MAQUIAGEM SOCIAL PARA MULHERES COM MAIS DE ??de gordura causa a perda de sustentao da pele e notada tambm na ... clios e aparentar alongamento. Sombras Produtos para aplicao nas plpebras

  • View
    218

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of MAQUIAGEM SOCIAL PARA MULHERES COM MAIS DE ??de gordura causa a perda de sustentao da pele e notada...

  • 1

    MAQUIAGEM SOCIAL PARA MULHERES COM MAIS DE 40 ANOS

    Juliane Hartmann1, Silvani Emiliano2

    1. Acadmica do curso de Tecnologia em Esttica e Cosmtica da Universidade Tuiuti do

    Paran (Curitiba, PR);

    2. Professora Orientadora da Universidade Tuiuti do Paran, Bacharel em Design de Moda ,

    Especialista em Arte Educao .

    Endereo para correspondncia: julianeestetica@gmail.com

    RESUMO: O envelhecimento facial um processo contnuo que afeta a funo da

    pele e aparncia. A pele na mulher com mais de 40 anos, pode apresentar linhas de

    expresso evidentes, melasma, e flacidez. Diante do exposto o objetivo deste trabalho

    apresentar os cuidados na maquiagem para peles com sinais evidentes do

    envelhecimento, aplicando a tcnica em 3 modelo voluntarias com idade superior a 40

    anos. Acredita-se que os produtos como a base e o p, devem respeitar a qualidade

    da pele, quanto mais produto, mais as linhas de expresso podem ser ressaltadas.

    Nos olhos deve-se respeitar o tom da pele, o formato de olho, mas mesmo assim o

    clssico sempre prevalece. Clio postio delicado e muita mscara para clios so os

    melhores aliados para a mulher acima de 40 anos. A maquiagem para peles com

    sinais de envelhecimento deve ser suave e tomar cuidado em no deixar a pele ainda

    mais marcada.

    Palavra-chave: Maquiagem, Pele, Esttica.

  • 2

    INTRODUO

    O conceito de beleza na atualidade ressaltado pela maioria como

    pessoas de pele jovem, sem manchas e rugas. Entretanto, com o avano da

    idade a pele comea a sofrer alteraes que modificaro seu aspecto

    gradativamente caracterizando o envelhecimento cutneo (BAENA,2004). A

    pele em uma mulher em torno dos 20 anos de idade, geralmente apresenta-se

    uniforme quanto cor, textura, firmeza, iseno de manchas e rugas, sendo

    estas as principais diferenas entre uma pele jovem e uma envelhecida (BENY,

    2000).

    Com o envelhecimento, principalmente a partir dos 40 anos de idade, h

    uma diminuio no nvel de estrognios e reduo das fibras de colgeno,

    tornando a pele mais fina e sensvel, manchada, levando presena de rugas

    e clulas mortas, as quais vo se acumulando e se depositando na superfcie.

    As alteraes do processo de envelhecimento cutneo so varias entre elas

    reduo do tnus muscular, aparecimento de linhas de expresso (SOUZA,

    2006).

    A maquiagem social para mulheres com mais de 40 anos algumas

    regras so importantes; evitar excessos com corretivos e bases, harmonizar as

    cores entre si, e respeitar a sobriedade que a ocasio exige.Conforme j

    referenciado acima existe diferena de pele para uma mulher de 20 e 40. Para

    a mulher de mais idade a preocupao mais com o acabamento da

    maquiagem do que propriamente com as tendncias. Uma mulher jovem de 20

    a 30 anos pode usar produtos brilhantes e cremosos porque a pele dela ainda

    segura este tipo de recurso. (TOSSELI,2004).

    O objetivo desse artigo apresentar os cuidados na maquiagem para

    peles com sinais evidentes do envelhecimento cutneo, aplicando a tcnica em

    3 modelo voluntarias com idade superior a 40 anos.

    O envelhecimento cutneo

    O envelhecimento cutneo um processo contnuo que afeta a funo

    da pele e aparncia. Neste processo, ocorre a modificao do material gentico

    e a proliferao celular diminui, resultando em perda da elasticidade,

  • 3

    diminuio do metabolismo e da replicao dos tecidos. Uma das principais

    razes apontadas pelos pesquisadores como, responsvel pelo processo de

    envelhecimento o desequilbrio do mecanismo de defesa antioxidante do

    organismo humano (SHENEIDER, 2009).

    A pele, como qualquer outro rgo do corpo, comea a envelhecer a

    partir dos vinte anos, devido s mudanas celulares, muitas delas programadas

    geneticamente. O envelhecimento intrnseco decorrente do desgaste natural

    do organismo, causado pelo passar dos anos, sem a interferncia de agentes

    externos e equivale ao envelhecimento de todos os rgos, inclusive a pele. A

    aparncia a da pele idosa encontrada na face interna do brao, prxima

    axila. uma pele fina, com pouca elasticidade, mais flcida e apresentando

    finas rugas, porm sem manchas ou alteraes da sua superfcie. O

    envelhecimento extrnseco, ou foto envelhecimento aquele decorrente do

    efeito da radiao ultravioleta do sol sobre a pele durante toda a vida. O sol,

    que propicia momentos de lazer e que d o bronzeado que aprendemos a

    considerar como modelo de sade e beleza, tambm o principal responsvel

    pelo envelhecimento cutneo, pois a sua ao acumulativa sobre a pele que

    faz surgirem os sinais da pele envelhecida (GUIRRO, 2004).

