Metodologia Cientifica

  • Published on
    18-Jun-2015

  • View
    3.162

  • Download
    4

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Como fazer um documento cientifico

Transcript

<p>INSTITUTO JAPI DE ENSINO SUPERIOR CURSO .............................(TIMES CORPO 16 NORMAL CENTRALIZADO MAISCULAS ESPAAMENTO 1,5)</p> <p>PROJETO DE TRABALHO CIENTFICO: ROTEIRO, NORMAS E SUGESTES(ESTILO TEMA - TIMES 22 NEGRITO CENTRALIZADO MAISCULAS ESPAAMENTO 1,5)</p> <p>(TIMES CORPO 16 NEGRITO CENTRALIZADO MAISCULAS ESPAAMENTO 1,5)</p> <p>JUNDIA 2003</p> <p>2</p> <p>1 Apresentao (ESTILO SUBTTULO) Este Projeto de Trabalho Cientfico (PTC) um modelo a ser seguido pra qualquer trabalho cientfico escolar, sendo parte da disciplina Mtodos e Tcnicas de Pesquisa e Redao Cientfica, ministrada nos cursos de graduao do Instituto Japi de Ensino Superior. , na verdade, um roteiro para um eventual Trabalho de Graduao (TG), normalmente elaborado na ltima srie de cada curso. (ESTILO NORMAL) Um Trabalho Cientfico tem como objetivos:a) favorecer o desenvolvimento de um senso cientfico relevante a uma rea de estudo e pesquisa; b) proporcionar o uso do referencial terico desenvolvido nas diferentes disciplinas do curso. (ESTILO CITAO)</p> <p>A elaborao de um trabalho de cunho cientfico deve observar certas exigncias metodolgicas especficas. No se concebe a elaborao de um trabalho cientfico sem obedincia a um plano e a um mtodo, uma vez que, durante sua vida universitria, voc dever submeter-se a estas exigncias para conseguir maior xito na aprendizagem e garantir o prprio amadurecimento intelectual. Um trabalho cientfico metodologicamente preparado exige uma seqncia de momentos, que devero ser vencidos passo a passo: a) determinao do problema; b) levantamento da bibliografia referente a este tema; c) plano do trabalho; d) leitura e documentao da bibliografia;e) construo lgica e redao do trabalho.</p> <p>2 Levantamento da Bibliografia</p> <p>3</p> <p>O primeiro passo escolher um objeto de estudo e um problema. Para isso preciso fazer um bom levantamento da documentao existente sobre o assunto. No caso de uma pesquisa terica, os documentos a consultar so livros, artigos, revistas etc., nos quais voc poder encontrar informaes bibliogrficas para seus trabalhos em catlogos bibliogrficos, obras especializadas no levantamento de publicaes de todas as reas do saber, ou nas enciclopdias, dicionrios especializados, monografias, dissertaes, teses, ou ainda em fichrios das bibliotecas que catalogam obras por autor e por assunto. 3 Leitura e Documentao da Bibliografia Tendo terminado o levantamento bibliogrfico, voc dever iniciar o trabalho da pesquisa propriamente dita. Este o momento da leitura e da documentao. 3.1 Documentao medida que se vai avanando na leitura e que novos elementos vo surgindo, necessrio organizar a documentao, isto , tomar nota de apontamentos que serviro de matria-prima para o trabalho. No aconselhvel anotar em cadernos ou na prpria obra, pois dados importantes podero ser esquecidos depois de algum tempo. Os elementos considerados importantes para o trabalho devero ser transcritos nas fichas de documentao. Esta tcnica muito proveitosa, pois permite um eficiente registro das aes, com a garantia de um bom aproveitamento final. Especial ateno deve ser dada s informaes conseguidas em livros e peridicos: autor, nome da obra, estado, cidade, ms, ano, nmero da pgina etc. No final da pesquisa, esses elementos sero agrupados para a construo final do trabalho. Tudo que interessar dever ser transcrito nas fichas de documentao, seguindo-se um modelo previamente testado (e aprovado) de anotaes e sistematizao em arquivo de fichas. Este tipo de fichamento fundamental, uma vez que o propsito das fichas registrar idias e anotaes a respeito do autor, obra e o trabalho de pesquisa. 