Livro - Principios de Administração Financeira - Ross

  • View
    250

  • Download
    26

Embed Size (px)

Text of Livro - Principios de Administração Financeira - Ross

  • Ross Westerfield Jordan

    Princpios de

    Administrao Financeira

    Segunda Edio

  • Introduo Administrao Financeira

  • INTRODUO ADMINISTRAO FINANCEIRA

  • Espera-se que, ao terminar a leitura do captulo, voc tenha adquirido boa noo sobre:

    e tipos bsicos de decises em administrao llnanceira e o papel do administrador financeiro.

    objetivos do administrador financeiro.

    implicaes financeiras das diferentes modalidades de organizao de empresas.

    e conthtos de interesse que podem surgir entre administradores e proprietrios de empresas.

  • 36 PARTE I VIS()
  • Instituies financeiras

    Instituies financeiras so basicamente negcios que lidam primeiramente com assuntos financeiros. Bancos e companhias de seguros ralvez sejam as mais conhecidas pelos alunos. Tais instituies empregam pessoas que desempenham grande \'ariedade de tarefas reladonadas a finanas. Por exemplo, um gerente de banco respons\'el por emprstimos avaliar se determinado negcio tem uma posio financeira suficientemente slida para garantir um aumento de emp rstimos. Em uma seguradora, um analista decidir se deter minado riSresas americanas tm Ol>eraes no exterior e precisam de empregados familiarizados com questes imernacionais, como taxas de cmbio e risco poltico. Os bancos geralmente so solicitados para realizar emprstimos em outros pa ses, e especialistas internacionais so necessrios para isso.

    POR QUE ESTUDAR FINANAS?

    Quem precisa conhecer finanas? Em uma s palavra: voc. De fato. existem muitas razes s quais ,oc precisa ter conhecimento de finanas, mesmo que nao planeje seguir carreira nessa rea. Exj>loramos a seguir algumas dessas razes.

    Marketing e finanas

    Se voc estiver interessado em markering, precisar conhecer finanas, porque, por exemplo, profissionais de markeling constantemente trabalham com oramentos, e precisam entender como obter o maior beneftcio das des1>esas e dO$ programas de marketing. Analisar custos e benefcios de diversos tipos de projetes um dos 3$pectos mais importantes em finan as, assim como as ferramentas que voc aprende em flnan

  • 38 PARTE I-VlSO CERA DA AQMINISTRAO FINANCEJRA

    Em termos gerais, espera-se que todos os ri-2.0S de administradores tenham grande entendimento de como seus negcios afetam a lucra

    \ tividade e que sell!m cazes d aumentar a I uI cratividade de suas reas. Isso precisamente o que o estudo de finanas lhe ensina: Quais so as caractersticas das arividades que criam valor?

    Voc e finanas Talvez a razo mais importante para conhe

    cer finanas a de que voc ter que tomar decises financeiras que sero muito importantes em termos ill'SSOais. Hoje, por exemplo, quando voc for trabalhar para praticamente qualquer tipo de empresa, ser questionado sobre como prefere que seu fundo de penso privado seja investido. Mostraremos cm captulos posteriores que sua escolha poder fazer enorme diferena em seu bem-estar futuro. Seu sonho comear seu prprio negcio? Precisar contar com boa sorte, caso no tenha conhecimentos bsicos de finanas: voc acabar aprendendo pelo caminho mais rduo. Quer saber qual ser o tamanho de seu crdito educativo antes de assumir sua dvida? Talvez no, mas mostraremos como calcul-lo de qualquer maneira.

    Essas so apenas algumas maneiras pelas quais as finanas o afetaro pessoal e profissionalmente. Queira ou no, voc ter que examinar e entender assuntos financeiros, e precisar tomar decises f'inanceiras. Queremos que aja com inteligncia; portanto, prossiga com a leitura.

    --:, O..."tf I'-"' CWf< '.Y:;.o'f Questes conceituais

    1.1 a Quais so as reas principais em fi. nanas?

    l.l.b Alm de querer ser aprovado nesse curso, por que voc precisa entender de finanas?

    1.2 Finanas Empresariais e o Administrador Financeiro

    Agora, definiremos fmanas empresariais e o trabalho do administrador financeiro.

    QUE SO FINANAS CORPORATIVAS?

    Imagine que voc estivesse para comear seu prprio negcio. Independentemente do ripo, de alguma forma teria que responder s trs questes seguintes:

    1. Em quais investimentos a longo prazo voc deveria aplicar? Ou seja, em que linhas de negcio voc aruar e quais tipos de construes, maquinrios e equipamentos sero necessrios?

    2. Como voc obter o fi nanciamemo a longo prazo para pagar seus investimentos? Voc trar outros acionistas ou pedir dinheiro empres tado?

    3. Como voc administrar suas arividades financeiras cotidianas, como cobrana e pagamento a fornecedores?

    Essas no so as nicas questes, mas esto entre as mais importantes. As finanas empresariais, em tem10s gerais, consistem no estudo das respostas dessas crs questes. Discutiremos cada uma nos captulos a seguir.

