Melhoria Específica

  • View
    242

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Melhoria Específica

3

92TPM EM INDSTRIAS DE PROCESSOS

61Melhoria Especfica

3

MELHORIA ESPECFICA

Como todas as atividades projetadas para revitalizar organizaes, o objetivo do TPM melhorar os resultados dos negcios corporativos e criar locais de trabalho agradveis e produtivos. Uma caracterstica importante da TPM seu impacto potencial sobre o que essencial. Entretanto, quando se ouve falar sobre benefcio atravs da TPM, algumas pessoas concluem que se trata de um modo fcil de ganhar dinheiro para sua empresa. Esta atitude passiva no pode levar a resultados significativos. Apenas atravs de uma abordagem proativa e de uma dedicao em termos de tempo e esforos necessrios para fazer com que um programa TPM apresente resultados, que uma companhia pode alcanar benefcios da TPM, tais como aumentar em 1,5 vezes a produtividade ou um aumentar em 10 vezes o retorno de investimento.

A atividade de melhoria especfica uma prioridade em qualquer programa de desenvolvimento de TPM e est no topo da lista dos oito fundamentos do desenvolvimento de TPM. uma das atividades principais no plano mestre do TPM e sua implementao inicia-se simultaneamente com o lanamento do TPM.

O QUE MELHORIA ESPECFICA?

A melhoria especfica inclui todas as atividades que maximizam a eficincia global de equipamentos, processos e instalaes atravs de uma eliminao intransigente de perdas e melhoria de desempenho.

Muitas pessoas indagam sobre a diferena entre melhoria especfica e atividades de melhoria contnua diria que elas podem j estar praticando. O ponto bsico a ser lembrado em relao melhoria especfica que se uma empresa j estiver realizando todas melhorias possveis no decorrer do trabalho de rotina e atividades de pequenos grupos, a melhoria especfica desnecessria. Entretanto, as melhorias do dia a dia no funcionam, na prtica, to uniformemente como deveriam. As pessoas alegam estar ocupadas demais, que as melhorias so de difcil execuo ou que no h dinheiro suficiente. Como resultado disto, os problemas difceis permanecem sem soluo e a perda e desperdcio continuam a se acumular, tornando a possibilidade de melhoria ainda mais remota.

A melhoria especfica implementada sistematicamente

O seguinte procedimento extremamente eficiente para quebrar o crculo vicioso que impede a melhoria e para fix-la.

Selecione um tpico

Forme uma equipe de projeto

Registre o tpico

Implemente a melhoria

Avalie os resultados

Uma melhoria realizada de acordo com este procedimento uma melhoria especfica, diferente da melhoria geral contnua no dia a dia. Ela caracterizada por equipes de projeto que incluem engenharia, manuteno, produo e outras pessoas especializadas e por uma abordagem planejada cuidadosamente e monitorada.

A Melhoria Especfica No Dever Substituir a Atividade de Melhoria Atravs de Pequenos Grupos

Os gerentes e funcionrios devem tomar cuidado para no ficarem to absorvidos pela melhoria especfica que negligenciem o apoio atividade de pequenos grupos ao nvel da linha e fbrica, visto que isto teria um efeito oposto e poderia na verdade prejudicar o programa TPM como um todo. necessrio, ento assegurar que as pessoas tenham um sentido de realizao, encorajando ativamente o aspecto de melhoria do programa de manuteno autnoma e sustentando cuidadosamente as idias que ali se desenvolvem. Este tipo de atividade permeia a organizao com uma grande energia e entusiasmo.

A Melhoria Especfica Enfatiza a Eficincia Global da Fbrica

Finalmente, importante entender que a atividade de melhoria especfica em indstrias de processo contnuo no dirigida unicamente a itens de equipamento individuais, na verdade as equipes devem priorizar o aumento da eficincia do processo ou fbrica como um todo.

PERDAS E OS SEIS PRINCIPAIS RESULTADOS

O objetivo da melhoria especfica eliminar todos os tipos de perda. Identificar e quantificar as perdas so, deste modo, questes importantes.

O mtodo tradicional de identificar perdas analisa os resultados estatisticamente para identificar os problemas, ento faz uma busca retroativa para identificar as suas causas. O mtodo adotado na TPM enfatiza uma abordagem direcionada e prtica e examina os insumos de produo como causas diretamente. Ele examina os quatro principais insumos do processo de produo (equipamentos, materiais, pessoal e mtodos) e considera qualquer deficincia nestes insumos como perdas.

Atingir uma TPM proveitosa em indstrias de processo continuo pode ser difcil caso as equipes de melhoria limitem sua abordagem quela usada nas indstrias de fabricao e montagem (i.e, maximizando a eficincia global dos equipamentos, atravs da eliminao das sete perdas principais). Devem-se considerar as caractersticas nicas das indstrias de processo continuo:

A produo contnua.