3.2 Fichamento</p> <p>4</p> <p>Normalmente as fichas utilizadas para documentao medem 12,5cm x 7,5cm, no entanto voc poder utilizar o tamanho que achar conveniente. Nessas fichas pode-se fazer uma citao completa do texto que se est lendo ou apenas uma sntese das idias apresentadas. No primeiro caso, a passagem deve ser transcrita ao p da letra e entre aspas, e no segundo, no precisa ser literal (aspas so dispensadas). Porm, tanto num caso como no outro, h necessidade de citar devidamente a fonte. Alm do corpo da citao e referncias bibliogrficas, as fichas de documentao devem conter um ttulo e um subttulo que permitam identific-la e classific-la. Cada ttulo, colocados no alto direita, definido pelas idias que orientam o plano provisrio. Assim, toda vez que voc tiver uma idia nova, crie algum ttulo e abra fichas de documentao que passem a fazer parte do plano do trabalho. 4 Projeto Como toda atividade cientfica, a pesquisa exige aes planejadas. O projeto de pesquisa o resultado deste planejamento, envolvendo a formulao do problema, especificao de objetivos, construo de hipteses, operacionalizao dos conceitos etc. Abaixo enumeramos e explicamos cada item que deve compor o Projeto. 4.1 Introduo1 Nesta primeira etapa, voc ter de escolher e determinar claramente seu objeto de estudo, que vem a ser um recorte do assunto do trabalho. Delimite com preciso o objeto de estudo e a partir deste, o tema. Muitas vezes durante a pesquisa, poder ocorrer alguma alterao dessa primeira delimitao. Isso natural, mas, para isso necessrio que se parta para a pesquisa com o objeto e o tema definidos. A primiera observao a de que o objeto de estudo pertence ao assunto. o seu universo de pesquisa, sua rea de interesse, um subconjunto do universo (assunto). preciso tambm entender que nos movemos em um imenso conjunto de sistemas, partes de um todo, partes que tambm so sistemas englobando seus componentes e assim por diante. Considerando o universo como sistemas, do Assunto Sade (por exemplo) podemos recortar vrios objetos de estudo:1</p> <p>Note que, embora aqui o Introduo aparea como 4.1, no Projeto ser 1 Introduo (vide Modelo)</p> <p>5</p> <p>AIDS, Sade Pblica, Saneamento Bsico etc. Mas se considerarmos estes primeiros recortes tambm como sistemas, poderemos ir recortando mais objetos de estudo (subsistemas) cada vez menores, restritos, localizados. Por exemplo, dentro do objeto de estudo Aborto, podemos recortar outros mais restritos, como o Aborto Legal; Aborto Induzido; Atuao das Clnicas Clandestinas; Gravidez Indesejada no Interior do Serto Pernambucano etc.Figura 1 Um s Assunto com seus Objetos de Estudo cada Vez mais Restritos (ESTILO LEGENDA, usado em tabelas, figuras, quadros etc., TNR 11, alinhamento Centralizado, antes/depois 6 cm, espaamento 1,5 cm, Primeira linha: Nenhum)</p> <p>SADE</p> <p>SADE PBLICA</p> <p>SADE PBLICA EM JUNDIA</p> <p>A introduo deve conter tambm a formulao dos objetivos, e voc dever definir o que pretende, o que se prope fazer, que aspectos sero analisados no desenvolvimento do assunto etc. Assim, a partir do assunto geral, abstrato, genrico, voc - pesquisador - escolhe o por qual ngulo ir examinar o assunto, de preferncia em uma abordagem restrita e concreta, para isso lanando mo de algumas tcnicas de delimitao, como: a) decompor o assunto em partes; b) atribuir circunstncias de tempo e espao;</p> <p>6</p> <p>c) definir termos;d) enfocar o objeto de estudo de um ponto de vista psicolgico, sociolgico,</p> <p>histrico, filosfico, estatstico etc. A introduo dever conter o objeto de estudo bem recortado de seu contexto e bem definido, mencionando-se resumidamente as fontes de que voc se servir (obras, autores, citaes) etc. Deve-se (veja Modelo) dividir a Introduo em itens (1.1, 1.2 etc), e, se for o caso, em subitens (1.1.1, 1.1.2 etc.) para deixar bem claro o recorte que se fez do assunto. 