Meu maior tesouro

  • View
    215

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

GERALMENTE AORECEBERMOS UM PRESENTE DE VALOR NOSSO CORAÇÃO SEENCHE DE GRATIDÃO EDE AMOR. MAS, OU-lEMOS OPRESENTE! PARA QuE NOS SERVIRÁ? SENÃO SOUBERMOS USÁ-LO . QUE VALOR ENTÃO TERÁ'7., ESTA AQUI DENTRO DESSE BAÚ ELE f: OMEU rvlAIOR ORGULHO! AQUELE QUE PRESENTEIA GANHA EM NOSSO CORAÇÃO UM LUGARZTNHO ESPECIAL.. ~Oll!)ell!): SABEM, EU GANHEI UM PRESENTE DEMUITO VALOR! SJ\BETvf NÃO IrvIPORT:\! O QUI~ P,,!PORTA É QUE ELE AGORA É O MEU TESOURO E AUTOR: TvanaRita M. A.Klippel

Text of Meu maior tesouro

  • ---- _. . - _ ..--- .

    ... (.~ .

    AUTOR: Tvana Rita M. A. Klippel

    - FUNDO rvrusrcAL lUZ NO CENTRO DO PALCO ABREM-SE AS CORTINAS EENTRA LJ~! PERSONAGEM COM UTvl PEQUENO BA NAS MOS. SENTA-SE NOCHi\O E O ,,\CARIeIA DEMONSTR,t\NDO GR.'\N[)E INTERESSE. DIMINUI OfUNDO ivfUSICAL.

    v'Yd\~ ~d\~O~:GERALMENTE AO RECEBERMOSUM PRESENTE DE VALORNOSSO CORAO SE ENCHEDE GRATIDO E DE AMOR.

    AQUELE QUE PRESENTEIAGANHA EM NOSSO CORAOUM LUGARZTNHO ESPECIAL..U\/IA MAIOR ATE1'-rAO'

    MAS, OU-lEMOS O PRESENTE!PARA QuE NOS SERVIR?SE NO SOUBERMOS US-LO .QUE VALOR ENTO TER'7.,

    FUNDO MUSICAL. O HO!\IErvf SE LEVANT,\ COM O BA NAS MOS CHEIO DEO~GULHO Dfi\IINUI O FUi\IDO MUSICAL E ELE COMEA A fALAR PARA OPUBLICO.

    ~Oll!)ell!):SABEM, EU GANHEI UM PRESENTE DE MUITO VALOR! SJ\BETvfQUEM \fE DEU'! fOI. FOI. .. IH! ACHO QUE EU ESQUECI QUEM ME DEU! 1vfAS,NO IrvIPORT:\! O QUI~ P,,!PORTA QUE ELE AGORA O MEU TESOURO EESTA AQUI DENTRO DESSE BA ELE f: O MEU rvlAIOR ORGULHO!

    - fUNDO ~!ruSICAL VEM ENTRANDO UM HOMEM COM ALGUNS PEDAOS DEMADEIRA NA M..O E INSTRUMENTOS DE CARPfNTARIA. SENTA-SE NillvflADO DO PA,LCO E COMEA /\ TRABALHAR COM A MADEIRA. VA]DIMINUINDO O fUNDO i\1USICAL.

  • ~ot)!}et)!}:EI, AMIGOI VOC NO VIU QUE EU ESTAVA CONVERSANDOCOM OS :\'fEUS AMIGOS AQUI? QUE BARULHEIRA f~ ESSA QUE VOC ESTFAZENDO AQUJ'l V TRABALHAR EM OUTRO LUGARI VOC FAZ MUITOBARULHO, vAI PODE IR SAINDOI- O CARPINTEIRO OLI-IA PROFUNDAMENTE PARA O HOMEM E SAI COM UMSEtvfI3LANTE TRISTE

    ~otlnet)!}: BEM, COMO EU IA DIZENDO, ESSE T\~~:U PRESENTE i'-.fEStv10INCRVEL .. MAS O QUE AQUILO?

    - ADMIRA-SE OLHANDO PARA O FUNDO DA PLATIA FUNDO MUSICAL DOFUNDO DA PL\TIA VE~1 VINDO A GUA AO SEU ENCONTRO. SOBE AOPALCO E OLHA CO\-1 CURIOSIDADE P/\RA O BA. DIMrNUI O FUNDOMUSICAL

    c:OZf~: QUE BONITO BA VOC TEM A, MEU AMIGO! O QUE SER QUETEM DENTRO')

    ,soiltJtiltJ: UM GRAr--,roE TESOUROI

    ~qZlo2\: AHI VOC DEIXA EU VER DEIXA?

