Manual Pratico Do Convenio 2.0

Embed Size (px)

Text of Manual Pratico Do Convenio 2.0

VERSO 2.0 - REVISO 0

SINTEGRA

MANUAL PRTICO DO CONVNIO ICMS 57/95

NDICEINTRODUO------------------------------------------------------------------------------------------------3 OBRIGATORIEDADE DA ENTREGA DO ARQUIVO MAGNTICO-------------------------- 5 INTEGRIDADE RELACIONAL E CONSISTNCIA------------------------------------------------ 7 LANAMENTO NOS LIVROS PELO TOTAL DE DOCUMENTOS--------------------------- 7 FORMAO DOS REGISTROS----------------------------------------------------------------------- 8 EVITANDO REJEIO DOS ARQUIVOS----------------------------------------------------------- 8 Registro tipo 10----------------------------------------------------------------------------------- 11 Registro tipo 11----------------------------------------------------------------------------------- 13 Registro tipo 50----------------------------------------------------------------------------------- 14 Registro tipo 51----------------------------------------------------------------------------------- 20 Registro tipo 53----------------------------------------------------------------------------------- 21 Registro tipo 54----------------------------------------------------------------------------------- 24 Registro tipo 55----------------------------------------------------------------------------------- 26 Registro tipo 60----------------------------------------------------------------------------------- 26 Registro tipo 61----------------------------------------------------------------------------------- 26 Registro tipo 70----------------------------------------------------------------------------------- 26 Registro tipo 71----------------------------------------------------------------------------------- 26 Registro tipo 75----------------------------------------------------------------------------------- 26 Registro tipo 90----------------------------------------------------------------------------------- 27 REGRAS UTILIZADAS PELO PROGRAMA VALIDADOR/GERADOR v.2.3b-------- 28 DVIDAS MAIS FREQENTES----------------------------------------------------------------------- 43

SINTEGRA/ICMS MANUAL PRTICO DO CONVNIO

MANU 2.0

SINTEGRA

INTRODUO

SITUAO ATUALAtualmente as empresas que emitem documentos fiscais ou escrituram livros fiscais por sistema eletrnico de processamento de dados, so obrigadas a enviar trimestralmente arquivos magnticos com os registros das operaes interestaduais, para as Secretarias das Fazendas dos Estados destinatrios. Essa obrigao tributria disciplinada pelo Convnio ICMS 57/95 e suas alteraes.

MUDANA DE SISTEMTICACom o objetivo de simplificar e reduzir as obrigaes acessrias impostas aos contribuintes, uma nova sistemtica de envio das informaes das operaes interestaduais ser implantada. O contribuinte enviar, para a Secretaria da Fazenda/Finanas/Tributao do seu estado um s arquivo com todas suas operaes interestaduais. Caber Secretaria da Fazenda de cada estado disponibilizar as informaes para as suas congneres nas demais unidades da Federao.

ARQUIVOS NO PADRO DO CONVNIOA anlise dos atuais arquivos magnticos mostram que os mesmos, via de regra, no esto sendo gerados na forma e no padro disciplinado pelo Convnio ICMS 57/95, ou seja, os softwares utilizados na gerao dos arquivos no atendem, em geral, o modelo legal. Entre outras so freqentes as seguintes incorrees:

a) desrespeito formatao e tamanho dos campos; b) campos numricos no alinhados a direita e/ou contendo smbolos; c) posies sem informao nos campos numricos, no preenchidos com zeros; d) campos alfanumricos no alinhados a esquerda; e) campos de preenchimento obrigatrio sem informao; f) utilizao de cdigos indevidos; g) inscries estaduais inconsistentes por erros de digitao ou invalidadas por utilizarem h) i) j) k)smbolos; campos de total indevidamente zerados; tamanho das linhas em desacordo ao estipulado (126 posies); falta de integridade relacional; entrada dos dados que no leva em conta a gerao do arquivo magntico e to somente a emisso dos livros fiscais.

BUG DOS ARQUIVOS MAGNTICOS-PREVENO

SINTEGRA/ICMS MANUAL PRTICO DO CONVNIO

MANU 2.0

SINTEGRA

A no adequao dos arquivos magnticos aos padres definidos pelo Convnio ICMS 57/95 e suas alteraes, resultaro em problemas fiscais para os contribuintes, configurando o que chamamos de bug dos arquivos magnticos. As empresas e os profissionais que produzem programas destinados a entrada de dados, elaborao de livros fiscais e emisso de documentos fiscais por processamento de dados devem, desde j revisarem seus softwares, para que os mesmos gerem arquivos no padro do convnio. Os contabilistas e os responsveis pela escrita fiscal das empresas que possuem entrada de dados, emitem documentos ou escrituram livros por processamento de dados devem, desde j, tomar as providncias necessrias para adequar seus arquivos magnticos aos padres do convnio. As empresas que utilizam sistema eletrnico de processamento de dados na emisso de documentos fiscais ou escriturao de livros fiscais devem, desde j, orientar os responsveis pela escrita fiscal a se informarem sobre a legislao do ICMS referente a processamento de dados e tomar as providncias necessrias para adequar os arquivos magnticos aos padres do convnio.

