Módulo II - Evangelismo

Embed Size (px)

Text of Módulo II - Evangelismo

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    1/34

    1

    EVANGELISMO

    Que bom estar com voc dando prosseguimento a este estudoque com certe!a est" acrescentando muito na sua vida crist#$

    O nossoprop%sito

    com esteestudo &tra!erc'are!a (nossamentesobre ade)ni*#o epr"tica do

    Evange'ismo$

    Neste m%du'o voc aprender" como direcionar outras pessoasao camin+o da verdade que & ,risto atrav&s de sua vida$

    Se-a bem vindo a essa nova etapa e prepare.se para descobrirque quem pega no arado -amais poder" o'+ar atr"s$

    /e0erson e'i!ardo da Si'veiraPastor Presidente

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    2/34

    2

    2 Timteo 2:15

    Procura apresentar-te diante de Deus aprovado, como obreiro que no temde que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.

    3ndiceEVANGELISMO

    Modu'o II

    EVANGELISMO

    3ndice $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    42

    Li*#o 41 5 A Igre-a de /esus ,risto e seu6rop%sito $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    47

    Li*#o 42 5 Ser e a!er8isc9pu'os $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    4:

    Li*#o 47 5Evange'ismo $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    12

    Li*#o 4; 5 Qua'i)ca* 5 Evange'ismo6essoa' $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    22

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    3/34

    7

    M%du'o IIEVANGELISMO

    Lio 01: A Igreja de Jesus Cristo eseu Pro!sito

    LEI"#$A %&%LICA

    Mateus [email protected]: e 1:@1>.24 Atos [email protected]: I 6edro [email protected]

    VE$'A'E CEN"$AL

    A Igre-a & a comunidade dos servos de /esus ,risto o povo de 8eusc+amados para Cora das trevas para o prop%sito eterno de 8eus$

    O%JE"IVO 'A LI()O

    A'can*ar do Sen+or sabedoria e reve'a*#o para resgatar a nossa identidade b9b'ica de igre-a8esCa!endo todas as barreiras e cumprindo a miss#o que ,risto nos deiDou$

    1* O +ue , a Igreja-

    E.,sios 1:1/ Coossenses 1:2

    Igreja3 resgate a sua identidade4

    O que vem ( nossa mente aopensarmos e Ca'armos em Igre-aFm pr&dio Fm 'oca' Fm audit%rioFma p'acaFma denomina*#o +ist%rica Fmprograma do domingo Fmaorgani!a*#o ou institui*#o re'igiosa

    A maneira de faermos igreja est!diretamente relacionada com a maneirade pensarmos na "greja i''iam A$Hec+am$

    A Segunda $e.or5a3Editora MIC

    Vivemos no meio de uma cu'turare'igiosa carregada de desvios dapure!a e simp'icidade do Evange'+o de

    /esus$6recisamos desCa!er os va'ores

    paradigmas id&ias erradas que+erdamos da re'igiosidade$

    Vo'temos ( H9b'iaJ

    6* A 7E8esia9Igre-a na H9b'ia & a pa'avra

    grega Ke'esia que signi)[email protected]+amados de dentro de ou Kc+amadospara Cora$

    #eunio de cidados chamados parafora de

    seus lares para algum lugar p$blico%

    assembl&ia

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    4/34

    ;

    do povo reunida em lugar p$blico com o'm de

    deliberar. Dicion!rio (rego )trong*s+

    E'esia 5 ou ec'esia 5 era umapa'avra usada na cu'tura grega para sereCerir a uma assemb'&ia de pessoasconvocadas$

    usada neste sentido em Atos12:6323;1 e tradu!ida comoKcongrega*#o em o "esta5ento8ateus 91: 2 :1-60

    ... edi'carei a minha igreja ;eclesia

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    5/34

    >

    6"scoa na cidade de /erusa'&m apromessa se cumpriu$ odos Corambati!ados com o Esp9rito Santo e aEc'esia se mu'tip'icava em mi'+ares denovos disc9pu'osJ

    ,om este entendimento da rea'nature!a da Igre-a conseguimos c+egarao pensamento de ,risto quandouti'i!ou a pa'avra Igre-aJ

    A mente de ,risto renova nossamente$ $5 16:6

    ,onc'u9mos pe'a reve'a*#ob9b'ica que Igre-a para /esus e paranossos irm#os do primeiro s&cu'osempre Coi a ,ongrega*#o ouAssemb'&ia dos disc9pu'os de ,risto$

    6ara ,risto para os ap%sto'os epara os demais disc9pu'os o conceito danature!a da Igre-a 5 ec'esia 5 nunca Coi

    outro a n#o ser vidas sa'vas evincu'adas congregando orandoadorando obedecendo ( 6a'avra$

    Na mente de'es a pa'avra Igre-asempre tra!ia a conota*#o rea' de povode 8eus$ A id&ia e o conceito errados deIgre-a Coram Cormando.se ap%s oprimeiro s&cu'o e principa'mentedurante o s&cu'o IV quando a Igre-a demaneira gera' tornou.se uma re'igi#oo)cia' do Imp&rio Pomano$ ouve ent#oum aCastamento dos genu9nosCundamentos crist#os apost%'icos$

    A KIgre-a instituciona'i!ada seconCundiu com o poder po'9tico.econRmico do Imp&rio de Poma esoCreu uma progressiva mistura de

    ensinos costumes e ritos pag#os emv"rias "reas$

    Os va'ores e conceitos Corammudando e para a maioria odiscipu'ado e a nature!a da Igre-a seoCuscaram$

    Pepitamos agora as [email protected] Due >e5 nossa 5ente aoensar5os e .aar5os e5 Igreja-#5 r,dio- #5 o8a- #5 audit!rio-#5a a8a- #5a deno5inaoFist!ri8a- #5 rogra5a dodo5ingo- #5a organiao ouinstituio reigiosa-

    8eus quer que resgatemos aidentidade b9b'ica da Igre-a em nossosdiasJ

    A resposta a estas perguntasprecisa se +armoni!ar com a nossamiss#o$

    N#o Comos c+amados paraconstruir pr&dios Cundar institui**12:613 Mt* 1?:1/3 ICo* :101/$

    Assim como o corpo +umano possuisistemas em bom Cuncionamento aIgre-a precisa de equi'9brio entre ossistemas que s#o os prop%sitosT parater saUde e desenvo'ver no seucrescimento$

    O 6rop%sito da Igre-a & levar aPalavra de Deus a toda criaturareconhecendo e adorando agrandeza e poder do Senhor,vivendo em comunho e amor,ensinando uns aos outros o valorde servir ao Senhor com todo o

    corao

    ?* Os ro!sitos de>e5 estar e5eDui=rio ara gerar sade

    A saUde do corpo +umano est" nobom Cuncionamento e equi'9brio dossistemas$ Quando a H9b'ia compara aigre-a ao corpo +umano e'a nos tra!uma reCerncia ana'%gica para

    entendermos bem o equi'9brio entre

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    6/34

    ?

    esses sistemas$ Os sistemas da Igre-as#[email protected]

    Evange'ismo Adora*#o ,omun+#o 8iscipu'ado EnsinoT Minist&rio

    A Igre-a & esse grande corpo que

    precisa estar equi'ibrado nessesprop%sitos$ A Igre-a n#o pode ter o Cocoapenas no evange'ismo no 'ouvor eadora*#o na comun+#o apenas noensino ou apenas no servi*o mas simequi'ibrado entre todos estes$

    @* A Grande Co5isso da Igreja

    Mt*6/:12601! Portanto ide, faei discBpulos

    de todas as [email protected], batiando-os emnome do Pai, e do ilho, e do EspBrito)anto%

    2" Ensinando-os a guardar todasas coisas que eu vos tenho mandado% eeis que eu estou convosco todos osdias, at& a [email protected] dos s&culos.

