M³dulo 3 estadio do dragao gid

  • View
    2.009

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of M³dulo 3 estadio do dragao gid

  • 1. ndice Um pouco de histria Definio Tipologias Aspetos fsicos e funcionais rea desportiva til e reas de apoio Descries tcnicas e de segurana Aspetos crticos da organizao fsica efuncional Pavimentao de grandes campos de jogos Sinaltica Terminologia em portugus e ingls Tipos de atividades e tcnicas de apoio gestode grande campos de jogos.

2. Introduo Neste trabalho iremos falar sobre umemblemtico estdio nico emPortugal com um poder de eficinciaenorme, tudo desde a cabine deentrada ate ao relvado ira serestudado ao pormenor esperemosque gostem do trabalho. 3. Um Pouco de Historia O clube foi fundado sob o nome Foot-ball Club do Porto no dia 28 de Setembro de 1893por Antnio Nicolau dAlmeida, um comerciante de vinho do Porto que descobriu ofutebol nas suas viagens a Inglaterra. O novo estdio foi inaugurado em 1952. Chamava-se Estdio do Futebol Clube doPorto, mas ficou para a histria como Estdio das Antas. Inicialmente apenas umestdio, foi-se transformando ao longo dos anos num verdadeiro complexo desportivo,com a construo de uma piscina, dois pavilhes e outras instalaes essenciais prtica das vrias modalidades do clube. Em 1982, Jorge Nuno Pinto da Costa sobe presidncia do FC Porto, marcando umaviragem definitiva na histria do clube. Em termos desportivos, o FC Porto conquistanesse mesmo ano o seu primeiro ttulo internacional: a Taa das Taas de hquei empatins. Foi inaugurado em 16 de Novembro de 2003 num jogo particular com o Barcelona eutilizado em 2004 em cinco jogos do campeonato do Euro 2004, foi palco do jogoinaugural deste grande evento desportivo, disputado entre Portugal e a Grcia no dia 12de Junho, onde a equipa anfitri foi derrotada por 2-1. Aqui tambm tiveram lugar osjogos da fase de grupos Alemanha - Holanda e Itlia - Sucia, a 15 e 18 de Junho,respetivamente, e ainda o jogo dos quartos-de-final entre a Repblica Checa e aDinamarca, e a meia-final que ops a Grcia e a Repblica Checa. 4. Definio de grande campos dejogos O decreto de lei n141/2009 de 16 de junho entende -se porinstalao desportiva o espao edificado ou conjunto de espaosresultantes de construo fixa e permanente, organizados para aprtica de atividades desportivas, que incluem as reas de prtica eas reas anexas para os servios de apoio e instalaescomplementares. 5. Tipologias O estdio do drago classifica-se como uma Instalaesformativas 1 So instalaes formativas as instalaes concebidas e destinadaspara a educao desportiva de base e atividades propeduticas deacesso a disciplinas desportivas especializadas, para aperfeioamentoe treino desportivo, cujas caractersticas funcionais, construtivas e depolivalncia so ajustadas aos requisitos decorrentes das regras desportivas que enquadram as modalidades desportivas a que sedestinam. 2 Consideram -se instalaes formativas, designadamente, asseguintes: a) Grandes campos de jogos, destinados ao futebol, rguebi e hqueiem campo; b) Pistas de atletismo, em anel fechado, ao ar livre e com traadoregulamentar; c) Pavilhes desportivos e salas de desporto polivalentes; d) Pequenos campos de jogos, campos polidesportivos, campos detnis e ringues de patinagem, ao ar livre ou com simples cobertura; e) Piscinas, ao ar livre ou cobertas, de aprendizagem, desportivas e 6. CONCEITO DE ESTDIO CONFORTO (todos os lugares sentados; cobertos; cadeiras c/ costas; acessosfacilitados) RECOMENDAES TCNICAS DA UEFA/FIFA PARA A PRTICA DO FUTEBOL ESPECTADORES QUE SE DESLOCAM EM CADEIRA DE RODAS COMUNICAO SOCIAL (espaos, circuitos, infraestruturas tecnolgicas) MODERNIDADE E FUNCIONALIDADE (outras modalidades desportivas; espaosde cultura; negcios; reas de lazer; entretenimento) COMODIDADE (estacionamentos; restaurao; sanitrios) SEGURANA Ativa (central de controlo; videovigilncia; controlo de acessos; som;painis eletrnicos) Planos de Emergncia (iluminao, sinaltica, desenfumagem, controlo CO2, etc.) 7. O Estdio do Drago 8. O estdio do drago foi inaugurado no dia 16-11-2003 O Arq. Manuel Salgado foi o responsvel por criar o Estdio do Drago A equipa de construo foi a Somague (A SOMAGUE, um grupo deempresas portuguesas que atuam nos ramos de engenharia e construoferroviria e porturia, concesses de guas e energia, e imobiliria.) O custo aproximado do Estdio de 98.000.000 (98 milhes de Euros) Grau A - O estdio do Drago pode ser o palco de qualquer eventofutebolstico nacional ou internacional. 