Metologias de Avalde Impacto ambient

Embed Size (px)

Text of Metologias de Avalde Impacto ambient

A ANLISE E O USO DAS METODOLOGIAS DE AVALIAO DE IMPACTO AMBIENTAL EM ESTUDOS REALIZADOS NO CEAR

Resumo O presente estudo teve como objetivo verificar o uso de metodologias de avaliao de impacto ambiental(IA) em estudos realizados no Cear. O trabalho envolveu o levantamento exploratrio das principais metodologias de avaliao de IA utilizadas pelos empreendedores cearenses, verificando o grau de relacionamento entre as principais variveis de carter ambiental. A pesquisa do tipo desk research consistiu na anlise dos relatrios de impactos ambientais (RIMA) disponibilizados pela Superintendncia Estadual do Meio Ambiente - Cear (SEMACE), 152 RIMAs, publicados nos ltimos dez anos(1999-2004). As variveis do estudo foram: responsvel pela elaborao do RIMA, ano de publicao, empreendedor, tipo do empreendimento e tcnica de mensurao empregada. Os resultados finais apontam que, um dos pontos fracos das metodologias de avaliao ambiental estudadas, encontra-se no clculo dos custos incorridos em decorrncia do impacto ambiental causado pelo uso de um recurso natural ou por danos ao meio ambiente devido poluio. Apontam ainda que em 76,4% dos RIMAs utilizou-se de algum tipo de matriz como tcnica de avaliao de impactos ambientais, apontam tambm para a repetio de tcnicas por uma mesma consultoria em um mesmo empreendimento e uma no combinao de tcnicas avaliativas. Palavras-chave: mensurao, impacto ambiental, RIMA.

1. Introduo O crescimento das cidades nas ltimas dcadas tem sido responsvel pelo aumento da presso das atividades antrpicas sobre os recursos naturais. Em todo o planeta, praticamente no existe um ecossistema que no tenha sofrido influncia direta e/ou indireta do homem, como por exemplo, contaminao dos ambientes aquticos, desmatamentos, contaminao de lenol fretico e introduo de espcies exticas, resultando na diminuio da diversidade de habitats e perda da biodiversidade.

O que se observa uma forte presso do sistema produtivo sobre os recursos naturais, atravs da obteno de matria prima, utilizada na produo de bens que so utilizados no crescimento econmico. O desenvolvimento gerado retorna capital para o sistema produtivo que devolve rejeitos e efluentes (alm da degradao muitas vezes irreversvel) ao meio ambiente poluio. Ao longo deste processo tem-se o progresso dos centros urbanos, s custas de degradao ambiental, diminuio da oferta de recursos naturais, que gera crise energtica, diminuindo a produo de bens, e a crise econmica (ALMEIDA et al., 1993). O presente trabalho tem como objetivo verificar o uso de metodologias de avaliao de impacto ambiental em estudos realizados no Cear e compor uma ligao com a comunicao ambiental no que tange a divulgao de tais relatrios, destacando a importncia da comunicao no processo de discusso dos problemas ambientais com o propsito de fornecer subsdios para complementao da relao meio ambiente e sociedade. A realizao do trabalho envolveu o levantamento exploratrio das principais metodologias de avaliao de impacto ambiental utilizadas pelos empreendedores cearenses, verificando o grau de relacionamento entre as variveis de carter ambiental. A comunicao ambiental, neste caso, desenvolve importante papel possibilitando que em tais instrumentos especficos de gesto ambiental RIMA surjam espaos para participao dos grupos sociais envolvidos e sua conseqente atuao na formao de uma cidadania ambiental participativa. A pesquisa do tipo desk research consistiu na anlise dos relatrios de impactos ambientais (RIMA) disponibilizados na biblioteca da Superintendncia Estadual do Meio Ambiente - Cear (SEMACE) publicados nos ltimos dez anos. As variveis do estudo foram: responsvel pela elaborao do RIMA, ano de publicao, empreendedor, tipo do empreendimento e metodologia de mensurao empregada. A fim de facilitar a anlise, realizou-se uma categorizao na varivel tipo de empreendimento da seguinte maneira: Audes e barragens, Carcinicultura, Construes tursticas (hotis, pousadas, resort e outros empreendimentos tursticos), Gerao de energia (parque elico, termeltrica e energia nuclear), Minerao (extrao de argila, calcrio, calcita e granito), Pavimentao (rodovias e avenidas),Saneamento, Porto, Aeroporto, Sistema de irrigao (projetos de irrigao e adutoras), Urbanizao (requalificao urbanstica e loteamento), Outros empreendimentos.