    Am&m.

    Voc acredita que & poss9ve'cumprir a nossa miss#o de ser e Ca!erdisc9pu'os nesta terra sem umareve'a*#o rea' do que & ser Igre-a

    ,ertamente n#o$ N#o & poss9ve'porque a Igre-a & o ,orpo de ,risto onde

    esses disc9pu'os s#o membros destegrande corpo$ Na verdade & umacomunidade de disc9pu'os e n#o deCreqentadores ou simpati!antes$

    6recisamos resgatar a vis#ob9b'ica da nature!a da Igre-a como corpoe tamb&m reaprender o esti'o de vidaque /esus ensinou$ E'e nos deu seueDemp'o e nos ensinou como ser umaigre-a com prop%sitos$

    $ES#MIN'O

    A Igreja eKiste ara:

    1 Cee=rar a resena de 'eus e5adorao* Pro!sito: #$altar nosso

    mestreEngrandecei o )enhor comigo, e todos,a uma, lhe ealtemos o nome )l. 4F104

    Alegrei-me quando me disseram1vamos G casa do )enhor )l. 6610

    6 Co5uni8ar a Paa>ra de 'eusaos in8r,duos* Pro!sito: #vangelizar nosso%ampo mission&rio

    A coisa mais importante que eu [email protected] &completar minha misso, o trabalho queo )enhor Hesus me deu a faer, pregar

    as boas novas da [email protected] de DeusIAt. 6016FJ

    "raer a .a5ia 8o5unFo 8o5'eus*

    Pro!sito: #ncora'ar nossos

    mem(ros

    )ois parte da famBlia de Deus Ef. 617

    ; Ajudar o o>o de 'eus a 8res8eratra>,s do dis8iuado*

    Pro!sito: #ducar paramaturidade ... com vista ao [email protected] dos

    santos para o desempenho do [email protected] para a edi'[email protected] do corpo de

    5risto Ef. F16-4

    B 'e5onstrar o a5or de 'eusatra>,s do 5inist,rio*

    Pro!sito: #)uipar para ominist*rio

    ... com vista ao [email protected] dossantos para o desempenho do seu

    [email protected] Ef. F16K

    O EDui=rio entre os siste5asHro!sitos gera u5 8res8i5ento

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    7/34

    =

    "A$EA SEMANAL 'O ES"#'O %&%LICOEVANGELISMOLi*#o [email protected] A Igre-a de /esus ,risto e seu 6rop%sito

    MeditandoO que precisa mudar em meus pensamentos min+as atitudes e at& em meuvocabu'"rio para que eu me +armoni!e com a reve'a*#o b9b'ica da Igre-a e atransmita a outrosMudou a'guma coisa na sua mente em re'a*#o ( sua maneira de ver e ser igre-a

    descobrindo esses prop%sitos Voc consegue enDergar de Corma c'ara o seuc+amado dentro do conteDto da igre-a

    "are.a Se5ana6esquise no Novo estamento o uso da pa'avra Igre-a$ ,omprove se e'a sempre sereCere a vidas no Peino de 8eus$ ,omparti'+e com seus irm#os$ Fse uma c+ave ouconcordWncia b9b'ica se dese-ar$

    6or qua' dos cinco prop%sitos voc se sente mais apaiDonado

    Moti>o de Orao da Se5ana

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    8/34

    :

    a*a tamb&m estas ora*

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    9/34

    B

    Os Cundamentos do discipu'ados#o a'icerces que o Esp9rito de 8eus vai'an*ar em nossa vida a )m de nos Ca!er

    cada ve! mais parecidos com /esus$ S#obases que reve'am a verdadeira vida daIgre-a de /esus com re'acionamentos deirm#os e pais espirituais auDi'iandope'o discipu'ado a cada pessoa nocrescimento espiritua'$

    Lu8as ?:;0 Mateus 10:6B8e acordo com /esus um

    disc9pu'o & um aprendi! que est"seguindo o mestre e dese-a se tornar

    como e'e$1* aer dis8uos , o ro!sito de'eus*

    ,ompare Gnesis 1:[email protected]/ com$o5anos /:6/362

    Em Gnesis vemos que Comoscriados conCorme ( imagem de 8eus edesignados para nos mu'tip'icar$

    Em Pomanos 'emos que oprop%sito de 8eus & sermos conCorme aimagem de /esus e nos

    mu'tip'icarmos em muitos irm#os$ Ve-aque o prop%sito de 8eus para nossa vidaest" eDpresso na vida e obra de /esus$

    Em /esus 8eus mant&m e eDpressa oSeu prop%sito$Coossenses 1:1B :10

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    10/34

    14

    & gerar disc9pu'os )'+os parecidos comE'e ent#o esta & a ra!#o pe'a qua' /esusnos deu essa ordem de Ca!ermosdisc9pu'os na terra$

    Ser disc9pu'o & o meu a'vopessoa' e Ca!er disc9pu'os & a min+amiss#o$

    Ser e Ca!er disc9pu'os &desenvo'ver em si e Cormar em outros aimagem de /esus$ cumprir o prop%sitode 8eusJA Igreja , .or5ada or dis8uos deJesus*Leia Atos 8atuo 6

    A'gumas semanas ap%s a

    ressurrei*#o de /esus cerca de 124disc9pu'os Seus +omens e mu'+erescome*aram a obedecer ( ordem de

    /esus$ E'es estavam reunidos em/erusa'&m quando veio sobre e'es oEsp9rito Santo$

    Naque'e dia 6edro pregou sobre op'ano de 8eus Ca'ando da vida e obrade /esus e c+amando todos aoarrependimento$ ,erca de trs mi'pessoas se converteram ao Peino de8eus$ #5a 5utii8ao dedis8uos4

    Ao )na' da 'i*#o na KareCaSemana' voc & orientado aT ameditar em Atos 2$ a*a isso e comece aamp'iar sua vis#o de uma Igre-a dedisc9pu'osJ

    ;* A >erdadeira Igreja de Jesus ,.or5ada de dis8uos*

    Nesses primeiros anos da Igre-a ocristianismo era con+ecido como Ko,amin+o$ Ve-a Atos 2:6 12:236 66:; 6;:1;366

    Os convertidos ao ,amin+o s#oidenti)cados como Kdisc9pu'os$Ve-a Atos ?:[email protected] 2:131031236B36?3?3/ 11:621:B6 1;:60361366 1B:10 1?:1 1/:[email protected] 12:1 61:;31?*

    O termo Kdisc9pu'osT aparecemais de 2>4 ve!es na H9b'iaJ A pa'avraKcrist#o aparece apenas trs ve!es$

    A pa'avra Kcrente aparece seisve!es e nunca re'acionada com o termoque identi)ca uma re'igi#o mas a'gu&mque cr$

    oi na cidade de Antioquia que osdisc9pu'os Coram c+amados pe'aprimeira ve! de crist#[email protected] 11:6?

