Click here to load reader

Moacir Gadotti - Centro de Apoio Operacional das ... · PDF filePor uma política nacional de educação popular de jovens e adultos / Moacir Gadotti. — 1. ed. — São Paulo : Moderna

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Moacir Gadotti - Centro de Apoio Operacional das ... · PDF filePor uma política...

  • Moacir Gadotti

    No Brasil foi dada prioridade Educao das crianas por meio de um pacto nacional. A medida acertada e justa. No entanto, para que essas crianas e jovens tenham realmente um futuro melhor, elas devem contar com um oportuno e efetivo apoio de suas famlias. E esse apoio envolve a Educao de seus pais e familiares. Em todo o Brasil nossas crianas e jovens no lograro uma vida mais livre, participativa, consciente e feliz sozinhos. Precisam dos adultos. a famlia como um todo que precisa libertar-se do precrio das condies de suas vidas, libertando-se, de forma definitiva e consistente, do analfabetismo. No podemos nem devemos separar a Educao de crianas e jovens da Educao de adultos. Seria um grave equvoco, e esse equvoco compromete a construo do Pas que queremos. Um Pas construdo como uma sociedade justa, inclusiva, solidariamente produtiva e sustentvel. Precisamos de um pacto pela eliminao do analfabetismo de jovens, adultos e idosos. So essas as ideias defendidas pelo educador Moacir Gadotti neste livro.

    POR UMA POLTICA NACIONAL DE EDUCAO POPULAR DE JOVENS E ADULTOS

    politica_educacao_capa_final.indd 1 1/22/14 9:27 AM

  • politica_educacao_miolo_final.indd 4 1/22/14 9:50 AM

  • Por uma Poltica nacional de educao PoPular de

    jovens e adultos

    politica_educacao_miolo_final.indd 1 1/22/14 9:50 AM

  • Moacir Gadotti

    Diretor do Instituto Paulo FreireProfessor Titular da Universidade de So Paulo

    Por uma Poltica nacional de educao PoPular de

    jovens e adultos

    2014 Editora Moderna Ltda.

    Produo EditorialEditora Moderna

    Diretoria de Relaes InstitucionaisLuciano MonteiroLucia Jurema Figueira

    Coordenao da Produo EditorialAna Luisa Astiz

    RevisoLessandra Carvalho

    Editorao EletrnicaLaura Lotufo / Paula Astiz Design

    Dados Internacionais de Catalogao na Publicao (CIP)(Cmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)

    Gadotti, Moacir Por uma poltica nacional de educao popular de jovens e

    adultos / Moacir Gadotti. 1. ed. So Paulo : Moderna : Fundao Santillana, 2014.

    1. Educao - Brasil 2. Educao - Finalidades e objetivos 3. Educao de adultos 4. Educao de jovens 5. Poltica e educao - Brasil I. Ttulo.

    14-00495 CDD-379.81

    ndices para catlogo sistemtico:1. Brasil : Poltica educacional 379.81

    politica_educacao_miolo_final.indd 2 1/22/14 9:50 AM

  • Moacir Gadotti

    Diretor do Instituto Paulo FreireProfessor Titular da Universidade de So Paulo

    Por uma Poltica nacional de educao PoPular de

    jovens e adultos

    politica_educacao_miolo_final.indd 3 1/22/14 9:50 AM

  • politica_educacao_miolo_final.indd 4 1/22/14 9:50 AM

  • 5Por uma Poltica nacional de educao PoPular de jovens e adultos

    ApresentAo

    UmA dAtA pArA lembrAr, Um sonho A retomAr

    O ano de 2014 especial para todas as pessoas que, entre educa-dores e educandos, trabalham com a Educao de Jovens e Adultos. Depois de celebrarmos em 2013 os 50 anos da notvel experincia rea-lizada por Paulo Freire em Angicos; em 2014, de sul a norte do Brasil, estaremos nos reunindo para festejarmos os cinquenta anos do Progra-ma Nacional de Alfabetizao (PNA). O PNA representava um salto qualitativo em relao a todas as campanhas de alfabetizao anteriores.

    Essa data, que lembra a luta pelo fim do analfabetismo no Brasil, 50 anos depois no pode passar em branco em um pas que convive at hoje, tantos anos depois, com uma taxa de analfabetismo muito alta. Este o momento para retomarmos o sonho de Paulo Freire e darmos uma resposta definitiva a esse grande desafio. E essa ser a melhor maneira para que possamos chegar a celebrar, em 2022, o bi-centenrio da independncia como uma nao, uma sociedade e um povo finalmente livres do analfabetismo. Mas devemos lutar para que esse momento chegue bem antes de 2022!

    O ano de 2014 precisa ser lembrado no s para que nunca mais regimes autoritrios ameacem a nossa democracia, interditando os so-nhos daqueles que queriam radicaliz-la, mas tambm para resgatar os projetos de ao educativa, cultural e socialmente poltica interrom-

    politica_educacao_miolo_final.indd 5 1/22/14 9:50 AM

  • 6 Por uma Poltica nacional de educao PoPular de jovens e adultos

    pidos, atualizando seus sentidos e significados e materializando-os em aes concretas. Em afetivas e efetivas aes libertadoras, se quisermos relembrar uma das palavras caras a Paulo Freire.

    nesse contexto que Moacir Gadotti escreveu o presente livro, recordando a todas e todos ns a necessidade de darmos concretude ao sonho de Paulo Freire por meio de uma poltica nacional de Edu-cao popular de jovens e adultos.

