Ministrio da Sade Secretaria de Vigilncia em Sade 21 Ministrio da Sade Secretaria de Vigilncia em Sade

  • View
    0

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Ministrio da Sade Secretaria de Vigilncia em Sade 21 Ministrio da Sade Secretaria de Vigilncia em...

  • 21 Ministério da SaúdeSecretaria de Vigilância em Saúde Doença pelo Coronavírus COVID-19 BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO ESPECIAL

    Semana Epidemiológica 27 (28/06 a 04/07)

    Sumário

    Apresentação

    O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS/MS), divulga, semanalmente, um Boletim Epidemiológico Especial (BEE), apresentando uma análise mais detalhada sobre o perfil de casos e óbitos da COVID-19 e hospitalizações e óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Brasil, por Macrorregiões e Unidade da Federação.

    Essa edição do boletim apresenta a análise referente à Semana Epidemiológica 27 (28/06 a 04/07) de 2020.

    A divulgação dos dados epidemiológicos e da estrutura para enfrentamento da COVID-19 no Brasil ocorre diariamente por meio do site:

    | SUMÁR IO |

    Apresentação 1 SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DA COVID-19 2

    Mundo 2 Brasil 6 Macrorregiões e UF 10

    SÍNDROME RESPIRATÓRIA AGUDA GRAVE (SRAG) 28 SRAG Hospitalizado 28 ÓBITOS POR SRAG 32 ÓBITOS DE SRAG POR COVID-19 35 PERFIL DE CASOS DE SG SUSPEITOS DE COVID-19 E CASOS DE SRAG HOSPITALIZADOS E ÓBITOS POR SRAG EM PROFISSIONAIS DE SAÚDE 36

    Casos de Síndrome Gripal (SG) 36 Casos e óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) 36

    PERFIL DE CASOS E ÓBITOS POR SRAG EM GESTANTES 40

    Casos hospitalizados de SRAG em gestantes 40 Óbitos de SRAG em gestantes 43 Vigilância Laboratorial 47

    ANEXOS 54

    Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde SRTVN Quadra 701, Via W5 – Lote D, Edifício PO700, 7º andar CEP: 70.719-040 – Brasília/DF E-mail: svs@saude.gov.br Site: www.saude.gov.br/svs

    Versão 1 08 de julho de 2020

    CORONAVIRUS BRASIL// covid.saude.gov.br https://susanalitico.saude.gov.br/ https://opendatasus.saude.gov.br/

  • BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO ESPECIAL | Secretaria de Vigilância em Saúde | Ministério da Saúde

    2

    Semana Epidemiológica 27 (28/06 a 04/07)

    Boletim Epidemiológico ISSN 9352-7864

    ©1969. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.

    Editores responsáveis: Arnaldo Correia de Medeiros (SVS) Departamento de Análise em Saúde e Vigilância de Doenças Não Transmissíveis (DASNT/SVS): Eduardo Marques Macário. Coordenação-Geral de Informações e Análises Epidemiológicas (CGIAE): Giovanny Vinícius Araújo de França, Valdelaine Etelvina Miranda de Araujo, Augusto César Cardoso Dos Santos, Fernanda Carolina de Medeiros, João Matheus Bremm, Ronaldo Fernandes Santos Alves, Livia Antunes, Natália Bordin Barbieri. Coordenação-Geral de Vigilância de Agravos e Doenças Não Transmissíveis (CGDANT/DASNT/SVS): Luciana Monteiro Vasconcelos Sardinha, Ellen de Cássia Dutra Pozzetti Gouvêa; Luiza Eunice Sá da Silva; Patrícia Pereira Vasconcelos de Oliveira; Sheila Rizzato Stopa e Vera Lúcia Tierling. Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis (DEIDT/SVS): Marcelo Yoshito Wada. Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações (CGPNI/DEIDT/SVS): Francieli Fontana Sutile Tardetti Fantinato, Daiana Araújo da Silva, Caroline Gava, Felipe Cotrim de Carvalho, Jaqueline de Araujo Schwartz, Fernanda Bruzadelli Paulino da Costa, Líbia Roberta de Oliveira Souza, Walquiria Aparecida Ferreira de Almeida, Deise Aparecida dos Santos, Orlando Marcos Farias de Sousa. Departamento de Articulação Estratégica de Vigilância em Saúde: Greice Madeleine Ikeda do Carmo. Coordenação Geral de Laboratórios de Saúde Pública: André Luiz de Abreu, Miriam Teresinha Livorati, Gabriela Andrade Pereira, Leonardo Hermes Dutra, Ronaldo de Jesus, Vagner Fonseca.

    SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DA COVID-19

    Mundo

    Até o final da Semana Epidemiológica (SE) 27 de 2020, 04 de julho, foram confirmados 11.241.655 casos de COVID-19

    no mundo. Os Estados Unidos foram o país com o maior número de casos (2.839.542), seguido por Brasil (1.577.004), Rússia (674.515), Índia (673.165) e Peru (299.080) (Figura 1A). Em relação aos óbitos, foram confirmados 530.668 no mundo até o dia 04 de julho. Os Estados Unidos foi o país com maior número absoluto de óbitos (129.676), seguido do Brasil (64.265), Reino Unido (44.198), Itália (34.854) e México (30.366) (Figura 1B).

    Fonte: Our World in Data - https://ourworldindata.org/coronavirus - atualizado em 04/07/2020.

