Click here to load reader

Metodologia Da Pesquisa Científica - Módulo II

  • View
    36

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Metodologia Da Pesquisa Científica - Módulo II

  • Mdulo II METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTFICA

    Tipos de pesquisa. Pesquisas tericas

  • 2

    SUMRIO

    1 Pesquisa bibliogrfica ....................................................................................................... 3

    2 Reviso bibliogrfica ......................................................................................................... 6

    2.1 Planejamento da pesquisa de reviso bibliogrfica ....................................................... 8

    2.2 Tipos de Reviso ........................................................................................................... 9

    2.1.1 Reviso sistemtica .................................................................................................... 9

    2.1.2 Metanlise ................................................................................................................ 11

    2.2.3 Reviso narrativa ou analtica ................................................................................... 11

    3 A importncia da leitura tanto para o planejamento da pesquisa de reviso bibliogrfica

    quanto para seu desenvolvimento ..................................................................................... 13

    3.1 Processos de leitura .................................................................................................... 13

    3.1. 1 Pr-leitura ................................................................................................................ 13

    3.1.2 Leitura seletiva .......................................................................................................... 14

    3.1.3 Leitura crtica ou reflexiva ......................................................................................... 14

    3.1.4 Leitura interpretativa ................................................................................................. 15

    Referncias ........................................................................................................................ 16

    CRDITOS: ....................................................................................................................... 17

  • 3

    Neste mdulo ser tratado o item metodologia ou mtodo que constitui o projeto de

    pesquisa. Nesse item, devem ser descritos, detalhadamente, os procedimentos mais

    gerais: como o tipo de pesquisa, o tipo de abordagem e os tipos de estudos, bem como os

    procedimentos mais especficos da pesquisa como as fases, estratgias e tcnicas

    operacionais da pesquisa. Para isso, necessrio conhecer os tipos de pesquisa e os

    procedimentos para realiz-los. Cada tipo de pesquisa, tipo de abordagem e tipo de

    estudo possui caractersticas prprias e procedimentos prprios. Para Severino (2002, p.

    162, grifos do autor), diretamente ao tipo de pesquisa, esto relacionados os mtodos e

    tcnicas a serem adotados. Entende-se por mtodos os procedimentos mais amplos de

    raciocnio, enquanto tcnicas so procedimentos mais restritos que operacionalizam os

    mtodos, mediante emprego de instrumentos adequados.

    Como a pesquisa cientfica requer sistematizao e aplicao de mtodos, cabe ao

    pesquisador descrever o tipo de pesquisa que ser aplicada, de modo que os objetivos

    possam ser alcanados no desenvolvimento da pesquisa. A descrio do tipo de pesquisa

    considerada por Gil (1999, p. 65) como sendo o delineamento adotado para a coleta de

    dados. Pode-se organizar dois grupos: o das pesquisas tericas, que inclui a pesquisa

    bibliogrfica e a reviso bibliogrfica, e o grupo das pesquisas empricas. Este ltimo

    inclui, por exemplo, a pesquisa experimental, a pesquisa documental, a pesquisa de

    campo e o estudo de caso.

    As pesquisas tericas so aquelas que se caracterizam como pesquisas

    secundrias, isso porque so desenvolvidas a partir de dados ou informaes de outras

    pesquisas, j realizadas. As pesquisas empricas caracterizam-se como pesquisas

    primrias, isto , que trabalham com dados primrios. Dados que so coletados em

    campo ou em laboratrio, dados que nenhuma outra pesquisa coletou e publicou.

    Este mdulo est dedicado s pesquisas tericas, que sero descritas a seguir:

    1 Pesquisa bibliogrfica

    A pesquisa bibliogrfica realizada exclusivamente em livros e artigos cientficos.

    De acordo com Gil (1999, p. 65), esta pesquisa permite ao pesquisador a cobertura de

  • 4

    uma gama de fenmenos muito mais ampla do que aquela que poderia pesquisar

    diretamente. A pesquisa bibliogrfica se concretiza a partir dos resultados de outras

    pesquisas, bem como das contribuies dos diversos autores que estudaram e

    pesquisaram sobre determinado assunto. Ela pode ser parte integrante das pesquisas

    empricas porque toda pesquisa baseia-se em teoria para que o pesquisador fundamente

    suas reflexes e anlises. Tambm pode ser realizada independentemente. Na expresso

    de Cervo e Bervian (2002), essa pesquisa objetiva conhecer e analisar as contribuies

    cientficas do passado existentes sobre um determinado assunto, tema ou problema.