    A pa'avra Kcrist#o signi)ca Kpequenoscristos$ Isso mostra como essesdisc9pu'os eram parecidos com /esusJ

    o-e o nome Kcrist#o passou adesignar um membro ou simpati!antede uma re'igi#o c+amada cristianismomas esta n#o & a id&ia de 8eus$ ,rist#o& um disc9pu'o cada ve! mais parecidocom ,risto$ a'gu&m que se arrependeuda independncia de 8eus creu noEvange'+o de

    /esus e converteu o seu camin+o

    para o ,amin+o que & /esus$Em [email protected]#M C$IS")O VE$'A'EI$O SEMP$E #M 'ISC&P#LO SEG#IN'OO CAMINao , u58Fa5ado ao dis8iuado*

    Leia atentamente as pa'avras de/esus nos teDtos b9b'icos abaiDo eprocure receb.'as como ditasdiretamente a voc$ Observe a

    coincidncia entre a prega*#o do

    arrependimento e o c+amado ao

    discipu'[email protected] 1;:6B e Mar8os /:;B

    Sa'va*#o e discipu'ado s#opraticamente coincidentesJ Quem &sa'vo por /esus se torna um disc9pu'o)e' 8e'e vivendo em submiss#o no,orpo de ,risto$

    O arrependimento & uma renUnciaao reino das trevas e uma introdu*#o (vida espiritua' do Peino de 8eus como

    disc9pu'o$

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    11/34

    11

    A decis#o de se tornar umdisc9pu'o & o que demonstra o n9ve' doarrependimento e da convers#o de umapessoa ao Peino de 8eus$ Sa'vardisc9pu'os e discipu'ar sa'vosJ

    Mesmo que +a-a pessoas na Igre-aque ainda n#o se decidiram em tri'+ar ocamin+o do discipu'ado isso n#o mudao Cato que o prop%sito de 8eus & sa'vardisc9pu'os e discipu'ar os sa'vos$

    Na medida em que camin+armosneste estudo isso )car" c'aro edesa)ar" a todos n%sJ Voc est"disposto e preparadoaT

    6ara conc'uir vamos Cormu'ara'guns conceitos de discipu'[email protected]

    a!er disc9pu'os & ter umre'acionamento pessoa' com a'gu&mensinando.o para o amadurecimentomo'dando.o ( imagem de ,risto ecapacitando.o a se reprodu!ir$

    O discipu'ado & umre'acionamento de Kpaternidadeespiritua' para 'evar um K)'+oespiritua' ( maturidade em ,risto$ nostornarmos santos como E'e & SantoJ

    O discipu'ado & o camin+o devo'ta ao prop%sito eterno de 8eus$ oprocesso de restaura*#o da imagem eseme'+an*a de 8eus em n%s atrav&s de

    /esus gerando mu'tip'ica*#o de vidas$

    O discipu'ado & a Corma*#o de umcrist#o$Discipulado & uma [email protected] e pessoal, onde umdiscBpulo mais maduro ajuda outrosdiscBpulos de Hesus 5risto a seaproimarem mais dele ereproduirem.

    SE6ALB7 5 8avid E$ Yorn)e'dT

    A'e'uiaJ

    8eus est" restaurando a verdadedo discipu'ado em Seu reinoJ Vamosamp'iar o entendimento destacamin+ada de discipu'ado$

    Vamos crescer na reve'a*#o de oque & ser um disc9pu'o de ,risto$

    Entenderemos me'+or a nossamiss#o como Igre-a e o Esp9rito de 8eusnos 'ibertar" de conceitos errados docristianismo deste s&cu'o$

    Nosso cora*#o ser" a'in+ado como prop%sito de 8eus e ane'aremos seruma Igre-a de muitos )'+os seme'+antesa /esusJ

    "A$EA SEMANAL 'O ES"#'O %&%LICOEVANGELISMOLi*#o [email protected] Ser e a!er 8isc9pu'os

    Meditando

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    12/34

    12

    8e acordo com o que voc aprendeu nesta 'i*#o +" a'go a mudar em suamotiva*#o para ser e Ca!er disc9pu'os Voc -" +avia ouvido Ca'ar de discipu'ado,omo voc entende isto agora " a'go que o Esp9rito de 8eus -" est" mostrandoa voc a )m de te Ca!er mais parecido com /esus

    "are.a Se5anaLeia Atos cap9tu'o 2 . A vida da Igre-a registrada em Atos & um eDemp'o de comoviviam os disc9pu'os no primeiro s&cu'o$ Ve-a como nasce uma Igre-a de disc9pu'os$Observe de novo o arrependimento a C& no Evange'+o de /esus e a convers#oocorrendo$ Observe como viviam os primeiros mi'+ares de disc9pu'os$

    Moti>o de Orao da Se5anaOre e responda ao Sen+or dec'arando mais do seu arrependimento em re'a*#o (independncia de 8eus e o seu dese-o de ser um disc9pu'o aT de acordo com oprop%sito eterno 8e'e$

    Para 5e5oriarLoda a autoridade me foi dada no c&u e na terra. >o e [email protected] discBpulos detodas as [email protected], batiando-os em nome do Pai e do ilho e do EspBrito )anto%ensinando-os a obedecer todas as coisas que tenho ordenado a voc?s. E euestarei com voc?s todos os dias at& a [email protected] dos s&culos. Mateus 6/:1/60

    M%du'o IIEVANGELISMO

    Lio 0: E>angeis5o

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    13/34

    17

    LEI"#$A %&%LICA

    Mateus ;@1B Marcos [email protected]>1? /o#o ;@7>

    VE$'A'E CEN"$AL

    Evange'i!ar compete a todo crente que recon+ece o prop%sito origina' de 8eus$

    O%JE"IVO 'A LI()O

    ,onscienti!ar a Igre-a sobre a importWncia do evange'ismo assim termos pessoas +abi'itadaspara cumprir ta' comiss#o$

    1* O +ue , E>angeis5o-

    Isaas B6:[email protected]

    Evange'ismo & o termo concretoda a*#o evange'i!ar$ Evange'i!ar & 'evaras boas not9cias de sa'va*#o por meioda C& em ,risto /esus$ esc'arecer osacriC9cio da cru! e os eCeitos de'a para avida do +omem usando uma 'inguagemC"ci' e simp'es sem contudo perder aconsistncia da obra do ca'v"rio Ceitape'o Messias o enviado de 8eus$

    ransmitir com vida as pa'avrasde vida de /esus comunicando a obraredentora da cru! e 'evando as pessoasa perceberem c'aramente que s% em

    /esus +" sa'va*#o

    Evangeliar & um mendigo dier aooutro mendigo onde encontrar comida

    '*"* Nies3 e5 12B1*

    A pa'avra evange'ismo vem deEvange'+o que quer di!er Kboas novasou Kboas not9cias$ No prop%sito origina'

    de 8eus como n%s -" vimos nas 'i*

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    14/34

    1;

    em muitos 'ugares e pode ser uti'i!adoem qua'quer igre-a$ A partir de gruposde comun+#o 8eus pode Ca!er umagrande obra$

    E>angeiao Pessoa Estetem sido o m&todo mais e)cienteporque todos podem traba'+ar e Coi om&todo 'argamente uti'i!ado por /esus epe'a igre-a primitiva$ Evange'ismopessoa' di! respeito ao traba'+oindividua' do evange'i!ador com outrapessoa iremos estud".'o mais a Crente$

    * PorDue E>angeiar-

    a 6orque todos os +omens s#o

    pecadores e precisam de umSa'vador HG *663 $5 *6= 6orque ,risto morreu por n%s

    HI "5 6*?3 Mt* 11:6/3 Is*B:0B

    8 O arrependimento & paratodos os +omens HII Pe *23At* [email protected]:03 L8 1*

    d odos n%s temos recebido$odos devemos dar HMt*10:0/3 I Co 2:12363 Jo1*1?

