminando com a primeira.

    Uso:

    $ tac [arquivo]

    TOUCH

    O comando touch usado atualizar as informaes sobre as datas de ltimo acesso e ltima modificao de

    um arquivo.

    Sintaxe:

    $ touch [opes] [arquivo]

    Se o arquivo no existir, ele criado, por padro. Isso faz o touch ser muito utilizado para criar arquivos

    Fundamentos do sistema Linux - comandos do Lin... http://www.vivaolinux.com.br/artigos/impressora...

    6 de 45 02-05-2015 09:59

  • vazios, atravs do comando touch [arquivo].

    Opes:

    -a: Modifica apenas a data do ltimo acesso;

    -c: No cria arquivos, caso eles no existam;

    -m: Modifica apenas a data de modificao;

    -t: A data e hora a ser utilizada para o ltimo acesso ou ltima modificao. O formato utilizado

    MMDDhhmm (ms, dia, hora e minuto);

    CP

    O cp, abreviao de copy (copiar), utilizado para copiar arquivos e diretrios de um local para outro, com o

    mesmo nome ou com nome diferente.

    Sintaxe:

    $ cp [opes] [origem] [destino]

    -b: Cria um arquivo dos arquivos de destino se eles estiverem para ser sobrescritos;

    -P: Quando tratar de links simblicos, copia o link, e no o local para onde o link aponta;

    -f: Operao forada. Se um dos arquivos de destino no puder ser aberto, apaga-o e repete a

    operao;

    -i: Pede confirmao antes de sobrescrever um arquivo;

    -L: Quando tratar de links simblicos, copia o local para o onde o link aponta, e no o link;

    -p: Preserva as propriedades do arquivo (permisses, dono e datas);

    --preserve=[propriedade]: Escolhe quais propriedades preservar, separadas por vrgula. Podem ser:

    mode: Preserva as permisses;

    ownership: Preserva a informao de dono do arquivo;

    timestamp: Preserva as datas de acesso e modificao.

    --no-preserve=[propriedade]: Escolhe quais propriedades no devem ser preservadas. As opes

    so as mesmas que do parmetro --preserve;

    -R ou -r: Modo recursivo, copi