Click here to load reader

Marcha News

  • View
    215

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Revista Marcha News Digital

Text of Marcha News

  • 92

    ndicePor: Nonononononnononono

    A Marcha News uma publicao independente. As matrias e os artigos assinados no representam necessariamente,a opinio do Conselho Editorial da Revista, sendo de inteira responsabilidade de seus autores.

    Entrevista 00

    Galeria de Notveis 00

    Figuras do Marchador 00

    Voc se Lembra? 00

    Celeiro de Campees 00

    De Olho Neles 00

    Attualit News 00

    News do Marchador 00

    DiretoriaHenrique Viana Ribeiro PenaRicardo MendesGuilherme Dias Pereira

    ComercialJnior Machado(31) 9793-6209 / 8706-6350

    Editor ChefeDiogo Heller - MG-09789-JP

    JornalistaHenrique Comini - MG 09403 JP

    ColaboradoresRenato Diniz, Domingos Lollobrigida Jr, Daniel Maciel, Sandro Fusca, Luiz Felipe Junqueira, Jos Roberto Alves Reis, Rob-son Ivo.

    FotgrafosHamilton Silvester, Roberto Pinheiro, Ricar-do Mendes, Robson Ivo e Marcelo Edu-ardo, Ivan Machado, Kiko Catteli, Fotos cedidas pela TOP2000 e Toada Editora

    Criao e Produo Grfi ca

    (31) 3075-2919 - (31) [email protected]

    Projeto Grfi coDenilson F. Fernandes

    Publicao:

    Rua Germano Torres, 166 - loja 09Cruzeiro - Belo Horizonte/MGCep.: 30310-040 - Tel.: (31) [email protected]

    A.R Brilhante X A.R Kalakawa

    Antnio Renato(34) 3319-0000Uberaba/MG

    Ricardo (31) 8488-6449Ronaldo (31) 8488-6368Par de Minas/MG

    Edelvo L. Pires Muzzi(31) 9964-0610Nova Era/MG

    Foto

    Rob

    erto

    Pin

    heiro

    Par de Minas (31) 9648-9468

    AR Esperana

  • 93

    ditorial

    60 anos de histria...

    Em 1949, no sul de Minas Gerais, mais especifi camente em Caxam-

    bu, um grupo de criadores selou o nicio de nossa Associao. Hoje

    ostentamos o ttulo de maior raa de equinos da Amrica Latina.

    Alm disso temos com certeza, o melhor cavalo de sela do mundo.

    Nosso cavalo sem fronteiras, vm ao longo dos anos, conquistando

    adeptos, admiradores e apaixonados por onde passa.

    Sua marcha, comodidade, temperamento, docilidade, beleza,

    rusticidade e expresso encantam e apaixonam quem o conhece.

    Tamanha sua fora e a capacidade dessa paixo podemos ver no

    atual estgio que nossa raa se encontra.

    Ns da Marcha News, esperamos poder comemorar muitos e muitos

    anos junto dos amigos que enaltecem e proporcionam a continuidade

    e o crescimento da nossa raa.

    Parabns Mangalarga Marchador !

    Henrique Viana Ribeiro Pena

  • 92

    Um alucinado por cavalos,

    assim podemos descrever

    esse brilhante cavaleiro. Do

    marchador para as Olimpadas,

    a trajetria de Vicente teve in-

    cio com a nossa raa, migrando

    depois para os cavalos de salto,

    onde representou o pas no CCE

    em sua melhor participao na

    histria das Olimpadas. Numa

    conversa agradvel, Vicente

    fala um pouco de suas experin-

    cias com os cavalos, a emoo

    das Olimpadas, o Mangalarga

    Marchador e sua necessidade

    de estar sempre montando.

    Vicente de Arajo NetoPor: Nonononononnononono

    ntrevista

  • 93

    Qual a realidade brasileira atual? Hoje o Brasil est

    em um bom nvel em relao aos demais pases? Como

    crescer ainda mais?

    O esporte sofreu um processo de esvaziamento. Isso

    ocorreu devido a um planejamento pouco sustent-

    vel. Os atletas tiveram como foco apenas chegar as

    Olimpadas. Isso foi muito prejudicial, pois praticamente

    ningum conseguiu isso. Dessa forma houve uma re-

    gresso do esporte. Alm disso, perdemos nosso maior

    patrocinador, o Banco Rural. Hoje, estamos estabilizan-

    do, o nvel vem melhorando e ainda contrataram um

    tcnico ingls, trazendo um know-how e experincia

    que julgo ser muito importante para o CCE brasileiro.

    Quais as diferenas do Mangalarga Marchador para

    animais que disputam este tipo de competio?

    As diferenas realmente so enormes. Primeiro temos

    a diferena bsica do trote e da marcha. Os cavalos

    de salto a busca so por animais de 1,66 metros, cuja

    fora algo muito maior que o marchador, alm de

    uma velocidade e exploso superior. Por exemplo, meu

    cavalo que disputei a Olimpadas chegava a saltar 07

    metros de largura.

    Se compararmos a esses animais, o Mangalarga

    Marchador est em qual estgio de evoluo? Como

    evoluir mais?