    ;* O Due no , e>angeiar

    ;*1 $ou=ar o>eFas de outrasigrejas e>ang,i8as

    emos visto atua'mente p'acas eoutdoors com di!eres tipo KA m#o de8eus est" aqui Kn%s temos a vis#oentre outros termos pretensiosos o quen#o & ob-eto de -u'gamento destet%pico mas o que queremos tra!er ao

    nosso estudo & que 8eus & Onipotente en#o est" numa p'aca denominaciona'$emos que gan+ar para o Peino e seeste reino 'utar entre si e'e n#osubsistir" HLu8as ?:[email protected]

    ;*6 aer u5 5e5=ro da igreja3 u5.reDQentador da deno5inao

    A pessoa passa a ter partidarismoem re'a*#o ( igre-a s% a igre-a de'e & acerta deCende mais a p'aca da igre-a doque o pr%prio Sen+or de'a passa a ser

    um adorador da denomina*#o$ Isso &

    errado$ A igre-a somos n%s n#o a p'acadenominaciona'J

    ;* 'esertar e5oRes in.rut.erasN#o & 'evar as pessoas por

    discursos baratos e emocionais at&ape'ativos mas mostrar que a vida decada pessoa & Cruto de a'go muito maisproCundo$ Cruto do prop%sito eterno de8eus$

    B* E>idn8ias da 8on>erso de u5aessoa

    Petornando ( 'i*#o anteriorencontramos evidncias Cortes queconstatam a convers#o de um pecador

    mas podemos con)rmar a'gumas novasposturas do sa'vo por /esus$

    B*6 , e5 Jesus CristoA pessoa evange'i!ada &

    convertida n#o apenas quando 'evantaas m#os ou Coi em Crente ao temp'omas sim quando se deu conta de quesomente em /esus +" sa'va*#o e creuem sua obra rea'i!ada no ,a'v"rio poisesta & Unica boa obra que sa'va os+omens aque'a Ceita por /esus na cru!$Quando a pessoa cr em /esus comoUnico e su)ciente sa'vador e'a est"evidenciando sua sa'va*#o$

    B* Arreendi5ento um acontecimento que ocorre

    em trs Cases$ A primeira & aconscincia do pecado e'ementointe'ectua'T a segunda a triste!a por terpecado e'emento emociona'T e aterceira que ter" que seguir & a

    mudan*a de atitude e'emento vo'itivoT$6odemos ainda di!er com pa'avrassimp'es que o arrependimento & aproCunda dor por saber que Ca'+ou e queisto tra! conseqncias e o dese-o demudar sua maneira de agir$

    B*; Mudana de >ida a'go rea'mente radica' signi)ca

    uma mudan*a tota' & o que /esusc+amou de novo nascimento$ O queevidencia a convers#o de uma vida &

    quando vemos ne'a o dese-o de mudar a

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    15/34

    1>

    sua antiga maneira de viver e seadaptar a novos pensamentos +"bitossentimentos e dese-o de crescerespiritua'mente$

    B*B Vida de OraoA'go que a princ9pio n#o & C"ci'

    mas a pessoa precisar" adquirir o +"bitode orar e entender que este & o meio decomunica*#o com 8eus$ Ent#o dese-ar"Ca!.'o$ O +omem natura' norma'menten#o sente este dese-o quando umapessoa come*a a ter vida de ora*#o &uma Corte evidncia de sua convers#o a8eus$ Atos 2: 1031?

    B*? O=edin8ia

    Outra evidncia de convers#o &quando a pessoa entende que aobedincia & Cundamenta' para 'evar auma vida de santidade e crescimento$Ningu&m poder" di!er que pertence a

    /esus Aque'e que Coi obediente at& amorte e morte de cru! 5 iienses6:B11T e continua sendodesobediente$ Se c+amamos /esus deSen+or temos que obedec.Lo$

    ?* O no>o 8on>ertido te5 Dueentender

    O Due , sa>ao e Due aso=ras no sa>a53 ois so5ossa>os ara as =oas o=ras*

    A $eigio no sa>a Ir ( igre-aaos domingos n#o & passaportecarimbado para a sa'va*#o nem t#opouco ter uma vida com muitasatividades na Igre-a$ N#o eDiste ritua'

    para obter a sa'va*#o$ E'a & de gra*aJodo o sacriC9cio -" Coi pago por /esusJHasta aceitarmos e busc".'o de todo ocora*#o$

    O Due , regenerao 5Pegenerar quer di!er gerar novamenteportanto ser gerado & nascer de novoHJo :$ Mas esse novo nascimento n#o& nascer )sicamente nem nascer pe'avontade do +omem HJo :B3? e Jo1:1 & um renascimento do esp9rito

    que estava morto pe'o pecado H E. 6:1

    e pe'a gra*a e bondade de 8eus &recriado em amor para viver para 8eus$

    Ser regenerado n#o signi)caimpecabi'idade mas sim uma mudan*aradica' na disposi*#o dominante daa'ma produ!ida pe'o Esp9rito Santo de8eus na qua' somos passivos pois n#odepende da a*#o +umana mas sim daa*#o graciosa de 8eus$

    @* Nosso teste5unFo , 5uitoi5ortante ara ser u5e>angeiador Due .ruti8a*

    ,omo posso reagir aos que meperguntam se agora sou crente 6orqueacontecem tantas cr9ticas 6orque

    a'guns n#o aceitam min+a decis#o por/esus ,omo posso eDp'icar o que meaconteceu ,omo vou orar 8evo medistanciar de todos

    O nosso testemun+o diante detodos n#o ser" uma tentativa deconvencimento ou eDp'ica*#o da C&$Ser" o Cruto do poder de 8eus em n%sda presen*a do Esp9rito Santo dentro donosso esp9rito Atos 1:/

    @*1* A ro8a5ao3 o teste5unFo=i8o 8o5 aa>ras3 or 8ausa dooder de 'eus3 gera trans.or5ao*

    Atos 6:@;@... com muitas outras palavras deutestemunho e eortava-os, diendo1)alvai-vos desta [email protected] perversa.Ento, os que lhe aceitaram a palavraforam batiados, havendo umacr&scimo naquele dia de quase tr?s mil

    pessoas. E perseveravam na doutrina

    dos ap=stolos e na comunho, no partirdo po e nas [email protected] Em cada almahavia temor%e muitos prodBgios e sinais eram feitos

    por interm&dio dos ap=stolos...contando com a simpatia de todo o

    povo. Enquanto isso, acrescentava-lheso )enhor, dia a dia, os que iam sendosalvos

    Atos ;:5om grande poder, os ap=stolos davam

    testemunho da [email protected] do )enhor

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    16/34

    1?

    Hesus, e em todos eles havia [email protected]

    Ser uma testemun+a de /esus &mais uma caracter9stica da vida daIgre-a como proc'amadora da vida de

    /esus conCorme observamos noeDemp'o dos primeiros disc9pu'os emAtos$ Aque'es que passaram pe'oarrependimento e C& em /esus como

    Sen+or e Sa'vador s#o bati!adosandam em comun+#o com o ,orpo de,risto e tamb&m mant&mre'acionamentos com as outras pessoasque ainda n#o tiveram a mesmaeDperincia de convers#o$ 6ara comessas pessoas ser#o testemun+as dasa'va*#o e vida eterna na qua' est#ocrescendo e

    poder#o passar isso com a pr%pria vida(s a'mas que est#o perdidas$

    Atos 6:;1 a ;@estemun+e com seu batismo$estemun+e com sua C&$estemun+e com sua perseveran*a$

    estemun+e com sua comun+#o no,orpo$estemun+e com sua H9b'ia$estemun+e com suas ora*

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    17/34

    1=

    "A$EA SEMANAL 'O ES"#'O %&%LICOEVANGELISMOLi*#o [email protected] Evange'ismo

    MeditandoMediante a esta 'i*#o voc se ac+a capa! de ser um evange'ista Voc consegueidenti)car agora quando uma a'ma est" no processo de convers#o Ava'iando a

    sua vida voc tem no*#o do que & ser sa'vo

    "are.a Se5anaa!er um discurso sobre o que custa para ser um evange'i!ador comente suaspr%prias eDperincias e a disposi*#o para Ca!er me'+or esta obra$

