MÉTODOS DE MEDIÇÃO, SUSTENTAÇÃO DE POTÊNCIA,

Embed Size (px)

DESCRIPTION

MÉTODOS DE MEDIÇÃO, SUSTENTAÇÃO DE POTÊNCIA, EFICIÊNCIA, FIDELIDADE, PROCESSAMENTO E NOVAS TECNOLOGIAS. Ruy Monteiro. INTRODUÇÃO:. INTRODUÇÃO:. SERVENTIA DE UM AMPLIFICADOR PROFISSIONAL DE PA? - PowerPoint PPT Presentation

Text of MÉTODOS DE MEDIÇÃO, SUSTENTAÇÃO DE POTÊNCIA,

  • MTODOS DE MEDIO, SUSTENTAO DE POTNCIA,EFICINCIA, FIDELIDADE, PROCESSAMENTO E NOVAS TECNOLOGIAS.Ruy Monteiro

  • MTODOS DE MEDIO, SUSTENTAO DE POTNCIA, EFICINCIA, FIDELIDADE, PROCESSAMENTO E NOVAS TECNOLOGIAS.INTRODUO:SERVENTIA DE UM AMPLIFICADOR PROFISSIONAL DE PA?Amplificar com a maior preciso possvel o trabalho feito pelos msicos no palco e pelo tcnico de mixagem ou um DJ.

    QUALIDADES IMPRESCINDVEIS A UM AMP PARA A REALIZAO COMPETENTE DESTA FUNO?FIDELIDADEA capacidade de manter o sinal amplificador em sua sada o maisfiel (idntico) possvel ao sinal emsua entrada.BAIXA DISTORO:- Harmnica- IntermodulaoTransientesResposta- Dinmica

    POTNCIAA capacidade de amplificar aEnergia do sinal na intensidade desejada ou necessria.ALTA EFICINCIA:- Consumo- Aquecimento- Tamanho- Peso

    INTRODUO:

  • MTODOS DE MEDIO, SUSTENTAO DE POTNCIA, EFICINCIA, FIDELIDADE, PROCESSAMENTO E NOVAS TECNOLOGIAS.Mas e oTIMBRE?Timbre no medida de fidelidade.Timbre uma caracterstica sonora particular do instrumento ou equipamento. E o que define um bom timbre, o gosto do ouvinte. E fidelidade questo de similaridade, no de gosto. E gosto no se discute.Em nossas casas at podemos optar por amps, como muitos dizem, mais "musicais". Amps que tem timbres muito caractersticos e acabam tornando um som ou outro mais agradveis a depender do gosto do proprietrio. Mas isso no tem nada a ver fidelidade e um PA tem que tentar atender a todos os gostos.Em PA, amps com timbres caractersticos tem utilidade somente na obteno sonoridades especiais antes do master. Um belo exemplo so os amps valvulados que do um timbre muito caracterstico a guitarras ou microfones. Mas se o amp do PA no for somente muito fiel, at belos efeitos criados com amps valvulados sero perdidos ou sobrepostos.

    INTRODUO:

  • MTODOS DE MEDIO, SUSTENTAO DE POTNCIA, EFICINCIA, FIDELIDADE, PROCESSAMENTO E NOVAS TECNOLOGIAS.INTRODUO:Um bom amp profissional no pode se dar ao luxo de ter um gosto musical ou alterar a originalidade e timbre originais dos sons. Mesmo porque esse o trabalho do tcnico de som.

    Se o amp pasteuriza timbres, ele limita o trabalho e a capacidade do tcnico. Ele impede que o tcnico defina seu prprio gosto e d sua assinatura, que uma de suas funes e seu talento.

    Sem contar que um amp assim tambm tornaria pouco teis aquela poro de equalizadores e perifricos maravilhosos.

  • MTODOS DE MEDIO, SUSTENTAO DE POTNCIA, EFICINCIA, FIDELIDADE, PROCESSAMENTO E NOVAS TECNOLOGIAS.INTRODUO:EFICINCIADISTOROEspecificaes:Dimenses e Peso-Potncia mxima X Consumo mximo-Aquecimento X Capacidade dissipativa

    Normas Oficiais Internacionais:-Milmetros e kilos (ou equivalentes)-Watts RMS e Amperes (senide cont. 1kHz)- BTUs e C (ou equivalentes)Especificaes:THD e etc.-Linearidade X Frequncia-Sustentao de potncia

    Normas Oficiais Internacionais:-Porcentagem (%)-Variao em dB (20Hz 20kHz)- 5 minutos ou mais (mais que suficiente)Em um passado no muito distante...Era muito fcil determinarqual o amp mais eficiente.Era fcil saber qual o amp maisPerfeito. Dinmica no era problema.

