Meditação do Pôr do Sol 2011

  • View
    225

  • Download
    4

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Meditação para cultos de Pôr do Sol.

Text of Meditação do Pôr do Sol 2011

  • MINISTRIO DE MORDOMIA CRISTDA DIVISO SUL-AMERICANA

    ntes do pr do sol, todos os membros da fa-mlia devem reunir-se para estudar a Pala-

    vra de Deus, cantar e orar, aconselha Ellen White. Devemos tomar disposies especiais para que cada membro da famlia possa estar preparado para honrar o dia que Deus abenoou e santifi cou, tornando-o o mais alegre dos dias da semana.

    A maneira como recebemos o sbado determina como ser nossa experincia com Deus durante esse dia. Quando iniciamos o repouso sabtico me-ditando na atuao de Deus na vida de Seus fi lhos, o sbado guardado com mais alegria.

    Que nossa adorao ao entardecer nos fortalea e inspire na jornada rumo ao lar, onde haveremos de adorar ao Criador a cada sbado por toda a eternidade!

    VANDIR

    Designer

    Editor

    C. Q.

    Propaganda

    Depto. Arte

    2366

    8 - M

    edita

    o

    de p

    or d

    o so

    l 201

    1

    VANDIR

    Designer

    Editor

    C. Q.

    Propaganda

    Depto. Arte

    2366

    8 - M

    edita

    o

    de p

    or d

    o so

    l 201

    1

  • VANDIR

    Designer

    Editor

    C. Q.

    Depto. Arte

    2366

    8 - M

    edita

    o

    de p

    or d

    o so

    l 201

    1

    MINISTRIO DE MORDOMIA CRISTDA DIVISO SUL-AMERICANA

  • VANDIR

    Designer

    Editor

    C. Q.

    Depto. Arte

    2366

    8 - M

    edita

    o

    de p

    or d

    o so

    l 201

    1

    ApresentAo

    A maneira como recebemos o sbado determina em grande parte como ser nossa experincia com Deus durante esse dia. Quando iniciamos o repouso sabtico meditando na atuao de Deus na vida de Seus filhos, o sbado guardado com mais alegria.

    Colocamos em suas mos uma coletnea de testemunhos de todo o terri-trio da Diviso Sul-Americana, de forma que possamos ter uma viso mais ampla dos milagres e maravilhas que Deus tem operado em nosso continente.

    Este trabalho o resultado de uma ao conjunta de unies, associaes/misses, distritos, igrejas e grupos.

    Oramos para que cada testemunho leve nimo e motivao ao seu lar em cada pr do sol. Que nossa adorao ao entardecer nos fortalea e inspire na jornada rumo ao lar, onde haveremos de adorar ao Criador a cada sbado por toda a eternidade!

    Com apreo e carinho,

    Ministrio de Mordomia Cristda Diviso Sul-Americana

    Ministrio de Mordomia Cristda Diviso Sul-Americana

    1a edio: 298,33 mil exemplares2011

    Editorao: Matheus CardosoProjeto Grfico: Vandir Dorta Jr. Capa: Vandir Dorta Jr.Imagem: Shutterstock

    IMPRESSO NO BRASIL / Printed in Brazil

    Os textos bblicos citados neste livro foramextrados da verso Almeida Revista e Atualizada,salvo outra indicao.

    Impresso e acabamento: Casa Publicadora Brasileira

    Todos os direitos reservados. Proibida a reproduo totalou parcial, por qualquer meio, sem prvia autorizao escritada Diviso Sul-Americana.

    Tipologia: Warnock Pro Light, 10/13 11782/23668

  • VANDIR

    Designer

    Editor

    C. Q.

    Depto. Arte

    2366

    8 - M

    edita

    o

    de p

    or d

    o so

    l 201

    1

    ApresentAo

    A maneira como recebemos o sbado determina em grande parte como ser nossa experincia com Deus durante esse dia. Quando iniciamos o repouso sabtico meditando na atuao de Deus na vida de Seus filhos, o sbado guardado com mais alegria.

    Colocamos em suas mos uma coletnea de testemunhos de todo o terri-trio da Diviso Sul-Americana, de forma que possamos ter uma viso mais ampla dos milagres e maravilhas que Deus tem operado em nosso continente.

    Este trabalho o resultado de uma ao conjunta de unies, associaes/misses, distritos, igrejas e grupos.

    Oramos para que cada testemunho leve nimo e motivao ao seu lar em cada pr do sol. Que nossa adorao ao entardecer nos fortalea e inspire na jornada rumo ao lar, onde haveremos de adorar ao Criador a cada sbado por toda a eternidade!

    Com apreo e carinho,

    Ministrio de Mordomia Cristda Diviso Sul-Americana

  • www.mordomiacrista.com.br4

    VANDIR

    Designer

    Editor

    C. Q.

    Depto. Arte

    2366

    8 - M

    edita

    o

    de p

    or d

    o so

    l 201

    1

    CAsA emprestAdAAgora, pois, nosso Deus, graas Te damos e louvamos o Teu glorioso nome. [...] Porque tudo vem de Ti, e das Tuas mos To damos. 1Crnicas 29:13, 14

    Aos 20 anos de idade, Inaldo de Jesus dos Santos tinha muitos motivos para estar de bem com a vida. Funcionrio do Cartrio do 1 Of cio da sua cidade desde os 12 anos, sempre teve o dinheiro que queria para se diver-tir. Gostava de festas e agitao.