    Moti>o de Orao da Se5anaNesta semana ore por voc pe*a ao Sen+or capacita*#o para Ca!er a diCeren*a

    neste mundo t#o diC9ci' e se tornar um evange'i!ador$

    Para 5e5oriarDe sorte que somos embaiadores da parte de 5risto, como se Deus por n=srogasse. #ogamo-vos, pois, da parte de 5risto que vos reconcilieis com Deus IICorntios B:60

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    18/34

    1:

    M%du'o IIEVANGELISMO

    Lio 0;: +uai8aRes do

    E>angeistaE a Ao do Esrito

    Santo no E>angeis5o

    LEI"#$A %&%LICA

    1 6edro [email protected]

    VE$'A'E CEN"$AL

    Esp9rito Santo que capacita o crente e d" dire*#o para a obra da evange'i!a*#o$

    O%JE"IVO 'A LI()O

    ,on+ecer as qua'i)ca*

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    19/34

    1B1* +uai8aRes do E>angeista

    6ara a rea'i!a*#o da tareCa daevange'i!a*#o & necess"rio que oevange'ista se-a qua'i)cado Quais s#oas qua'i)ca*angeista e a santi8ao

    Ap%s ser sa'vo um ato se'adope'o Esp9rito Santo aque'e que creuentra no processo da santi)ca*#o quemant&m o Kvaso 'impo I s ;$;T$

    atrav&s da santi)ca*#o que oEsp9rito Santo ir" usar o crentepoderosamente no seu re'acionamentocom 8eus no testemun+o e naevange'i!a*#o$

    ConFe8i5ento da Paa>ra de'eus

    O evange'ista precisa terintimidade com a 6a'avra de 8eus$ E'aprecisa ser o seu reCerencia' de condutae vida crist#$ 6ara isso & necess"[email protected] L.'a constantemente Ap 1$7Z I m;$17TZX Ouvir a 'eitura da H9b'ia Pm 14$1=Z Ap2$2BZ Ec >$1TZ

    X Memori!ar a H9b'ia S' 11B$11Z 8t ?$?Z6v =$1TZX Estudar a H9b'ia At 1=$11 II m 2$1>TZX Meditar na pa'avra de 8eus S' 1$2Z /s1$:Z S' 11B$;:T$

    Vida de orao

    A ora*#o deve Ca!er parte da vidado evange'ista$ E'e deve ter umprograma de ora*#o e santi)ca*#o desua vida para ser usado pe'o Sen+or I

    s >$1=T$ Atrav&s da ora*#o +aver"intimidade com 8eus e o evange'istaser" direcionado pe'o Esp9rito aocamin+o da vit%ria$

    A ora*#o move o cora*#o de 8euse muda a vida daque'e que ora$ Atrav&sde'a circunstWncias tamb&m s#omudadas$ Evange'i!ar & guerraespiritua' & invadir pe'a C& o Corte doinimigo para 'ibertar aque'es que est#o

    cativos pe'o pecado$ Logo para osucesso ser ministrado de 8eus na vidadaque'e que se propangeista

    Aque'e que se prop

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    20/34

    24+"bitos puros n#o deve ter v9cios e n#odeve ser mundano$ 8eve primar porconviver bem com a Cam9'ia e semescWnda'os I ,o 14$7172Z II ,o ?$ 1.7T$

    'e>e ser s=io

    Essa sabedoria n#o deve serconCundida com esco'aridade$ Fmapessoa pode ter v"rios dip'omasuniversit"rios e n#o ser s"bia$ Asabedoria necess"ria ao evange'ista &aque'a que vem de 8eus$ O evange'istaser" um observador da vida para tirarde'a aprendi!ado At ?$7Z I Pe ;$71T$

    Pessoa oti5ista

    Num momento de pessimismo eCraque!a um evange'ista poder"estragar todo o seu traba'+o detestemun+o de ,risto$ Se a'go n#o vaibem & necess"rio ao evange'ista sabercomo encarar a situa*#o$ 8eus temprop%sitos para seus servos$

    6* A Ao do Esrito Santo noE>angeis5o

    odo o processo de evange'ismo &'iderado pe'o Esp9rito Santo$ Essa a*#oCoi c'ara na vida da Igre-a primitiva II

    m$ ;$>Z At 1$:T$ Sem o direcionamentodo Esp9rito na vida do evange'ista e otoque 8e'e no cora*#o do pecador

    -amais +aver" sucesso naevange'i!a*#o$

    O Esrito Santo no8rente

    O crente precisa ter a conscinciada presen*a do Esp9rito Santo em suavida$ Ve-a a'gumas caracter9sticasdessa presen*[email protected]

    X O 8om do Esp9rito Santo 5 Em Atos 2$1.17 temos a narrativa da vinda doEsp9rito Santo Kpara )car para sempreconosco como Coi prometido$ Em Atos2$ 7=.7B 6edro tra! a orienta*#o sobrecomo receber o 8om do Esp9rito Santoque segundo o pr%prio teDto & para

    Kquantos 8eus nosso Sen+or c+amarAt 2$7BbT$

    odo aque'e que verdadeiramente& um crente no Sen+or tem o Esp9ritoSanto de 8eus /o =$ 7=.7BT$

    X O pen+or se'ado 5 O crente est"se'ado 'acrado para 8eus$ Esse & open+or essa & a garantia de que e'eest" sa'vo EC$ 1$171;T$

    O Esrito Santo noE>angeista

    A atua*#o do Esp9rito Santo naatividade evange'[email protected]

    X O poder do Esp9rito Santo 5 Sertestemun+a de ,risto estar envo'vidoeCetivamente na obra da evange'i!a*#oCa!er disc9pu'os s#o atividadesespeciais que eDigem poder especia'$

    Somente o Esp9rito Santo podenos prover com esse poder$ Se o crente

    -" recebeu o Esp9rito Santo e'e tem essepoder At$ 1$:T$

    X Motiva*#o 5 O evange'ista omission"rio o pregador a igre-a s#omovidos pe'o Esp9rito Santo$ E'e quemopera a motiva*#o para o cumprimentode sua vontade$

    X 8ire*#o 5 O evange'ista & guiado pe'oEsp9rito Santo$ E'e guia na verdade /o1?$17T e guia nos empreendimentosevange'9sticos e mission"rios At 1?$?.14T$

    O tra=aFo do Esrito Santono e8ador

    6ara o +omem natura' as coisas doEsp9rito de 8eus s#o 'oucura I ,o 2$1;T$,ontudo no processo da evange'i!a*#oo que o evange'ista n#o puder Ca!er oEsp9rito Santo comp'eta na vida dopecador$

    X O Esp9rito Santo abre o interesse 5 O

    evange'ista precisa dessa a-uda sem aqua' n#o +aver" resu'tados At$ 1?$1;T$

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    21/34

    21

    X A compreens#o das Escrituras 5 OEsp9rito Santo proporciona (s pessoas acapacidade para crer nas Escrituras$Evange'i!a*#o e evange'ismo dependemtota'mente da 6a'avra de 8eus Lc$2;$;>T$

    X A persuas#o 5 o Esp9rito Santo quemconvence o mundo do pecado da

    -usti*a e do -u9!o /o$ 1?$=.11T$ Napersuas#o n#o va'e a mera t&cnica ecapacidade +umana$ ,om o toque doEsp9rito Santo na mente do pecador e'ec+ora os seus pecados$ Nesse processoo Esp9rito Santo traba'+a dos dois '[email protected] evange'ista dando.'+e as condi*ao:X ,onvers#o 5 A motiva*#o da

    convers#o come*a com a eDperincia dapr%pria convers#o$ S% uma pessoa queCoi sa'va pode evange'i!ar a'gu&m$