  • MTODOS DE MEDIO, SUSTENTAO DE POTNCIA, EFICINCIA, FIDELIDADE, PROCESSAMENTO E NOVAS TECNOLOGIAS.INTRODUO:

  • Determinam que a potncia mxima especificada de um amp em determinada impedncia deve ser aquela em que ele capaz de sustentar, com distoro mxima de 1% e durante 5 min, uma senide contnua de 1kHz em sua entrada.NORMAS OFICIAIS MAIS UTILIZADAS:- EIA RS-490 (EIA a sigla para Electronic Industries Alliance)- IEC 268 (IEC sigla para International Electrotechnical Commission)

    Na prtica amps no so usados dessa forma, mas a inteno das normas somente o seguinte:Estabelecer um padro comparativo, informativo e classificatrio entre produtos.Elas nem poderiam determinar o uso prtico dos amps, visto que ele varia muito.

    Para que uma norma cumpra muito bem sua funo, basta que todos osfabricantes a respeitem em comum acordo. Basta estabelecer um padro.MTODOS DE MEDIO, SUSTENTAO DE POTNCIA, EFICINCIA, FIDELIDADE, PROCESSAMENTO E NOVAS TECNOLOGIAS.INTRODUO:

  • MTODOS DE MEDIO, SUSTENTAO DE POTNCIA, EFICINCIA, FIDELIDADE, PROCESSAMENTO E NOVAS TECNOLOGIAS.INTRODUO:EFICINCIADISTOROEspecificaes:Dimenses e Peso-Potncia mxima X Consumo mximo-Aquecimento X Capacidade dissipativa

    Normas alternativas:-Milmetros e kilos (ou equivalentes)-??? (despadronizao e incompatibilidade)- BTUs e C (ou equivalentes)Especificaes:THD e etc.-Linearidade X Frequncia-Sustentao de potncia

    Normas Oficiais Internacionais:-Porcentagem (%)-Variao em dB (20Hz 20kHz)- Milisegundos (insuficiente em muitos casos)Nos dias de hoje, os amps evoluiram, mas as normas... praticamente impossveldeterminar a potncia eficincia!Distoro dinmica passou a sercomum, e um grande problema.

  • MTODOS DE MEDIO, SUSTENTAO DE POTNCIA, EFICINCIA, FIDELIDADE, PROCESSAMENTO E NOVAS TECNOLOGIAS.INTRODUO:- Como escolher amps adequados para a potncia dos falantes?- Como dimensionar meu sistema de AC?- Como determinar ou obter verdadeira economia de energia? - Como ajustar meu processador?- Como comparar e estabelecer uma compatibilidade entre amps?- Como interpretar especificaes?Como atender minhas necessidades mnimas de sustentao de potncia?

    Quais so minhas necessidades reaisde sustentao de potncia?

  • MTODOS DE MEDIO, SUSTENTAO DE POTNCIA, EFICINCIA, FIDELIDADE, PROCESSAMENTO E NOVAS TECNOLOGIAS.Enquanto uma nica norma oficial no novamente aplicada e seguida, para responder s questes vitais em em relao a amps, temos de testar comportamentos prticos e aprender a simular, esmiuar e compreender as principais variveis nas tcnicas de medio.

    Para isso, o entendimento das necessidades prticas de sustentao de potncia e tecnologias tambm fundamental.