    O ADMINISTRADOR FINANCEIRO

    A funo do administrador financeiro freqemememe est associada a um alto executivo da empresa, geralmente denominado direror financeiro ou vicepresidente de finanas. A Figura 1.1 um organograma simplificado que destaca a atividade financeira em uma grande empresa. Conforme ilus trado, o diretor financeiro coordena as atividades de tesouraria e controladoria. A controladoria lida com contabilidade de custos e financeira, pagamento de impostos e sistemas de informaes gerenciais. A tesouraria responsvel pela administrao do caixa e dos crditos da empresa, pelo planejamento financeiro e pelas despesas de capital. Essas arividades de tesouraria esto todas relacio nadas s trs questes levantadas acima, e o capf tu lo a seguir lida principalmente com esses assun tos. Nosso estudo enfatiza principalmente as arividades em geral associadas com a tesouraria. Em pequenas empresas, a tesouraria e a controladoria podem ser desempenhadas pela mesma pessoa, e haver apenas um departamento.

  • I Di rl'lor ti M.nketing

    0il't11()1' F 0.11K i lO 1..

    es

    INTRODUO AOMINISTR/IO FINANCEIRA 39

    Diretor de Produo

    Figura 1.1 Organograma simplificado. Os ttulos e a estrutura organizacional exatos variam de empresa para en1presa.

    C onrroller t

    C.lrtnte de Caix.l

    Gerente de Crdito

    Ctrtmtt! de PI.Ult.'ilmcnto

    fi'o

  • 40 PARTE I VIS.O GERAL DA ADMINlSTRAAO I INI\NCEIRA

    tomar emprestado? Segundo, qual a fonte mais ba rata de fundos para a empresa?

    Adiciona lmente combinaOssibilidades. Alm disso, as empresas tomam recursos emprestados de diversos tipos de fontes e das mais diversas maneiras. A escolha entre fonles e 1 ipos de emprstimos outra tarefa que cabe ao adminis trador financeiro.

    Estrutura de capital Combmao entre capital de terreiro c

    caplt.ll proprio que a emprt.> a po UI

    ' . Administrao do capito.l I tro

    A terceira questo diz respeito admi nisrra o do capital de giro. A expresso ca1mul de giro refere-se aos ativos a curto prazo da empresa, tais como estoques, e aos passivos a CUJlO prazo, tais como pagamentos devidos a fornecedores. A administrao do capital de giro da empesa uma acividade cotidiana que assegura que os recursos sejam suficientes para continuar a operao, visando evitar interrupes dispendiosas. Isso envolve diversa s atividades relacionadas aos recebimentos e desembolsos da empresa.

    A seguir, colocamos algumas questes que precisam ser respondidas sobre capital de giro: (I) Quais devem ser os volumes disponveis de caixa e estoque? (2) Devemos vender a crdito para nossos clientes? (3) Como obteremos os recursos financeiros a cuno prazo que venham a ser necess.1rios? Se tomarmos emprestado a curto praz;o, como e onde devemos faz-lo? Isso s uma pequena amosm1 dos assuntos que surgem na adminisraiio do capital de giro de uma empresa.

    Capital d e giro A I\ os e pass1vos a cuno prazo d.1 emprc n.

    Conclus\o

    As rrs reas da adminisrrao de finanas corporati\.asQliedescrevemos- orcamnto de capitalesrrurura d e capital e administrao do capital de giro so categorias amplas. Cada uma inclui grande variedade de tpicos, e indicamos apenas algumas questes que surgem nas diferen res reas. Os capftulos a seguir comero mais detalhes.

    Ques e c: L

    1.2a Qual a deciso associada a oramento de catlital?

    1.2b Como voc denomina a combinao especi fica entre capital prprio e capital de terccios a longo prazo escolhida pela empresa?

    1.2c Em qual c;Hegoria da administrao financeira se enquadra a gesto de caixa?

    1.3 Modalidades de Organizao de Empresas

    Nos Estados Unidos, as grandes empresas, como por exemplo IBM e Exxon, quase sempre so sociedades por acs. Examinaremos as trs diferentes modalidades legais de organizao de empresas - firma individual, sociedade por quotas e sociedade por aes- para que se entenda por que isso acontece.

    FIRMA INDIVIDUAL

    Firma individu I a empresa que perten ce a uma nica pessoa. a maneira mais simples de se comear uma empresa> e a menos re8\lla: menrada das modalidades de emprsas. Por essa razo, h mais firmas individuais de qualquer out ra modalidade de empresa, e muiros negcios que posteriormente se transformam em grandes sociedades por es comeam como firmas individuais.

    O proprietrio de firma individual tem direi to a todo o lucro da empresa. Essa a notcia boa. A notcia ruim que o proj>rietrio tem re.1ponsa bilidude ilimitada pelas d fvids da empresa. Isso significa que os credores podem recorrer aos bens pessoais do proprietrio 1>ara pagamento de seus direitos. De maneira anloga, no h disti no entre rendimentos da pessoa ffsica e da pessoa jurdica e, portanto, todo o lucro da empresa tributado como rendimento de pessoa fsica.

    A vida da firma individual limitada vida do proprietrio e, o que mais importante, o montante do patrimnio Hquido que pode ser obtido est limitado riqueza pessoal do propri e trio. Essa limitao geralmente significa que a empresa incapaz de explorar novas opo