    X 6aiD#o pe'as a'mas 5 O crente &de 8eus e todo o mundo est" no

    ma'igno I /o >$1BT$ A paiD#o pe'as a'masacontece quando o crente v que o

    mundo -a! no ma'igno e Car" tudo paramudar essa situa*#o$

    O que nos 'eva a grandesempreendimentos de evange'i!a*#o emissangeiante 8o5eta: No processode toda a abordagem ou tentativa deevange'i!a*#o os seguintes e'ementosprecisam estar [email protected]

    X A rea'idade do pecado e de que todosos +omens s#o pecadores Pm 7$27T$

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    22/34

    22X A consequncia do pecado gerandomorte nos +omens 5 Morte C9sica emorte eterna condena*#o eterna .separa*#o de 8eus na eternidade . Pm?$27T$

    X O amor de 8eus para com o +omemperdido impetrando um p'ano deSa'va*#o atrav&s de /esus ,risto /o7$1?T$

    X A indica*#o da providncia do ser+umano para apropriar.se da sa'va*#oarrepender.se e crer Pm 14$BT$

    No conteDto da mensagemevange'i!ante comp'eta pe'o menos

    esses quatro pontos necessariamentedevem estar presentes em qua'querconversa evange'9stica ou serm#oevange'9stico$

    Prin8io da oortunidade daa=ordage5: A evange'i!a*#o se iniciaonde a pessoa est" em sua atividadenorma'$ [email protected] a mu'+er samaritana /o ;Te'ipe e o Eunuco At$ :$2?$$$T e outros$8eve.se Ca'ar a tempo$

    Prin8io da adeDuao da5ensage5 ao 8onteKto de 8adae>angeiando: preciso que seapresente a mensagem dentro doconteDto e numa 'inguagem adequada (pessoa que se quer evange'i!ar$ Issoser" Cundamenta' para a compreens#oda mesma$ [email protected] A agricu'tores /esusCa'ou do semeador Mc ;TZ a pastores

    /esus Ca'ou de reban+o e ove'+as Lc1>$1.=T e outros eDemp'os b9b'icos$

    Prin8io do aeo: oda pessoa queouvir a eDposi*#o do evange'+o precisaser conc'amada a tomar uma decis#o$Em Atos 2$1;.7? 6edro ape'ava em suagrande [email protected] KSa'vai.vos destagera*#o perversa At$ 2$;4T$ Em Atos7$1B e'e Ca! outro ape'o em II ,o >$246au'o tamb&m ape'ava$ O ape'o &important9ssimo para acomp'ementa*#o da eDperincia$

    Prin8io da resonsa=iidade do8rente: Fma ve! cientes da diCeren*aque eDiste entre pregar e evange'i!ar atareCa de pregar pode ser de a'gunsvocacionados mas a tareCa de

    testemun+ar de ,risto & de todos oscrentes$ odos podem contar aos outrosquem & /esus e como Coi que ,risto osa'vou At :$;.11 1B24T$

    Prin8io da integrao ao 8oro deCristo: Aque'e que creu no Sen+or

    /esus precisa ser integrado ( igre-a,orpo de ,ristoT para +averdesenvo'vimento do seu crescimentoespiritua' EC$ ;$ 14.1?T$ No dia depentecostes cerca de 7$444 pessoas

    Coram Kagregadas em igre-as At$2$;14T$ 6au'o teve a a-uda de Harnab&para ser integrado ( Igre-a de /erusa'&mAt B$2?.2:T$

    a! parte da integra*#o obatismo pe'o qua' a pessoa que teve umencontro rea' com ,risto pub'icamentedec'ara ser seguidora de /esustornando.se membro da igre-a 'oca'$ Emuma igre-a pequena esse processo n#o& diC9ci' contudo numa grande igre-aem grandes centros urbanos se Ca!necess"rio um e'aborado programa deintegra*#o$

    Prin8io do 8res8i5ento esiritua:Aque'e que aceita a ,risto comoSa'vador pessoa' precisa crescerespiritua'mente$ Se uma pessoa apenasse converte e n#o & instru9da aocrescimento espiritua' sua vida crist#ser" de)ciente$ 6edro nos Ca'a sobre issoem II 6e 2$2$

    Con8uso:

    6recisamos ana'isar essesprinc9pios e ap'ic".'os de acordo com asitua*#o e conteDto 'oca'$ dessa Cormaque resu'tados satisCat%rios ser#oobtidos para +onra e g'%ria do Sen+or$

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    23/34

    27"A$EA SEMANAL 'O ES"#'O %&%LICOEVANGELISMOLi*#o 4;@ Qua'i)ca*

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    24/34

    2;

    Lio 0B: E>angeis5o Pessoa

    LEI"#$A %&%LICA

    /o#o ;@>.;2 Lucas [email protected] /o#o :@7.11

    VE$'A'E CEN"$AL

    A evange'i!a*#o & o ato de se dirigir (s pessoas para '+e Ca'ar de ,risto$

    O%JE"IVO 'A LI()O

    ,onscienti!ar a Igre-a que n#o eDistem 'imites para Ca'ar do amor de 8eus$

    1* O Due , E>angeis5o Pessoa-

    Este tem sido o m&todo maise)ciente porque todos podem traba'+are Coi o m&todo 'argamente usado por

    /esus e pe'a Igre-a primitiva$ E & sobreeste tipo de evange'i!a*#o que iremosdesenvo'ver nesta 'i*#o com o ob-etivode despertar nos servos de 8eus aque'eamor que Ca!ia dos crentes primitivos

    aque'a toc+a inapag"ve'$ Aevange'i!a*#o pessoa' di! respeito aotraba'+o individua' do evange'i!adorcom outra pessoa$

    6* O 5,todo 5ais usado or Jesus

    Joo ;*B;6

    Pessoas en>o>idas: /esus e a mu'+ersamaritana

    Cena: /esus praticando o evange'ismopessoa'Ao de Jesus: Aproveitou aoportunidadeO=jeti>o a8anado: Superou asdiCeren*asPonto 8Fa>e da 8on>ersa:/esus entrano assunto que e'a entendia bemZsobre a vida de'a e sobre a diCeren*aque +avia entre /udeus e SamaritanosTAteno de Jesus: a necessidadeespiritua' da mu'+er

    Estrat,gia usada or Jesus: 6ediu"gua para Ca'ar da ^gua VivaZ

    Con8uso: A vida da mu'+er Coiconvertida$

    Vamos ana'isar outras situa*

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    25/34

    2>gastando tempo com e'as e indo decasa em casa HAtos 60:60*

    * Ee5entos Indisens>eis aoE>angeis5o Pessoa

    S#o e'ementos que contribuir#opara o sucesso do traba'+o dosevange'i!adores pessoais$*1* "ato5 Modo de tratamento com aspessoa (s quais nos aproDimamos paraCa'ar do evange'+o$ a Caci'idade deCa!er e di!er o que & certo de maneiracuidadosa e sem oCender as pessoas$

    *6* angeis5o Pessoa na Prti8a

    ,omo -" vimos no in9cio desta'i*#o e va'e ( pena ressa'tar & que oevange'ismo pessoa' & o ato de sedirigir (s pessoas para '+e Ca'ar de

    ,risto$Antes de tudo ao sair voc precisa estarpreparado e munido de H9b'ia e Co'+etospara este traba'+o$ Observe asseguintes orienta*[email protected] A maioria daspessoas tem di)cu'dade neste ponto$8evemos ter coragem para iniciar e

    Ca!.'o de Corma simp'es$ [email protected]

    - Moa tardeN 5omo vaiO (ostaria de lheoferecer este folheto que tem umamensagem de Deus para a tua alma.>oc? sabe por que Hesus 5risto 8orreuna cru Ento me d? alguns minutos evoc? vai saber% l! o senhor sabia queDeus tem um plano em sua vida.Ento...