    ..sOtltlt':ll'!J: MAS. EU NEM SEI QUEM VOCI COMO POS~O IR TE::

    cOZlo2\: NO SEJA POR ISSO; EU ME APRESENTO EU SOU AGU/\AQUELA QUE COBRE A i\1:\IOR PARTE DESSE PLANETA; AQUELA Q'JE I\lATAA SEDE F D.-\ LAR AOS PEIXES; AQUELA QUE PURIFICA DA SUJEIRA FSICA ETAM13t~rvl L.c\ V.'\ O PECADO ATRAVS DO BATISMO

    ~O~~l)!}: POIS BEM, DONA GUA, EU VOU LHE MOSTRAR O MEUTESOURO. MAS S PODE OLHAR, VIU'

    -ELE ABRE O BA E A GUA OLHA ESPANTADA

    c:OZf~: QUE tvfAR.'\ VILHA! VOC PRECISA MOSTRAR ISSO PARA TDOMUNDO I

    c:OZld1: POR QUE BOM DEMArSI OLHE, COMO EU SOU A GUA E E~TOUEM '1'(1)-\ P-\RlE I)ESSE PLANETA, vocr PODERIA r'vIL DI:IXAi{ LEVAR ESSESEU TESOURO r\TRA VES DOS MARES, RIOS, RIACHOS, CRREGOS .. E ASSI\;fMOSTRkLO !\ TODO r-.,'IUNDGI

  • ~O{)!letlt): DE MODO ALGUM! IMAGINE S! DEIXAR O MEU TESOURO EMSUAS rvIOS' NEM PENSAR'

    _ENTRA UM HOMEM SE ARRASTANDO NO PALCO, MAL VESTIDO E SUJO.

    ~e.{l)e~o: MOO! POR FAVOR, EU TENHO SEDE! D-ME ALGO PARABEBER' EU LHE I1vIPlORO, MOO! ESTOU MORRENDO DE SEDE!

    ~etlt): EU') MAS EU NO TENHO NADA PARA MATAR SUA SEDE.

    c::AOZf02\: COMO NO'? ESSE SEU TESOURO CAPAZ DE SACIAR TODA ASEDE DO MUNDO!

    ~O'l1letlt): MAS, EU NO VOU D-LO A NTNGUfvl! PORQU VOC MESMANAo r-...'IATAA SEDE DELE') AFINAL, VOC NO A GUA?!

    - A GUA OlHA.-O DECEPCIONADO, LEVANTA DO CHO O HOMEtvl QUEESTAVA CADO E rALA.

    cAOZf02\: VEI'.fHA, MEU AMIGO. POR HORA, EU TEREI QUE MATAR A SUASEDE. ESTE H0rvlErvf AINDA NO ESTA PRONTO PARA SACIAR A SEDE DESEUS SEMELHANTES.

    - A GUA SAI COM o SEDENTO.

    ~etlt): IMAGINEM S' J ESTO COBIANDO O MEU TESOURO'

    - FUNDO MUSICAL. ENTRA OUTRO PERSONAGEM REPRESENTANDO A TERRAOBSERV/\ O }-IOi\,1Ei\!COM SEU BAU E SE APROXIMA DIMINUI o FUNDOMUSICAL.

    7e~~d\: o QUE QUE VOC GUARDA A COM TANTO CUIDADO?

    ~cn~tl'!J: O ~vrEUTESOURO! E VOC, QUEM 'J

    7e~~02\: EU SOU A TERRA SOU A ME DO HOMEM E TAMBM SEUULTIMO ABRIGO SOU EU O BERO DAS PLANTAS E DE TUDO AQUILO QUEALIMENTA O HOMEM SOU EU QUEM ACOLHO A RELVA DO CAMPO E ASFLORES QUE DAo ALEGRIA SUA VIDA. MAS. QUE TESOURO ESSE?

    .s(J')1)l,tlt): UM GRANDE PRESENTE QUE GANHEI, DONA TERRA' QUERVER?

    7~~cA: CLARO'

  • --------

    o HO MEM ABRE A CAIXA DEVAGAR E A TERRA SE MARAVILHA COM O QUEV,

    7.:1"':f02\: iv'fAS QUE BELO TESOUROI O MAIS BONITO QUE J VI!

    ~O.'}'~tl!l:POIS E AS PESSOAS J ESTO QUERENDO ROUB-LO DE MIM,SABlr' ,? OLHE S, ALI VEM OUTROS QUE DEVEM QUERER O MEU TESOURO I

    - FUNf.)O MUSICAL. ENTRA UM CASAL AMBOS ESTO ABATIDOS, FRACOS ECOM \ 'fUlTA FOi'v'fE O HOMEM CARREGA NAS COSTAS UMA ENXADA, E AMULI-IER, Ui\IA PEQUENA TROUXA DE ROUPAS, DIMINUI O FUNDO MUSICAL

    O~ ~(Stl!l - 7~~c1t: TEMOS FOME, MEU SENHOR! D-NOS UM POUCODE P.OI (DISSE O HOMEM)

    ~~ tl!J: PO? EU NO TENHO POI

    ~tl!l - : 7e:f:fc1t: E NESTE BA? SER QUE NO H ALGO QUE POSSAMOSCOMER? (l >ERGUNTA A MULHER)

    ~Oil!letY!~: NOI NO HI MAS" VEJO QUE O SENHOR TEM AI UNfAENXAD,c\1 PC -)RQU NO TRABALHA PARA TER O QU COMER?