    Inaldo conheceu Noelene , que o convidou para uma srie evangelstica. Assim que ele teve contato com o evangelho, as coisas mudaram. Sua entre-ga a Cristo foi completa, autntica. Inaldo comeou a dizimar logo aps o batismo, em abril de 2005. Ele e Noelene namoraram e se casaram em junho do mesmo ano. A tia de Noelene cedeu uma moradia ao jovem casal, sem precisar pagar o aluguel. Isso facilitaria a poupana, pois eles pretendiam ter sua casa prpria.

    Em 2008, durante uma semana de mordomia, Inaldo percebeu que ainda existia um passo para aprofundar sua caminhada com Deus. Depois de orar por trs meses, ele tomou a deciso de pactuar 10% de seus ganhos como oferta, alm do dzimo.

    Pouco tempo depois, a tia de Noelene resolveu lhes oferecer a casa em-prestada para venda, mas eles no tinham o dinheiro necessrio. A resposta no demorou. Em setembro de 2009, um grande frigorfico precisou registrar Cdulas de Crdito Industrial. E o cartrio mais prximo para esses trmites era exatamente o 1 Of cio, onde Inaldo trabalhava. Como gratificao pelos servios prestados empresa, Inaldo recebeu R$ 3.000,00. Isso no pagava a conta da casa, mas lhe permitiu dar uma boa entrada e, assim, eles agora teriam a casa prpria.

    Com outras gratificaes e extras, Inaldo pde instalar o primeiro equi-pamento de retransmisso em canal aberto da TV Novo Tempo na regio da Baixada Maranhense. Inaldo e sua esposa investem no crescimento espiritual da famlia e sabem que as promessas de Deus so verdadeiras.

    Kerlon P. WolffAssociao Maranhense (UNB)

    A JornAdA e o milAgrePois todo o que pede recebe; o que busca encontra. Mateus 7:8

    mariza me de trs filhas e apenas a mais velha, Carmem, no tinha filhos. Ela j estava com 40 anos e de repente percebeu que ser me poderia ser um grande privilgio. Mas no se apercebeu da idade, pois logo viria a meno-pausa e ela no poderia mais ter filhos.

    Mariza ficou profundamente angustiada. O pensamento de que sua filha mais velha no teria filhos a perturbava constantemente. Mariza foi convida-da a participar do Seminrio de Enriquecimento Espiritual e ela se lembrou de alguns milagres que Deus j havia operado em sua vida. Ela comeou a jor-nada de 40 dias, e a cada dia colocava o nome de sua filha nas mos do Senhor.

    s vezes, quando no enxergamos os resultados e respostas de imediato, somos levados a no perseverar na orao. Porm, aquela me no desani-mou; continuou suplicando. No trigsimo oitavo dia da jornada de orao, Carmem disse me que sua menstruao, que sempre chegava pontual-mente, estava atrasada.

    Era vspera do Dia das Mes e houve uma homenagem na igreja. Mariza orava suplicando a Deus por um milagre. Ela acreditava que, se fosse da von-tade do Senhor, Carmem poderia ser me.

    noite, elas foram a um aniversrio. Passaram em uma farmcia e com-praram um teste de gravidez. Mariza mal conseguiu dormir, pois Carmem s faria o teste pela manh.

    No dia seguinte, Dia das Mes, s sete da manh, o telefone tocou. Era Carmem, do outro lado da linha. Ela perguntou se Mariza estava disposta a ser av outra vez. Em 27 de dezembro de 2007, Carmem deu luz a uma menina linda e saudvel.

    Deus ouve as oraes daqueles que O buscam com f e se entregam a uma vida de comunho. Consagre-se a Deus pela manh; faa disso a sua primei-ra atividade. [...] Assim, dia aps dia, voc poder entregar sua vida nas mos de Deus, e ela ser cada vez mais moldada segundo a vida de Cristo (Ellen G. White, Caminho a Cristo, p. 70).

    Mariza(Ucob)

    Se voc tem uma histria inspiradora para compartilhar conosco, escreva para: testemunho@recebendoosabado.org.br

    Sexta , 7 de janeiro Sexta, 14 de janeiro

  • www.mordomiacrista.com.br 5

    VANDIR

    Designer

    Editor

    C. Q.

    Depto. Arte

    2366

    8 - M

    edita

    o

    de p

    or d

    o so

    l 201

    1

    CAsA emprestAdAAgora, pois, nosso Deus, graas Te damos e louvamos o Teu glorioso nome. [...] Porque tudo vem de Ti, e das Tuas mos To damos. 1Crnicas 29:13, 14

    Aos 20 anos de idade, Inaldo de Jesus dos Santos tinha muitos motivos para estar de bem com a vida. Funcionrio do Cartrio do 1 Of cio da sua cidade desde os 12 anos, sempre teve o dinheiro que queria para se diver-tir. Gostava de festas e agitao.

    Inaldo conheceu Noelene , que o convidou para uma srie evangelstica. Assim que ele teve contato com o evangelho, as coisas mudaram. Sua entre-ga a Cristo foi completa, autntica. Inaldo comeou a dizimar logo aps o batismo, em abril de 2005. Ele e Noelene namoraram e se casaram em junho do mesmo ano. A tia de Noelene cedeu uma moradia ao jovem casal, sem precisar pagar o aluguel. Isso facilitaria a poupana, pois eles pretendiam ter sua casa prpria.

    Em 2008, durante uma semana de mordomia, Inaldo percebeu que ainda existia um passo para aprofundar sua caminhada com Deus. Depois de orar por trs meses, ele tomou a deciso de pactuar 10% de seus ganhos como oferta, alm do dzimo.

    Pouco tempo depois, a tia de Noelene resolveu lhes oferecer a casa em-prestada para venda, mas eles no tinham o dinheiro necessrio. A resposta no demorou. Em setembro de 2009, um grande frig