O processo como um todo mais importante que itens de equipamento individuais.

As propriedades dos materiais que esto sendo processados mudam de modos muito complexos.

O processo consome grandes quantidades de energia.

Os operadores devem controlar uma vasta gama de equipamentos.

As empresas da indstria de processamento devem, freqentemente, adicionar ou retirar das sete perdas bsicas os problemas que caracterizam seus prprios ambientes. Por exemplo, a Tabela 3-1 relaciona dez perdas importantes e os tpicos de melhoria associados, usados em uma instalao de processo em particular.

Os Seis Principais Resultados

Para avaliar os resultados alcanados atravs da melhoria especfica a equipe dever avaliar os seis resultados da produo (PQCDSM) o mais quantitativamente possvel. A Tabela 3-2 d um exemplo de como estes resultados ou indicadores principais podem posteriormente ser detalhados. As equipes de melhoria usam habitualmente indicadores como aqueles mostrados nesta tabela para avaliar os resultados dos projetos de melhoria especfica, na medida em que estes so alcanados. Se um tpico for particularmente amplo ou complexo, os resultados podem ser compreendidos mais facilmente se os indicadores forem detalhados posteriormente. Por exemplo, a melhoria na produtividade do trabalho pode ser medida em termos de:

reduo do tempo de trabalho manual

reduo do tempo de inspeo e lubrificao

reduo do tempo de regulagem

reduo do tempo de preparao e instalao

Do mesmo modo, a melhoria da produtividade dos equipamentos pode ser medida em termos de:

reduo de paradas sbitas

reduo de falhas do processo

reduo de marcha lenta, paradas menores e regula-gens menores

aumento da disponibilidade

aumento do ndice de desempenho

Avaliar os resultados da melhoria especfica deste modo e torna-os visveis fixar estes ganhos. As atividades tm menos chance de declinar quando grficos e diagramas, mostrando os problemas detectados pela equipe e os resultados alcanados so partilhados publicamente em painis especiais de atividade de melhoria especfica.

Tabela 3-1 Perdas principais e Tpicos de Melhoria Associados

PerdaTpico de Melhoria

1. Perda por falha do equipamentoEliminar falhas melhorando a construo dos rolamentos do eixo de transmisso nos separados de produto.

2. Perda por falha do processoReduzir o trabalho manual evitando o entupimento dos eletrodos do medidor de pH nos descorantes

3. Perda por funcionamento lento e paradas menoresAumentar a capacidade de produo reduzindo problemas de funcionamento dos descarregadores dos separadores.

4. Perda por velocidadeElevar o ndice de desempenho pelo aumento da fixao de agitadores nos cristalizadores

5. Perda por defeito no processoEvitar contaminao por materiais estranhos, melhorando a lubrificao dos rolamentos intermedirios em transportadores de produto do tipo rosca sem fim.

6. Perda por startup e rendimentoReduzir perdas de produo normal, melhorando o trabalho de refundio durante o startup.

7. Perda de energiaReduzir o consumo de vapor atravs da concentrao de alimentao de lquido para o processo de cristalizao.

8. Perda por defeito de qualidadeEliminar queixas de clientes evitando a aderncia de produto resultante da absoro de umidade pelos sacos de produto de papel Kraft.

9. Perda por vazamento e derramamentoAumentar o rendimento do produto, melhorando o recolhimento dos rolamentos inferiores em elevadores de caambas.

10. Perda por trabalho manualReduzir o nmero de trabalhadores atravs da aceitao automtica de materiais auxiliares.

Tabela 3-2. Exemplo de Indicadores para Avaliao de Resultados da Produo

P (Produo)

1. Aumento da produtividade de trabalho

2. Aumento de produtividade de equipamentos

3. Aumento de produtividade de valor agregado

4. Aumento de rendimento do produto

5. Aumento do ndice operacional da instalao

6. Nmero reduzido de trabalhadoresQ (Qualidade)

1. Reduo de ndice de defeito do processo

2. Reduo de queixas de clientes

3. Reduo do ndice de sucateamento

4. Reduo do custo de contramedidas qualidade-defeito

5. Reduo do custo de reprocessamento

C (Custo)

1. Reduo das horas de trabalho de manuteno

2. Reduo dos custos de manuteno

3. Reduo dos custos de recurso (consumo menor da unidade)

4. Economia de energia (consumo menor da unidade)E (Entrega)

1. Reduo do custo de entregas atrasadas

2. Reduo de estoques de produto

3. Aumento do ndice de giro do inventrio

4. Reduo dos estoques de peas de reposio

S (Segurana)

1. Reduo do nmero de acidentes por paralisao

2. Reduo do nmero de outros acidentes

3. Eliminao de incidentes de poluio

4. Grau de melhoria em relao a requisitos ambientais legaisM (Moral)