9. rea desportiva til e reasde apoio Capacidade: 52.000 lugares 10. Distribuio dos lugares debancada: Lugares de bancada - 45.634 Lugares de empresa - 1.176 Camarotes de famlia-1.120 Lugares de tribuna -898 Camarote de venda livre- 596 Camarotes de 5 a 6 estrelas-372 Lugares de Imprensa -194 Camarote presidencial-120 Deficientes e acompanhantes-104 11. Diagrama do estdio 12. reas teis de apoioO porto dispem de: Lugares de estacionamento - 1.186 lugares (47.749 m) Venda livre: 516 Vip: 272 Lugares de empresa: 240 Zona Tcnica: 100 Zona desportiva: 48 27 Bares para servir os adeptos 2 Auditrios Sala Vip Sala Nascente Sala Poente Sala de Exposio http://www.youtube.com/watch?v=YWJGwxECtXA&feature=player_embedded 13. Tcnicas de segurana Certificao de Segurana do EstdioCada clube deve assegurar, no mbito da sua certificao de segurana: Um responsvel pela rea da segurana Uma poltica de segurana, escrita e divulgada, para os espectadores ARDs devidamente treinados e supervisionados Um sistema de controlo de entradas de leitura ptica e informatizado Sistema de videovigilncia (CCTV) abrangendo reas- chave do Estdio eexterior Uma Sala de Controlo Operacional do Estdio Plano de Inspeces peridicas do Estdio 14. Barreiras Fsicas Enquadramento PerifricoVedaes Exteriores 15. Controlo de Acessos dePblico Estdio do Drago Permetro de Dissuaso Permetro de Segurana daOrganizao (controlo bilhete ingresso+ revista pessoal) Permetro de controlo eletrnico(validao de bilhetes) 16. Sala de controlo: a zona nevrlgica, o crebro de todo o estdio doDrago. neste espao que so controlados todo o tipo desistemas existentes no Estdio do Drago.Em dias de jogo temos o sistema de Gesto, Vigilnciae Controlo.Existe tambm outro sistema que permite fazer ocontrolo de todo o edifcio.O Estdio do Drago est equipado com a umamoderna e complexa infraestrutura de rede digital, que utilizada por diversas aplicaes tais como a bilhtica,corporate TV, telefones, videovigilncia, etc. 17. Pavimentao O estdio do dragao tem um dos melhoresrelvados da europa Atravs de um processo complexo existeum longo caminho desde o campo relvadoda empresa tratadora ate ao estdio Para perceberam melhor o funcionamentovamos ver um vdeo com a explicao doprocesso. Vasverde - Recolha de relva.mp4 Vasverde - A primeira a entrar em 18. Sinaltica A Sinaletica existe em todo o estdioesta informa sobre a nossalocalizao, reas de apoio, serviose afins 19. Terminologia Entrada - Entrance Corredores - Runners Balnerios Lockers Sala dos trofus Provide Room Bancadas - Sits Balizas Landmark / Goal Terreno de jogo Playing Field Bancos - Benches Tnel - Tunel Estdio - Stadium 20. Iluminao - Lightning Bandeiras - Flags Placares - Placards Ecrs gigantes Giant Screens Publicidades - Publicities Bares - Bar Casas de banho - Toilets Loja da equipa Team Shop Sala das mquinas Machines Room Camarotes - Cabins Colunas do Intercomunicador/som Stereo Speaker Sistema de rega Irrigation System 21. Atividades de manutenoManuteno do campo Relvado tratado mensalmente comequipas especializadas emjardinagem As bancadas so limpas e arranjadassempre depois dos jogos, quandoexistem situaes de arremessos decadeiras o clube procura resolver asituao na mesma semana em que 22. Os bares por sua vez, so geridos porum chefe de bar e este est ao comandodo chefe da zona. O chefe da zona pertence organizaodo FC Porto. Cada bar est responsabilizado pelalimpeza no profunda depois de cadajogo, sendo este limpo profundamentesemanalmente 23. Iluminao: 220 Projetores de 2000W (1600 Lux) Bose (65.000 Watts) 24. Painis eletrnicos: Barco (2 painis rotativos de 48m). 25. Media Como podemos ver na seguintefotografia, h uma rea onde osmedia fazem o seu trabalho durante eaps o jogo, com acesso a internet,fax, telefones, etc. 26. Aspetos decorativos interiores eexteriores de estdioZona de Exposies rea vasta e multivalente, este o espao indicado para aapresentao de produtos ou a colocao de stands para osmais diversos eventos. Com capacidade para 50 expositores, aZona de Exposies faz jus ao nome, revelando-se o palco idealpara receber uma qualquer mostra de refinado prestgio. Um sem nmero de opes ao seu dispr, devidamenteenquadradas por um espao altura de receber produtos desingular exclusividade. 27. Fruto de uma localizao privilegiada, a casa-me dos portistas servida por excelentes acessos, com destaque para uma estaode Metro a dois passos do recinto, numa envolvncia que contaigualmente com um centro comercial, uma rea residencial e umpavilho multiusos. Num espao diversificado, salta vista a versatilidade do recintoque oferece, entre outros, uma vasta gama de salas, servios decatering e espaos de apoio (bar, sala de jantar, salas de convvio),que o tornam o cenrio ideal para a realizao de congressos,conferncias, reunies, cocktails, showrooms, seminrios,colquios, workshops, exposies, aes de formao ou to s umtranquilo almoo ou jantar de negcios. A multifuncionalidade faz ainda do Estdio do Drago o localprivilegiado para a organizao de festas de aniversrio, visitasguiadas pelo recinto, cocktails para apresentao de exposies ouat mesmo o aluguer do relvado para uma partida de futebol entreamigos.Face a to variado leque de ofertas e recorrendo a uma imaginaosem limites, os eventos que aqui tm lugar tm xito garantido. 28. A arte no se esgota no magnficoprojecto de arquitectura. Na praaadjacente ao estdio existe um muralde grandes dimenses, da autoria domestre Jlio Resende. Fica situado nopiso -1, ocupando o lado poente enascente do anel de circulao interiordo estdio. O primeiro painel mostra umd