    ~tl!l - 7f.,:f:fo2\: EU TRABALHARIA SE TIVESSE TE!U~APAJv\ PLI'.r;ARIMAS NO TEl '\fdOTSTOU MORRENDO DE FOMEI (RESPONDE O HOMEM)

    ~etl!J: SINTO MUlTO, MAS NO TENHO COMIDA PARA LHE DAR,

    7e~~02\: ( OMO NO? E ESSE SEU TESOURO? ELE CAPAZ DE MATAR AFOME DE TOl lA HUMANIDADE I

    ~etl!J: liAS MEU! EU O GANHEI I

    - A TERRA OL A COM RE,PROV AO,

    7~~c1t: ro VASTO ESTE PLANETA QUE TEM O MEU NOME, E EMTODOS OS RE '\NTOS H PESSOAS FAMINTAS DE TODO O TIPO DE PO, SEVOC D1VIDI~ E ESSE SEU TESOURO, ELE PODERIA ALIMENTAR MILHARESDE FAi\'11NT05 \'IAS SUA ALMA AINDA NAo COMPREENDE ISSO, VENHAM,MEUS AMIGC ! EU PRODUZIREI FRUTOS PARA ALIMENT-LOS PORENQUANTO (t fERRA SAI COM OS DOIS),

    ~etl!J: )IS BEMI TERRA I O QUE MAIS FALTA APARECER AQUI?

  • - FUNDO ivfUSICAL. ENTRA O AR RODOPIANDO AO REDOR DO HONfEM.DIMINU! O fUNDO MUSICAL.

    ~etl'!J: QUE SER ENGRAADO! T..O LEVE E SUAVE! QUEM VOC?

    02\:f: [U SOU O AR ESTOU EM TODA PARTE! AQUI, ALI, ACOL! SOU MANSOE CAL\'fO COI\'IO A BRISA, OU CHEIO DE rORA E SELVAGEM COMO OrURAC.O' E VOCE, IIOMEM! O QLE fAZ A COM ESSE BA NAS MOS?

    ~~tl'!J: ESTOU GUARDANDO O MEU TESOURO.

    d\:(,: TESOURO? O QUE ? OURO OU PRATA?

    ~Otl'!J~tl'!J:Ni\O! [~ i\'fUITO 1\1ELI 10R QUE ISSO! EU POSSO LHE MOSTRAR. ..MAS S SI"::\'OCE NAo TENTAR ROUB-LO DE MIM!

    .a

    ., ,d\~: MAS. E CLARO!

    - O HONrEiv! r\BRE A CAIXA E O AR ADMIR(\ O TESOURO.J rf I ~1Y7iA I.',J o.{/ /71

    cA:f: RF;\L~'!FNT[ UM TESOURO! vorr r~Uivl HOMEM DE MUlTA SORTE!TER U~d TESOURO COMO ESSE PARA OlVIDTR COM OS OUTROS ...

    di"': Sri'vl VOCE DEVE MOSTR-LO A TODOS' SE QUISER. EU POSSO AJU[)/ .~.1~ I' I

    PGS-:CS-O Cr:V.\R ESSE: TESOURO N.'\S 1\'IfNII.!\S ASAS PELOS QUATRO C.\NTOS150 i\IUi\'DO P.,\RA QUE TODOS O CONHEAM

    ~t::I)!J; EU N.O SEI SE QUERO fAZER ISSO!{}fb :.....-ljJ,

    d\~: OLHE. PODEMOS COMEAR COM AQUELA PESSOA QUE VEM ALI.

    - FUNDO MUSICAL. ENTRA UM PERSO AGEM TOSSrNDO MUITO E COMDIfICULDADE EM RESPIRAR. DIMINUI O FUNDO MUSICAL.

    ~Ol!Jll!J: O QU VOC TEM? EST PASSANDO MAL?

    ..5ZfJOCc7\.z,O: PRECISO DE AR! ESTOU SUfOCADO PELAS fNJUSTIASDESSE rvIUNDO! ME AJUDE, !vl0O! NAo AGENTO MAIS!

    ~~Il!J: 1"f/\S O QUE EU POSSO FAZER?