    Alm disso, perfaz todos os passos formais de uma pesquisa cientfica.

    Isso quer dizer que esta pesquisa precisa ter critrios claros e especficos para sua

    realizao. O rigor cientfico marca desde a delimitao do tema, a descrio dos

    objetivos e dos mtodos que para a pesquisa bibliogrfica deve ter delimitao dos que

    envolvem os procedimentos metodolgicos de modo a classificar o estudo como sendo

    bibliogrfico.

    Para realizar esta pesquisa, o pesquisador precisa saber selecionar muito bem as

    fontes de pesquisa. preciso certificar-se da qualidade cientfica das informaes que

    pretende extrair das fontes para compor a sua pesquisa. Segundo Gil (1999, p. 66),

    algumas fontes apresentam dados coletados ou processados de forma equivocada e

    desta maneira, a pesquisa bibliogrfica pode acabar ampliando os erros. Sendo assim,

    conveniente, segundo o mesmo autor, que o pesquisador assegure-se das condies em

    que os dados foram coletados, que analise com profundidade as informaes

    apresentadas a fim de descobrir incoerncias e possveis contradies apresentadas.

    Cervo e Bervian (2002) complementam que esta pesquisa procura explicar um

    problema a partir de referncias tericas publicadas em documentos. Tambm busca o

    domnio do estado da arte sobre o tema pesquisado.

    O termo estado da arte significa a reunio, anlise e discusso das informaes

    publicadas sobre o tema at o momento em que o trabalho elaborado e

    realizado.

  • 5

    A pesquisa bibliogrfica, realizada independentemente, tem como objetivo tecer reflexes

    sobre o tema proposto para o estudo. Muitas vezes, os pesquisadores no so to

    rigorosos na descrio metodolgica, pois como procedimentos preciso descrever quais

    ou qual teoria ser utilizada para a anlise do objeto de estudo ou os critrios de escolha

    das fontes bibliogrficas. No resumo da pesquisa, intitulada Envelhecimento bem-

    sucedido e vulnerabilidade em sade: aproximaes e perspectivas, de autoria de Silva,

    Lima e Galhardoni (2010) possvel ter uma ideia melhor sobre a escolha da pesquisa

    bibliogrfica como mtodo para a realizao do estudo. Leia o texto que segue:

    RESUMO

    Tomando como referncia a natureza multidimensional e dinmica do conceito de vulnerabilidade em sade, o objetivo deste artigo foi promover uma discusso sobre o que vem a ser envelhecer de forma bem-sucedida mesmo na presena de vulnerabilidades. Foram selecionados estudos que discutiram dimenses da vulnerabilidade no contexto da velhice, problematizando os recursos pessoais, sociais, programticos e comunitrios que poderiam tornar as pessoas idosas menos vulnerveis em face das situaes de dependncia e capacidade funcional reduzida. Embora pouco aplicada no campo da Gerontologia, a articulao entre o conceito de vulnerabilidade em sade e o envelhecimento saudvel e bem-sucedido parece ser produtiva e precisa ser melhor explorada.

    Palavras-chave: Sade. Vulnerabilidade. Idoso.

    No resumo, os pesquisadores descrevem o objetivo da pesquisa que foi o de

    promover uma discusso sobre o que envelhecer de forma bem-sucedida. Quanto

    metodologia, refere-se descrio dos estudos selecionados que trataram da discusso

    das dimenses da vulnerabilidade no contexto da velhice, sobre os recursos pessoais,

    sociais, programticos e comunitrios que poderiam tornar as pessoas idosas menos

    vulnerveis diante das situaes de dependncia e da reduo da capacidade funcional.

    Esses so os critrios descritos de como a pesquisa bibliogrfica foi realizada.

    importante destacar que os procedimentos metodolgicos esto coerentes com o objetivo

    proposto.

    Clique no link: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-

    32832010000400012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

  • 6

    Em outro exemplo, o estudo de Gonzlez et al. (2012) tambm utilizou a pesquisa

    bibliogrfica. Veja o resumo que segue:

    RESUMO

    Reflete-se sobre as possibilidades da fenomenologia heideggeriana como referncia na anlise da educao na sade. Heidegger prope, em "Ser e tempo", a investigao sobre o sentido do ser, fundamental para o conhecimento que o homem possa ter de si mesmo como ser finito. Suas ideias provocaram transformaes na concepo humanista moderna e na prtica em educao. O indivduo sempre ator, sendo na medida em que existe, experimentando a si prprio na existncia. O modo de ser privativo da sade, o padecimento, acompanhado sempre de uma limitao da possibili