    A pergunta que Gadotti nos faz ao longo de todo o texto esta: por que, apesar dos reconhecidos avanos no campo econmico e na Educao, ainda convivemos com taxas de analfabetismo to altas em quase todo o nosso Pas?

    E a sua resposta to simples quanto evidente: falta vontade po-ltica. Falta uma real e consistente vontade poltica no s no Estado, como tambm em nossa sociedade. Os analfabetos no dispem de um sindicato que os represente. Eles no tm porta-voz. Eles necessi-tam do empenho, da solidariedade e do compromisso dos que foram alfabetizados e esto hoje situados dentro e fora de instituies de poder do Estado.

    O Brasil precisa de uma nova poltica nacional de alfabetizao de jovens e de adultos que tenha a Educao popular como referncia. Declarar Paulo Freire patrono da Educao brasileira s o comeo. Bem sabemos que isso no suficiente para que a causa que ele defen-deu impregne coraes e mentes dos brasileiros e para que saia desses coraes e mentes para o campo de aes concretas e decisivas. Preci-samos do ethos freiriano nas veias da Educao brasileira. Precisamos retomar o sonho de Paulo Freire.

    O cenrio preocupante, adverte-nos Gadotti. A erradicao do analfabetismo est estagnada no Brasil. Convivemos com uma taxa de analfabetismo dez vezes maior do que a dos pases da OCDE. Esse contexto tem reduzido nossa capacidade de desenvolvimento econ-mico. Como podemos crescer com tamanha taxa de analfabetismo?

    politica_educacao_miolo_final.indd 6 1/22/14 9:50 AM

  • 7Por uma Poltica nacional de educao PoPular de jovens e adultos

    Mas a questo no apenas a de um crescimento econmico. Estamos diante de uma questo de direito. Uma urgente questo de direito Educao que no deve terminar na chamada idade certa, mas que deveria estender-se at longos anos na vida de cada pessoa. Toda idade certa para aprender. E, portanto, no basta investir s na infncia. preciso tambm educar os pais e os familiares. sabido que o analfabetismo adulto tem uma influncia negativa na Educao das crianas. Muitas famlias analfabetas desde h 50 anos continuam analfabetas ou semialfabetizadas at hoje.

    Ao tornar-se um alfabetizado e, mais ainda, um leitor crtico, no apenas de palavras, mas de seu prprio mundo de vida e de destino para lembrarmos uma vez mais Paulo Freire , o adulto se reconhece um ser mais livre e autnomo e sente-se mais vontade que os no alfabetizados quando leva e traz seus filhos da escola. Ele acompanha melhor o seu progresso. Encontra mais alternativas e possibilidades de orientar sua prpria vida e a das pessoas que lhe so prximas. E, mais do que isso, torna-se bastante motivado a participar mais efetivamen-te na comunidade e na poltica.

    Uma nova poltica de Educao de Jovens e Adultos teria como objetivo principal superar a perspectiva restrita de uma simples e apressada alfabetizao de rudimentos do ler e escrever, encaminhan-do-se na direo da consolidao de uma poltica pblica que de fato inclua a alfabetizao no mbito da Educao de Jovens e Adultos. inaceitvel que apenas 3% dos educandos adultos que se alfabetizam encontrem oportunidades de continuar os seus estudos no sistema regular de ensino.

    Como sustenta Moacir Gadotti, uma nova poltica de EJA precisa assentar-se nos princpios da Educao popular. E eles so, entre outros: a gesto democrtica, a organizao popular, a participao cidad, a conscientizao, o dilogo, o respeito diversidade, a cultura popular, o conhecimento crtico e uma perspectiva emancipatria da Educao.

    politica_educacao_miolo_final.indd 7 1/22/14 9:50 AM

  • 8 Por uma Poltica nacional de educao PoPular de jovens e adultos

    O momento presente favorvel a tudo isso, dada a crescente institucionalidade da Educao popular. Mas preciso e urgente re-tomar o dilogo com a sociedade civil. A quinta Conferncia Interna-cional de Educao de Adultos da Unesco, realizada em Hamburgo, em 1997, ao reafirmar a responsabilidade inegvel do Estado diante da educao , tambm convocou a sociedade civil como importante parceiro no campo da Educao de adultos. Paulo Freire insistia que, sem uma participao ativa, consciente e crtica da sociedade, no eliminaramos o analfabetismo no Brasil.

    Gadotti afirma, nas pginas a seguir, que trata-se de decidir se queremos fazer poltica para as pessoas ou somente para as coisas. Eliminar o analfabetismo uma questo de honra para um Pas que se apresenta como uma das maiores economias do mundo, mas que em termos de Educao e, sobretudo, de alfabetizao, ano aps ano ocupa os derradeiros lugares.

    Ouvimos repetidamente que o Brasil rico, mas os brasileiros so pobres. Isso equivale a dizer que ainda vivemos em um Pas in-justo. A melhor forma de caminhar para sermos um Pas no apenas economicamente rico, mas social e solidariamente justo, equitativo, inclusivo e habitado por pessoas livres, educadas e felizes, comear pela oferta de uma Educao para todos e para todas e no s para uma parcela da populao. Todos inclui tambm, e com os mesmos direitos, adultos e idosos.

    ngela AntunesDiretora Pedaggica do Instituto Paulo Freire

    Carlos Rodrigues BrandoProfessor Colaborador da Universidade Estadual

Search related