Click here to load reader

Memoria Secundária

  • View
    488

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Memoria Secundária

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS ITAPETINGA

Disciplina Arquitetura de Computadores Professor Pablo Equipe 01: Ricardo O que ? / Evoluo Betnia Evoluo Rafael Configuraes Joo Paulo Configuraes / Tendncias Rodrigo Tendncias

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

6

ENQUETE 1 3 7 4 2 5 8

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

Um dispositivo de armazenamento l e guarda informao em massa e o processador usa essa informao para executar tarefas; Micro Computadores , Mquinas Digitais, Celulares ...

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

MEMRIA SECUNDRIA: tambm conhecida por memria de massa ou memria auxiliar, no voltil. FUNO : armazenar grande quantidade de dados e evitar que estes se percam com o desligamento do computador. ACESSO: diretamente pela CPU, mas sim por intermdio da memria principal (RAM, cache, etc.) e por isso o acesso a essa memria muito mais lento.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

EVOLUO

1932 - 1950

1946 O dispositivo de armazenamento Selectron 4096 O tubo Selectron tinha uma capacidade de 256 at 4.096 bits (32 at 512 bytes). O Selectron 4096-bit tinha 25 cm de comprimento e 7,5 de largura. Originalmente desenvolvido em 1946, o dispositivo de armazenamento de memria era caro e sofria problemas de produo, de forma que ele nunca se tornou um sucesso.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

EVOLUO

1932 - 1950

A empresa Engineering Research Associates de Minneapolis construiu a primeira unidade de armazenamento de tambor magntica a servio da marinha dos EUA. ERA 110 - armazenamento um milho de bits de dados e obter uma palavra de 5 milsimos de segundo.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

EVOLUO

1932 - 1950

Tambor magntico de memria Inventado por volta de 1932 (na ustria), foi amplamente utilizado na dcada de 1950 e 60 como o principal sistema de armazenamento de computadores. Em meados dos anos 1950, o tambor magntico tinha uma capacidade de cerca de 10 Kb.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

EVOLUO

1932 - 1950

Tambor magntico de memria

Acima esquerda: O tambor magntico do computador UNIVAC, direita: O tambor de 40 cm de comprimento do computador IBM 650. Ela tinha 40 faixas, 10 Kb de espao de armazenamento, e girava 12.500 rotaes por minuto.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

EVOLUO

1950 - 1960

-Primeiro disco rgido: Construdo pela IBM; 305 RAMAC (Random Access Method of Accounting and Control) Formado por 50 discos magnticos capacidade total de 5 megabytes. Dimenses: 152,4 x 172,72 x 73,66 (Comp. x Larg. x Alt. );

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

EVOLUO

1960 - 1970

1961 - a IBM inventa o primeiro passeio de disco com o ar que carrega cabeas; 1963 - introduziram o passeio de pacote de disco removvel; 1970 - a unidade de disco de oito polegadas foi introduzida pela IBM; 1973 - Construdo pela IBM 3340 Winchester Formado por dois pratos de 30 Megabytes e tempo de acesso de 30 milissegundos; 30/30 Winchester (uma referncia espingarda Winchester 30/30); Dimenses: 45 x 49 x 33 in

Termo muito usado antigamente para designar HDs

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

EVOLUO

1970 - 1980

-1980, O primeiro disco de capacidade Gigabyte do mundo IBM.

IBM 3380

-1983 o Rodime fez o primeiro passeio de disco rgido de 3.5 polegadas. -1984 os primeiros passeios de CD-ROM foram projetados; -1986 os 3 primeiros / 12" discos rgidos com acionadores de rolo de voz foram introduzidos.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

EVOLUO

Padro HDs - AtuaisUm HD (Hard Disc / Disco Rgido Antes, conhecido como Winchester) o componente de um computador no qual so armazenados (de forma magntica) todos os dados do usurio. Ao contrrio da memria principal (memria RAM que voltil, ou seja, os dados so perdidos aps o desligamento do computador), o HD conhecido como memria secundria (ou permanente), pois os arquivos/dados so gravados de forma definitiva (pelo menos, enquanto no ocorrer algum dano crtico no HD). IMPORTNCIA : reside em sua grande capacidade de armazenamento aliada ao fator custo-benefcio.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

HIERARQUIAControl Unit

MEMRIA SECUNDRIA ( DISCO E OUTROS DISPOSITIVOS DE ARMAZENAMENTO + LENTO QUE MEMRIA PRINCIPALI/O devices

ULA

Registradores Main Memory Disk Printer

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

HIERARQUIAMais Rpida Mais Cara Menor Quantidade

ns Registers Cache ns Main Memory ns ms

(128 bytes)

(1 a 4 mb)

GBytes Mais Lenta TBytes Mais Barato Maior Quantidade

Magnetic Disksegundos Tape

segundos Optical Disk

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

CONHECENDO / HD HARD DISC Cabo Flat Cabea de Leitura Actuador

Eixo Discos Brao de Leitura

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

CONHECENDO / HD HARD DISCOs discos magnticos de um disco rgido so recobertos por uma camada magntica extremamente fina. A cabea de leitura e gravao de um disco rgido funciona como um eletrom semelhante aos que estudamos nas aulas de cincias e fsica do colegial, sendo composta de uma bobina de fios que envolve um ncleo de ferro. Quando esto sendo gravados dados no disco, a cabea utiliza seu campo magntico para organizar as molculas de xido de ferro da superfcie de gravao, fazendo com que os plos positivos das molculas fiquem alinhados com o plo negativo da cabea e, conseqentemente, com que os plos negativos das molculas fiquem alinhados com o plo positivo da cabea. Como a cabea de leitura e gravao do HD um eletrom, sua polaridade pode ser alternada constantemente. De acordo com a direo dos plos, temos um bit 1 ou 0 (sistema binrio).