4.2 Tema Tematizar um assunto definir uma idia, uma parcela delimitada do assunto mais uma antecipao do problema, que serve como restries ou limites para o que se vai focalizar. Uma boa forma de se enunciar o tema seria mont-lo juntando o resumo do objeto de estudo + o enfoque a ser dado, o ponto de vista pelo qual voc examinar o objeto de estudo, ou seja, o resumo do problema ou antecipao (resumida) da hiptese. Definido o tema, preocupe-se em estabelecer os contornos de um particular problema a ser estudado, e que esteja inserido no tema considerado. Suponhamos que voc tenha escolhido examinar o avano da AIDS na frica subsaariana. Dentro do assunto Sade, este o seu objeto de estudo, que vamos retomar logo em seguida. 4.3 Problema Dentro do assunto e do objeto de estudo (um primeiro recorte do assunto), voc ir identificar e formular com clareza um problema concreto, que seria uma irregularidade, uma incoerncia, um empecilho qualquer dentro do assunto, ou mesmo algo que deva ser melhor esclarecido, elucidado, estudado, para iluminar o conhecimento no mbito do assunto e objeto de estudo escolhidos. Problema , ento, um desafio que motivou e/ou impulsiona a pesquisa, e deve ser formulado de forma clara e precisa, apresentado, preferencialmente, na forma interrogativa (pergunta). Deve tambm ter uma base cientfica e no questionar valores, alm de ser vivel. Desse modo, se voc tem como seu objeto o aumento do nmero de contaminados</p> <p>7</p> <p>pela AIDS na regio subsaariana da frica, poderia, entre outros, formular o seguinte problema: De que modo poder-se-ia deter, a curto prazo, o avano do contgio da AIDS na regio da frica Subsaariana? Agora sim, pode formular o tema (que lhe servir de ttulo e aparecer na folha de rosto do trabalho), para tal resumindo e juntando objeto de estudo e problema : AVANO DA AIDS NA FRICA SUBSAARIANA: UMA QUESTO DE VIDA OU MORTE 4.4 Hiptese (s) Sugesto de possvel resposta questo-problema, a hiptese a proposio suscetvel de testes que poder ser a soluo do problema em estudo. Em outras palavras, o seu ponto de vista a ser defendido, a tese final (hiptese demonstrada). A todo problema estabelecido ou detectado, deve corresponder uma soluo, pelo menos. O processo de pesquisa caracteriza-se pela busca dessa soluo. Assim, estabelecer uma hiptese adiantar uma soluo provvel ao problema de pesquisa, enunciando uma resposta provisria. Portanto, a hiptese funciona para a pesquisa como um ensaio de resposta imediata ao problema identificado. , grosso modo, um palpite de soluo para o problema. Porm, no necessariamente a soluo definitiva, que se espera encontrar ao final da pesquisa, porque as concluses podero confirmar ou no sua (s) hiptese (s). Assim, para deter o avano do HIV na regio africana, poder-se-ia partir da hiptese de que as grandes potncias mundiais deveriam no apenas perdoar a dvida externa, como ainda destinar recursos materiais e humanos frica subsaariana como forma de melhorar a educao e a orientao do povo com vistas preveno do contgio pelo vrus da AIDS. 4.5 Reviso da literatura (opcional) Nesta parte voc deve esclarecer os termos e/ou conceitos utilizados no trabalho, dando a definio correta ou o ponto de vista adotado, para maior clareza e entendimento</p> <p>8</p> <p>(dar uma viso geral da temtica que ser desenvolvida) dos autores e obras que voc escolheu, identificando-os e comentando as obras que iro embasar seu estudo. 