  • ,.,

    d\~: ESCUTEI ESSE SEU TESOURO PODE TRAZER UM FLEGO DE VIDA, ?, ;!

    PARA TODOS QUE O CONHECEREM. VOCE PRECISA DIVIDI-LO COM OSOUTROS! ELE COMO O AR .. CO\10 EU! PARA TODAS AS PESSOASI NO EXCLUSI'v'ID:\DE DE NINGUM!

    .so~etl!1: SE ISSO FOSSE VERDADE ELE NO TERIA SIDO DADO A MIM ESIM f\ TODO MUNDOI

    - O AR REPROVA A ATITUDE DO HOMEM E AMPARA O SUFOCADO.

    d\~: I~UM!\ PENAl VOC ESTA FAZENDO UI\1 GRANDE MAL A SI MESMO. SENO FIZER 801\1 USO DO SEU TESOURO, .ACABAR FICANDO SEM ELE. TODOPRESENTE SEi,,' L.ISO NO TEi\1 O MENOR VALOR. EU DARIA A ESTA POBREALMA O Al.iVIO QUE voct PODE D.i\R POIS ESTE SEU TESOURO PODERIASER NECESSARIO COMO O AR P!\RA i\1UIT.i\ GENTE.

    -0 AR SAI C01vl O SUFOCADO E O HOMEM FICA S FUNDO MUSICAL ENTRANOV Al"fENTE O CARPINTEIRO E COME( A A TRABALHAR DENOVO .

    ..sOtl!Jetl!l: VOC OUTRA VEZ') NO ME DIGA QUE TAMBM VAI QUERER OMEU TESOUROI ALIAs, VOC J. VIU O MEU TESOURO')

    - O CARPINTEIRO OU-IA-O SERIO E NADA RESPONDE. CONTINUATRABALHANDO

    ~otY!:JetY!:J:HUM, VOC BEM ESQUISITO, HETNI? ~O NICO QUE AIND!\NO SE TNTERESSOU PELO MEU TESOURO. MELHOR ASSIMI A ELE FICASENDO S rvfEU!

    - FUNDO rvfUSICAL ENTRA O FOGO MUITO FACEIRO E AGITADO. DIMINUI OFUNDO MUSICAL O CARPINTEIRO CONTINUA NO PALCO.

    JOGO: [SER. QUE VOC NO PODERIA MOSTRAR PARA MTh1 ESSETESOURO')

    ~etl!l: VOC') DEIXE-ME VER .. VOC DEVE SER. .. O FOGO!

    ...10'10: ISSO MESMO! EU SOU O FOGO QUE DEVORA A LENHA, QUECONSOivfE A RELVA SECA E AQUECE A SUA CASA SOU EU QUEM ILUMINOAS TREVAS, MAS SOU TAMBE::M O r.OGO QUE H DE DESTRUIR AQUELES QUEAMAM AS TREVAS.

    ~Otl!letl!l: E SE EU LHE MOSTRAR O MEU TESOURO, VOC NO VAIQUEIM-LO, NO ')

  • JOC10: CLARO QUE NO!

    - O HOMEM ABRE O BA E SE ASSUSTA

    ~o~e~: O QU? 01'rDE EST O MEU TESOURO? SUMIU! COMO PODESER? SUMIU'

    - O FOGO RI DEBOCHADO.

    -..10'10: BELO TESOURO ESSE SEU QUE SE DESFAZ COMO FUMAA!

    ~o~et)!:): MAS EU JURO' ESTAVA AQUI... ONDE FOI PARAR O MEUTESOURO?

    JO'1O: VOC NO SABE? PORQUE NO PERGUNTA QUELE HOMEM?

    - O FOGO APONTA PARA O CARPINTEIRO. O FOGO SAI.

    ~~et)!:): ELE? SER QUE ELE SABE? EI, MOO' O SENHOR SABE ONDEFOI PARAR O MEU TESOURO?

    - O CARPINTEIRO OLHA-O PROFUNDAMENTE, ABANDONA O SEU TRABALHOE SE LEVANTA

    CcA~1J..J...N7e..J~o:ONDE EST, EU NO SEI. EMBORA EU MESMO OTENHA DADO A VOC.

    ~~et)!:): VOC? ESPERE A... QUEM VOC? PORQU EST SEMPRE ATRABALHA1',fDO SEM PARAR?

    CcA~1J..J...N7e..J~o:VOC NEM SE LEMBRA MAIS DE MIM, MAS FUl EUQUEM TE DEU O SEU MAIOR PRESENTE A SUA SALVAO' ESTE PRESENTEQUE VOC GUARDAVA COM TANTO ORGULHO SE TORNA MUITO MAIOR SEVOC ANUNCI-LO AOS OUTROS. ELE COMO UMA SEMENTE. SE NO FORPLANTADA. JAMAIS P