    A face a parte do corpo que mais evidencia o envelhecimento cutneo.

    Tambm o local em que se encontram muitos msculos, com as mais

    diferentes funes, o que favorece o aparecimento de rugas precocemente.

    Sendo a poro do corpo humano que est mais exposta, a parte que recebe

    mais agresses do meio ambiente. Com o avano da idade h uma importante

    reduo da gordura facial, ocasionando a perda dos contornos e do volume em

    diferentes locais da face, com maior visibilidade na regio malar. Essa reduo

    de gordura causa a perda de sustentao da pele e notada tambm na

    formao da dermatocalase nas plpebras superiores, o que confere o olhar

    cansado. A estrutura osteomuscular da face tambm sofre modificao com o

    tempo e deve ser considerada na deciso da modalidade teraputica do

    rejuvenescimento. (FAGNAN et al, 2013).

    Steiner (2004) explica que o envelhecimento intrnseco representa o que

    comum aos outros rgos e o envelhecimento extrnseco, mais intenso e

    evidente, aquele que ocorre em decorrncia dos danos causados pela

  • 4

    radiao ultravioleta. O envelhecimento proveniente da idade mais suave,

    lento e gradual, causando danos estticos muito pequenos. J o

    fotoenvelhecimento mais agressivo superfcie da pele, sendo o responsvel

    por modificaes como rugas, manchas e o prprio cncer de pele. Assim,

    envelhecimento intrnseco da pele resulta em atrofia, enquanto envelhecimento

    extrnseco resulta em hipertrofia. Essa distino no sempre clinicamente

    aparente, mas em casos ideais de pele intrinsecamente envelhecida

    apresentam enrugamento fino, enquanto pele com fotoenvelhecimento

    demonstra enrugamento spero e sulcos (STEINER, 2004).

    A pele jovem e no agredida pelo sol caracterizada por uma aparncia

    sem manchas, igualmente pigmentada, textura macia e rsea. A pele

    envelhecida caracterizada por displasia epidrmica com graus variveis de

    atpica citolgica, perda de polaridade queratinoctica, infiltrado inflamatrio,

    diminuio do colgeno e elastose, que pode ser definida como degradao de

    material elstico, que, no fotoenvelhecimento precoce, aumentada em

    quantidade e vista microscopicamente como fibras elsticas espessadas,

    torcidas e degradadas (WULF et al., 2004; JENKINS, 2002).

    Abaixo pode-se observar no quadro 01 , o envelhecimento cutneo de

    acordo com a idade .

    Quadro 1 : Envelhecimento cutneo de acordo com a idade:

    A pele jovem, em torno dos 20 anos de idade,

    geralmente apresenta-se uniforme quanto cor,

    textura, firmeza, iseno de manchas e rugas, sendo

    estas as principais diferenas entre uma pele jovem e

    uma envelhecida.

    As linhas de expresso aparecem em regra

    depois dos 25 anos. Em redor desta idade surgem

    algumas com carter ligeiro, pequeno, fino, junto dos

    sulcos nasogenianos.

    Por volta dos 30 anos, h uma redundncia de

    pele na plpebra superior e aparecimento dos primeiros

    ps-de-galinha e um sulco infra palpebral.

    https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=0ahUKEwilr4XN3KXMAhVIgpAKHeODDi8QjRwIBw&url=http://www.tenhodito.com/tag/cuidado/&bvm=bv.119745492,d.Y2I&psig=AFQjCNE9U_gwU_qgM1Swb7lsdeC8RKV-Dw&ust=1461534005317465https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=0ahUKEwjLtMD83KXMAhVIf5AKHb96BbYQjRwIBw&url=http://www.lindizzima.com.br/post/prevencao-contra-rugas-comeca-com-cremes-para-a-regiao-dos-olhos-veja-dicas-para-aderir/1012&bvm=bv.119745492,d.Y2I&psig=AFQjCNESAe7NB9o-IE3CJoIlr8t19vHrHA&ust=1461534104646220

  • 5

    J aos 40 anos, percebe-se que as linhas de

    expresso ficam evidentes, as rugas da glabela

    decorrentes da ao dos msculos prcero e

    corrugadores. As linhas de expresso frontais e os

    ps-de-galinha se aprofundam.

    Aos 50 anos observa-se ptose cutnea da

    plpebra superior atinge o reborbo ciliar, que associado

    a ptose do canto externo dos olhos leva sensao e

    aparncia de cansao e tristeza. A ponta nasal desce.

    Surgem as primeiras linhas de expresso cervicais e

    periorais.

    Aos 60 anos observamos que as linhas de

    expresso existentes aprofundam-se e alongam-se,

    como na unio p-de-galinha e as rugas palpebrais.

    Acentuam-se todas as linhas de expresso

    preexistentes e as depresses adiposa temporal e

    bucal, evidenciando-se ainda mais o sulco nasolabial.

    Aos 70 anos, podemos observa-se a queda da

    ponta nasal e pronunciada. Acentuam-se todas as

    linhas de expresso preexistentes e as depresses

    temporal e bucal se aprofundam, evidenciando o

    processo evolutivo d