2. Estudos de Impactos Ambientais (EIA) Conforme Resoluo CONAMA 01/86, impacto ambiental definido como "qualquer alterao das propriedades fsicas, qumicas e biolgicas do meio ambiente causada por qualquer forma de matria ou energia resultante das atividades humanas que direta ou indiretamente, afetam: I - a sade, a segurana e o bem estar da populao; II - as atividades sociais e econmicas; III - a biota; IV - as condies estticas e sanitrias do meio ambiente; e V - a qualidade dos recursos ambientais". De acordo com Silva (1989), EIA um processo de estudo utilizado para prever as conseqncias ambientais resultantes do desenvolvimento de um projeto. Este projeto pode ser, por exemplo, a construo de uma hidreltrica, irrigao em larga escala, um porto, uma fbrica de cimento ou um plo turstico, entre outros. Depende de elaborao de EIA/ RIMA o licenciamento de atividades modificadoras do meio ambiente, tais como: estradas de rodagem com 2 (duas) ou mais faixas de rolamento; ferrovias; portos e terminais de minrio, petrleo e produtos qumicos; aeroportos, conforme definidos pelo inciso I, artigo 48, do Decreto-Lei n. 32, de 18 de novembro de 1966; oleodutos, gasodutos, minerodutos, troncos coletores e emissrios de esgotos sanitrios; linhas de transmisso de energia eltrica, acima de 230 KW; obras hidrulicas para explorao de recursos hdricos, tais como: abertura de canais para navegao, drenagem e irrigao, retificao de cursos dgua, abertura de barras e embocaduras, transposio de bacias, diques; extrao de combustvel fssil (petrleo, xisto, carvo); extrao de minrio, inclusive os da classe II, definidos no CDIGO DE MINERAO; aterros sanitrios, processamento e destino final de resduos txicos ou perigosos; usinas de gerao de eletricidade, qualquer que seja a fonte de energia primria, acima de 10 MW.

3. Relatrio de Impacto Ambiental (RIMA) O objetivo do EIA assegurar que os problemas em potenciais possam ser previstos e atacados no estgio inicial da elaborao do projeto, isto , no seu planejamento e design. No sentido de atingir este objetivo, um resumo conclusivo do EIA, contendo previses e denominado de Relatrio de Impacto Ambiental RIMA, apresentado a todos os segmentos envolvidos no empreendimento, tanto da parte dos investidores, planejadores, projetistas, como das partes dos rgos governamentais federais e/ ou estaduais do meio ambiente. Normalmente, estes ltimos so os responsveis pela permisso (licena sobre o ponto de vista ambiental), para implementao do projeto. O Relatrio de Impacto Ambiental (RIMA) o documento que apresenta resultados dos estudos tcnicos e cientficos de avaliao de impacto ambiental. Constitui um documento do processo de avaliao de impacto ambiental e deve esclarecer todos elementos da proposta em estudo, de modo que possam ser divulgados e apreciados pelos grupos sociais interessados e por todas as instituies envolvidas na tomada de deciso. Segundo a resoluo CONAMA 001/86, o RIMA deve ser apresentado de forma objetiva e adequada sua compreenso, devendo as informaes serem traduzidas em linguagem acessvel, ilustradas por mapas, quadros, cartas, grficos, etc. Objetiva-se assim que sejam mais facilmente transmitidas as informaes sobre as vantagens e desvantagens do projeto, bem como todas as consequncias ambientais da sua implementao. De acordo com Silva (1989), o RIMA deve conter os objetivos e justificativas do projeto e sua relao e compatibilidade com as polticas setoriais; a descrio do projeto e suas alternativas tecnolgicas e locacionais; a sntese dos resultados dos estudos de diagnstico ambiental; a descrio dos provveis impactos da implantao e operao da atividades; a caracterizao da qualidade ambiental futura da rea de influncia do projeto; a descrio dos efeitos esperados das medidas mitigadoras em relao aos impactos negativos; o programa de acompanhamento e monitoramento dos impactos e a recomendaes quanto a alternativa mais favorvel.

4. Avaliao de Impacto Ambiental (AIA)

A Avaliao de Impacto Ambiental estabelecida a partir dos Estudos de Impacto Ambiental (EIA). Estes estudos so constitudos de um conjunto de atividades tcnicas e cientficas que incluem o diagnstico ambiental com a caracterstica de identificar, prevenir, medir e interpretar, quando possvel, os impactos ambientais. Pimentel (1992), contribui com essa questo ressaltando que a AIA no um instrumento de deciso, mas sim de subsdio ao processo de tomada de deciso. Seu propsito de obter informaes atravs do exame sistemtico das atividades do projeto. Isto permite que se possa maximizar os benefcios, considerando os fatores sade, bem-estar humano e meio ambiente como elementos dinmicos no estudo para avaliao. A Avaliao de Impacto Ambiental pode ento ser considerada como uma componente integrada no desenvolvimento de projeto e como parte do processo de deciso, proporcionando uma retroalimentao contnua entre as concluses e a concepo da proposta (VERDUM, 1992). Barbieri (1995), ao escrever sobre AIA (Avaliao de Impacto Ambiental) na legislao brasileira, apresenta a definio do objetivo da AIA dado pelo PNUMA (Programa das Naes Unidas para o Meio Ambiente), e salienta que os problemas, conflitos e as agresses ao meio ambiente devam ser verificados sobre os seguintes pontos: danos populao, a empreendimentos vizinhos e ao meio fsico e biolgico, de maneira que se garanta o tratamento dos efluentes em seu estgio preliminar de planejamento do projeto. Baasch (1995), em seu estudo sobre Avaliao de Impacto Ambiental (AIA), define o objetivo da AIA enquanto instrumento de poltica ambiental como sendo o de tornar vivel o desenvolvimento em harmonia com o uso dos recurso