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    26/34

    2? 'esen>o>i5ento da 8on>ersa: omomento que voc vai despertar a C& doouvinte$ EDp'icar o p'ano de Sa'va*#[email protected]

    `O +omem est" doente espiritua'mente

    Ca'ando Catos ao nosso redor $o5anos :1036T$

    `A conseqncia de sua doen*a & amorte$ H$o5anos ?:6

    `/esus ,risto & o rem&dio$ $o5anosB:T Joo 1;:0?T

    `As obras n#o servem$ S% ,risto Isaas

    ?;:0?T E.,sios 6:T

    Aeo: O ape'o deve condu!ir odescrente a tomar uma decis#[email protected] tomarou n#o tomar o rem&dioZ receber ou n#oreceber a ,risto$ 8eve ser Ceito o ape'ona +ora certa e devemos estarpreparados para ouvir Ksim ou Kn#o$Se a pessoa disser Ksim Ca*a umaora*#o bem ob-etiva pedindo que o

    Sen+or tome posse do governo nestanova vida$ Se voc tiver bastante tempoeDp'ique os itens a seguir caso n#oten+a tempo deiDe para um novoreencontro e n#o perca a [email protected]

    6rivi'&[email protected]

    6erd#o e -usti)ca*#o$ $o5anosB:1T Coossenses 1:131;TZ

    i'ia*#o espiritua'$ Joo 1:16T$o5anos B:2311TZ

    Nova Vida$ II Corntios B:[email protected] abi'ita*#o interior do Esp9rito

    Santo I Corntios ?:12T$o5anos /:2T

    Vida eterna$ Joo :1?TAo8aise 6:10=*

    Pesponsabi'[email protected]

    6ermanecer na C& Ao8aise6:10=TZ

    Vida de Obedincia a ,risto$o5anos 16:136TZ

    Estudo da H9b'ia II "i5!teo

    :[email protected] Ora*#o Mateus 6?:;1T I

    "essaoni8enses B:[email protected] estemun+o a respeito de ,risto

    Lu8as /:2T 6articipa*#o na Igre-a Atos

    6:1;T 6:[email protected]

    Precau+es

    - .em sempre * necess&rio o usoda /0(lia, a citao de memriados te$tos chaves tam(*m traz(ons resultados em(re-se )uea /0(lia no * talism

    - .em sempre * (om 3carcitando as localiza+es dos

    te$tos (0(licos, visto )ue muitasvezes con4unde e retarda oracioc0nio do ouvinte

    - %ite apenas parte do te$to(0(lico re4erente ao assunto )uevoc estiver a(ordando

    - Procure no 4azer perguntascomplicadas durante a

    e$planao da mensagem 6aaapenas perguntas )ue sugeremuma 7nica resposta

    -%omece sempre onde a pessoaest& Procure desco(rir o )ue apessoa sa(e so(re a salvao ecomece a partir da0, para )ue elapossa acompanhar e entender amensagem %uidado ao citar

    8termos t*cnicos9 da /0(liaps a citao dos termos

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    27/34

    2=ade)uados usando umalinguagem )ue o ouvinte possaentender, pergunte se est& (emesclarecido

    -;ua, orando no #sp0rito,)uando o ouvinte estiver4alando, procure ouvir cadapalavra )ue ele est& dizendo ed toda a ateno a ele, mesmo)ue este'a 4alando algo contr&rio< Palavra de Deus e no 3nal dapalavra dele d o seu parecer)uanto ao assunto

    - #spere os resultados .uncaapresente precipitadamente osresultados de alguma aoevangel0stica #spere os 4rutos eprocure a'udar o novoconvertido

    - .o 4orce ningu*m a tomaruma deciso =uem deveconvencer o pecador * o esp0ritoSanto e no voc sua tare4a *apresentar a mensagem >[email protected]:A-11B

    - Se'a modesto ao 4alar de suapessoa e igre'a

    -#vite coment&riose$tremamente cr0ticos apessoas, religi+es edenominao

    -6ale sempre alegre e$presso4acial tem grande inCunciaso(re )uem nos v

    -%uidado com a aparncia

    pessoal .o se'a rela$ado comsuas roupas, cuidado com as

    com(ina+es de cores, se 4orhomem, revise seus pelos4aciais, se mulher, cuidado parano e$agerar na ma)uiagem enos tra'es

    -6aa de tudo para tornaragrad&vel seu contato com apessoa )ue est& sendoevangelizada as cuidado comos e$cessos

    -%uidado com seu h&lito

    -.o es)uea de orar antes de

    entrar em contato com a pessoa

    -Procure ilustrar sua mensagemcom e$perincias pessoais suase de outros

    -6ale com con3ana e convico,no se'a vacilante .o tenhamedo de anunciar ?esus aosseres humanos

    - pacincia * uma das maioresarmas Se a pessoa * lenta paraentender a mensagem, ento4ale mais detalhadamente edevagar, no tenha pressa, poisa pressa * inimiga da per4eio

    -=uando o tra(alho de#vangelizao 4or realizado por

    duas ou mais pessoas, umadelas dever& liderar devendo asoutras estar em orao .opode haver interrup+es, mascooperao

    -Ese te$tos (0(licos de 4&cilcompreenso

    -Se'a sincero Se a pessoa lhe

    4azer uma pergunta e voc nosou(er responder, diga-lhe )ue

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    28/34

    2:voc ir& estudar e encontrar aresposta e trar& num novoencontro marcado

    -Se'a Ce$0vel .o se deve

    pregar o evangelho como umgravador ou um ro(F Gimportante )ue tenhamos umes)ueleto (&sico de conversao>ve'a no es)uema anteriormentecitadoB, e a apresentao destamensagem deve ser de maneiradi4erente, de acordo com apessoa com )uem estamos4alando

    - .o se es)uea de cumprir o)ue prometer Se voc disser)ue voltar&, ento volte, seprometeu alguma literatura,ento leve

    %;.TH;.D; ;/?#IJ#S

    Evite discutir apenas procure

    eDp'icar o que & certoZ Nunca diga aoevange'[email protected] KVoc est" erradoJ$6rocure em ve! disso eDp'icar o queest" errado apresentando Catosb9b'icos e vivenciaisZ Lembre.se queningu&m & obrigado a concordar comvoc por isso n#o Corce a pessoa enem a situa*#o$

    Se a pessoa n#o apresentar

    nen+uma ob-e*#o mas re-eitar oape'o da mensagem voc pode agirda seguinte [email protected]

    . Mostre que & necess"rio receber/esus numa outra oportunidade seassim 8eus quiser$T

    . 8iga.'+e que deve pensar noassunto e tomar uma decis#o$

    . Ao sair da presen*a da pessoaore por e'a e deiDe os resu'tados com

    8eus$.N#o Corce a decis#o$

    B* 'es8uas aresentadas eose8adores e as resostas%=i8as:

    Eu sou pecador demais. Pra mim

    no h! mais [email protected] Isaas 1:1/TMateus 2:1631T $o5anos B:?T

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    29/34

    2B

    Eu perderei meus amigos II"i5!teo :16T $o5anos /:1/T "iago;:;T

    /o creio na MBblia ;Aeperi?ncia & a melhor prova< ICorntios 1:1/3 6:1;: II "i5!teo:[email protected] $o5anos :3;T JooB:2310T