CONCLUINDOA simplificao e a reduo das obrigaes tributrias uma das metas da atual administrao tributria. O aperfeioamento dos instrumentos de fiscalizao, tornando-os eficazes, outra das metas da atual administrao e vai ao encontro reivindicao cidad de justia tributria. A transparncia dos seus atos e a ampla divulgao dos caminhos a serem trilhados o catalisador que acelerar a consecuo das metas propostas.

SINTEGRA/ICMS MANUAL PRTICO DO CONVNIO

MANU 2.0

SINTEGRA

OBRIGATORIEDADE DA ENTREGA DO ARQUIVO MAGNTICO Convnio ICMS 57/95 e alteraes

CAPTULO I DOS OBJETIVOS E DO PEDIDO SEO I DOS OBJETIVOS Clusula 1 - A emisso por sistema eletrnico de processamento de dados dos documentos fiscais previstos no Convnio S/n, de 15 de dezembro de 1970, que instituiu o Sistema Nacional Integrado de Informaes EconmicoFiscais - SINIEF, e no Convnio SINIEF 06/89, de 21 de fevereiro de 1989, bem como a escriturao dos livros fiscais, a seguir enumerados, far-se-o de acordo com as disposies deste Convnio:

I - Registro de Entradas; II - Registro de Sadas; III - Registro de Controle da Produo e do Estoque; IV - Registro de Inventrio; e V - Registro de Apurao do ICMS. VI - 1 Livro de Movimentao de Combustveis - LMC. 1 2 Fica obrigado s disposies deste Convnio o contribuinte que: 1. emitir documento fiscal e/ou escriturar livro fiscal em equipamento que utilize ou tenha condies de utilizar arquivo magntico ou equivalente; 2. utilizar equipamento Emissor de Cupom Fiscal (ECF), que tenha condies de gerar arquivo magntico, por si ou quando conectado a outro computador, em relao s obrigaes previstas na clusula quinta; 3. no possuindo sistema eletrnico de processamento de dados prprio, utilize servios de terceiros com essa finalidade. 2 3 Fica facultada s Unidades da Federao a dispensa das obrigaes desse Convnio para seus contribuintes enquadrados exclusivamente no item 2 do pargrafo anterior; 3 3 Entende-se que a utilizao de, no mnimo, computador e impressora para preenchimento de documento fiscal uso de sistema eletrnico de processamento de dados, estando abrangido pelo item 1 do pargrafo primeiro; 4 A Emisso de Nota Fiscal de Venda a Consumidor, na forma deste Convnio, fica condicionada ao uso de equipamento de impresso que atenda ao Convnio 156/94, de 7 de dezembro de 1994, observado o disposto em sua clusula quadragsima sexta, homologado pela Comisso Tcnica Permanente do ICMS COTEPE/ICMS, nos termos do Convnio ICMS 47/93, de 30 de abril de 1993.

........................................

SINTEGRA/ICMS MANUAL PRTICO DO CONVNIO

MANU 2.0

SINTEGRA

OBRIGATORIEDADE DA ENTREGA DO ARQUIVO NO FORMATO TEXTOO Convnio ICMS 57/95 e suas alteraes estabelece que os contribuintes que emitem documentos fiscais ou escrituram livros fiscais por sistema eletrnico de processamento de dados, devem apresentar o arquivo magntico, formado por registros que obedeam o padro estabelecido em seu Manual anexo. O arquivo magntico referido um arquivo em formato txt, ou seja, um arquivo de texto com extenso txt, e que pode ser visualizado em qualquer editor de texto (Word, Wordpad, bloco de notas,dos edit, etc). Veja exemplo abaixo:

109999999999999911111111NO TESTES E TESTES LTDA CANDEIAS BA0710802316199909 11RODOVIA BA 522 KM 03 00000,CX. POSTAL 60 43800000EDSON / PEDRO 007108 5074668237000181645013890115 19990910SP016 015890293000000016842000000000000000000000 5001831534000122336449766110 19990910SP010 005467293000000063344200000000000000000000 5074668237000181645013890115 19990910SP016 015892293000000024640000000000000000000000 503427423302667580202067 19990913RJ011 38791521100000009885410000000988541000000000 5061278875000144105601467113 19990913SP010 019465211000000007920000000000792000000000 5156993512000150286022941118 19990909SP1 251987293000000004787200000000000000000470000 5174668237000181645013890115 19990910SP6 015890293000000016842000000000000000000000000 5101831534000122336449766110 19990910SP0 005467293000000063344200000000000000000000000 5324198681000102200297600 19990924RN010 0059606720000000098097000000000490500000000 5307207251000190061029653 19990924CE010 0059646720000000040661000000000203300000000 53235489850004321810010231766019990930PE010 00601761300000001956150000000016695000000 545699351200015019990909SP011 251987010000006525000PC 0000000256000000000004787200000 547466823700018119990910SP016 015890010000006472000 000000200500000000001684200000000 55008581510001851887810222506519990909PE0280207020509091999000000001669519990909081999 5500858151000185203007840 19990909RN028020702040909199900000000026361999090