4.6 Metodologia Nesta parte voc dever descrever como ir fazer para dar conta do problema da pesquisa, ou seja, vai fazer a descrio formal dos mtodos e tcnicas a serem utilizados. A metodologia contempla a fase de explorao do campo e a definio de instrumentos e procedimentos para anlise dos dados, explica o tipo de pesquisa a ser usado, a coleta dos dados e como estes dados sero tabulados e analisados para validar (ou no) sua (s) hiptese (s). preciso lembrar, antes de mais nada, que a atividade bsica da cincia a pesquisa, pela qual podemos analisar a realidade. Ela (a pesquisa) geralmente se desenvolve por aproximaes sucessivas, nunca esgotadas, nem definitivas. Basicamente, pesquisa uma investigao cujo objetivo obter conhecimento especfico e estruturado sobre um assunto, ou seja, sua finalidade principal descobrir respostas para questes, mediante a aplicao de mtodos cientficos. A pesquisa sempre parte de um tipo de problema, de uma interrogao, de uma dvida. Passo a passo, ento, ela vai respondendo s necessidades de conhecimento de certo problema ou fenmeno. Vrias hipteses e/ou pressupostos so levantados e a pesquisa pode refut-los ou valid-los, levantar outros problemas e/ou hipteses etc. Por pesquisa pura entende-se o tipo de estudo sistemtico que tem por objetivo gerar conhecimentos novos, teis para o avano da cincia sem aplicao prtica prevista. A pesquisa aplicada seria o estudo sistemtico que objetiva gerar conhecimentos para aplicao prtica, a fim de resolver problemas especficos. Trataremos, abaixo, resumidamente, dos principais tipos de pesquisa. 4.6.1 Pesquisa Bibliogrfica e Pesquisa Documental (ESTILO SUB-SUBTTULO) A pesquisa bibliogrfica comea com um problema geral, o tema da pesquisa, que leva o pesquisador a uma reviso bibliogrfica, buscando o que sabe e o que no sabe,</p> <p>9</p> <p>permitindo a definio do problema a ser estudado, os objetivos gerais e especficos e as hipteses a serem investigadas. Este tipo de pesquisa possibilita a determinao dos objetivos, a construo das hipteses e oferece elementos para fundamentar a justificativa ou motivao da escolha do tema e do problema. Por meio dela voc pode obter subsdios necessrios para elaborar um histrico da questo, bem como avaliar os trabalhos j publicados sobre o tema, alm do conseguir sugestes sobre mtodos apropriados para coletar e analisar dados. Uma reviso bem feita evita repetir desnecessaria e anti-eticamente estudos anteriores. Voc precisa juntar de forma organizada toda documentao que julgar importante para sua vida estudantil e/ou profissional, livros, artigos de revistas e jornais. Anote em fichas, dados sobre debates a que assistiu, seminrios, congressos e palestras, procurando ser o mais objetivo possvel, evitando longas anotaes, sempre destacando os pontos principais do assunto. Poucas horas gastas em bibliotecas boas podero economizar muitas horas em laboratrios ou em pesquisas de campo. Em geral o primeiro local para se procurar material numa biblioteca o catlogo, ndice que abrange todas as publicaes que a biblioteca possui, por autor, por assunto e por ttulo da obra. Alm deste catlogo, podero ser consultados os ndices de peridicos, bibliografias nacionais; dicionrios e enciclopdias. Outra fonte extraordinria para consultas a Internet, com seus motores de busca (UOL, Altavista, Google etc.). H tambm um outro tipo de pesquisa denominada documental - que se assemelha pesquisa bibliogrfica. O que as diferencia que esta se vale de materiais que ainda no receberam tratamento, ou seja, documentos de primeira mo e documentos de segunda mo (relatrios de pesquisas, relatrios de empresas, tabelas estatsticas etc). 4.6.2 Pesquisa Exploratria Este o tipo de pesquisa que apresenta menor rigidez no planejamento. Tem como principal finalidade desenvolver, esclarecer e modificar conceitos e idias, tendo em vista a</p> <p>10</p> <p>formulao de problemas mais precisos ou hipteses que podero ser exploradas em estudos posteriores. desenvolvida com o objetivo de proporcionar uma viso geral do campo, assunto, fato. Habitualmente envolve levantamento bibliogrfico e documental e estudo de caso. Procedimentos de amostragens e tcnicas quantitativa...</p>