    Q tarde demais, j! estou muitovelho Joo ?:@T II Pedro :2T IICorntios ?:6T

    Eu acho que j! estou salvo;Pergunte a pessoa se alguma ve elaorou ao )enhor, entregando sua vida a

    Hesus 5risto. )e ela morrer agora, temcertea para onde vai o seu espBritoO,r=ios 1;:16T

    Eu vou ter que abandonar meuspraeres-9 I Joo 6:[email protected] "iago ;:;TI Corntios 10:61T Mateus 1:66T

    Lu8as 1B:T I "i5!teo B:?T ICorntios 10:1T

    /o consigo entender a MBblia9I Corntios 6:1;T Isaas BB:/T Sa5os112:1/T

    Eu no vou conseguir viver avida cristI Corntios 10:1T I Joo 1*2

    Eu no vou perder meu empregose me tornar um crenteO Mateus/:;/3 Mateus ?:BT

    Lodas as religiCes so boas.5ada uma delas & um caminho para seconhecer a DeusI Joo 1;:?T I "i5!teo 6:B*

    Ah, no 'm de tudo, de qualquer

    maneira todos sero salvos. Lu8as1:T Joo :1?3?T

    Deus no eisteSa5os 1;:1TSa5os 12:1T

    Ruando Deus quiser, aceitarei a5ristoII Corntios ?:6T Isaas BB:?T

    Ruero seguir meu pr=priocaminho Pro>,r=ios 1;:16T IsaasBB:/32T

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    30/34

    74?* 'istri=uio de oFetos

    8istribuir Co'+etos & uma Cacetamuito grande interessante naevange'i!a*#o pessoa' por isto

    observe as seguintes orienta*. Ore bastanteZ?. Espere uma rea*#o$ Nunca d

    Co'+etos como quem distribuipropaganda imobi'i"ria oupo'9ticaZ

    =. Semeais abundantementeZ:. N#o Corce ningu&m a aceitar o

    Co'+etoZB. Se poss9ve' trave pa'estra com

    quem est" recebendo o Co'+etoZ14.8istribua Co'+etos atraentesZ11.Esco'+a somente Co'+etos com

    mensagens b9b'icasZ12.6rocure descobrir novas maneiras

    de distribuir Co'+etosZ17.o'+etos tamb&m & um eDce'ente

    preteDto para voc se aproDimarde a'gu&m e iniciar um di"'ogoevange'i!adorZ

    1;.,omece +o-e mesmo a distribuir

    um Co'+eto por dia e v"aumentando a quantidade di"ria$

    @* Visitao

    /esus disse que o campo & omundo o mundo come*a ( nossa portanosso pr%prio 'ar Marcos >@1BT$ Oscrentes primitivos evange'i!avam decasa em casa Atos [email protected]$

    Em qua'quer conteDto de visitaso evange'ista precisa ter sabedoria nacondu*#o do evange'ismo no 'ar$ Ema'guns casos n#o poder" iniciar deimediato o assunto evange'9stico$ Muitas

    ve!es precisamos gan+ar pessoas paran%s para depois gan+".'as para ,risto$

    Con8uso:

    ,omo 8isc9pu'o de /esus epregador do evange'+o voc precisaestar convicto que Cora do evange'+on#o +" esperan*a n#o +" rem&dio nemso'u*#o para as a'mas e os crentes tm

    esse poder$ 8eiDar de parti'+".'o &contribuir para que as a'mas se percam$

    6ara podermos evange'i!arapaiDonadamente precisamos ter acapacidade de ver as mu'tid

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    31/34

    71abundantemente atrav&s de umaco'+eita superabundante$

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    32/34

    72

    "A$EA SEMANAL 'O ES"#'O %&%LICO

    EVANGELISMOLi*#o 4>@ Evange'ismo 6essoa'

    MeditandoMediante a esta 'i*#o voc se ac+a capa! de ser um evange'ista Voc consegueidenti)car agora quando uma a'ma est" no processo de convers#o Ava'iando asua vida voc tem no*#o do que & ser sa'vo

    "are.a Se5anaa!er um discurso sobre o que custa para ser um evange'i!ador comente suaspr%prias eDperincias e a disposi*#o para Ca!er me'+or esta obra$

    Moti>o de Orao da Se5anaNesta semana ore por voc pe*a ao Sen+or capacita*#o para Ca!er a diCeren*aneste mundo t#o diC9ci' e se tornar um evange'i!ador$

    Para 5e5oriarDe sorte que somos embaiadores da parte de 5risto, como se Deus por n=srogasse. #ogamo-vos, pois, da parte de 5risto que vos reconcilieis com Deus IICorntios B:60

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    33/34

    77

    G'%ria a 8eusJ

    Mais um m%du'o se passou e creio que o Sen+or tem ministrado a'go novo em

    seu cora*#o$

    Ser um evange'i!ador n#o & uma tareCa C"ci' para quem quer usar as pr%priasCor*as ent#o amado irm#o ten+a sempre esta dependncia do Sen+or no seu SantoEsp9rito$

    No pr%Dimo m%du'o estudaremos sobre a comun+#o que nos direciona ( unidadeda Igre-a em ,risto$

    ,om certe!a ser" uma via-em que mudar" muitos conceitos no seu cora*#o evoc ir" eDperimentar de 8eus atrav&s da unidade da integra*#o e da comun+#o

    entre os irm#os um camin+o c+eio de conquistas$A voc que Car" novamente este m%du'o coragemJ Aproveite este momento

    para se dedicar mais e aprender neste tempo mais um pouco sobre o evange'ismo$,om certe!a 8eus Ca'ar" de uma Corma especia'$

    JeUerson eiardo da Si>eiraPastor Presidente

    %i=iograa:XLFIS Arc&'io$ K,&'u'as de Mu'tip'ica*#o N9ve' 2$ Evange'ismo$1 Edi*#o$ EditoraVisuana 5 P/ 2441$

    XHEPYO Louis$ Keo'ogia Sistem"tica$ ;a$ Edi*#o$ ,[email protected] Editora Lu! 6ara o,amin+o 1BB?$X LANGSON A$H$ KEsbo*o de eo'ogia Sistem"tica$ = Edi*#o$ Pio de /aneiro.P/@ /uerp1B:7X 6EAPLMAN Mer$ K,on+ecendo as 8outrinas undamentais da H9b'ia$ Editora VidaX EPI,YSON Mi''ard /$ KIntrodu*#o ( eo'ogia Sistem"tica$ S#o 6au'[email protected] Vida Nova 1BB=$X GEOPGE imot+$ Keo'ogia dos PeCormadores$ S#o 6au'[email protected] Editora Vida Nova 1BB;$X ELELL a'ter A$ EditorT KEncic'op&dia ist%rico.eo'%gica da Igre-a ,rist#$ S#o6au'[email protected] Editora Vida Nova 1B::$X 8OMINGOS Emanoe'$ Keo'ogia Sistem"tica$ He'o [email protected] acu'dade eo'%gicaEvang&'ica AET 1BB?$S Editado e adaptado por1 Pr. HeTerson eliardo da )ilveira% Pr. Uudg&rio Hotta da 5osta

    e 6r$ Ludg&rio /otta da ,osta.

    CorigFt W 601? or IgrejaE>ang,i8a Gets5ani

    odos os 8ireitos Peservados$Este material no & para uso p$blicocomercial. Pode ser copiado livremente,desde que as fontes e bibliogra'as sejamconservadas.

  • 7/25/2019 Mdulo II - Evangelismo

    34/34