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

CONHECENDO / HD HARD DISCO Eixo possui um motor que faz girar o (s) disco (s) em alta velocidade (medida em RPM Rotao Por Minuto). Quanto maior a RPM, mais rpido ser o HD (aliado a outros fatores que esto diretamente ligados a velocidade como o modo de transferncia Ultra DMA 5, por exemplo.). O Atuador coordena o deslocamento do brao e, conseqentemente, da cabea eletromagntica. Cada trilha identificada por um nmero, sendo a trilha mais externa ou mais distante (com relao ao Eixo) conhecida como Trilha Zero ( 0 ). O Registro Mestre de Inicializao do HD chamado de MBR (Master Boot Record), localizado na trilha (cilindro) zero ( 0 ), cabea zero ( 0 ), setor um ( 1 ). Portanto, quando ligamos o computador, a primeira rea do disco a ser lida a MBR.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

CONHECENDO / HD HARD DISCO disco dividido em trilhas e as trilhas so divididas em setores (clusters). Cada setor possui 512 Bytes.

FAT 16!! HPFS !!

FAT 32 !!

NTFS !! Discos

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

CONHECENDO / HD HARD DISC FAT 16!! FAT 32 !!Tamanho do Cluster 2 KB 4 KB 8 KB 16 KB 32 KB Capac. Mx. Armaz. 128 MB 256 MB 512 MB 1 GB 2 GBTamanho do Cluster 512 bytes 4 KB 8 KB 16 KB 32 KB Capac. Mx. Armaz. 256 MB 8 GB 16 GB 32 GB 2 TB

Mais rpido Desperdcio de capacidade

Mais Lento Reconhecimento at 2 TB

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

CONHECENDO / HD HARD DISCHPFS e NTFS: As verdadeiras soluesA verdadeira soluo para o problema de desperdcio em disco a utilizao de um outro sistema de arquivos que no o FAT. HPFS (High Performance File System) NTFS (New Technology File System)S. Operacional OS/2 S. Operacional Windows NT

A vantagem destes sistemas de arquivo que no h desperdcio em disco, pois no h clusters: a menor unidade de alocao o prprio setor de 512 bytes. A desvantagem bvia destes sistemas de arquivos: s podem ser utilizados em conjunto com os seus sistemas operacionais.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

CONHECENDO / HD HARD DISC Por tipo de conexes:IDE ( INTEGRATED DEVELOPMENT ENVIROMENTE) SATA ( SERIAL ATTACHMENT TECNOLOGY ADVANCED ) E- SATA ( EXTERNAL SATA ) SSD ( SOLID STATE DRIVE ) SCSI ( SMALL COMPUTER SYSTEM INTERFACE)

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

CAPACIDADES - TENDNCIAS

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

TENDNCIAS BLU-RAY / ARMAZENAMENTO BLU- O sucessor do DVD; - Blu-Ray significa Raio Azul; Assim chamado porque usa Laser azul, em vez do vermelho usado por DVDs. Blu-Ray de UMA FACE contm cerca de 25 GB de dados; Blu-Ray de DUPLA FACE contm cerca de 50 GB de dados;

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

TENDNCIAS

HDs EXTERNOS> > > > > Valor R$ R$ 419,00 a 1500,00 R$ 169,00 a 2149,00 R$ 239,00 a 1300,00 R$ 1300,00 a 1799,00 R$ 300,00 a 1550,00

Capacidade De 201 a 300 GB De 301 a 450 GB De 450 a 700 GB De 700 a 999 GB De 1TB ou maior

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

TENDNCIAS

HDs de REDE

Possibilita compartilhar fotos, msicas e arquivos em uma residncia ou pequeno negcio. Pode ser utilizado por alguns usurios simultaneamente. Pode ser conectado atravs da porta Ethernet, aumentando o espao de armazenamento de seu PC ou de uma rede domstica.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO, CINCIAS E TECNOLOGIABAIANO CAMPUS ITAPETINGA

TENDNCIAS

HDs MULTIMIDIA uma central de entretenimento multimdia que executa msicas, fotos e vdeos diretamente na TV sem a necessidade de estar conectado a um PC.

CLOUD COMPUTINGCOMPUTAO NAS NUVENSREDE DE INTERNET

EMPRESA SERVIDORES DATA CENTER 1

PROGRAMAS OFFICE / SISTEMAS RASTREAMENTO FOTOS VIDEOS / HOTMAIL / ORKUT

2

PLATAFORMA AZURE4 PLANO Servidor 1 Servidor 2 Servidor 3 Servidor 4 TRANSMISSO DE DADOS

3

!!! ECONOMIA DE 40% COM INFRAESTRUTURA !!!

R$ USU/Hs R$ Qtd DADOS ARMAZENADO R$ Trafego DADOS

R$ TOTAL

USURIO

USURIOS DA REDE EMPRESARIAL