    Essa comparao muito difcil, visto que os objetivos

    dessas raas so totalmente distintos. O cavalo de

    CCE voltado para correr, saltar. J o marchador

    um animal de lazer, passeio, voltado para a sela. As

    diferenas so enormes, fi ca complicado colocar isso,

    H quase 10 anos, voc estava representando o pas

    nas Olimpadas de Sidney, em 2000. O que voc guarda

    na memria? Qual foi a sua impresso do evento? E a

    sua avaliao sobre a participao da equipe brasilei-

    ra de CCE na competio?

    Olimpadas algo inesquecvel, certamente depois

    do nascimento das minhas fi lhas a maior emoo da

    minha vida. A sensao algo monstruoso, representar

    o pas o faz tornar patriota ate o ltimo fi o de cabelo. O

    evento algo muito bacana, a interao com atletas

    de outros pases, a vibrao do pblico, admirao, in-

    clusive eu, que era um atleta pouco conhecido era so-

    licitado para autgrafos, at mesmo, minha esposa. Em

    2000 o Brasil obteve sua melhor participao em todos

    os tempos no Cross Country, fi camos na sexta coloca-

    o. Acredito que poderamos ter obtido um resultado

    ainda melhor, faltou um pouco mais de experincia e

    confi ana por parte de nossa equipe. A festa foi mara-

    vilhosa, uma alegria enorme, confesso que at hoje

    quando assisto s fi tas daquela abertura eu choro.

    ntrevista

  • 92fi xo Jatob. Dessa forma, ele me mantinha na fazenda,

    e ao longo dos anos eu fazia a preparao e seleo

    dos nossos animais. Inclusive fi zemos alguns campees

    nacionais. Naquela poca, o que mais me entusiasma-

    va eram as provas funcionais do marchador, onde ob-

    tive vrias vitrias, inclusive competindo em provas con-

    tra cavalos de outras raas. Infelizmente cessaram com

    essas provas e parti para o Hipismo Rural, felizmente

    ganhei tudo que disputei. Dali em diante me foquei no

    CCE e busquei chegar a um grande sonho, as Olimpa-

    das. O cavalo nessa histria toda um pouco diferente

    para mim, sou um horsemanship. Meu pai participa,

    minha esposa participa, minha irm treinava comigo,

    minhas fi lhas foram Campes Brasileiras de Salto e CCE,

    ou seja, minha famlia toda voltada para o cavalo,

    todos montam. Inclusive hoje estou tendo difi culdade

    em trazer minhas famlias para o Marchador, pois a raa

    no propicia para elas esse tipo de competio e mo-

    tivao. Minha indagao saber quem ir me suce-

    der no nosso criatrio.

    seria como comparar uma Mercedes Benz com um

    Land Rover. Quanto a evoluir mais no Marchador,

    acredito que seja montando mais. Nosso julgamento

    muito subjetivo, passaremos a ter uma raa melhor

    quando nossos criadores deixarem de serem somente

    expositores, eles precisam usar mais o cavalo.

    Voc mesmo monta seus animais que esto em julga-

    mento. A sua experincia traz alguma vantagem para

    essas competies?

    Sa do CCE e resolvi apresentar meus animais no

    Marchador. Peguei todas minhas potras, domei, treinei,

    vim para as pistas e perdi tudo! (risos). No incio achei

    que deveria adequar meus animais a forma como os

    juzes da raa exigiam, porm, aps um certo tempo,

    verifi quei que eu no conseguia fazer. A apresentao

    do marchador muito artifi cial, a atitude que eles que-

    rem hoje muito desconfortvel, tanto para o cava-

    lo como para o cavaleiro. Muita presso, um cavalo

    agarrado na boca. Ou seja, voc faz mais fora traba-

    lhando um cavalo para uma exposio de marchador,

    do que eu fazia para as Olimpadas. Como monto por

    prazer, optei por parar, e agora contratei um peo para

    apresentar meus animais na pista.

    Como surgiu a sua paixo pelo Mangalarga Marchador?

    Conte um pouco da sua relao com o ambiente de

    eqinos.

    Minha paixo vem desde quando nasci. Sempre fui um

    alucinado por cavalos. Meu pai sempre foi um homem

    muito sabido, quando ele percebeu essa minha paixo

    por cavalos, logo ele se associou a ABCCMM, sob o su-

    ntrevista

  • 93

    tem uma cultura eqestre, ele no vai se satisfazer com

    esse tipo de doma e adestramento que temos hoje.

    O cavalo faz parte da cultura deles, os usurios que

    cuidam de seus prprios animais, no existe a fi gura do

    peo para eles.

    Aos 42 anos de idade, quais so seus planos de vida,

    principalmente em relao a este ambiente de eqi-

    nos?

    Meu plano inicial era fi car exclusivamente no Marchador.

    Investir na minha criao, selecionar animais que tenho

    prazer em montar. Em virtude da raa no ter esse es-

    pao para que eu possa montar, estou voltando para o

    Hipismo, pois no consigo fi car sem montar. Estou trei-

    nando novamente e preparando cavalos. Claro que

    no estou com o intuito de voltar as Olimpadas, pois

    ser um atleta de alta performance algo muito sacrifi -

    cante, alm de ter que conciliar com o trabalho. Essa

    a grande vantagem do hipismo, pois posso competir

    em uma categoria com atletas que esto fora do peso,

    porm possuem um esprito competitivo. Como exem-

    plo, busquei um cavalo a um ano e meio parado e uma

    gua a 03 anos