    FIGURA 1 Distribuição do total casos (A) e óbitos (B) de COVID-19 entre os 20 países com maior número de casos em 2020

    Produção: Alexandre Magno de Aguiar Amorim, Aedê Cadaxa, Fábio de Lima Marques, Flávio Trevellin Forini, Sueli Bastos (GAB/SVS)

    Projeto gráfico/diagramação: Fred Lobo, Sabrina Lopes, Fernanda Almeida (GAB/SVS)

    (A) (B) 125.039

  • BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO ESPECIAL | Secretaria de Vigilância em Saúde | Ministério da Saúde

    3

    Semana Epidemiológica 27 (28/06 a 04/07)

    Fonte: Our World in Data - https://ourworldindata.org/coronavirus - atualizado em 04/07/2020.

    O coeficiente de incidência no mundo ao final da semana epidemiológica 27 foi de 1.442,2 casos para cada 1 milhão de habitantes. Dentre os países com população acima de 1 milhão de habitantes, a maior incidência foi identificada no Catar (34.743 casos/1 milhão hab.), seguido de Bahrein (16.958/1 milhão hab.), Chile (15.266/1 milhão hab.), Kuwait (11.544/1 milhão hab.) e Armênia (9.415/1 milhão hab.). Nesta classificação, o Brasil aparece na 10ª posição com um coeficiente de 7.504 casos/1 milhão de habitantes (Figura 2A).

    Até o final da SE 27, 53,8% (6.078.552/11.294.859) das pessoas infectadas por COVID-19 no mundo tinham se recuperado. O Brasil era o país com o segundo maior

    Já em relação ao coeficiente de mortalidade (óbitos por 1 milhão de habitantes), o mundo apresentou até o dia 27 de junho de 2020 uma taxa de 68,1 óbitos/1 milhão. Dentre os países com população acima de 1 milhão de habitantes, a Bélgica apresentava o maior coeficiente (843/1 milhão hab.), seguido pelo Reino Unido (651/1 milhão hab.), Espanha (607/1 milhão hab.), Itália (576/1 milhão hab.) e Suécia (536/1 milhão hab.). Nesta classificação, o Brasil aparece na 12ª posição com um coeficiente de 306 óbitos/1 milhão hab (Figura 2B).

    FIGURA 2 Distribuição dos coeficientes de incidência (A) e mortalidade (B) (por 1 milhão de habitantes) de COVID-19 entre os 20 países com populações acima de 1 milhão de habitantes

    número de recuperados (876.359 ou 14,4% do total mundial), atrás dos Estados Unidos (894.325 ou 14,7%) e a frente da Rússia (449.995 ou 7,4%) (Figura 3).

    (A) (B)

  • BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO ESPECIAL | Secretaria de Vigilância em Saúde | Ministério da Saúde

    4

    Semana Epidemiológica 27 (28/06 a 04/07)

    As Figuras 4 e 5 mostram a evolução do número de casos e óbitos novos por COVID-19 por semana epidemiológica nos sete países mais afetados pela doença. É importante considerar que cada país está em uma fase diferente da pandemia. Utilizando essa métrica, os Estados Unidos foi o país que apresentou o maior número de registros de casos novos na semana epidemiológica 27 (371.705), seguido pelo Brasil (263.337) e Índia (164.212). Estes países apresentam uma trajetória ascendente de casos, enquanto Rússia, Reino Unido, Peru e Chile apresentam

    estabilização no número de casos novos. Já em relação aos óbitos, o Brasil registrou o maior número de óbitos novos na SE 27 (7.195), seguido dos Estados Unidos (4.637) e México (4.587). Os Estados Unidos e México, que apresentam uma curva decrescente entre a SE 26 e a SE 27. O Brasil, embora apresenta números elevados de óbitos, apresenta uma tendência de estabilização nas últimas 6 semanas. Já Reino Unido, Itália, França e Espanha apresentam trajetória descendente.

    FIGURA 3 Distribuição dos casos recuperados de COVID-19 entre os 10 países com o maior número de recuperados em 2020

    Fonte: Johns Hopkins Coronavirus Resource Center - https://coronavirus.jhu.edu/map.html - atualizado em 04/07/2020.

  • BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO ESPECIAL | Secretaria de Vigilância em Saúde | Ministério da Saúde

    5

    Semana Epidemiológica 27 (28/06 a 04/07)

    FIGURA 4 Evolução do número de novos casos confirmados de COVID-19 por Semana Epidemiológica segundo 7 países com maior número de casos

    FIGURA 5 Evolução do número de novos óbitos confirmados de COVID-19 por Semana Epidemiológica segundo países com maior número de óbitos

    Fonte: Our World in Data - https://ourworldindata.org/coronavirus - atualizado em 04/07/2020.

    Fonte: Our World in Data - https://ourworldindata.org/coronavirus - atualizado em 04/07/2020.

  • BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO ESPECIAL | Secretaria de Vigilância em Saúde | Ministério da Saúde

    6

    Semana Epidemiológica 27 (28/06 a 04/07)

    Brasil

    O Ministério da Saúde recebeu a primeira notificação de um caso confirmado de COVID-19 no Brasil no dia 26/02. De 26/02 a 04 de julho, foram confirmados 1.577.004 casos e 64.265 óbitos por COVID-19 no Brasil. O maior número de novos registros de casos ocorreu no dia 19 de junho (54.771 casos) e o de novos registros de óbitos em 04 de junho (1.473 óbitos) (Figura 6A e 6B).

    Durante a semana epidemiológica 27, foram registrados um total de 2

Recommended

View more >