    Faremos agora rapidamente esse trabalho, e para isso abrangeremos os seguintes tpicos:INTRODUO:

  • MTODOS DE MEDIO, SUSTENTAO DE POTNCIA, EFICINCIA, FIDELIDADE, PROCESSAMENTO E NOVAS TECNOLOGIAS.INTRODUO:1- Fator de crista e sustentao de potncia (resumido);

    2- Potncia real e til de amplificadores, mtodos de medio e controle de potncia e eficincia (com medies exemplares de 3 amps bastante distintos e conceituados internacionalmente);

    3- Eficincia global prtica e consumo real til (com nfase nas tecnologias de fonte e classes de operao);

    4- A rede eltrica brasileira e as tecnologias de amplificao (os problemas, os desafios e as solues);

    5- Sustentao de potncia na prtica, processamento e fidelidade - Base em artigo da Meyer Sound USA (com demonstraes sonoras de timbre, dinmica e SPL);

    6- Interface amplificador X falantes e aplicaes prticas das normas (escolha de potncia, headroom e ajuste de processadores externos);

    7- Dvidas (se o tempo de sustentao desta palestra permitir...).

  • CARACTERSTICAS DE AMPLIFICADORES E SINAIS: Fator de Crista e Sustentao de Potncia (parte 1)MTODOS DE MEDIO, SUSTENTAO DE POTNCIA, EFICINCIA, FIDELIDADE, PROCESSAMENTO E NOVAS TECNOLOGIAS.TEMPO DE SUSTENTAO SUSTENTAO DE POTNCIA:Sustentao de potncia de um amp justamente a medida de sua capacidade em tempo de manter a sua mxima potncia especificada ou potncia de pico antes que ele seja forado a reduzi-la para se proteger de acidentes ou venha a se danificar (queima etc). E enquanto em amps que atendem a norma EIA RS-490 e IEC 268 este tempo bem determinado como sendo 5 minutos ou mais, em outros mtodos mais eles podem se limitar em milissegundos atravs de tcnicas diversas.So essas tcnicas que determinam suas normas alternativas.1- O amp pra de amplificar o sinal.2- O amp comprime o sinal.O que acontece quando o fator de crista de uma msica excede por algum momento ou na mdia a capacidade de sustentao de potncia de um amp:No amplificador:1- O som pra.2- O som sofre distoro.3- O som perde dinmica ou SPL.4- O som perde seu timbre original.5- Um pouco de tudo.No som reproduzido:

  • NORMAS E MTODOS DE MEDIO:Uso prtico.5 minutos bom. D e sobra! Mas se sobra muito...MTODOS DE MEDIO, SUSTENTAO DE POTNCIA, EFICINCIA, FIDELIDADE, PROCESSAMENTO E NOVAS TECNOLOGIAS. mercado hoje muito competitivo. Quem oferece o melhor desempenho no pacote mais compacto, leve e econmico sai na frente. E sobra em termos de potncia, significa custo pra maior parte das tecnologias. Reduzindo-se as sobras de potncia, se reduz dimenses, peso e, principalmente custos...OMas quanto sobra? E se faltar?Um Jazz, por exemplo, requisita menos sustentao de potncia de um amp que um Rock pesado. Um amp capaz de reproduzir bem um Jazz, pode passar por maus bocados para reproduzir com a competncia necessria o tal do Rock. E os efeitos dessa incompetncia a depender do estilo musical so justamente a: Distoro Harmnica (que pode ser controlada ou evitada) Distoro Dinmica (que pode disfarada ou amenizada)

  • NORMAS E MTODOS DE MEDIO:Uso prtico.Amps do passado j podiam controlar sua distoro, mas no podiam controlar ou disfarar sua distoro dinmica. Ou o amp tocava at o fim, ou arriava.MTODOS DE MEDIO, SUSTENTAO DE POTNCIA, EFICINCIA, FIDELIDADE, PROCESSAMENTO E NOVAS TECNOLOGIAS.Hoje eles podem processar o sinal de muitas maneiras, e usam em prol do controle das sobras da forma mais eficiente ou menos perceptvel. Mas se no tem tem 5 min de sobra, no tem EIA RS-490. Como fica?Eis que surgem novos meios na indstria.E cada um com um meio diferente...

  • CARACTERSTICAS DE AMPLIFICADORES E SINAIS:Fator de Crista e Sustentao de Potncia (parte 1)MTODOS DE MEDIO, SUSTENTAO DE POTNCIA, EFICINCIA, FIDELIDADE, PROCESSAMENTO E NOVAS TECNOLOGIAS.Para um amp tudo uma questo de contedo energtico e sua durao, e se define isso usando os termos fator de crista e instantneo. E isto est diretamente ligado s formas de onda mais comuns em udio.Fator de crista: justamente a relao entre a potncia mdia de um programa musical e seus picos de energi